Ver e restringir os dispositivos compatíveis com o app

Depois de fazer upload de pelo menos um pacote de app no Play Console, será possível ver uma lista de dispositivos compatíveis com seu app. Para garantir a maior disponibilidade possível, confira regularmente as listas de aparelhos compatíveis e excluídos.

Acesse a página Catálogo de dispositivos (Versão > Alcance e dispositivos > Catálogo de dispositivos).

Esse catálogo não é válido para apps instantâneos.

Começar com o catálogo de dispositivos

Esta seção contém todas as informações que você precisa saber para começar a usar o catálogo de dispositivos.

Aceitar os Termos de Serviço do catálogo de dispositivos

Na primeira vez que acessar o catálogo de dispositivos, você vai precisar ler e aceitar os Termos de Serviço. Para você aceitar os novos termos, a conta precisa ser sua ou ter a permissão global "Gerenciar versões de produção". Depois de aceitar os termos de um app na sua conta, você poderá continuar usando o catálogo de dispositivos para todos os seus apps.

Se você não aceitar os Termos de Serviço:

  • não poderá acessar o catálogo de dispositivos;
  • não poderá excluir dispositivos da distribuição.

Entender os principais conceitos

As perguntas abaixo abordam os principais conceitos sobre o catálogo e as restrições de dispositivos. Clique em uma pergunta para abrir e ver a resposta ou para fechá-la.

O que é um modelo de dispositivo? O que é uma variante do dispositivo?

Um modelo de dispositivo é um conceito definido por um fabricante de equipamento original (OEM). É como o Play Console descreve um aparelho para restringir as propriedades dele e agrupar modelos semelhantes com base nos dispositivos Android ativos atuais.

Um modelo é composto por dois atributos: marca de varejo e dispositivo. Ambos são especificados pelo OEM.

  • Marca de varejo: android.os.Build.Brand. A marca, que é como o dispositivo é comercializado, talvez não seja a mesma do fabricante. Saiba mais.
  • Dispositivo: android.os.Build.Device. Saiba mais.

Por exemplo, Google Oriole é um modelo de dispositivo.

Cada modelo de dispositivo também tem um nome voltado ao usuário, conhecido como nome de marketing. Por exemplo, o nome de marketing do Google Oriole é Pixel 6.

Um modelo tem vários atributos de hardware e de software. Por si só, talvez ele não seja suficiente para especificar exclusivamente esses atributos. Por exemplo, os modelos de dispositivos geralmente têm variantes com diferentes versões do Android, RAM e armazenamento.

Veja um resumo do que é mais importante observar sobre os modelos de dispositivos:

  • Já que um dispositivo por si só não é exclusivo e pode ser adotado por vários fabricantes, ele não deve ser usado sem a marca.
  • O modelo nem sempre é suficiente para identificar as especificações do dispositivo, porque podem existir variantes.
  • O nome de marketing não é suficiente para especificar o modelo do dispositivo, já que um fabricante pode usar o mesmo nome para várias combinações do formato {brand device}.

No Play Console, os dispositivos são exibidos no formato {brand device} (nome de marketing), por exemplo: "google oriole (Pixel 6)", para que seja fácil conectar o nome direcionado ao usuário com as especificações do dispositivo.

Quais dispositivos aparecem no catálogo? Quando novos dispositivos aparecem?

Os dispositivos aparecem no catálogo assim que são usados por uma quantidade relevante de usuários.

O catálogo mostra dispositivos certificados e não certificados. Saiba mais sobre a certificação de dispositivo abaixo.

Meu app ou jogo estará disponível em um novo dispositivo?

Qualquer dispositivo novo estará disponível para veiculação, mesmo antes de ficar visível no catálogo, desde que:

  • esteja incluído nas declarações de dispositivo no manifesto do app; e
  • não seja excluído do Play Console.

Isso significa que os usuários poderão instalar seu app em modelos de dispositivos não certificados, a menos que você tome medidas para restringir isso. Saiba mais sobre a certificação de dispositivo abaixo.

O que é a certificação de dispositivo? Como os dispositivos não certificados são tratados no Google Play?

Um modelo de dispositivo é certificado quando o OEM confirma que ele é compatível com o Android fazendo upload de uma cópia dos resultados do teste de compatibilidade do Android para o Google. No caso dos modelos não certificados, não há esse upload. Como resultado:

  • dispositivos não certificados podem não ser seguros;
  • dispositivos não certificados podem não receber atualizações do sistema Android ou atualizações de apps;
  • apps e recursos em dispositivos não certificados podem não funcionar corretamente;
  • talvez o backup dos dados em dispositivos não certificados não seja feito de modo seguro.

