Criar seu feed de dados

Trajetos

Os trajetos descrevem o modo como as agências comunicam os serviços aos passageiros. Defina os trajetos no arquivo routes.txt, que tem a seguinte estrutura:

Campos obrigatórios

route_id,route_short_name,route_long_name,route_type

Campos opcionais

agency_id,route_desc,route_url,route_color,route_text_color

routes.txt file structure

Consulte o arquivo routes.txt para ver uma descrição dos campos contidos nele.

O exemplo a seguir mostra um arquivo routes.txt simples:

route_id,route_short_name,route_long_name,route_desc,route_type

17,A,Mission,"The ""A"" route travels from lower Mission to Downtown.",3

Modelagem de trajetos

Organize as entradas do routes.txt da mesma maneira que você comunica as linhas ou os trajetos físicos aos seus passageiros. Por exemplo, agrupe seus horários por trajeto no arquivo routes.txt assim como faria ao apresentá-los em um website ou em um folheto impresso. A estrutura do seu arquivo routes.txt precisa corresponder diretamente aos trajetos dos horários.

Siga estas práticas recomendadas ao fazer a modelagem de trajetos:

  • route_color: os campos route_color e route_text_color ajudam os usuários a identificar um trajeto. OBSERVAÇÃO: a cor do trajeto precisa ser um número hexadecimal com seis caracteres, por exemplo, 00FFFF. Se nenhuma cor for especificada, a cor do trajeto padrão será a branca (FFFFFF).

    As cores do trajeto selecionadas precisam ser consistentes com as cores nos cronogramas, mapas, sinalização ou etiquetas nos veículos.

    Use cores contrastantes para os campos route_color e route_text_color, pois o sistema usa esses campos como cores de texto e do plano de fundo ao exibir os nomes do trajetos.

    Se sua agência não usar cores, deixe esses campos vazios.

  • route_url: direcione o route_url a uma página da Web que contenha informações sobre o trajeto.
  • route_desc: insira uma descrição do trajeto no campo route_desc.

Nomes de trajetos

Os trajetos no seu Feed GTFS precisam usar a mesma nomenclatura que as linhas ou os trajetos físicos comunicados pela sua agência. As redes urbanas geralmente usam números, letras ou cores para diferenciar linhas e trajetos. No entanto, trens intermunicipais, ônibus de longa distância ou serviços de balsa geralmente são identificados pelo tipo ou pelo nome da empresa operadora. Nesses casos, use esses identificadores como nomes de trajetos. Não inclua palavras como "linha" ou "trajeto" nos nomes do trajeto.

Campos Route_short_name e Route_long_name

O valor do campo route_short_name precisa ser um número ou identificador curto. Não duplique esse valor no campo route_long_name, pois eles geralmente são exibidos um ao lado do outro. Se o trajeto não tem um route_long_name e um route_short_name, deixe um dos campos em branco.

Recomendamos que você exiba o route_short_name. Caso o nome usado para a comunicação esteja contido no route_long_name, deixe o route_short_name em branco.

Trajetos x viagens

Lembre-se de que a viagem ocorre em um momento específico e o trajeto é independente do tempo. Não divida um trajeto físico em várias entradas no routes.txt para representar diferentes variações de trajetos, como o sentido do percurso. Em vez disso, use os recursos do trips.txt para modelar essas variações (como mostrado nos exemplos de trajetos abaixo). A existência de várias entradas em routes.txt com o mesmo route_short_name ou route_long_name demonstra que os trajetos foram subdivididos sem necessidade.

Os trajetos modelados incorretamente podem comprometer recursos como a capacidade de pesquisar um trajeto específico.

Exemplos de trajetos

As seções a seguir contêm exemplos de modelos de trajetos. O primeiro é um modelo correto de trajetos com variações de viagem.

Exemplo 1 – correto

 

Arquivo routes.txt
route_id,route_short_name,route_long_name,route_type
R10,10,Airport - Downtown,3
R20,20,University - Downtown,3


Arquivo trips.txt
route_id,service_id,trip_id,trip_headsign,direction_id
R10,WD,T-10-1,Airport,0
R10,WE,T-10-2,Downtown,1
R20,WD,T-20-1,University,0
R20,WE,T20-2,Downtown,1

Exemplo 2 – incorreto

 

Arquivo routes.txt
route_id,route_short_name,route_long_name,route_type
R10-in,10,To Downtown,3
R10-out,10,To Airport,3
R20-in,20,To Downtown,3
R20-out,20,To University,3

Cenários de modelagem de trajetos

As seções a seguir contêm cenários de modelagem detalhados.

Cenário 1

 

A linha de ônibus 1 opera entre as paradas A, B, C, D, E e F. Algumas viagens só operam entre A e D, e algumas pulam B, C e E. Isso precisa ser modelado como um único trajeto "1" no feed, incluindo viagens de A até F.

