Pesquisa
Limpar pesquisa
Fechar pesquisa
Google Apps
Menu principal

Usar Fetch as Google para sites

A ferramenta Fetch as Google permite que você teste a forma como o Google rastreia ou renderiza um URL no seu site. Use Fetch as Google para ver se o Googlebot consegue acessar uma página no seu website, como ele renderiza a página e se algum recurso da página (como uma imagem ou um script) está bloqueado para o Googlebot. Essa ferramenta simula a execução de um rastreamento e uma renderização exatamente como no processo de rastreamento e renderização normal do Google, além de ser útil para depurar problemas de rastreamento no site.

Abrir Fetch as Google para sites

No caso de aplicativos para dispositivos móveis, use a ferramenta equivalente Fetch as Google for apps

Executar uma busca

  1. Na caixa de texto, insira o componente de caminho de um URL do site que você deseja que o Googlebot busque, relacionado à raiz do site. Deixar a caixa de texto em branco leva a busca à página raiz do site. Por exemplo, se a propriedade atual for http://example.com, uma solicitação para stores/indiana/1234.html buscará http://example.com/stores/indiana/1234.html
    Restrições da busca:
    • Os URLs buscados são limitados ao site atual: por exemplo, se a propriedade atual do Search Console for para http://example.com, não será possível buscar um URL de https://example.com ou http://m.example.com.
    • A busca não envia cookies, dados de login ou quaisquer outras informações de estado.
    • A busca não seguirá um redirecionamento. Se você buscar uma página com um redirecionamento, será preciso segui-la manualmente, conforme descrito no status de busca "Redirecionado", abaixo.
  2. Como opção, escolha o tipo de Googlebot que realizará a busca. Isso afeta o rastreador que executa a busca e a renderização de uma solicitação "Buscar e renderizar". Os seguintes tipos estão disponíveis:
    1. Computador [padrão] -
      • Para websites, usa o rastreador Googlebot.
      • Para notícias, usa o rastreador Googlebot (não o Googlebot News).
      • Para imagens, usa o rastreador Googlebot Images.
      • Para vídeos, usa o rastreador Googlebot Video.
      • Para páginas com código do AdSense, usa o rastreador Google AdSense.
      • Para páginas de destino de anúncios, usa o rastreador Google AdsBot.
    2. Googlebot Mobile: smartphone
      • Versão atual: usa a versão atual do Google Smartphone, que será substituída em breve.
      • Próxima versão: usa a versão mais recente do rastreador Google Smartphone.
  3. Clique em Buscar ou Buscar e renderizar:
    • Buscar: busca um URL especificado no seu site e exibe a resposta HTTP. Não solicita nem executa qualquer recurso associado (como imagens ou scripts) na página. Essa é uma operação relativamente rápida que pode ser usada para verificar ou depurar conexões de rede suspeitas ou problemas de segurança com o site e verificar o sucesso ou a falha da solicitação.
    • Buscar e renderizar: busca um URL especificado em seu site, exibe a resposta HTTP e também renderiza a página de acordo com uma plataforma especificada (computador ou smartphone). Esta operação solicita e executa todos os recursos na página (como imagens e scripts). Utilize-a para detectar diferenças visuais entre a forma como o Googlebot e um usuário veem a página.
  4. A solicitação será adicionada à tabela de histórico de buscas, com status "pendente". Quando a solicitação estiver concluída, a linha mostrará o sucesso ou a falha da solicitação e informações básicas. Clique em qualquer linha da busca sem falhas na tabela para ter detalhes adicionais sobre a solicitação, incluindo cabeçalhos e dados brutos de resposta do HTTP, além de (para "Buscar e renderizar") uma lista de recursos bloqueados e uma visualização da página renderizada.
  5. Caso a solicitação seja concluída e tenha menos de quatro horas, será possível informar ao Google para rastrear novamente, possivelmente, indexar de novo a página buscada e, opcionalmente, as páginas para a qual a página buscada vincula.

Você tem uma cota semanal de 500 buscas. Ao se aproximar do limite, você verá uma notificação na página.

Status de solicitação de busca

A tabela de histórico de buscas na página principal exibe as 100 últimas solicitações de busca. Para ver detalhes de uma busca concluída, clique na linha correspondente na tabela de histórico de buscas. Os seguintes status da busca de solicitação podem ser exibidos:

  • Concluída: o Google fez contato com seu site, rastreou a página, e conseguiu todos os recursos aos quais a página faz referência. Clique na linha da tabela abaixo para ver mais detalhes dos resultados da busca.
  • Parcial: o Google conseguiu uma resposta do seu site e buscou o URL, mas não conseguiu ter acesso a todos os recursos aos quais a página faz referência, pois eles eram bloqueados por arquivos robots.txt. Caso a opção seja somente de busca, faça uma busca e uma renderização. Verifique a página renderizada para ver se algum recurso significativo foi bloqueado, o que impediria o Google de analisar corretamente o significado da página. Caso recursos significativos estejam bloqueados, desbloqueie-os nos seus arquivos robots.txt. Para recursos bloqueados por arquivos robots.txt que não sejam seus, entre em contato com os proprietários do site do recurso e solicite que eles desbloqueiem esses recursos para o Googlebot. Veja uma lista de descrições de erros de busca de recursos.
  • Redirecionada: o servidor respondeu com um redirecionamento. A ferramenta Fetch as Google não segue redirecionamentos. Embora o rastreador real do Google siga redirecionamentos, a ferramenta Buscar como o Google não os seguirá. Siga o redirecionamento manualmente:
    • Se o redirecionamento for para a mesma propriedade, a ferramenta exibirá um botão que permite acompanhar rapidamente esse redirecionamento preenchendo a caixa de busca com o URL de redirecionamento.
    • Se o URL redireciona para outra propriedade sua, clique em "Seguir" para preencher automaticamente a caixa de URL. Em seguida, copie o URL, mude a visualização para o novo site e cole o URL na caixa de busca.
    Inspecione a resposta HTTP na página de detalhes da busca para ver os detalhes do redirecionamento. Localize o código do erro HTTP para saber mais. Os edirecionamentos podem ser acionados pelo servidor ou por metatags ou JavaScript na própria página.
  • Tipo específico de erro… Qualquer um dos erros de busca do tipo de recurso também podem se aplicar a solicitações de busca para páginas inteiras, além de serem exibidos na coluna de status. Por exemplo: Não encontrado ou Inacessível.

Erros de busca por recurso

Se o status da solicitação de busca for Parcial, clique na solicitação para abrir as páginas de detalhe dela. A tabela na página lista os erros encontrados. Em geral, os erros são devidos a recursos bloqueados na página. Os seguintes erros podem ocorrer em uma solicitação de busca:

Lista de erros de busca de recurso
Status Explicação Observações e próximas etapas

Não encontrado

Não foi possível encontrar o recurso (códigos de resposta HTTP 404 ou 410).

Este erro indica que é possível receber o código do erro HTTP 404 ao acessar a página usando um navegador da Web.

Não autorizado

O Googlebot não está autorizado a acessar a página (por exemplo, se a página exigir uma senha).

Este erro indica que é possível ver o código do erro HTTP 403 ao acessar a página usando um navegador da Web.

DNS não encontrado

O Google não conseguiu recuperar o recurso porque o nome de domínio não foi encontrado.

Verifique se você digitou o nome de domínio correto (por exemplo, www.example.com) para que o Google possa encontrar o servidor do seu site.

Bloqueado

O host do recurso está bloqueando o acesso ao Googlebot por meio de um arquivo robots.txt.

Recursos bloqueados podem afetar como o Google compreende a página e a classificação da página para consultas específicas. Os recursos bloqueados têm um valor de Severidade que estima a importância do recurso na compreensão da página pelo Google:

  • Baixo: a ausência do recurso tem pouco efeito na renderização da página.
  • Médio: a ausência do recurso tem algum efeito na renderização da página. Examine a página buscada para ver se as omissões ou diferenças da página real são significantes o suficiente para afetar a compreensão dela pelo Google.
  • Alto: a ausência do recurso afeta significativamente a renderização da página e provavelmente alterará como o Google indexará sua página.
  • -- (traço duplo): o erro não é um recurso bloqueado.

Corrija esse erro atualizando seu arquivo robots.txt. Caso seu endereço de propriedade esteja no nível de domínio de raiz (por exemplo, www.example.com, e não www.example.com/my_site/), será possível usar a ferramenta de teste de robots.txt para diagnosticar o motivo do bloqueio do URL no Google.

Arquivo robots.txt inacessível

O Googlebot não consegue acessar o arquivo robots.txt do host do recurso. Quando isso acontece, o Google evita carregar quaisquer recursos desse host.

Para resolver o problema, leia nossos artigos da Central de Ajuda sobre como criar e testar arquivos robots.txt.

Inacessível

O host do recurso levou muito tempo para responder ou recusou a solicitação.

Verifique se o servidor está instalado e funcionando.

Temporariamente inacessível

1) No momento, Buscar como o Google não pode buscar o URL porque o servidor demorou muito para responder.

OU

2) Buscar como o Google cancelou a busca porque muitas solicitações consecutivas foram feitas para o servidor para URLs diferentes.

O URL não está indisponível para todo o Google: ele está indisponível apenas para a ferramenta de simulação Buscar como o Google.

Erro

Um erro não especificado impediu que o Google concluísse a busca.

Caso esse erro ocorra novamente, pedimos que você poste sobre isso no Fórum de Ajuda para webmasters.
Este artigo foi útil para você?
Como podemos melhorá-lo?