Glossário de termos

A linguagem, o vocabulário e os jargões dos testes.

Para que você aproveite ao máximo o Optimize, é importante entender alguns conceitos e termos.

Teste A/B

(teste A/B/n, experimento)

Um experimento aleatório que usa duas ou mais variantes da mesma página da Web (A e B). A variante A é a original, e cada uma das variantes de B até n contém pelo menos um elemento diferente da original.

Saiba mais sobre como criar um teste A/B.

Combinação

Em um teste multivariável (MVT) com diversas seções, uma combinação é um conjunto de alterações montado com uma variante de cada seção. O número total de combinações é igual à quantidade de variantes em todas as seções.

Consulte também: Teste multivariável.

Contêiner

(snippet de contêiner, código do contêiner, código da avaliação)

Um contêiner armazena todas as informações de configuração do Optimize referentes às experiências de um site (testes e personalizações). Um "snippet de contêiner" é um trecho do código JavaScript que é adicionado a uma página da Web onde você quer utilizar o Optimize para apresentar aos usuários uma nova experiência, enquanto o "código de contêiner" é uma string alfanumérica (por exemplo, GTM-A1B2CD) que o identifica exclusivamente. O código do contêiner também é chamado de OPT_MEASUREMENT_ID em exemplos de código.

Saiba mais sobre as contas e os contêineres.

Conversão

(descrição retirada do artigo Conversão do GA)

A conclusão das ações é importante para o sucesso da sua empresa. Como exemplos, podemos citar uma inscrição para receber newsletters por e-mail (uma conversão de meta) e uma compra (uma transação, às vezes chamada de conversão de comércio eletrônico).

Consulte também: "Taxa de conversão", "Conversões do experimento" e "Taxa de conversão calculada".

Taxa de conversão

(descrição retirada do artigo Taxa de conversão do GA)

É o número de conversões de objetivos dividido pela quantidade total de sessões.

Taxa de conversão calculada

(CCR, taxa de conversão observada)

Conversões do experimento divididas pelas sessões experimentais. Esse valor é exibido como uma porcentagem.

Página do editor

É a página da Web usada como modelo ao definir as alterações de uma variante. Observação: isso pode ser diferente das regras de segmentação por URL.

Experimento

(teste, experiência)

Um experimento é um método de testar diferentes variantes de páginas da Web e determinar qual é mais eficaz para atingir um objetivo. Os exemplos incluem testes A/B, de redirecionamento e multivariáveis.

Sessões experimentais

São todas as sessões atribuídas ao experimento. A atribuição do usuário começa quando o experimento é mostrado a ele e acaba quando o teste é encerrado. Todas as sessões durante esse período, independentemente de o experimento ter sido aplicado ou não, serão contabilizadas.

Conversões do experimento

São as conversões em qualquer sessão experimental, exceto as conversões na primeira sessão do usuário que ocorrem antes da exibição do experimento.

Experimento fatorial fracionário

Quando apenas um subconjunto de todas as combinações possíveis é veiculado para encontrar resultados rapidamente. Esses experimentos não utilizam a análise de interação detalhada disponível que usa experimentos fatoriais completos. Assim, a descoberta dos resultados ocorre com mais rapidez.

Experimento fatorial completo

Todas as combinações de um experimento multivariado são veiculadas aos usuários para que seja possível entender as interações entre as variantes. Geralmente leva mais tempo para que essas variações atinjam valores significativos, mas isso também permite uma avaliação detalhada das interações.

Metas

(metas do Google Analytics)

Consulte "Objetivos".

Líder

É a variante com o melhor desempenho em relação ao objetivo.

Taxa de conversão estimada

(MCR, taxa de conversão estimada, taxa de conversão projetada)

É a taxa de conversão esperada em longo prazo com base nos dados observados até o momento. O Optimize considera o dia da semana (e outros indicadores) nas simulações estatísticas para que a taxa de conversão estimada seja diferente da taxa de conversão histórica avaliada até agora.

Melhoria estimada

(MI, nível de melhoria confiável)

É a diferença relativa entre as taxas de conversão da variante e da original para um determinado objetivo. O intervalo confiável é o intervalo provável entre essas duas taxas. O Optimize usa a análise bayesiana para determinar o desempenho das variantes em longo prazo, e o intervalo confiável é o equivalente bayesiano de um intervalo de confiança.

