Search Ads 360 Natural Search

Sobre a Pesquisa natural do Search Ads 360

A Pesquisa natural do Search Ads 360 é uma solução de avaliação que mostra detalhes sobre o tráfego e as conversões geradas por pesquisas orgânicas (naturais). Esse recurso exige o uso de cookies primários, que são atualizados quando um usuário visita seu site antes que eles expirem. Leia mais sobre como o Search Ads 360 utiliza cookies.

Como a Pesquisa natural do Search Ads 360 envolve o uso de informações de novos cookies definidos no seu domínio, verifique se você fornece aos usuários informações claras e abrangentes sobre a coleta de dados e solicita o consentimento quando exigido por lei. Saiba como desativar a configuração de cookies primários no domínio do seu site.

Com mais informações sobre o tráfego e as conversões, é possível:

  • reunir insights sobre as pesquisas dos seus clientes e ver o impacto de toda a experiência de pesquisa e histórico de cliques;
  • saber como comprar palavras-chave de maneira mais inteligente;
  • saber mais sobre a influência combinada entre pesquisa natural, pesquisa paga e exibição;
  • compreender como as palavras-chave pagas e naturais funcionam juntas;
  • gerar dados de conversão sem duplicatas entre atividades de display e de pesquisa natural e paga;
  • usar visualizações flexíveis de relatórios para alinhar suas metas de marketing.

Inclusão de tag adicional

Para garantir que o Search Ads 360 possa avaliar toda a sua atividade de pesquisa natural, independentemente do navegador usado pelo visitante, utilize a tag global do site (gtag.js) como o formato das tags de atividade do Floodlight. Ela define, no seu domínio, novos cookies que armazenarão um identificador exclusivo para o usuário.

É necessário adicionar um campo dc_natural_search à tag global em todas as páginas do site. A equipe de suporte do Search Ads 360 cria o campo, e seu webmaster precisa incluí-lo na tag global. Saiba como adicionar o campo de pesquisa natural ao site.

Não definir cookies primários no site

Se você não quiser que a tag global do site defina cookies primários no domínio do seu site, adicione o parâmetro {'conversion_linker': false} ao comando config do snippet global. Depois de fazer isso, o snippet global ficará assim: gtag('config', 'DC-1234567', {'conversion_linker': false});.

Primeiros passos

Veja como configurar a Pesquisa natural do Search Ads 360:

  1. Entre em contato com o suporte do Search Ads 360 e informe:
    • os mecanismos de pesquisa que você quer atribuir à pesquisa natural;

      Mecanismos de pesquisa compatíveis

      A Pesquisa natural do Search Ads 360 pode exibir consultas de todos os mecanismos de pesquisa compatíveis com o Search Ads 360, bem como consultas do Yahoo!, Ask.com e AOL. Ao gerar relatórios para a Pesquisa natural do Search Ads 360, considere o seguinte:

      • O tráfego da pesquisa natural que não for gerado por um dos mecanismos compatíveis não será capturado nos relatórios.
      • Para links em cache, o Search Ads 360 gerará relatórios sobre esse tráfego para o Google, mas não para o Bing.
    • a opção de atribuição que você quer usar (ela determina qual canal de mídia receberá crédito por um clique de conversão ou uma atividade pós-clique);

      Opções de atribuição
      • Último clique: todo o crédito é atribuído ao último clique, mesmo que haja atividades em níveis mais altos no funil. Por exemplo, se o consumidor clicar em um anúncio de display, visitar seu site sem fazer uma conversão, clicar em um anúncio de pesquisa também sem conversão e, por fim, clicar em um resultado da pesquisa natural realizando uma conversão, todo o crédito será atribuído à visita da pesquisa natural. 

