Tags

Uma tag é um snippet de JavaScript que envia informações a um terceiro, como o Google. Se não usar uma solução de gerenciamento de tags, como o Gerenciador de tags do Google, você terá que adicionar esses snippets de JavaScript diretamente ao código-fonte do seu site. Por outro lado, com o Gerenciador de tags do Google, você não precisa mais manter cada um desses snippets de JavaScript no seu código-fonte. Você especifica as tags que quer disparar e quando dispará-las na interface do usuário do Gerenciador de tags do Google.

No Gerenciador de tags do Google, é possível implementar uma tag por meio de um modelo para a tag específica ou, se um não houver modelo disponível para a tag, por meio de uma tag personalizada em que você pode colocar o JavaScript dela. O Gerenciador de tags do Google disponibiliza:

Modelos para tags do Google compatíveis

O Gerenciador de tags do Google é compatível com os tipos de tags a seguir, com modelos que reduzem a possibilidade de erros nas suas tags.

Tag de acompanhamento de conversões do Google Ads

Para configurar essa tag no Gerenciador de tags do Google, você precisa fornecer o ID, o rótulo e o valor da conversão.

  1. Na sua conta do Google Ads, acesse "Ferramentas e análise" > "Conversões". Clique na guia "Código".
  2. Selecione um nome de ação à esquerda e selecione "Eu faço alterações ao código". Na caixa de código:
    • Encontre o valor de "google_conversion_id =" e insira-o em "ID da conversão".
    • Encontre o valor de "google_conversion_label =" e insira-o em "Rótulo da conversão".
    • (Opcional) Encontre o valor de "google_conversion_value =" e insira-o em "Valor da conversão". Se você quiser preencher um valor de forma dinâmica, selecione uma variável no menu suspenso ou crie uma outra.

Adicione uma regra para que a tag seja disparada na página de conversão que você quer. Dê o mesmo nome da página de conversão à regra, por exemplo, "Página de conversão para download de PDF". Com isso, você pode facilmente identificar e reutilizar a regra em outras tags.

Saiba mais sobre o acompanhamento de conversões do Google Ads.

Tag do contador do Floodlight

Com a tag de contador do Floodlight, você pode contabilizar o número de vezes que os usuários acessaram uma determinada página depois de ver ou clicar em um dos seus anúncios. Existem duas maneiras de adicionar tags do Floodlight a um contêiner:

  • aceitar uma tag que foi enviada da interface do usuário do Campaign Manager
  • adicionar a tag da interface do usuário do Gerenciador de tags do Google

Como aceitar uma tag enviada do Floodlight

Essa tag pode ser enviada diretamente da interface do usuário do Campaign Manager para seu contêiner. Para permitir essa ação no Gerenciador de tags do Google, você precisa aprovar a solicitação de vinculação e as tags enviadas. Leia Aprovações para saber mais. Para saber como enviar tags pelo Campaign Manager, consulte Adicionar atividades do Floodlight aos contêineres do Gerenciador de tags do Google.

Para aceitar uma tag enviada do Floodlight, acesse Fila de aprovação > Tags. Clique no nome da atividade. Alguns parâmetros (por exemplo, os valores de "src=", "type=" e "cat=") são predefinidos.

As variáveis personalizadas do Floodlight são valores-chave que podem ser usados para acompanhar dados que você coleta dos seus usuários, por exemplo, o gênero de filme que um usuário compra. As variáveis personalizadas do Floodlight usam as chaves u1=, u2= etc. Para tags enviadas, os nomes de variáveis são preenchidos previamente nos campos de variáveis personalizadas. Você precisa configurar essas variáveis para extrair dados adequados.

Faça as modificações na tag e clique em Aprovar.

Como adicionar a tag ao Gerenciador de tags do Google

Selecione Contador do Floodlight como o tipo de tag.

  • Encontre o valor de "src=" e insira-o em "ID do anunciante".
  • Encontre o valor de "type=" e insira-o em "String da tag de grupo".
  • Encontre o valor de "cat=" e insira-o em "String da tag de atividade".

 

As variáveis personalizadas do Floodlight são valores-chave que podem ser usados para acompanhar dados que você coleta dos seus usuários, por exemplo, o gênero de filme que um usuário compra. As variáveis personalizadas do Floodlight usam as chaves u1 =, u2 = etc. Para cada variável personalizada, selecione uma variável que contenha o valor que você quer transmitir a ela.

