Acionadores

Um acionador é uma condição avaliada como verdadeira ou falsa no tempo de execução. Os acionadores anexados a uma tag definem quando ela é disparada ou não.

Visão geral

Uma tag precisa ter pelo menos um acionador para ser disparada. Os acionadores são avaliados durante o tempo de execução, e as tags associadas são disparadas (ou não) quando as condições do acionador são satisfeitas. Por exemplo, uma tag com um acionador baseado em um evento de exibição de página com o seguinte filtro será disparada na página inicial example.com:

url igual a example.com/index.html

Um acionador é composto por um evento e um ou mais filtros (exceto para eventos personalizados que não precisam de um filtro). Cada filtro tem a forma: [Variável] [Operador] [Valor]

Variável Operador Valor
Escolha entre url, referenciador etc. Escolha igual a, contém etc. Você fornece um valor. O Gerenciador de tags do Google compara o valor que você fornece com o valor de tempo de execução na variável.

No nosso exemplo, a variável "url" é avaliada durante o tempo de execução. A variável "url" foi definida de tal forma que contém o URL da página atual. Assim, durante o tempo de execução, o URL da página atual é comparado com o valor que você forneceu, "example.com/index.html", para determinar se a condição do acionador foi satisfeita.

Nos contêineres da Web, é possível ativar variáveis incorporadas como page url, page hostname ou referrer. Além disso, ao configurar um acionador com base em cliques, o Gerenciador de tags do Google usa variáveis incorporadas para preencher automaticamente as variáveis correspondentes ao ID, às classes etc. do elemento clicado. Com essas variáveis, você pode criar os acionadores de que precisará com mais frequência. No entanto, você também pode definir suas próprias variáveis e usar os valores delas nos seus filtros de acionador. Leia o artigo Variáveis para saber mais.

O Gerenciador de tags inclui muitas variáveis incorporadas para necessidades comuns, como reunir informações de cliques, IDs, URLs etc. As variáveis incorporadas precisam ser ativadas no Gerenciador de tags para ficarem acessíveis nos menus suspensos. Saiba mais

Você pode fornecer vários filtros ([Variável] [Operador] [Valor]) em um único acionador. O acionador é disparado quando todas as condições do acionador são cumpridas.

Como disparar/bloquear acionadores para tags

Uma tag é disparada sempre que um dos seus acionadores é disparado. Por exemplo, se uma tag tiver dois acionadores, uma para "todas as páginas" e outra para "somente página ABC", a tag será disparada em todas as páginas.

Um acionador que bloqueia o disparo de uma tag sempre substitui um acionador. Por exemplo, se uma tag tiver um acionador "todas as páginas" e um acionador de bloqueio "URL igual a obrigado.html", a tag nunca será disparada na página "obrigado.html".

Tipos de acionador

O acionamento de tags do Gerenciador de tags é feito com base em cada evento. Sempre que um evento é registrado pelo Gerenciador de tags, os acionadores do contêiner são avaliados e as tags são disparadas conforme necessário. Uma tag só é disparada quando ocorre um evento.

Um evento pode ser uma exibição de página, um clique em um botão, um envio de formulário ou qualquer evento personalizado que você definir. O Gerenciador de tags tem seis tipos de evento incorporados mais uma opção de evento personalizado. O primeiro passo na configuração de um acionador é selecionar o tipo de evento associado. Os eventos incorporados incluem:

Exibição de página (Web)

Esse evento corresponde à renderização de uma página no navegador da Web do usuário. Você pode definir outras configurações para esse evento por meio do menu suspenso do tipo de acionador para informar ao Gerenciador se a tag deve ser disparada imediatamente em três situações: quando o navegador começar a analisar a página (exibição de página), depois que o navegador terminar de criar o DOM da página inteira (DOM pronto) ou depois que a página estiver totalmente carregada. O processo de disparo das tags inclui recursos incorporados como imagens e scripts (janela carregada). Ajustar o tempo de um acionador com base nas exibições de página pode ser útil se a tag usa variáveis DOM ou JavaScript para capturar valores dinâmicos. Todas as tags com base em exibições de página que interagem com o DOM para preencher as variáveis devem usar "DOM pronto" como tipo de acionador para garantir que as variáveis sejam consistentemente definidas.

Cliques (Web)

Para disparar uma tag quando o usuário clica em um link ou em um elemento da página, selecione o tipo de evento de clique.

