Reembolsos, devoluções, anulações e cancelamentos

 

Os comerciantes lidam com reembolsos, estornos, cancelamentos e anulações de transações feitas com o Google Pay do mesmo jeito que qualquer outra forma de pagamento, com uma exceção importante. 

Para processar um reembolso ou anular uma compra, pode ser necessário solicitar que o cliente informe os últimos quatro dígitos do cartão usado na transação. Esses dígitos devem ser do número de conta virtual, e não do número real do cartão. Veja como os clientes podem encontrar o número de conta virtual deles no Google Pay. 

Com essa informação, os comerciantes postam o reembolso ou a reversão de autorização no token, e o adquirente encaminha o reembolso ou a anulação da transação para o número real do cartão de crédito do cliente.  

O Google Pay aceita estornos parciais e de mais valia ou reembolsos excedentes em que o valor devolvido a um cliente é maior que a quantia paga na transação inicial. Os comerciantes realizam esses processos da mesma forma que fariam no caso de transações concluídas com outra forma de pagamento.

Saiba mais sobre a tokenização de cartões e como os pagamentos funcionam no Google Pay.

Os comerciantes lidam com reembolsos, devoluções, cancelamentos e transações anuladas pagas com o Google Pay do mesmo jeito que qualquer outra forma de pagamento em e-money.

Para reembolsos na loja de transações que envolvam qualquer um dos cartões do Google Pay, você pode invocar uma chamada e atualizar o saldo no cartão. Saiba mais sobre como integrar e usar a API Google Pay for Passes (somente em inglês) para aprimorar a experiência de compra dos seus clientes nas lojas.
Isso foi útil?
Como podemos melhorá-lo?