Quando terminar de digitar as informações da tag, clique em Salvar.

Saiba mais sobre a tag do contador do Floodlight.

Tag de vendas do Floodlight

Com a tag de vendas do Floodlight, você pode acompanhar o número de itens que os usuários compraram e o valor total das compras. Existem duas maneiras de adicionar tags do Floodlight a um contêiner:

  • aceitar uma tag que foi enviada da interface do usuário do Campaign Manager
  • adicionar a tag da interface do usuário do Gerenciador de tags do Google

 

Como aceitar uma tag enviada do Floodlight

Essa tag pode ser enviada diretamente da interface do usuário do Campaign Manager para seu contêiner. Para permitir essa ação no Gerenciador de tags do Google, você precisa aprovar a solicitação de vinculação e as tags enviadas. Leia Aprovações para saber mais. Para saber como enviar tags pelo Campaign Manager, consulte Adicionar atividades do Floodlight aos contêineres do Gerenciador de tags do Google.

Para aceitar uma tag enviada do Floodlight, acesse Fila de aprovação > Tags. Clique no nome da atividade. Alguns parâmetros (por exemplo, os valores de "src=", "type=" e "cat=") são predefinidos.

Para tags enviadas, o parâmetro "Receita" é pré-preenchido com uma variável {{cost}}. Você precisa criar e configurar uma variável {{cost}} que extrai o valor da receita.

Além disso, o parâmetro "Código do pedido" é pré-preenchido com uma variável {{ord}}. Você precisa criar e configurar uma variável {{ord}}. Essa variável extrairá o ID do pedido (ou, se Item vendido for o "Método de contagem", uma contagem do número de itens vendidos).

As variáveis personalizadas do Floodlight são valores-chave que podem ser usados para acompanhar dados que você coleta dos seus usuários, por exemplo, o gênero de filme que um usuário compra. As variáveis personalizadas do Floodlight usam as chaves u1=, u2= etc. Para tags enviadas, os nomes de variáveis são preenchidos previamente nos campos de variáveis personalizadas. Você precisa configurar essas variáveis para extrair dados adequados.

Faça as modificações na tag e clique em Aprovar.

Como adicionar a tag ao Gerenciador de tags do Google

Selecione Vendas do Floodlight como tipo de tag.

  • Encontre o valor de "src=" e insira-o em "ID do anunciante".
  • Encontre o valor de "type=" e insira-o em "String da tag de grupo".
  • Encontre o valor de "cat=" e insira-o em "String da tag de atividade".

 

Para o parâmetro "Receita", selecione uma variável que contenha o valor da receita. Para "Código do pedido", selecione uma variável que contenha o código do pedido. Se você tiver selecionado "Item vendido" como o método de contagem, selecione uma variável que contenha uma contagem do número de itens vendidos. Você precisará criar essas variáveis no Gerenciador de tags do Google se ainda não tiver criado.

As variáveis personalizadas do Floodlight são valores-chave que podem ser usados para acompanhar dados que você coleta dos seus usuários, por exemplo, o gênero de filme que um usuário compra. As variáveis personalizadas do Floodlight usam as chaves u1 =, u2 = etc. Para cada variável personalizada, selecione uma variável que contenha o valor que você quer transmitir a ela.

Quando terminar de digitar as informações da tag, clique em Salvar.

Saiba mais sobre a tag de vendas do Floodlight.

Tag do Google Analytics

Para encontrar o ID da propriedade da Web:

  • Na sua conta do Google Analytics, navegue até "Administrador".
  • Clique em Configurações da propriedade.

 

Digite o código de acompanhamento (com o formato "UA-xxxxxx-xx") no campo "ID da propriedade da Web".

Também é possível usar uma variável no campo "ID da propriedade da web", o que ajuda a gerenciar várias propriedades do Google Analytics.

Para ativar os recursos de publicidade gráfica, como "Informações demográficas", "Relatórios de interesse", "Remarketing" e "Integração do Campaign Manager", marque a caixa de seleção Suporte a anúncios gráficos. Se você marcar essa opção, leia com atenção os requisitos da política de publicidade gráfica.