No filtro de acionadores, recomendamos especificar o URL (ou o padrão de URL) das páginas em que os cliques são esperados. Dessa forma, você poderá otimizar o desempenho do Gerenciador de tags.

Quando o usuário clicar nos elementos das páginas que corresponderem ao filtro, o Gerenciador de tags automaticamente preencherá as seguintes variáveis incorporadas (contanto que você as tenha ativado):

  • elemento de clique: o elemento HTML que recebeu o clique
  • classes de clique: uma matriz dos valores encontrados no atributo de classe do elemento
  • ID do clique: o atributo "ID" do elemento clicado
  • destino do clique: o atributo "target" do elemento clicado
  • URL do clique: o atributo "HREF" do elemento clicado, se houver
  • texto do clique: o texto visível dentro do elemento clicado

Você pode, então, incluir essas variáveis no seu filtro do acionador de cliques. Por exemplo, se você tiver um botão com a marcação a seguir na página www.example.com/cart.html

<button type="submit" id="cart-add" class="addToCart" >ADICIONAR AO CARRINHO</button>

A configuração do acionador a seguir disparará uma tag quando o usuário clicar no botão:

Configuração do acionador

Tipo de acionador: "Clique" – "Todos os elementos"
Este acionador é disparado em: alguns cliques
ID de clique é igual a "cart-add"
URL da página contém example.com/carrinho.html

Você pode configurar ainda mais um acionador com base em cliques para especificar se quer monitorar apenas os cliques em links normais (opção "Apenas links") ou os cliques em qualquer elemento HTML na página (opção "Todos os elementos").

Como os cliques em links geralmente fazem o navegador carregar uma nova página e interromper qualquer solicitação HTTP pendente, você pode adicionar um pequeno atraso para permitir que as tags disparadas pelo Gerenciador sejam executadas corretamente antes de redirecionar para a página seguinte. Ao marcar a opção "Aguardar tags", você atrasa a abertura de links até que todas as tags sejam disparadas ou o tempo limite especificado tenha decorrido, o que ocorrer primeiro.

A opção "Verificar validação" permite que você dispare tags apenas quando abrir o link for considerado uma ação válida. Se essa opção não estiver selecionada, dispare as tags sempre que um usuário tentar clicar no link. Leia sobre a opção de verificação de validação, abaixo, para mais informações.

Visibilidade do elemento (Web)

Use o acionador de visibilidade do elemento para disparar tags quando um ou mais elementos ficarem visíveis. O acionador será disparado quando um elemento selecionado ficar visível na janela de visualização ou por estilo (ou seja, quando não estiver oculto). Há várias maneiras de ativar a exibição de um elemento, como carregar a página, rolar a página para baixo, abrir uma guia em segundo plano na janela do navegador ou fazer uma alteração na posição ou no estilo do elemento com base no código.

O acionador de visibilidade do elemento pode ser disparado com base na visibilidade de um ou mais elementos. Use o menu Método de seleção para escolher se quer selecionar os elementos usando um atributo "ID" ou um seletor de CSS:

  • Código: seleciona um único elemento com base no valor do atributo "ID" de um elemento.
  • Seletor de CSS: seleciona um ou mais elementos com base em um padrão de seletor de CSS especificado.

Em seguida, escolha quando disparar o acionador:

  • Uma vez por página: o acionador só será disparado uma vez por página. Se vários elementos de uma determinada página corresponderem ao código ou seletor de CSS, o acionador só será disparado na primeira vez que um elemento estiver visível.

    Se o usuário atualizar a página ou acessar uma nova, o acionador será redefinido e poderá ser disparado novamente com base na visibilidade do elemento selecionado.

  • Uma vez por elemento: o acionador só será disparado uma vez por elemento selecionado por página. Se vários elementos de uma determinada página corresponderem a um seletor de CSS, esse acionador será disparado na primeira vez em que cada um deles estiver visível.

    Se você usar o método de seleção por código, essa opção funcionará de maneira semelhante à opção Uma vez por página. Caso vários elementos de uma página tenham o mesmo código, apenas o primeiro elemento correspondente disparará esse acionador. No entanto, se a opção Acompanhar alterações do DOM estiver ativada nas configurações Avançadas, e vários elementos na página tiverem o mesmo código, essa opção poderá causar outro disparo do acionador caso uma alteração acompanhada do DOM remova o primeiro elemento correspondente.

    Se o usuário atualizar a página ou acessar uma nova, o acionador será redefinido e poderá ser disparado novamente com base na visibilidade do elemento selecionado.

