Gerenciador de tags em apps para dispositivos móveis: novidades

A implementação do Gerenciador de tags em apps para dispositivos móveis funciona em conjunto com o SDK do Firebase. O Gerenciador de tags do Google usa eventos, parâmetros e propriedades do usuário do Google Analytics para Firebase como entrada.

Acesse a documentação para desenvolvedores do Gerenciador de tags e saiba como dar os primeiros passos no Android e no iOS.

Atualizações de recursos

  • Tipo de contêiner: ao criar um novo contêiner de app para dispositivos móveis no Gerenciador de tags, você precisa selecionar um tipo de contêiner. Para manter a compatibilidade com apps futuros, escolha os tipos padrão "iOS" ou "Android", que funcionam com o Firebase, e não "Legado".
  • Configuração e experimentos em aplicativos: além do gerenciamento de tags, as versões anteriores do Gerenciador de tags em apps para dispositivos móveis eram usadas com frequência para gerenciar os valores de configuração nos aplicativos e realizar Experimentos de conteúdo. Agora, a configuração remota e o recurso de testes A/B estão disponíveis como parte do Firebase. A nova versão do Gerenciador de tags em apps para dispositivos móveis não inclui as variáveis de coleta de valores nem os Experimentos de conteúdo. Para implementar essas funções, use a Configuração remota do Firebase.
  • Tabelas de consulta: agora elas são compatíveis com os contêineres de apps para dispositivos móveis.
  • Variáveis de camada de dados: essas variáveis não são compatíveis com os novos contêineres de aplicativos. Há outros tipos de variáveis disponíveis como alternativas.
  • Modelos de tags de terceiros: os contêineres de apps para dispositivos móveis incluem uma lista expandida de modelos de terceiros.

Suporte a SDKs legados

Em 2016, lançamos a plataforma de desenvolvimento de apps para dispositivos móveis do Firebase e uma nova versão do Gerenciador de tags do Google em apps para dispositivos móveis. A versão mais recente é menor, mais rápida, mais fácil de implementar e mais funcional. Ela é integrada ao Firebase, a plataforma do Google para desenvolvedores de dispositivos móveis iOS e Android, e estende os recursos para desenvolvedores e profissionais de marketing.

Depois de três anos de suporte, é hora de desativar os contêineres legados. Para continuar usando o Gerenciador de tags do Google nos seus apps para dispositivos móveis, atualize para a versão atual. O processo de suspensão de uso seguirá este cronograma:

  • 30 de junho de 2019: não será mais possível criar novos contêineres dos tipos "Android (legado)" ou "iOS (legado)". Você ainda poderá criar outros contêineres, inclusive os tipos "Android" e "iOS" mais recentes.
  • 2020: os contêineres de aplicativos para dispositivos móveis herdados não funcionarão mais nos seus aplicativos. As solicitações retornarão uma resposta 204 (sem conteúdo). Os contêineres legados de apps para dispositivos móveis serão removidos do Gerenciador de tags do Google e não poderão mais ser acessados. O cronograma exato será disponibilizado após 30 de junho de 2020.
Isso foi útil?
Como podemos melhorá-lo?

Precisa de mais ajuda?

Faça login e veja mais opções de suporte para resolver o problema rapidamente.