Veja algumas informações importantes sobre o tratamento e o comportamento de dispositivos certificados e não certificados:

  • Visibilidade no catálogo: os modelos de dispositivos não certificados serão exibidos no catálogo quando tiverem uma quantidade relevante de usuários. Para ver esses modelos, filtre por status de certificação de dispositivo na lista. Os modelos de dispositivos certificados podem ter variantes não certificadas. Isso ocorre quando os dispositivos são informados como um modelo certificado, mas não são aprovados nas verificações de integridade do Google Play. Eles não aparecerão no catálogo de dispositivos.
  • Distribuição: o app pode estar disponível para instalação no Google Play em modelos de dispositivos não certificados, a menos que você tome medidas para restringir isso. Acesse a seção sobre gerenciamento da distribuição do app em dispositivos que não atendem aos requisitos de integridade para saber mais.
  • Métricas do Android vitals: somente os dispositivos certificados com integridade total contribuem para as métricas de qualidade técnica que afetam a descoberta e a promoção do app no Google Play.

Entender a segmentação por dispositivo do app

O conjunto de modelos em que os usuários podem descobrir e instalar seu app no Google Play é conhecido como dispositivos segmentados. Os dispositivos segmentados são determinados por dois fatores: as declarações do manifesto e as regras de exclusão do console. Essas declarações e regras operam em dispositivos e apps em diferentes níveis de granularidade.

As declarações de manifesto definem os dispositivos compatíveis com o app. Elas funcionam com dispositivos específicos. Por exemplo, definir minSdk como Android 9 garante que apenas dispositivos com Android 9 ou versões posteriores serão qualificados para o app. Se um modelo de dispositivo tiver algumas variantes no Android 9 e outras em versões mais antigas, as variantes no Android 9 serão qualificadas, mas as versões anteriores não.

É possível aplicar exclusões no console em dois níveis:

  1. No nível do modelo do dispositivo: neste cenário, todos os dispositivos com esse modelo são excluídos.
  2. No nível da regra: as exclusões baseadas em regras se aplicam no nível do dispositivo individual, assim como as declarações de manifesto. Isso significa que alguns modelos de dispositivos podem ser exibidos no catálogo como parcialmente excluídos.

Observação: as exclusões substituem os dispositivos compatíveis declarados no manifesto do app.

Para ver todos os dispositivos disponíveis e saber onde seu app pode ser distribuído no Google Play, faça o seguinte:

  1. Abra o Play Console e acesse a página Catálogo de dispositivos (Versão > Alcance e dispositivos > Catálogo de dispositivos).
  2. Selecione as guias Todos, Compatíveis, Excluídos ou Segmentados.
  3. Para fazer o download de uma lista de dispositivos em um arquivo CSV, clique em Exportar lista de dispositivos no lado direito da página.

Para entender o status de segmentação de um modelo de dispositivo individual, consulte a coluna "Status" nas páginas Lista de dispositivos ou Detalhes do dispositivo. Ela mostra o status de segmentação por dispositivo de todos os pacotes de apps ativos ou APKs associados ao app. Abra a seção abaixo para ver possíveis status de segmentação por modelo de dispositivo.

Status de segmentação por modelo de dispositivo
  • Compatível: o app está disponível para os usuários desse dispositivo no Google Play.
  • Parcialmente compatível: o app está disponível para algumas variantes desse modelo de dispositivo, mas não para todas.
  • Excluído por regra: seu app não está disponível para esse modelo de dispositivo. Você verá esse status se tiver uma regra de exclusão que inclua esse modelo de dispositivo.
  • Parcialmente excluído por regra: o app está disponível para algumas variantes desse modelo de dispositivo, mas não para todas. Você verá esse status se tiver uma regra de exclusão na RAM, que pode mudar entre as variantes de um modelo de dispositivo.
  • Excluído manualmente: seu app não está disponível para esse modelo de dispositivo. Esse status só será exibido se você tiver excluído manualmente o modelo do dispositivo.
  • Não compatível: o app não está disponível para dispositivos com esse modelo. Esse status será exibido se o manifesto exigir um recurso ou uma propriedade (por exemplo, tamanho da tela ou nível do SDK) não disponível no dispositivo. Por exemplo, alguns dispositivos podem não ter um sensor de bússola. Se a funcionalidade principal do app exigir o uso de um sensor de bússola, o app não será compatível com esses dispositivos.
    • Observação: esse status vai aparecer quando todas as variantes associadas a um modelo de dispositivo não forem compatíveis. Se algumas variantes forem compatíveis, o status exibirá "Compatível parcialmente".