  • Toda vez que um elemento aparecer na tela: o acionador será disparado sempre que um elemento correspondente ficar visível. Por exemplo, se o acionador estiver configurado para ser disparado com base na visibilidade de um elemento do foo "Código", e o usuário rolar a página para baixo, exibindo o elemento foo, o acionador será disparado. Caso o usuário role a página para cima, deixando o foo abaixo da dobra, e desça a página novamente, o acionador será disparado mais uma vez.

Opções avançadas

  • Porcentagem mínima visível: especifique, em porcentagem, qual parte do elemento selecionado precisa ficar visível na tela antes do disparo do acionador. Por padrão, pelo menos metade do elemento precisa estar na tela para que o acionador seja disparado. Por exemplo, se um usuário rolar a página para baixo, e um elemento selecionado ficar parcialmente visível na janela de visualização, o disparo ocorrerá assim que 50% do elemento estiver em exibição. Se você alterar esse campo para "100", o acionador aguardará até que o elemento fique completamente visível (ou seja, 100%) na janela para ser disparado.

  • Definir duração mínima na tela: marque essa caixa de seleção para especificar por quanto tempo um elemento selecionado precisa ficar visível na tela (com a porcentagem mínima visível especificada) antes do disparo do acionador. Por padrão, essa opção fica desativada, e o acionador é disparado quando um elemento selecionado é exibido.

    Observação: o tempo na tela de um elemento selecionado é cumulativo por página. Ou seja, se um elemento fica visível por 5.000 milissegundos, deixa de ser exibido e, depois, fica visível novamente por outros 5.000 milissegundos, o tempo total na tela será de 10.000 milissegundos. Se o usuário atualizar a página ou acessar uma nova, o acionador e o tempo na tela serão redefinidos.

  • Acompanhar alterações do DOM: marque essa caixa de seleção para ativar o acionador e acompanhar os elementos correspondentes que são exibidos como as alterações do DOM.

Observação: se você definir um tempo mínimo na tela ou configurar o acionador para acompanhar alterações do DOM, o Gerenciador de tags do Google precisará monitorar o status dos elementos selecionados. Quando vários elementos de uma determinada página são correspondidos, o desempenho do site (após o carregamento) pode ser afetado. Para conseguir o melhor desempenho possível, verifique se o seletor de CSS não corresponde a muitos elementos ou use o código como seu método de seleção.

Quando um acionador de visibilidade do elemento é disparado, as variáveis incorporadas a seguir são preenchidas automaticamente:

  • Porcentagem visível: um valor numérico (de 0 a 100) que indica qual parte do elemento selecionado estará visível quando o acionador for disparado.

  • Tempo na tela: um valor numérico que indica por quantos milissegundos o elemento selecionado estará visível quando o acionador for disparado.

Observação: verifique se você ativou essas variáveis incorporadas na tela Variáveis.

Também é possível configurar variáveis automáticas de evento definidas pelo usuário para coletar informações sobre o elemento selecionado quando o acionador for disparado.

Envio de formulário (Web)

Para disparar uma tag quando um formulário é enviado pelo usuário, selecione "Formulário" como seu evento de acionador.

No filtro de acionadores, recomendamos especificar o URL (ou o padrão de URL) das páginas em que o envio do formulário deve ocorrer. Dessa forma, você poderá otimizar o desempenho do Gerenciador de tags.

Quando um acionador de envio de formulário é executado, as seguintes variáveis são preenchidas automaticamente:

  • elemento do formulário: o elemento do formulário que recebeu o clique
  • classes do formulário: uma matriz dos valores encontrados no atributo de classe do formulário
  • ID do formulário: o atributo "ID" do elemento do formulário
  • destino do formulário: o atributo "target" do elemento do formulário
  • URL do formulário: o atributo "HREF" do elemento do formulário, se houver
  • texto do formulário: o texto visível no formulário

A opção "Aguardar tags" permite que você atrase o envio do formulário até que todas as tags que dependem desse acionador sejam disparadas ou o tempo limite especificado tenha decorrido, o que ocorrer primeiro. Se essa opção não estiver selecionada, as tags lentas poderão não ser disparadas antes que o envio do formulário cause o carregamento da próxima página.

A opção "Verificar validação" permite que você dispare tags apenas se o formulário for enviado com sucesso. Se essa opção não estiver selecionada, dispare as tags sempre que um usuário tentar enviar o formulário.