O Gerenciador de tags do Google é compatível com as seguintes tags do Google Analytics:

Você tem a opção de fornecer configurações adicionais (em "Mais configurações"):

  • Configuração básica
    • Definir endereços IP como anônimos: informações
    • Caminho da página virtual: indica o caminho da página para acompanhar as métricas relacionadas: informações
    • Definir taxa de amostragem: informações
    • Definir o tempo limite do cookie de sessão: informações
  • Acompanhamento de campanhas:
  • Variáveis personalizadas: informações
  • Domínios e diretórios:informações
    Por exemplo, ao acompanhar do domínio A.com para B.com, você precisaria configurar B.com para usar os dados dos cookies do parâmetro de URL (da sessão de A.com), em vez de configurar/usar seus próprios cookies. Para ativar essa vinculação, marque a caixa de seleção Permitir vinculador.
  • Mecanismos de pesquisa e referenciadores: informações
  • Configuração avançada:
    • Nome do rastreador: permite que você mesmo nomeie o objeto do rastreador. Observação: não é recomendado que você mesmo nomeie o objeto do rastreador. Se você inadvertidamente reutilizar um nome de objeto de acompanhamento existente, os dados poderão ser corrompidos. Embora fornecer um nome para o rastreador permita compartilhar o estado entre rastreadores criados pelo Gerenciador de tags do Google e seu código preexistente do Google Analytics, você deverá atualizar o código no seu site para usar a sintaxe "dataLayer" do Gerenciador de tags do Google. Caso contrário, você não será capaz de configurar seu acompanhamento pelo Gerenciador de tags do Google.
    • Caminho do GIF local: informações
    • Tempo limite de cookie do visitante: informações
    • Retorno de chamada de hit: o valor desse campo deve apontar para uma variável que retornará uma função. A função será chamada quando a beacon de acompanhamento do Google Analytics for enviada por completo.
    • Ativar atribuição melhorada de link: informações
    • Ativar módulo de acompanhamento do navegador: informações
    • Ativar detecção de flash: informações
    • Ativar detecção de título: informações
    • Enviar hits aos servidores do Google: se você definir um caminho do GIF local, os hits serão enviados para um servidor seu. A seleção dessa opção também enviará os hits ao Google.

Acompanhamento básico

Para o acompanhamento básico do Google Analytics, adicione uma única tag do Google Analytics e selecione "Exibição de página" como o tipo de acompanhamento. Adicione uma regra para disparar a tag em todas as páginas. Se você só precisar do acompanhamento básico, bastará adicionar essa tag única do Google Analytics. No entanto, para acompanhar eventos ou transações de comércio eletrônico, você precisará adicionar mais tags do Google Analytics.

Acompanhamento de eventos do Google Analytics

Leia Eventos do Google Analytics para ver exemplos.

Acompanhamento de vários domínios

Leia Acompanhamento de vários domínios para ver exemplos.

Tag do Universal Analytics

A tag do Universal Analytics é uma nova versão da tag de acompanhamento do Google Analytics. O Universal Analytics apresenta um conjunto de recursos que muda a forma como os dados são coletados e organizados na sua conta do Google Analytics.

Com o Universal Analytics, você pode coletar mais tipos de dados e melhorar a qualidade deles para compreender melhor como os visitantes interagem com sua empresa em todas as etapas: publicidade, vendas, uso do produto, suporte e retenção.

A instalação do Universal Analytics por meio do Gerenciador de tags do Google é a forma ideal de implementação, já que as alterações futuras serão bem mais fáceis.

Para encontrar o ID da propriedade da Web:

  • Na sua conta do Google Analytics, navegue até "Administrador".
  • Clique em Configurações da propriedade.

 

Digite o código de acompanhamento (com o formato "UA-xxxxxx-xx") no campo "ID da propriedade da Web".

Também é possível usar uma variável no campo "ID da propriedade da web", o que ajuda a gerenciar várias propriedades do Google Analytics.

O Gerenciador de tags do Google é compatível com as seguintes tags do Google Analytics:

Você pode fornecer configurações adicionais:
  • Configuração básica
  • Configuração avançada
  • Configuração do cookie
  • Acompanhamento de vários domínios: vincular domínios automaticamente: separe vários domínios por vírgulas, por exemplo, A.com, B.com, C.com (consulte Acompanhamento de vários domínios para ver um exemplo de uso)
  • Dimensões personalizadas: informações
  • Métricas personalizadas: informações
  • Campos a serem definidos: por exemplo, ao acompanhar do domínio A.com para B.com, seria necessário configurar B.com para usar os dados dos cookies do parâmetro de URL (da sessão de A.com), em vez de configurar/usar seus próprios cookies. Para ativar essa vinculação, insira:
    Nome do campo: allowLinker
    Valor: true

