Indicar conteúdo paginado ao Google

Se você dividir um único conteúdo em várias páginas, poderá ajudar o Google a entender a ordem dessas páginas e o fato de que elas fazem parte de um artigo mais longo.

 

Os sites paginam conteúdo por vários motivos. Exemplo:

  • Sites de notícias e de publicações normalmente dividem um longo artigo em diversas páginas menores.
  • Os sites de vendas podem dividir a lista de itens de uma ampla categoria em diversas páginas.
  • Os fóruns de discussão dividem as postagens em URLs sequenciais.

Se você paginar conteúdo de seu site e quiser que esse conteúdo apareça nos resultados da pesquisa, recomendamos que você siga uma destas três opções.

  • Não faça nada. O conteúdo paginado é muito comum, e o Google consegue retornar os resultados mais relevantes aos usuários independentemente de o conteúdo estar dividido em várias páginas.
  • Implemente uma página "Visualizar tudo". Os usuários geralmente querem visualizar um artigo ou uma categoria por inteiro em apenas uma página. Com isso, se acreditarmos que esse é o desejo do usuário, tentaremos mostrar a página "Visualizar tudo" nos resultados de pesquisa. Também é possível adicionar um link rel="canonical" às páginas do componente para informar ao Google que a versão "Visualizar tudo" é a que você quer que apareça nos resultados da pesquisa.
  • Use os links ou cabeçalhos rel="next" e rel="prev" para indicar a relação entre os URLs dos componentes. Essa marcação indica ao Google que você quer que essas páginas sejam tratadas como uma sequência lógica. Assim, você consolida as propriedades de vinculação e envia pesquisadores para a primeira página.
Observação: não use essa técnica somente para indicar uma lista de leitura de uma série de artigos. Em vez disso, use-a para indicar um único conteúdo longo que é dividido em várias páginas.

Como usar rel="next" e rel="prev"

Use links HTML ou cabeçalhos HTTP para indicar o segmento de artigo seguinte ou anterior quando um artigo longo é dividido em páginas separadas.

  1. Decida entre usar cabeçalhos HTTP ou tags HTML <link>.
  2. A primeira página deve incluir somente um indicador de "próximo", que leve para o próximo segmento do artigo.
  3. A última página deve incluir somente um indicador "anterior", que leve para o segmento do artigo anterior.
  4. Todas as páginas intermediárias devem receber os dois indicadores "próximo" e "anterior" para os segmentos imediatamente seguintes e anteriores.

Exemplo:

Veja um artigo de três páginas que usa links HTML na tag <head>.

cats_part_1 cats_part_2 cats_part_3
<link rel="next" href="cats_part_2> <link rel="next" href="cats_part_3>
<link rel="prev" href="cats_part_1>
<link rel="prev" href="cats_part_2>

Sintaxe

Os indicadores de próximo/anterior podem usar cabeçalhos HTTP ou HTML <link>.

Cabeçalhos HTTP:

Retorne um ou ambos os cabeçalhos HTTP na resposta da sua página.

  • Link: <www.example.com/cats_part_3; rel="next"> para o próximo segmento de artigo.
  • Link: <www.example.com/cats_part_1; rel="prev"> para o segmento do artigo anterior.

Tags HTML <link>:

Coloque as tags <link> adequadas dentro do elemento <head> da página.

  • <link rel="next" href="next_page_URL"> para o próximo segmento do artigo.
  • <link rel="prev" href="previous_page_url"> para o segmento do artigo anterior.

Notas

  • rel="prev" e rel="next" atuam como informações ao Google, e não diretivas absolutas.
  • O Google aceita tanto rel="prev" quanto rel="previous".
  • Se uma página incluir parâmetros que não alteram o conteúdo da página, como códigos de sessão, os URLs especificados nos links seguinte e anterior também devem conter esses parâmetros.
  • rel="next" e rel="prev" são compatíveis com valores rel="canonical". Você pode incluir ambas as declarações na mesma página. Por exemplo, uma página pode ter as duas tags HTML a seguir:
    <link rel="canonical" href="http://www.example.com/article"/>
    <link rel="next" href="http://www.example.com/article-part2" />
    
  • Se o Google encontrar erros na sua implementação (por exemplo, se uma designação rel="prev" ou rel="next" estiver ausente), continuaremos a indexar as páginas e confiar em nossa própria heurística para compreender seu conteúdo.
  • Os URLs podem ser absolutos ou relativos. Se você incluir um link <base> no documento, os caminhos relativos serão resolvidos de acordo com o URL base.
Este artigo foi útil para você?
Como podemos melhorá-lo?