Alteração do histórico (Web)

Os acionadores com base no evento "Alteração do histórico" disparam uma tag quando o fragmento de URL (hash) muda ou quando um site está usando as APIs pushState HTML5. Esse acionador é útil para disparar tags que acompanham exibições virtuais de página em um aplicativo Ajax, por exemplo.

Quando ocorre um evento de alteração de histórico, o Gerenciador de tags preenche as seguintes variáveis:

  • fragmento de URL antigo do histórico: o antigo fragmento de URL
  • fragmento de URL novo do histórico: o novo fragmento de URL
  • estado antigo do histórico: o antigo objeto de estado do histórico, controlado pelas chamadas do site para pushState
  • novo estado do histórico: o novo objeto de estado do histórico, controlado pelas chamadas do site para pushState

Erro de JavaScript (Web)

Esse tipo de acionador é usado para disparar as tags quando ocorre uma exceção de JavaScript não detectada (usando window.onError). Quando o acionador é disparado, as seguintes variáveis são preenchidas:

  • mensagem de erro: uma string que contém o texto da mensagem de erro de JavaScript
  • URL de erro: o URL em que o erro foi gerado
  • número da linha de erro: o número da linha no código em que o erro foi gerado

O acionador de erros do JavaScript não informa erros que ocorrem antes do carregamento do Gerenciador de tags do Google. Ele informa apenas exceções não detectadas.

Profundidade de rolagem (Web)

O acionador de profundidade de rolagem pode ser usado para disparar tags, dependendo de até que ponto da página o usuário visualizou. As opções incluem:

  • Profundidades de rolagem vertical: é disparado com base no ponto até o qual um usuário rolou a página para baixo.

  • Profundidades de rolagem horizontal: é disparado com base no ponto até o qual um usuário rolou a página para a direita.

Você pode disparar tags nos valores de profundidade de rolagem vertical e horizontal usando o mesmo acionador. Defina as profundidades que devem disparar o acionador como porcentagens (da altura e largura da página) ou pixels. Insira um ou mais números inteiros positivos separados por vírgulas, representando valores de porcentagem ou pixels.

Por exemplo, se você selecionar a opção de porcentagem para as profundidades de rolagem vertical, será possível inserir "10, 50, 90" para definir pontos de disparo quando o usuário visualizar 10%, 50% e 90% da página verticalmente. Caso esse acionador fosse aplicado a uma tag, e o usuário rolasse a página do topo até a marca de 90%, a tag seria disparada três vezes (uma vez para cada limite). O acionador só será disparado uma vez para cada limite por página. Se o usuário subir e descer a página, o acionador não será disparado novamente até que ela seja atualizada ou ele acesse uma nova página.

Em páginas com rolagem infinita ou tamanhos bastante variados, a melhor opção é usar o acionador de visibilidade do elemento.

Observação: se uma profundidade de rolagem especificada estiver visível na janela de visualização quando a página carregar, o acionador será disparado sem rolagem. Cada acionador só será disparado uma vez para cada limite por página.

Quando um acionador de profundidade de rolagem é disparado, as seguintes variáveis incorporadas são preenchidas automaticamente:

  • Limite de profundidade de rolagem: um valor numérico que indica a profundidade de rolagem que causou o disparo do acionador. No caso de limites de porcentagem, será um valor numérico (de 0 a 100). Para pixels, será um valor numérico que representa o número de pixels especificados como o limite.

  • Unidades de profundidade de rolagem: esse valor será "pixels" ou "porcentagem", indicando a unidade especificada para o limite que causou o disparo do acionador.

  • Direção de rolagem: esse valor será "vertical" ou "horizontal", indicando a direção do limite que causou o disparo do acionador.

Tempo (Web)

Os acionadores com base nesse evento permitem que você envie eventos para o Gerenciador de tags em intervalos personalizados para lançar um evento em uma frequência desejada. Quando você usa este acionador, o Gerenciador de tags inicia um temporizador que dispara um evento no intervalo (em milissegundos) especificado. Um intervalo de 5.000 dispara um evento a cada cinco segundos. O nome do evento é o que você especifica em "Nome do evento". Você pode usar esse nome do evento para criar um acionador de evento personalizado. Por exemplo, se você especificar um nome de evento "timer5" em um acionador baseado em temporizador, precisará criar um acionador baseado em evento personalizado onde a condição de evento é o evento equivalente a timer5. Leia o artigo Eventos do Google Analytics para ver exemplos. O limite é o número máximo de vezes que um evento deve ser disparado. Se você deixar o limite em branco, o evento continuará sendo disparado até que o usuário saia da página.

