Sobre ID de clique

Para atribuir visitas e conversões a interações específicas com seus anúncios, é possível configurar o Google Ads, o Microsoft Advertising ou o Search Ads 360 para gerar um ID que diferencia maiúsculas e minúsculas quando o anúncio é exibido ou clicado. Ele é chamado de ID de clique e é enviado à sua página de destino em um parâmetro de URL chamado gclid.

O ID de clique é necessário para ativar algumas vinculações entre os produtos do Google, como o Search Ads 360 e o Google Analytics. Além disso, é possível usá-lo para atribuir conversões off-line a visitas específicas ao site.

Como gerar um ID de clique

As contas do Google Ads gerenciadas pelo Search Ads 360 geram os IDs de clique automaticamente. A codificação automática faz com que o Google Ads gere códigos de clique, e o Search Ads 360 exige que as contas do Google Ads usem a codificação automática. O Google Ads gera um ID de clique quando o anúncio é exibido. Dessa forma, se um usuário clicar em uma determinada impressão de anúncio várias vezes, esses cliques serão associados a apenas um ID de clique. As visitas à página de destino relativas a essa mesma impressão compartilharão o mesmo ID.

Para gerar IDs de clique em outros tipos de conta, ative o suporte do Google Analytics ou o serviço da API Conversion. O Search Ads 360 anexará um ID de clique antes de redirecionar os cliques à sua página de destino. Em contas de mecanismo compatíveis com o acompanhamento paralelo, o Search Ads 360 usará o ID de clique gerado pelo mecanismo.

Como identificar qual sistema gerou o ID de clique

Para identificar se um ID de clique foi gerado pelo Google Ads ou por outro mecanismo, o Search Ads 360 adiciona o parâmetro gclsrc aos URLs da página de destino e especifica um dos seguintes valores:

  • gclsrc=aw.ds: o ID de clique foi gerado por uma conta do Google Ads gerenciada pelo Search Ads 360.

  • gclsrc=ds: o ID de clique foi gerado pelo Search Ads 360 para uma conta que não usa o acompanhamento paralelo.

  • gclsrc=3p.ds: o ID de clique foi gerado por uma conta com acompanhamento paralelo ativado que não é do Google Ads.

  • gclsrc=: o parâmetro ficará vazio se o ID de clique tiver sido gerado pelo Google Ads, mas o suporte do Google Analytics e o serviço da API Conversion estiverem desativados no Search Ads 360.

Nas contas que usam acompanhamento paralelo, o Search Ads 360 adiciona o parâmetro gclsrc a um sufixo de URL final pouco antes de postar atualizações no mecanismo. Você não verá o parâmetro no Search Ads 360, mas, se fizer login no mecanismo e visualizar o sufixo do URL final, o verá no mecanismo. 

Em outros tipos de contas de mecanismo, o Search Ads 360 anexa o parâmetro antes de encaminhar um clique para a página de destino.

gclid e gclsrc são nomes de parâmetro reservados: o Search Ads 360 usa esses nomes e não elimina as cópias se você também os utilizar.

Se você quiser que o ID e a origem do clique sejam disponibilizados em parâmetros adicionais com nomes diferentes de gclid e gclsrc, use as macros ou os parâmetros personalizados do Search Ads 360.

Os parâmetros "gclid" e "gclsrc" são necessários para avaliar as conversões do Floodlight

Quando os clientes clicam nos seus anúncios, dois parâmetros são anexados aos URLs da página de destino: gclid e gclsrc. Para avaliar as conversões do Floodlight, o Search Ads 360 exige que esses parâmetros sejam transmitidos a uma página do site que contenha uma tag global do site ou uma tag do Vinculador de conversões inserida pelo Gerenciador de tags do Google. Se seu site remover esses parâmetros ou alterar os valores antes de o cliente acessar uma página que contenha uma dessas tags, o Search Ads 360 não poderá atribuir conversões do Floodlight aos seus anúncios.

Saiba mais sobre o uso do Floodlight para acompanhar conversões no Search Ads 360.

Como testar códigos de clique do Google Ads

Para testar os códigos de clique no Google Ads, a prática recomendada é clicar em um anúncio ao vivo veiculado nos resultados da Pesquisa Google. Quando você clica no botão "Testar" no Google Ads, não há garantias de que o URL da página de destino terá um ID de clique.

Isso foi útil?
Como podemos melhorá-lo?