Arquivo stops.txt
stop_id,stop_name,stop_lat,stop_lon
stopA,Stop A,-21.213049,-159.825975
stopB,Stop B,-21.227892,-159.828051
stopC,Stop C,-21.252230,-159.821118
stopD,Stop D,-21.260588,-159.800071
stopE,Stop E,-21.271595,-159.757365
stopF,Stop F,-21.269228,-159.739851

Arquivo routes.txt
route_id,route_short_name,route_long_name,route_type
BusLine1,1,,3

Arquivo trips.txt
route_id,service_id,trip_id
BusLine1,0,tripABCDEF
BusLine1,0,tripABCD
BusLine1,0,tripADF

Arquivo stop_times.txt
trip_id,arrival_time,departure_time,stop_id,stop_sequence
tripABCDEF,06:00:00,06:00:00,stopA,1
tripABCDEF,06:10:00,06:12:00,stopB,2
tripABCDEF,06:20:00,06:22:00,stopC,3
tripABCDEF,06:30:00,06:32:00,stopD,4
tripABCDEF,06:40:00,06:42:00,stopE,5
tripABCDEF,06:50:00,06:50:00,stopF,6
tripABCD,08:00:00,08:00:00,stopA,1
tripABCD,08:10:00,08:12:00,stopB,2
tripABCD,08:20:00,08:22:00,stopC,3
tripABCD,08:30:00,08:30:00,stopD,4
tripADF,10:00:00,10:00:00,stopA,1
tripADF,10:30:00,10:32:00,stopD,2
tripADF,10:50:00,10:50:00,stopF,3

Cenário 2

 

Uso da mesma configuração do cenário anterior, no entanto, as viagens que pulam B, C, e E são comunicadas aos usuários nos cronogramas como uma linha separada (1 expressa). Este cenário requer a modelagem dos mapas e da sinalização como um caminho separado (1 expressa) no feed.

Arquivo stops.txt
stop_id,stop_name,stop_lat,stop_lon
stopA,Stop A,-21.213049,-159.825975
stopB,Stop B,-21.227892,-159.828051
stopC,Stop C,-21.252230,-159.821118
stopD,Stop D,-21.260588,-159.800071
stopE,Stop E,-21.271595,-159.757365
stopF,Stop F,-21.269228,-159.739851

Arquivo routes.txt
route_id,route_short_name,route_long_name,route_type
BusLine1,1,,3
BusLine1Express,1 Express,,3

Arquivo trips.txt
route_id,service_id,trip_id
BusLine1,0,tripABCDEF
BusLine1,0,tripABCD
BusLine1Express,0,tripADF

Arquivo stop_times.txt
trip_id,arrival_time,departure_time,stop_id,stop_sequence
tripABCDEF,06:00:00,06:00:00,stopA,1
tripABCDEF,06:10:00,06:12:00,stopB,2
tripABCDEF,06:20:00,06:22:00,stopC,3
tripABCDEF,06:30:00,06:32:00,stopD,4
tripABCDEF,06:40:00,06:42:00,stopE,5
tripABCDEF,06:50:00,06:50:00,stopF,6
tripABCD,08:00:00,08:00:00,stopA,1
tripABCD,08:10:00,08:12:00,stopB,2
tripABCD,08:20:00,08:22:00,stopC,3
tripABCD,08:30:00,08:30:00,stopD,4
tripADF,10:00:00,10:00:00,stopA,1
tripADF,10:10:00,10:12:00,stopD,2
tripADF,10:20:00,10:20:00,stopF,3

Nomenclatura dos trajetos

Veja a seguir alguns exemplos de nomenclatura de trajetos:

  1. A rede de bondes de Zurique utiliza números e cores para identificar as linhas diferentes.

    • 13 (route logo) Zürich, Albisgütli
      [route_short_name: “13”, route_long_name: “”, trip_headsign: “Zürich, Albisgütli, route_color: "FFCC00", route_text_color: "000000"]

    • 6 Zürich, Zoo
      [route_short_name: “6”, route_long_name: “”, trip_headsign: “Zürich, Zoo”, route_color: "CA7D3C", route_text_color: "FFFFFF"]

  2. Os serviços ferroviários nacionais na Grã-Bretanha são comunicados pelo nome da empresa operadora.

    • South West Trains logo London Waterloo
      [route_short_name: “South West Trains”, route_long_name: “”, trip_headsign: “London Waterloo”]

    • Southern Brighton
      [route_short_name: “Southern”, route_long_name: “”, trip_headsign: “Brighton”]

  3. Os serviços ferroviários nacionais na Europa são comunicados pelo tipo de trem (especificado neste exemplo com o campo route_short_name).

    • ICE 801 Berlin Südkreuz
      [route_short_name: “ICE”, route_long_name: “”, trip_headsign: “Berlin Südkreuz”, trip_short_name: 801]

    • Interlaken logo Interlaken Ost
      [route_short_name: “IC”, route_long_name: “”, trip_headsign: “Interlaken Ost”]

  4. Os ônibus de longa distância na Argentina são comunicados pelo nome da empresa operadora.

    • Mercobus logo Córdoba
      [route_short_name: “Mercobus”, route_long_name: “”, trip_headsign: “Cordoba”]

    • Rutatlantica logo Rafael Castillo
      [route_short_name: “Rutatlantica”, route_long_name: “”, trip_headsign: “Rafael Castillo”]

Isso foi útil?
Como podemos melhorá-lo?

Precisa de mais ajuda?

Siga as próximas etapas:

Is there something we can help you with?

Chat with a member of Transit team

Pesquisa
Limpar pesquisa
Fechar pesquisa
Google Apps
Menu principal
Pesquisar na Central de Ajuda
true
82656
false