Eventos personalizados (Web e dispositivos móveis)

Os eventos personalizados são usados para acompanhar as interações que podem ocorrer no seu site ou aplicativo e que não são tratadas pelos métodos padrão. O caso de uso mais comum é quando você quer acompanhar envios de formulários, mas os comportamentos padrão do formulário são reencaminhados (por exemplo, o evento de envio do navegador é substituído).

Veja a seguir um exemplo de configuração da Web que dispara uma tag quando um evento personalizado chamado "button1-click" é enviado para a camada de dados:

  1. Adicione o código que enviará o evento para a camada de dados quando o usuário clicar no botão. 
    Por exemplo: <a href="#" name="button1" onclick="dataLayer.push({'event': 'button1-click'});" >Button 1</a>
  2. Crie sua tag. Na seção Configuração do acionador da nova tag, crie um evento com as seguintes opções:
    Tipo de acionador: evento personalizado
    Nome do evento: button1-click
    Este acionador é disparado em: todos os eventos personalizados

Com essa configuração, sua tag poderá ser disparada mesmo quando o evento de envio padrão for substituído: quando o usuário clicar no botão, um evento personalizado com o valor "button1-click" é enviado para a camada de dados. Em seguida, o Gerenciador de tags detecta "button1-click" como um valor de evento personalizado e dispara a tag.

Dica: os eventos padrão e os personalizados são enviados para a fila da camada de dados sem distinção. Para ver a sequência de eventos enviados para a camada de dados em uma determinada página, abra o console JavaScript no seu navegador da Web e digite "dataLayer".

data layer screenshot from Google Chrome
Dica: use o valor dataLayer.push() para enviar muitas variáveis com o evento, como o valor de conversão após o clique (por exemplo, dataLayer.push({'event':'button1-click','conversionValue':25});). Dessa forma, você pode criar a variável de camada de dados no Gerenciador de tags e usá-la no campo de valor de conversão da sua tag de acompanhamento de conversão do Google AdWords.

YouTube Video (Web)

O acionador de vídeo do YouTube é usado para disparar as tags com base em várias interações com os vídeos incorporados do YouTube nos seus sites.

Em cada interação, os dados sobre o status do vídeo e da reprodução são enviados para a camada de dados. Para capturar esses dados de vídeo, use variáveis de vídeos.

Opções básicas de captura

  • Início: é disparado quando o vídeo começa a ser reproduzido.
  • Concluído: é disparado quando a reprodução do vídeo é concluída.
  • Pausado, ignorado e armazenado em buffer: se o vídeo estiver em pausa, a barra de reprodução será movida para buscar ou reposicionar o tempo do vídeo. Caso o vídeo seja armazenado em buffer, o acionador será disparado.
  • Progresso: é disparado após um determinado tempo de progresso do vídeo, configurado em porcentagem ou carimbo de data/hora em segundos.
    • Porcentagens: insira os valores no formato de uma lista separada por vírgulas com um ou mais números inteiros, representando a porcentagem do vídeo que foi reproduzida. Por exemplo: use 5, 20, 50, 80 para representar 5%, 20%, 50% e 80%, respectivamente.
    • Limites de tempo: insira os limites de tempo no formato de uma lista separada por vírgulas com um ou mais números inteiros, representando o número de segundos em que o vídeo foi reproduzido. Por exemplo: use 5, 15, 60, 120 para representar 5, 15, 60 e 120 segundos, respectivamente.
Observação: as porcentagens e os limites de tempo só dispararão o acionador na primeira vez em que forem alcançados. Se o usuário buscar uma porcentagem ou um limite de tempo específico no vídeo, o acionador não será disparado.

Opções avançadas

  • Adicionar suporte para a JavaScript API a todos os vídeos: marque essa caixa de seleção para ativar a YouTube iFrame Player API. Dessa forma, o parâmetro enablejsapi é anexado aos URLs do player de vídeo do YouTube com um valor atribuído de 1, permitindo que o player seja controlado pelo iFrame ou JavaScript. Observação: isso fará com que o vídeo seja recarregado se estiver em reprodução no momento em que o Gerenciador de tags do Google carregar.