Veja algumas informações importantes sobre a segmentação por dispositivo:

  • A exclusão de dispositivos é gerenciada por app.
  • O status "Compatível com o dispositivo" é exibido no nível da faixa porque foi declarado no manifesto. Como pode haver pacotes diferentes lançados em faixas diferentes (produção, teste aberto e fechado, teste interno), nos detalhes do dispositivo, você também verá um status para cada faixa. Por exemplo, se a versão Beta do seu app exigir mais recursos do que a versão de produção, um dispositivo poderá ser compatível com a produção, mas não com Beta.

Pesquisar e filtrar a lista de dispositivos

A lista mostra os modelos de dispositivo da guia que você selecionou (todos os dispositivos, dispositivos compatíveis etc.), classificados por modelo.

É possível restringir a lista de dispositivos de duas maneiras:

  1. Use a barra de pesquisa na parte de cima da página para filtrar a lista ou procurar modelos de dispositivos individuais.
  2. Filtre a lista de modelos por dispositivo, fabricante ou outros atributos.

Ver detalhes do dispositivo

Para entender mais sobre um modelo de dispositivo, incluindo as variantes, clique na página de detalhes.

A página de detalhes dá mais informações sobre as especificações e variantes do dispositivo para o modelo selecionado. Abra a seção abaixo para ver possíveis detalhes do dispositivo.

Detalhes do dispositivo
  • Resumo: métricas importantes para este modelo de dispositivo no seu app e distribuições do modelo por RAM e versão do Android para o app. Essas informações podem ajudar a estabelecer a lógica de segmentação correta para o dispositivo e resolver problemas relacionados ao modelo.

    Atributos consistentes: são atributos iguais para todas as variantes do modelo de dispositivo.

    Atributos de variáveis: são atributos que podem mudar para diferentes versões ou variantes do modelo do dispositivo. Para restringir as variantes de interesse, selecione os atributos importantes.

    Lista de variantes: é a lista de todas as variantes conhecidas do modelo de dispositivo, considerando todos os filtros que você aplicou em atributos de variáveis. A lista de variantes mostra apenas as variantes certificadas.

    Variante mais conhecida: é a variante desse modelo de dispositivo com o maior número de instalações do Google Play. Isso inclui todos os apps do Google Play, e não é específico ao seu. Se um modelo de dispositivo tiver muitas variantes, a variante mais conhecida será um ponto de referência para definir qual modelo conseguir e em que modelo testar.

Excluir a distribuição de apps para determinados dispositivos

É possível configurar regras para excluir dispositivos da distribuição do seu app no Google Play. Os dispositivos excluídos não poderão ver nem instalar seu app no Google Play.

Antes de configurar qualquer regra de exclusão, observe o seguinte:

  • As regras de exclusão de dispositivos não se aplicam aos testadores internos.
  • A exclusão do dispositivo não impede que os usuários acessem o app de outra forma, por exemplo, por outro canal de distribuição ou por sideload. Se você quiser proteger o app no ambiente de execução, considere integrar a API Play Integrity.

Abra e feche as seções abaixo para entender as diferentes opções de gerenciamento de distribuição de apps.

Gerenciar a distribuição do app em modelos de dispositivos específicos

Excluir manualmente os dispositivos com problemas conhecidos de compatibilidade ajuda você a proporcionar uma experiência melhor aos seus usuários. Isso é chamado de exclusão manual.

Antes de excluir qualquer dispositivo, observe o seguinte:

  • Essa mudança exclui os modelos de dispositivos selecionados para todo o app. Não é possível excluir pacotes de apps ou APKs individuais.
  • As exclusões de modelos de dispositivos afetam todas as variantes do dispositivo, inclusive as variantes futuras. Caso a motivação para exclusão seja garantir que o app não esteja disponível em modelos de dispositivos com especificações baixas, considere usar exclusões baseadas em regras.

Excluir um dispositivo

  1. Abra o Play Console e acesse a página Catálogo de dispositivos (Versão > Alcance e dispositivos > Catálogo de dispositivos).
  2. Selecione o modelo do dispositivo que você quer excluir e acesse a página de detalhes.
  3. No canto superior direito da tela, selecione Excluir dispositivo. O modelo de dispositivo que você selecionou na etapa 2 e todas as variantes dele serão excluídos.
Gerenciar a distribuição do app usando regras baseadas na especificação do dispositivo

Para excluir dispositivos por indicadores de desempenho, é possível criar regras de segmentação com base no tamanho da RAM ou System on chip (SoC).

Por exemplo, se o app exigir uma capacidade significativa de armazenamento de dados, você poderá configurar uma regra para excluir dispositivos com menos de 512 MB de RAM.

Antes de configurar exclusões com base em regras, observe o seguinte:

  • As exclusões baseadas em regras se aplicam a novos dispositivos adicionados ao catálogo que atendem aos critérios de exclusão.
  • As regras de RAM só funcionam em dispositivos com Android 4.1 ou versões mais recentes (SDK 16+) e não se aplicam aos APKs do Wear OS. Essas regras são baseadas na memória no dispositivo (TotalMem), e não na memória com marca.

