Relatório HTTPS

O Relatório HTTPS mostra quantos URLs indexados no seu site são HTTP em comparação com HTTPS. O Google recomenda o uso de HTTPS no seu site para proteger a privacidade dos usuários. Caso seu site tenha uma página com endereços HTTP e HTTPS, o Google vai priorizar a indexação da versão HTTPS. Esse relatório está disponível apenas para propriedades de domínio e propriedades de prefixo de URL HTTPS.

 

Abrir o Relatório HTTPS

O que procurar

O relatório mostra a contagem de URLs HTTPS e HTTP indexados. Depois, o Search Console verifica cada URL HTTP em busca de um URL HTTPS correspondente (ignorando parâmetros) e informa o motivo da falha na indexação de HTTPS.

O ideal é que seu site não tenha URLs HTTP no relatório, o que indica que ele usa todos os URLs HTTPS. No entanto, se você encontrar URLs HTTP listados no documento, tente corrigir os erros para proporcionar uma boa experiência na página aos visitantes.

Caso seu site seja composto principalmente por URLs HTTP, talvez você note alguns erros "Problema de rastreamento HTTPS" e muitas ocorrências de "Outros problemas". Nesse caso, o Google provavelmente desistiu de fazer o rastreamento das páginas HTTPS depois de receber respostas 404 para os primeiros URLs HTTPS que tentou rastrear.

O relatório não considera versões HTTPS alternativas de uma página HTTP que não têm a mesma estrutura de URL.

Como corrigir problemas

  1. Primeiro, resolva os problemas que não forem HTTPS não avaliados. Corrigir outros problemas também pode ser útil.
  2. Para URLs com problemas, clique no erro específico e confira uma lista das páginas afetadas. Em geral, é bom corrigir primeiro os problemas que afetam a maioria das páginas.
  3. Para cada exemplo de erro na tabela, determine o URL HTTPS rastreado para esse URL. O Search Console testa a versão HTTPS do URL HTTP.
  4. Siga as orientações da descrição de erros para corrigir o problema.
  5. Corrija os erros de HTTPS. Se um site tiver muitos problemas com HTTPS, ele talvez peça que o Google pare de rastrear as páginas desse tipo.

Erros

Observação: alguns erros podem ser transitórios e vão ser corrigidos automaticamente após algum tempo. Em geral, isso ocorre quando o Google rastreia a página HTTP antes de você postar a HTTPS. Também pode acontecer quando não conseguimos rastrear a versão HTTPS do URL porque essa ação está na fila. Por isso, talvez você perceba alguns problemas se autocorrigirem ao longo do tempo, mesmo sem nenhuma alteração.

  • HTTP marcado com tag canônica: a página HTTP tem uma tag <link rel="canonical">, indicando que a versão HTTP é canônica. Se você tiver uma versão HTTPS da página, declare o HTTPS como a página canônica.
    • Teste: é possível pesquisar essa tag usando a Ferramenta de inspeção de URL:
      1. Clique no ícone de inspeção ao lado do URL no relatório HTTPS.
      2. Clique em Inspeção de URL no cabeçalho da página e confira os principais resultados da inspeção para o URL.
      3. Clique em Teste em tempo real.
      4. Clique em Ver a página testada para conferir o HTML da página ativa e pesquisar a tag.
  • O HTTPS tem um certificado inválido: o URL HTTPS tem um certificado SSL inválido. Normalmente, isso afeta o todo o site. Atualize o certificado HTTPS para que os navegadores possam acessar suas páginas seguras sem problemas.
  • O sitemap direciona para o URL HTTP: um sitemap no seu site está levando os usuários para um URL HTTP que foi indexado como canônico. Atualize os sitemaps para que eles direcionem para a versão HTTPS das páginas. Esse erro só será exibido se o Google conseguir rastrear e indexar o URL HTTP listado no sitemap.
  • O HTTPS tem redirecionamento: o URL HTTPS existe, mas redireciona para um URL HTTP. Remova o redirecionamento ou redirecione para uma página HTTPS.
  • O URL HTTPS é controlado por robôs: o URL HTTPS está presente, mas está bloqueado para o rastreamento por uma regra robots.txt.
  • HTTPS não avaliado: este erro pode ser causado por qualquer uma das condições a seguir. Consulte Corrigir erros de HTTPS não avaliados.
    • O URL HTTP não tem um URL HTTPS equivalente. Se o URL HTTPS equivalente não existir (erro 404), ou o Google encontrar outro erro 4XX (como autenticação necessária) ou erro de nível 5XX (problemas no servidor), o URL vai ser marcado como HTTPS não avaliado.
    • Os URLs HTTP e HTTPS equivalentes existem, mas, por algum motivo, o Google escolheu a versão HTTP como canônica. Marque o HTTPS como canônico usando um destes métodos.
    • O Google encontrou tantos erros de qualquer tipo que interrompeu o processamento de URLs na fila. Os URLs restantes na fila vão ser marcados como HTTPS não avaliados.
    • Há um erro em todo o site que impede o Google de avaliar esse URL (por exemplo, um certificado SSL inválido).
    • O Google nunca viu o URL, ou viu, mas ainda não o rastreou. Se esse for um URL recém-rastreado, poderá levar algum tempo até que o status HTTPS seja avaliado. Portanto, aguarde um dia e confira novamente se o problema foi corrigido.
  • Outros problemas: ocorreu outro erro que não aparece na lista.

Corrigir erros de HTTPS não avaliados

Se você notar vários outros erros além de HTTPS não avaliado, corrija esses outros erros primeiro. Isso pode desbloquear o sistema e permitir que esses URLs sejam processados.

Se esse for um URL recém-rastreado, poderá levar algum tempo até que o status HTTPS seja avaliado. Portanto, aguarde um dia e confira novamente se o problema foi corrigido.

Saiba o que fazer quando houver alguns outros erros além de HTTPS não avaliado:

  • Se o site tiver poucas páginas HTTPS (ou nenhuma), esse número será grande. Recomendamos mudar seu site para HTTPS.
  • Se o site tiver um erro de HTTPS em todo o site (como um certificado inválido), isso pode causar o problema.
  • Confira se há problemas de disponibilidade no site no Relatório de estatísticas de rastreamento. Se o site não responder a solicitações de rastreamento, o Google vai poder solicitar a interrupção da verificação dos URLs.
  • Procure erros ou respostas 404 no Relatório de indexação de páginas, principalmente em páginas importantes.
  • Consulte Como corrigir URLs HTTPS ausentes.

Como corrigir URLs HTTPS ausentes

Se você não tiver uma versão HTTPS de um URL HTTP, crie uma.

Caso já tenha uma versão HTTPS, informe isso ao Google:

Isso foi útil?

Como podemos melhorá-lo?
Pesquisa
Limpar pesquisa
Fechar pesquisa
Google Apps
Menu principal