Observação: os acionadores de vídeo do YouTube funcionam com os vídeos carregados durante e após o carregamento da página, contanto que uma das seguintes opções esteja presente no momento em que o Gerenciador de tags do Google carregar:

  • Vídeo incorporado do YouTube
  • O <script> da YouTube IFrame API
  • o código de criação do <script> da YouTube IFrame API, conforme exibido neste exemplo.

Como usar os operadores de seletor de CSS e RegEx

Você pode usar expressões regulares e seletores de CSS como operadores ao configurar acionadores. Ao definir uma expressão regular ou seletor de CSS como o operador do acionador, você pode especificar que o acionador corresponde ou não à regra aplicada. Por exemplo, a expressão regular aplicada a um URL ou a uma variável de caminho de URL:

/pro/

corresponderá a todas as páginas com a string "pro" no caminho do URL, incluindo "products" (produtos), "promotions" (promoções), "professionals" (profissionais) e "processes" (processos).

O seletor de CSS pode ser usado para segmentar elementos HTML específicos. Por exemplo, este seletor aplicado a uma variável "Elemento de clique":

#promo .purchase

corresponderá a um clique em qualquer elemento com um valor de atributo de classe de "purchase" que seja um elemento descendente de um pai com um valor de atributo de ID de "promo".

Como adicionar filtros a um acionador

Depois de selecionar o evento no qual o acionador se baseia, você pode especificar as condições em que o acionador deve disparar tags dependendo dos valores das variáveis do Gerenciador de tags. Cada evento incorporado tem uma ou mais variáveis preenchidas automaticamente pelo Gerenciador de tags, como o URL (no caso de uma exibição de página) ou o código do elemento que recebeu o clique (no caso de um evento de clique). Você cria filtros para seu acionador utilizando variáveis associadas ao tipo de evento selecionado ou quaisquer outras variáveis personalizadas que possam ter sido criadas.

Com exceção de acionadores baseados em eventos personalizados, você precisa especificar pelo menos um filtro ao criar um acionador.

Por último, você pode fornecer um nome para o seu acionador e definir opções de configuração adicionais que variam de acordo com o tipo de acionador escolhido.

Acionadores e variáveis

Se sua tag usar variáveis, os valores que serão transmitidos para a tag são os valores que essas variáveis têm na hora do evento que acionou o disparo da tag.

Considere o seguinte exemplo de sucessivas atualizações de camada de dados:

Screenshot of chrome devtools showing objects in data layer

Uma tag com um acionador a ser disparado no evento productView seria disparada duas vezes. Se ela usar variáveis mapeadas para a variável da camada de dados productId, seu valor será primeiro "ABCD" para o primeiro disparo de tag e "EFGH" para o segundo disparo de tag. Se ela usar a variável da camada de dados mapeada para loggedInUser, o valor será "no" para os dois disparos de tag, porque o valor é definido inicialmente como "no" e não substituído no segundo disparo de tag.

Uma tag com um acionador a ser disparado no evento "addToCart" seria disparada com o valor "XYZ" para productId, e com o valor "yes" para loggedInUser, porque a variável loggedInUser foi modificada do seu valor anterior de "no" em uma atualização de "dataLayer" que precedeu o evento "addToCart". A atualização da camada de dados que define a variável loggedInUser como "yes" não pode ser usada para acionar as tags, porque nenhum evento está associado a essa atualização.

Pausa de tag

Com a pausa de tag, é possível desativar temporariamente o disparo de uma tag por meio do bloqueio dos acionadores associados a ela. Isso pode ser útil em casos de solução de problemas, campanhas cronometradas ou outras situações em que você queira pausar o disparo de uma tag sem precisar excluí-la nem ajustar seus respectivos acionadores na configuração do contêiner.

Para que as alterações entrem em vigor, você precisa salvar e publicar as tags pausadas e retomadas.

Para pausar uma tag:

  1. Clique em Tags, localize aquela que você quer pausar e clique no nome dela na lista para abri-la.
  2. Clique no menu "Mais ações" (Mais) e selecione Pausar.
  3. Salve e publique as alterações.

Quando uma tag é pausada, ela fica marcada com um ícone de pausa: yellow circular pause icon

Para retomar uma tag:

  1. Clique em Tags, localize aquela que você quer retomar e clique no nome dela na lista para abri-la.
  2. Clique em RETOMAR, abaixo de SALVAR, ou selecione o menu "Mais ações" (Mais) e, em seguida, Retomar.
  3. Salve e publique as alterações.