Acompanhamento básico

Para o acompanhamento básico do Google Analytics (Universal Analytics), adicione uma única tag do Google Analytics (Universal Analytics) e selecione "Exibição de página" como o tipo de acompanhamento. Adicione uma regra para disparar a tag em todas as páginas. Se você só precisar do acompanhamento básico, basta adicionar essa única tag do Google Analytics (Universal Analytics). No entanto, para acompanhar eventos ou transações de comércio eletrônico, você precisará adicionar mais tags do Google Analytics (Universal Analytics).

Acompanhamento de eventos do Google Analytics

Leia Eventos do Google Analytics para ver exemplos.

Acompanhamento de vários domínios

Leia Acompanhamento de vários domínios para ver exemplos.

Tag de remarketing da GDN

Para configurar a tag de remarketing da Rede de Display do Google no Gerenciador de tags do Google, você precisa fornecer o ID e o rótulo da conversão.

  1. Na sua conta do Google Ads, clique na guia Campanhas.
  2. Na lista de campanhas à esquerda, clique em Biblioteca compartilhada > Públicos-alvo.
  3. Encontre a lista criada para você, chamada de "Lista principal". Em seguida, clique em [Tag] abaixo da coluna "Tags/Definições".
  4. Clique no link "Tag". Na caixa de código:
    • Encontre o valor de "google_conversion_id =" e insira-o no campo "ID da conversão".
    • Encontre o valor de "google_conversion_label =" e insira-o no campo "Rótulo da conversão".

Leia Configurar o remarketing dinâmico do Google Ads para ver instruções detalhadas. Saiba mais sobre a tag de remarketing.

Modelos de tags de fornecedores certificados

Além dos modelos de tags do Google, também há modelos disponíveis para várias tags de terceiros. Para usar um modelo, basta selecioná-lo e fornecer os detalhes solicitados para que o Gerenciador de tags do Google automaticamente gere o código correto. Saiba mais sobre as tags de fornecedores certificados.

Para que o Google inclua um modelo para a tag da sua empresa, fale conosco para se tornar um fornecedor de tag.

Tipos de tag personalizados

Os dois tipos de tags personalizadas a seguir estão disponíveis e permitem que você copie e cole o código de praticamente qualquer tag. Se precisar implementar uma tag que não é diretamente compatível por meio de um modelo, você poderá usar um dos tipos de tag a seguir.

Tag de imagem personalizada

A tag de imagem personalizada permite que você gerencie uma tag de imagem que não aparece na listada como uma opção de tag. Por exemplo, se você usa uma imagem invisível de um pixel para o acompanhamento, insira o URL da imagem. Para inserir variáveis, coloque o nome delas entre chaves duplas, por exemplo {{name_variable}}. Selecione "//" se as versões da imagem relativas ao protocolo estiverem disponíveis ou selecione "https://" se apenas uma versão segura estiver disponível. Usar "http://" não é recomendável.

Marque a caixa de seleção "Inibidor de cache" e forneça um parâmetro de inibição de cache para garantir que os hits de navegadores com versões em cache da imagem sejam registrados.

Tag HTML personalizada

Com a tag HTML personalizada, você pode gerenciar uma tag que não é diretamente compatível por meio de um modelo do Gerenciador de tags do Google, por exemplo, uma tag não pertencente ao Google. Saiba mais sobre restrições de tag.

Copie e cole o código HTML/JavaScript na caixa de texto. Inclua snippets de JavaScript nas tags de script HTML. Você pode incorporar chamadas para document.write() em suas tags.

Para inserir variáveis na sua tag HTML personalizada, coloque o nome da variável entre chaves duplas, por exemplo, {{nome_variável}}. Com isso, você pode reutilizar tags em vários contextos.

Adicione tags de forma independente em vez de combiná-las. Por exemplo, se você tiver duas ferramentas de coleta de dados lado a lado no código original de seu site, divida essas duas ferramentas em duas tags HTML personalizadas. Isso permitirá implantar cada tag de forma independente.

Especifique as regras de acionamento da tag. Depois de nomear e salvar a tag, você poderá gerenciá-la usando o Gerenciador de tags do Google.

Isso foi útil?
Como podemos melhorá-lo?