Atualização de 2015 da Especificação do feed do Google Shopping e da Taxonomia do produto do Google

Atualizamos a Especificação do feed do Google Shopping e a Taxonomia do produto do Google com o objetivo de criar uma experiência mais completa para clientes que pesquisam seus produtos on-line e para simplificar o fornecimento de informações em seu feed. Algumas das atualizações requerem alterações nos dados atuais de seus produtos, que devem ser implementadas até 15 de setembro de 2015. 

Especificação do feed de produtos do Google Shopping

  • Para os EUA, agora é possível enviar Atributos de unidades e quantidade para oferecer suporte a produtos vendidos em lotes ou por volume, como pisos e azulejos. Saiba mais
  • Refinamos nossas diretrizes e requisitos sobre GTINs, pois eles identificam um produto de forma única e completa no mercado global. Quando envia esses identificadores, você nos ajuda a melhorar seus anúncios e torna mais fácil para os usuários localizarem o produto que você vende. Saiba mais
  • Nossas regras de envio ficaram mais rígidas no que diz respeito ao Atributo de ID para evitar envios de caracteres ou sequências inválidos, pois são difíceis de processar. Por exemplo, não permitiremos mais espaços em branco à direita ou caracteres de controle. Saiba mais
  • Atributos de variantes e de vestuário foram simplificados em uma única seção, chamada de Atributos detalhados do produto e Agrupamentos de itens. Os requisitos para esses atributos foram expandidos para o Brasil. Com essa alteração, você poderá enviar todos os detalhes de produto disponíveis para descrevê-los da maneira mais precisa possível. Quando você fornece detalhes precisos, ajuda seus clientes a localizarem seus produtos. Saiba mais
  • Para atender a solicitações recorrentes, introduzimos IDs da categoria do produto do Google numéricos estáveis como alternativa ao caminho da Categoria do produto do Google. Agora você pode enviar o ID da categoria, em vez do caminho completo. Saiba mais
  • Estamos expandindo nossos Requisitos de envio para Suíça, República Checa, Países Baixos, Itália, Espanha e Japão, para possibilitar a exibição do preço total aos usuários. Essa atualização traz benefícios a você e aos usuários, pois eles terão acesso a informações de custo completas e isso impulsiona conversões para seu negócio. Saiba mais 

Taxonomia do produto do Google

  • Simplificamos diversos caminhos da Taxonomia do produto do Google ao incluir diversas categorias nos respectivos nós principais. Não é mais necessário inserir subcategorias para:
    • Casacos e jaquetas
    • Camisetas e tops
    • Calças
    • Shorts
    • Roupas de banho
    • Bolsas
    • Sapatos
    • Medicamentos
    • Livros
    • Acessórios para consoles de videogame
  • A maioria das categorias em Roupas esportivas agora está incluída nos correspondentes não esportivos. Por exemplo, "Saias esportivas" agora são encontradas em "Saias". Essas categorias incluem:
    • Vestidos esportivos
    • Jaquetas de ginástica
    • Malhas de ginástica e de dança
    • Calças esportivas
    • Camisas esportivas
    • Shorts esportivos
    • Saias esportivas
    • Regatas esportivas
    • Roupas íntimas esportivas
    • Conjuntos de roupas esportivas
  • Adicionamos mais subcategorias a estas indústrias:
    • Alimentos, bebidas e tabaco
    • Adultos
  • Algumas indústrias foram submetidas a retrabalho significativo e pode ser necessário acessar novamente suas categorias de produto do Google informadas para itens que se encaixam nestas categorias:
    • Artesanato
    • Decoração
    • Ferramentas
    • Artigos esportivos
    • Peças e acessórios automotivos

Assim como ocorreu no ano passado, algumas das alterações não estarão visíveis imediatamente a usuários do Google Shopping, pois queremos dar a você tempo suficiente para fazer alterações nos dados de seus produtos. Para atualizar seus dados, analise a Especificação do feed de produtos, o Resumo dos requisitos de atributos e a Taxonomia do produto do Google. Também sugerimos que você use o recurso de feeds de teste, o depurador de feeds e a guia Diagnósticos para garantir que os dados atualizados do produto sejam processados corretamente. Consulte também a documentação da API Content for Shopping.

Obrigatoriedade

Você pode começar a enviar dados atualizados de seus produtos agora mesmo. Caso seus dados estejam formatados incorretamente, o item será rejeitado durante o processamento do feed. Os atributos novos e atualizados serão obrigatórios a partir de 15 de setembro de 2015, exceto os requisitos de envio expandido. Como especificar taxas de envio precisas é mais complexo, você terá mais tempo para implementar essa alteração e a obrigatoriedade valerá a partir de 1º de fevereiro de 2016.

Os valores enviados por você para o atributo 'categoria google do produto' [google product category] podem ser qualquer valor de taxonomia que publicamos desde agosto de 2011. Embora não seja obrigatório, recomendamos que você atualize seus valores para o atributo 'categoria google de produtos' [google product category] para usar os valores mais recentes de taxonomia. Se você usa o atributo do produto 'categoria' [category] em suas campanhas no Google Shopping, alguns de seus produtos podem ter sido atribuídos a um lance diferente, pois estão categorizados de maneira diferente.

Após o prazo estabelecido, os itens que não estiverem em conformidade nos dados de seus produtos poderão ser reprovados e removidos do Google Shopping. 

A obrigatoriedade começa em 1º de junho de 2015

  • IDs numéricos da categoria do produto do Google: se você enviar esse IDs, eles devem ser válidos. Envios inválidos serão reprovados.

A obrigatoriedade começa em 15 de setembro de 2015

  • GTINs: para Austrália, Brasil, República Checa, França, Alemanha, Itália, Japão, Holanda, Espanha, Suíça, Reino Unido e EUA, será necessário enviar os atributos 'gtin' e 'marca' [brand] para todos os produtos de uma marca indicada vendidos na condição 'novo' [new]. A lista de marcas indicadas aumentará ao longo do tempo. Os requisitos permanecem iguais para produtos que não atendem a esses critérios.
  • Atributo de ID: será necessário enviar strings válidas e exclusivas. Envios inválidos serão reprovados.
  • Atributos detalhados do produto e Agrupamentos de itens: agora esses atributos podem ser enviados para todos os produtos, caso existam, sejam relevantes para identificar o produto e se as informações corresponderem aos valores aceitos para os atributos detalhados do produto. Para o Brasil, os atributos 'cor' [color], 'idade' [age group] e 'sexo' [gender] são obrigatórios para a categoria 'Vestuário e acessórios', e o atributo 'tamanho' [size] é obrigatório para as categorias 'Vestuário e acessórios > Roupas' e 'Vestuário e acessórios > Sapatos'. Esses requisitos já estão em vigor na França, na Alemanha, no Japão, no Reino Unido e nos EUA.

A obrigatoriedade começa em 1º de fevereiro de 2016

  • Custos de envio: é necessário enviar custos de envio precisos para EUA, Reino Unido, Alemanha, Austrália, França, Suíça, República Checa, Países Baixos, Itália, Espanha e Japão. Se não for possível configurar o preço de envio preciso, será necessário estimar um valor superior quando inserir o valor.
Isso foi útil?
Como podemos melhorá-lo?

Precisa de mais ajuda?

Faça login e veja mais opções de suporte para resolver o problema rapidamente.