Configurar uma regra

  1. Abra o Play Console e acesse a página Catálogo de dispositivos (Versão > Alcance e dispositivos > Catálogo de dispositivos).
  2. Selecione Gerenciar regras de exclusão no canto superior direito da página.
  3. Selecione RAM ou System on chip.
    • Para adicionar várias regras, selecione o botão OU. Outro seletor aparecerá.
    • Para remover uma regra, selecione o ícone de cancelamento .
  4. Analise a lista de dispositivos exibida na parte de baixo da tela.
  5. Quando a regra segmentar a lista certa de dispositivos, salve as alterações.
Gerenciar a distribuição do app em dispositivos que não atendem aos critérios de integridade do dispositivo

É possível impedir que o app fique disponível em determinados dispositivos com base na resposta da API Play Integrity ao Google Play. Ao excluir aqueles que não atendem aos requisitos de integridade do dispositivo, você pode reduzir a distribuição do app para dispositivos perigosos, como aqueles com acesso root ou comprometidos, ou emuladores e ambientes desconhecidos.

Importante: a exclusão de dispositivos não exige a integração da API Play Integrity no app. Ela é baseada no veredito de integridade do dispositivo mais recente que o app Play Store recebe chamando a API Play Integrity.

Existem três opções de exclusão de dispositivos na API Integrity:

  • Não excluir: não exclui dispositivos com base na API Integrity.
  • Excluir somente falhas básicas: exclui dispositivos não confiáveis que não atendem à integridade básica.
  • Excluir todos os dispositivos com problemas de integridade e sem certificação do Google: exclui dispositivos não confiáveis que não atendem aos critérios de integridade do dispositivo.
 

Dica: você pode encontrar definições de integridade básica e integridade do dispositivo na documentação da API Play Integrity no site para desenvolvedores Android.

Configure regras de exclusão no catálogo de dispositivos com base na API Play Integrity:

  1. Abra o Play Console e acesse a página Catálogo de dispositivos (Versões > Alcance e dispositivos > Catálogo de dispositivos).
  2. Selecione a guia Dispositivos excluídos.
  3. Ao lado de "Regras de exclusão", selecione Gerenciar regras de exclusão.
  4. Ao lado de "API Integrity", escolha se você quer excluir dispositivos da distribuição do app com base na resposta dessa API. Os dispositivos excluídos não poderão ver nem instalar seu app no Google Play.
  5. Salve as mudanças.

Dica: a exclusão do dispositivo não impede que os usuários instalem seu app de outra forma, como por outro canal de distribuição ou por sideload. Por isso, considere integrar a API Play Integrity para o proteger durante a execução.

Se você estiver usando a API Play Integrity no app para o proteger no tempo de execução, também poderá atualizar essa regra de exclusão diretamente na guia API Integrity:

  1. Abra o Play Console e acesse a página Integridade do app (Versões > Configuração > Integridade do app).
  2. Selecione a guia API Integrity.
  3. Ao lado de "Exclusão de dispositivos", escolha se você quer excluir dispositivos da distribuição do app com base na resposta da API Integrity. Os dispositivos excluídos não poderão ver nem instalar seu app no Google Play.
  4. Salve as mudanças.
Gerenciar a distribuição do app em dispositivos compatíveis com o Android Go

É possível tornar o app indisponível em alguns dispositivos com base na compatibilidade com o Android (versão Go).

Detalhes do Android (versão Go)

O Android (versão Go) otimiza a experiência em dispositivos de nível básico que usam o Android 8.1 (nível 27 da API) ou versões mais recentes com 1 GB de RAM ou menos. Saiba como otimizar seus apps para dispositivos que usam o Android (versão Go).

Configurar regras de exclusão de dispositivos para Android (versão Go)

  1. Abra o Play Console e acesse a página Catálogo de dispositivos (Versões > Alcance e dispositivos > Catálogo de dispositivos).
  2. Selecione a guia Dispositivos excluídos.
  3. Ao lado de "Regras de exclusão", selecione Gerenciar regras de exclusão.

  4. Ao lado de "Exclusões do Android Go", selecione uma opção:
    • Exclusões do Android Go
      • Não excluir dispositivos Android Go: essa opção é selecionada por padrão.
      • Excluir dispositivos Android Go: impede que dispositivos com o Android Oreo (versão Go) instalem seu app no Google Play.
Isso foi útil?
Como podemos melhorá-lo?

Precisa de mais ajuda?

Faça login e veja mais opções de suporte para resolver o problema rapidamente.

Pesquisa
Limpar pesquisa
Fechar pesquisa
Google Apps
Menu principal
Pesquisar na Central de Ajuda
true
92637
false
false