Testar as páginas de destino

Introdução aos testes da página de destino

Quando um cliente pesquisar e clicar em um dos seus anúncios, para qual página do seu site ele será direcionado? A uma página promocional? Uma página de detalhes do produto? Páginas de produtos premium ou de orçamento?

O teste da página de destino do Search Ads 360 ajuda a responder a essa pergunta dividindo aleatoriamente o tráfego do anúncio entre diversas páginas de destino no seu site. O teste usa dados coletados após o cliente clicar no anúncio (dados coletados pelo Search Ads 360, pelas atividades do Floodlight e pelo Google Analytics, mas não pelas métricas de mecanismo) para fornecer informações sobre quais páginas produzem o melhor retorno do investimento. Faça as alterações nas páginas de destino de palavra-chave com base nesse insight. Depois disso, use os relatórios do Search Ads 360 para calcular o impacto exato que suas otimizações da página de destino causaram, mesmo meses depois de os testes terem sido feitos.

Mecanismos compatíveis

É possível fazer testes da página de destino do Search Ads 360 a partir dos seguintes tipos de contas de mecanismo de pesquisa:

  • Bing Ads
  • Baidu
  • Yahoo! Gemini

Mecanismos não compatíveis

  • Yahoo! Japão
  • Google Ads
    O Google Ads usa o acompanhamento paralelo para enviar os clientes do seu anúncio até o URL final. Como os cliques não são redirecionados pelo Search Ads 360, os testes da página de destino não podem encaminhar cliques para URLs de experimentos. Como alternativa, é possível usar rascunhos e experimentos no Google Ads.

Visão geral do processo de testes

Esta é uma visão geral de como fazer um teste da página de destino do Search Ads 360 (etapas detalhadas serão fornecidas mais adiante neste guia):

  1. Prepare-se para o teste:
    1. Identifique a página de destino que será a linha de base do teste (controle). O desempenho das outras páginas no teste será comparado com a página de controle.
      Em geral, essa é a página de destino que você já usa há algum tempo. Por exemplo, para testar as variações de uma página específica no seu site, use a que está atualmente nele como a página de controle. 
       
    2. Crie uma ou mais páginas alternativas no site. Se você quiser que o teste rastreie conversões, além das visitas do DS, adicione tags do Floodlight ou do Google Analytics a suas páginas alternativas.
       
    3. Identifique as palavras-chave para o teste. É possível limitar o teste somente para algumas palavras-chave específicas ou incluir todas as palavras-chave em um grupo de anúncios, uma campanha ou uma conta de mecanismo.

      Para controlar quais palavras-chave estão em um teste, crie um rótulo e aplique-o às palavras-chave

    4. Verifique se os URLs da página de destino da palavra-chave são compatíveis com os testes da página de destino do Search Ads 360 e faça as alterações necessárias aos URLs da página de destino.
       
  2. Configuração do teste:
    1. Selecione as palavras-chave identificadas anteriormente.
       
    2. Especifique se você quer testar todos os dispositivos, somente os dispositivos móveis ou somente os não móveis. 
       
    3. Insira os URLs das páginas que você quer testar.
       
    4. Especifique a quantidade de tráfego que cada página no teste receberá. É possível enviar quantidades iguais de tráfego para todas as páginas de destino ou especificar o percentual de tráfego que cada página do teste receberá. 
       
    5. Inicie o teste.
      Depois de iniciar um teste, não é possível aplicar alterações a ele ou a qualquer uma das palavras-chave no teste. Alterar um teste durante a execução corrompe os dados drasticamente e produz resultados imprecisos. Pela mesma razão, será interessante limitar as alterações ao seu site caso elas possam afetar o teste da página de destino. Cada alteração introduzida dificulta a avaliação da validade dos resultados do teste.
  3. Durante o teste:
    Analise os relatórios periodicamente para ver o desempenho de cada página.
     
  4. Quando você tiver dados suficientes para tomar uma decisão, interrompa o teste.
    Você pode manter os URLs da página de destino atuais ou, se uma das páginas alternativas tiver um desempenho melhor do que a página atual, é possível substituir os URLs da página de destino de todas as palavras-chave do teste pelo URL do teste. 

O Search Ads 360 mantém um histórico de todos os testes que foram concluídos, para que você possa revisar o histórico de testes a qualquer momento.

URLs original, de controle e experimental

Antes de começar os testes da página de destino, é importante estabelecer alguns termos usados para identificar os URLs no teste:

  • O URL original é especificado ao criar a palavra-chave. Esse URL não será usado enquanto o teste estiver em andamento. Ao interromper um teste, você terá a opção de manter o URL original ou substituí-lo por um URL do teste. 

  • O URL de controle é especificado ao criar o teste. Em geral, esse URL direciona o usuário à página de destino que você já usa por algum tempo. Também é possível direcionar o usuário à mesma página de destino que o URL original. O Search Ads 360 redirecionará o usuário a esse URL no lugar do URL original da palavra-chave em um percentual dos cliques gerados por uma palavra-chave.

  • Um ou mais URLs de experimento especificados na criação do teste. O Search Ads 360 redireciona o usuário para esses URLs (em vez do URL original da palavra-chave) em uma porcentagem dos cliques gerados por uma palavra-chave.

Extensões de anúncio e testes da página de destino

As extensões de anúncio compatíveis com o Search Ads 360 não estão incluídas nos testes da página de destino. O Search Ads 360 presume que você não quer que os links de extensão de anúncio sejam incluídos nos testes da página de destino, uma vez que esses links geralmente se destinam a ter correspondência com uma intenção muito específica do cliente.

No entanto, se um mecanismo veicular um anúncio com extensões de anúncio incompatíveis com o Search Ads 360, um clique nessa extensão será direcionado para um dos URLs no teste da página de destino. Nesse caso, o Search Ads 360 não consegue diferenciar entre cliques no título do anúncio e em uma extensão não compatível, por isso o clique será incluído no teste da página de destino.

Por exemplo, o Search Ads 360 é compatível com extensões de sitelinks em contas do Bing Ads. Se uma pesquisa do cliente corresponder a uma palavra-chave que está em um teste da página de destino e um anúncio for veiculado com um sitelink:

  • Um clique no título do anúncio será direcionado para um dos URLs no teste da página de destino.
  • Um clique em um sitelink será direcionado para o URL da página de destino do sitelink.

Pronto para começar?

Depois de criar as páginas alternativas no seu site:

  1. Identifique e rotule as palavras-chave para o teste.
  2. Os URLs da página de destino da palavra-chave precisam ser compatíveis com os testes da página de destino do Search Ads 360.
Isso foi útil?
Como podemos melhorá-lo?