Teste multivariável

(MVT, teste composto)

Um experimento que testa duas ou mais seções para entender os efeitos de umas sobre as outras. Por exemplo, variantes de um título podem ser testadas ao mesmo tempo que variantes de uma imagem hero. Em vez de mostrar qual variante da página é mais eficaz (como em um teste A/B), o teste multivariável identifica a combinação mais eficiente. Normalmente, o teste multivariável testa ao mesmo tempo diversas variantes de vários elementos de página, e não duas ou três variantes, como nos testes A/B simples. Saiba mais sobre como criar um teste multivariável.

Objetivo

(objetivos do sistema, metas do Google Analytics e objetivos personalizados)

Um objetivo é a métrica do site que você quer otimizar. Pense neles como métricas ou atividades que você irá comparar com suas variantes (por exemplo, visualizações de página, taxa de rejeição, tempo no site, entre outras). Há três tipos de objetivo no Optimize: objetivos do sistema, metas do Google Analytics e objetivos personalizados. Saiba mais sobre os objetivos.

Dados observados

Os dados observados são provenientes da propriedade vinculada do Google Analytics a partir da data/hora exibida no relatório.

Visto em: Relatórios do Optimize.

Análise do Optimize

A análise do Optimize inclui a probabilidade de ser a melhor variação (PBB), a probabilidade de superar a variante original (PBO), a taxa de conversão modelada (MCR) e a melhoria estimada (MI).

Visto em: Relatórios do Optimize.

Original

(linha de base)

É sua página da Web atual sem qualquer modificação.

Personalização

Uma personalização é um conjunto de alterações feitas no site para um grupo específico de visitantes. Ao contrário dos experimentos, ela pode ser permanente e não tem variantes. É um grupo único de mudanças no site que são exibidas a todos os usuários que estão dentro das condições de segmentação.

Probabilidade de superar a variante original

(PBO, probabilidade de superar a linha de base)

É a probabilidade de uma determinada variante gerar uma taxa de conversão melhor do que a original.

Probabilidade de ser a melhor variação

(PBB)

É a probabilidade de uma determinada variante apresentar um desempenho melhor que as demais.

Destino do redirecionamento

Uma página da Web diferente e única usada como uma variante em um experimento de redirecionamento.

Teste de redirecionamento

(teste A/B de URL)

Um teste de redirecionamento é um tipo de teste A/B que permite comparar páginas da Web diferentes. Neles, as variantes são identificadas pelo URL ou caminho, em vez dos elementos na página. Eles são úteis quando você deseja testar duas páginas de destino muito diferentes ou a reformulação completa de uma página. Saiba mais sobre como criar um teste de redirecionamento.

Seção

(fator, elemento)

Uma seção é um grupo de variantes. Cada uma das variações pode modificar diversos elementos da página, como um título, imagem ou botão. Um teste A/B contém apenas uma seção (com uma ou mais variantes), enquanto um multivariável (MVT) testa várias seções simultaneamente.

Sessão

(descrição retirada do artigo Sessão do GA)

É o período em que um usuário está ativo no seu site ou aplicativo. Por padrão, se ele ficar inativo por 30 minutos ou mais, qualquer atividade futura será atribuída a uma nova sessão. Os usuários que saem do site e retornam em menos de 30 minutos são contabilizados como parte da sessão original.

Regras de segmentação

(regras de segmentação por URL, regras)

As regras são a base da segmentação do Optimize. Um experimento só será realizado quando suas regras de segmentação forem atendidas. As regras podem ser usadas para segmentar tudo, desde regiões geográficas até comportamentos específicos do usuário.

Variante

(variação, nível)

Uma variante pode ser uma alteração em um único elemento, mudanças em vários elementos ou uma página totalmente diferente em um experimento, entre outras possibilidades. Em um experimento A/B, a unidade da variante pode ser uma página da Web ou um elemento dela. Em um experimento multivariado, você tem diversas variantes de cada seção.

Isso foi útil?
Como podemos melhorá-lo?