      • Desativar: as conversões nunca serão atribuídas aos cliques da pesquisa natural. Em vez disso, elas sempre serão creditadas ao último clique que não for da pesquisa natural (ou seja, pesquisa paga ou display). Se o único clique do funil de conversão for da pesquisa natural, a conversão não será incluída nos relatórios. A desativação é uma boa alternativa para evitar que os cliques da pesquisa natural tenham um efeito negativo sobre o desempenho da pesquisa paga.  

        Se você escolher o modelo de atribuição "Desativar", os relatórios de "Caminho até a conversão" excluirão os eventos de pesquisa natural. No entanto, você ainda terá acesso aos dados da pesquisa natural nos arquivos da Transferência de dados.

      O suporte ao cliente configura seu anunciante com a opção de atribuição que você preferir.

      Como alterar a opção de atribuição

      Se você implementar uma opção de atribuição, mas decidir que precisa usar o outro tipo, fale com o suporte ao cliente do Search Ads 360. Não é necessário alterar as tags existentes.

    • O nome e o valor do seu parâmetro de exclusão.

      Parâmetro de exclusão

      Para diferenciar os cliques de pesquisa paga e natural, os URLs da página de destino dos anúncios de pesquisa precisam incluir um parâmetro de exclusão de URL. Quando uma página de destino é carregada no seu site, o campo dc_natural_search da tag global (ou a tag de pesquisa natural adicional) verifica esse parâmetro. Se o parâmetro estiver no URL, a pesquisa natural registrará que a visita foi gerada por um clique da pesquisa paga.

      É possível nomear o parâmetro e o valor dele como você quiser, desde que a sintaxe key=value seja incluída. Por exemplo, nst=0. Caso você já use um parâmetro que identifica a origem do URL como o Search Ads 360, é possível utilizar o parâmetro existente. Por exemplo, se você vinculou sua conta do Search Ads 360 ao Google Analytics ou ativou a codificação automática no Google Ads, poderá usar gclid=* como o parâmetro de exclusão.

      Se as páginas de destino das palavras-chave não tiverem um parâmetro de exclusão, o relatório de pesquisa natural mostrará as visitas provenientes desses termos como "naturais".

      Parâmetros de exclusão e acompanhamento paralelo

      Se alguma das suas contas do Google Ads usar o acompanhamento paralelo, talvez você precise seguir etapas adicionais para garantir que o parâmetro de exclusão esteja disponível na página de destino:

      • Se você usar o parâmetro de URL gclid (ID de clique do Google) como parâmetro de exclusão, verifique se a codificação automática do Google Ads está ativada. Com a codificação automática, o Google Ads adicionará o parâmetro gclid a cada clique. Se o Search Ads 360 adicionar o parâmetro gclid em vez do Google Ads, o acompanhamento paralelo impedirá que o parâmetro alcance sua página de destino.
      • Se você usar um parâmetro de exclusão diferente de gclid, será preciso defini-lo diretamente em cada URL final. Com o acompanhamento paralelo, os parâmetros de URL definidos em modelos de URL não estarão disponíveis para suas páginas de destino.

      Saiba mais sobre os problemas de compatibilidade com o acompanhamento paralelo do Google Ads.

  2. A equipe de suporte usa as informações enviadas para criar um campo dc_natural_search para seu snippet global ou gerar outra tag da Pesquisa natural do Search Ads 360.
  3. Marque a caixa de seleção Pesquisa natural nas configurações das suas atividades do Floodlight.
  4. Adicione o parâmetro de exclusão a todos os URLs da página de destino das palavras-chave no Search Ads 360, caso ainda não tenha feito isso.
    Inclua esse parâmetro em todas as novas palavras-chave que forem criadas. Caso contrário, as visitas provenientes desses termos serão registradas como naturais nos relatórios de pesquisa natural.
  5. Implante a tag da Pesquisa natural do Search Ads 360 no seu site.

Depois de configurar a Pesquisa natural do Search Ads 360, você poderá gerar os relatórios correspondentes.

Isso foi útil?
Como podemos melhorá-lo?