Sobre o Marcador de dados

O Marcador de dados é uma ferramenta para webmasters que visa ensinar ao Google sobre o padrão de dados relacionados em seu site. Basta usar o Marcador de dados para marcar os campos de dados em seu site com um mouse. Em seguida, o Google pode apresentar seus dados de modo mais atrativo (e de novas formas) nos resultados de pesquisa e em outros produtos, como o Gráfico de conhecimento do Google.

 

Abrir o Marcador de dados

 

Por exemplo, caso seu website tenha listagens de eventos, use o Marcador de dados para marcar informações (como nome, local, data e assim por diante) nos eventos do site. Na próxima vez que o Google rastrear o site, os dados do evento estarão disponíveis para rich snippets nas páginas de resultados de pesquisa: 

Rich snippet de uma página com vários eventos

O Marcador de dados acessa somente as páginas que foram rastreadas pelo Google recentemente. Se o Google não tiver rastreado ou não puder rastrear algumas das suas páginas (como aquelas dispostas atrás de formulários de login), não será possível usar o Marcador de dados para essas páginas.

Tipos de dados compatíveis

Use o Marcador de dados para ensinar ao Google sobre os seguintes tipos de dados no seu website:

Como organizar as páginas em grupos de páginas

Para informar ao Marcador de dados quais páginas em seu site contêm dados, você deve criar um ou mais conjuntos de páginas. Um conjunto de páginas é uma coleção de páginas de um site que exibem dados de forma consistente (possivelmente gerados a partir do mesmo modelo) e são organizadas de forma que os URLs sigam um padrão simples. O Marcador de dados ensinará o Google apenas sobre as páginas que estão em um conjunto de páginas.

O Marcador de dados não ensina o Google sobre as páginas que já contêm marcação HTML especificando a estrutura de dados. Você ainda pode usar o Marcador de dados se algumas das páginas de um site já tiverem marcação HTML, mas o Marcador de dados ensinará o Google apenas sobre as páginas sem a marcação.

Se seu site organizar os dados de forma diferente (como usar diferentes modelos para músicas e palestras), você poderá criar um conjunto de páginas para cada organização.

Por exemplo, considere um site que contém informações sobre músicas e palestras nas páginas a seguir:

  1. www.example.com/events/music/pop/pop-music.html
  2. www.example.com/events/music/classical/classical-music.html
  3. www.example.com/events-speaking/europe/europe-reviews.html
  4. www.example.com/events-speaking/asia/asia-reviews.html

As páginas um e dois poderiam estar em um conjunto de páginas porque descrevem eventos de música, e seus URLs seguem um padrão simples: www.example.com/events/music/*/* (em que cada * é um caractere curinga para um componente de URL único).

Da mesma forma, as páginas três e quatro podem estar em outro conjunto de páginas porque descrevem palestras, e seus URLs seguem um padrão simples: www.example.com/events-speaking/*/*

Como detectar mudanças em um conjunto de páginas

Sempre que o Google rastreia páginas do seu website, o Marcador de dados extrai dados e os disponibiliza para rich snippets. Se fizer alterações significativas no modo como as páginas exibem informações ou nos URLs do site, você deverá excluir os grupos de páginas originais e ensinar ao Marcador de dados sobre a nova estrutura do site. 

Pronto para dar os primeiros passos?

Para começar a usar o Marcador de dados, crie um grupo de páginas.

Este artigo foi útil para você?
Como podemos melhorá-lo?