Pesquisa
Limpar pesquisa
Fechar pesquisa
Google Apps
Menu principal

Malware e software indesejados

O Google verifica websites para descobrir se eles hospedam arquivos executáveis para download que afetam negativamente a experiência do usuário. É possível ver uma lista de todos os arquivos suspeitos hospedados no seu site no Relatório de problemas de segurança.

Abra o Relatório dos problemas de segurança

O que é malware?

Malware é qualquer software projetado especificamente para prejudicar um computador, o software que está sendo executado ou seus usuários. Malware apresenta um comportamento malicioso que pode incluir a instalação de software sem o consentimento do usuário e a instalação de software nocivo, como vírus. Às vezes, os webmasters não percebem que os arquivos disponibilizados para download são considerados malware, por isso esses binários talvez sejam hospedados inadvertidamente.

O que é software indesejado?

Software indesejado é um arquivo executável que tem um comportamento enganoso, inesperado ou que afeta negativamente a experiência de navegação ou computação do usuário, como alternar a página inicial ou outras configurações indesejadas do navegador.

Se os downloads do seu site forem identificados como malware ou software indesejado

Pode ser frustrante saber que um dos seus arquivos para download contém malware ou softwares indesejados, por isso queremos ajudar você a resolver o problema. Não podemos fornecer instruções completas para todas as situações, mas as recomendações a seguir devem ajudar a isolar o problema rapidamente. Para informações específicas sobre seu software, consulte o Fórum de Ajuda para Webmasters.

Após garantir que seu programa para download está em conformidade com as diretrizes a seguir, solicite uma análise do seu status. Ela pode levar de dois a três dias para ser concluída. Veja abaixo algumas diretrizes gerais de boas práticas de software. Para exemplos mais específicos, consulte o artigo de violações comuns da política de software indesejado.

  • Comece com um software antivírus. Use um software antivírus para verificar os binários e outros conteúdos hospedados no seu site. Os softwares antivírus encontram muitos tipos de malware e software indesejado, mas não todos. Ao enviar seu software para um programa antivírus ou um serviço de consolidação antivírus, como o VirusTotal, você terá indicações de possíveis problemas no software. O recurso de Navegação segura do Google aplica critérios próprios para determinar se um programa ou binário é malware ou software indesejado.
  • Explique para o usuário de forma clara e explícita as mudanças que seu programa fará no navegador e no sistema. Permita que os usuários analisem e aprovem todas as opções e alterações significativas da instalação. A interface principal do usuário do seu programa deve divulgar com clareza os componentes do binário e a funcionalidade principal desses componentes. O binário deve oferecer ao usuário uma maneira fácil de pular a instalação de componentes agrupados. Ocultar essas opções ou usar texto esmaecido não são formas de divulgação adequadas, por exemplo.
  • Caso instale um complemento ou altere as configurações padrão do navegador, o binário deverá seguir o fluxo de instalação e a API compatíveis com o navegador. Por exemplo, se o binário instalar uma Extensão do Chrome, ela deverá estar hospedada na Chrome Web Store e aderir às políticas do programa para desenvolvedores (página em inglês) do Google Chrome. Seu binário será identificado como malware se ele instalar uma extensão do Google Chrome em violação da política de opções de distribuição alternativa de extensões do Google Chrome.
  • Não prejudique ninguém. O binário deve respeitar a experiência de navegação do usuário, e não prejudicá-la. Assegure-se de que seus binários para download aderem às seguintes políticas comuns:
    • Não desabilite o recurso de redefinição do navegador. Leia sobre o botão de redefinir configurações do navegador (site em inglês) no Google Chrome.
    • Não ignore nem suprima o controle de alterações de configuração da interface do usuário do sistema operacional ou navegador. Seu programa deve notificar os usuários e permitir que eles controlem as mudanças nas configurações do navegador de forma adequada. Use a Settings API (página em inglês) para alterar as configurações do Google Chrome. Veja esta postagem do blog do Chromium (em inglês).
    • Use uma extensão para alterar a funcionalidade do Google Chrome em vez de mudar o comportamento do navegador por outras formas de programação. Por exemplo, seu programa não deve usar bibliotecas de vínculo dinâmico (DLL, na sigla em inglês) para injetar anúncios no navegador nem implantar proxies que interceptem o tráfego. O programa também não deve usar um provedor de serviços em camadas (LSP, na sigla em inglês) para interceptar as ações dos usuários, assim como não deve usar patches no binário do Google Chrome para inserir novas interfaces do usuário em todas as páginas da Web.
    • Suas descrições de produtos e componentes não devem assustar o usuário e/ou fazer declarações falsas ou enganosas. Por exemplo, o produto não deve fazer declarações falsas sobre o sistema estar em estado crítico de segurança ou infectado por vírus. Os programas como limpadores de registro não devem exibir mensagens alarmantes sobre o estado do computador ou dispositivo do usuário e afirmar que podem otimizar o computador.
    • Faça um processo de desinstalação simples, fácil de encontrar e livre de ameaças. Seu programa deve ter instruções claras para retornar o navegador e/ou o sistema às configurações anteriores. O desinstalador deve remover todos os componentes e não deve impedir o usuário de continuar o processo de desinstalação, por exemplo alegando possíveis efeitos negativos para o sistema ou a privacidade do usuário caso o software seja desinstalado.
  • Ande em boa companhia. Caso seu software agrupe outros componentes, você será responsável por garantir que nenhum desses componentes viole as recomendações acima.

Se os downloads do seu site forem identificados como incomuns

Caso o recurso de Navegação segura do Google não esteja familiarizado com um determinado binário, é possível que o Google Chrome avise que o download é incomum e pode ser perigoso. Nesses casos, os avisos serão suspensos automaticamente se o recurso de Navegação segura do Google verificar que o download é seguro.

Caso seu site esteja exibindo avisos de download incomum, é possível solicitar uma análise no Search Console.

Este artigo foi útil para você?