Acerca do Planeador de alcance

Se pretender pedir acesso ao Planeador de alcance para a sua conta do Google Ads, utilize este formulário. O pedido de acesso não garante que o acesso ao Planeador de alcance lhe seja concedido. Se for aprovado, iremos enviar-lhe um e-mail quando o acesso for concedido.

O Planeador de alcance é uma ferramenta de planeamento de campanhas do Google Ads concebida para planear com precisão campanhas de vídeo baseadas no alcance apresentadas no YouTube, bem como em sites e apps de video partners.

Os dados do Planeador de alcance baseiam-se na metodologia Unique Reach da Google, são validados por terceiros e estão consistentes com o alcance e os lances efetivamente comunicados. O Planeador de alcance é atualizado semanalmente com vista a utilizar os dados mais recentes disponíveis.

Nota: o Planeador de alcance mostra estimativas de alcance e de frequência, mas não garante o desempenho. O desempenho efetivo da campanha depende de outros fatores (como a qualidade do anúncio, a relevância do anúncio e as definições da campanha).

Antes de começar

Pode utilizar o Planeador de alcance para efetuar o seguinte:

  • Planear o alcance, a frequência e os gastos dos seus anúncios no YouTube e em sites de Google video partners.
  • Criar e comparar a eficácia de diferentes combinações de tipos de campanhas (por exemplo, discovery TrueView e TrueView in-stream).
  • Ver estatísticas de alcance, de dispositivos e demográficas detalhadas referentes ao plano de meios selecionado.

Além disso, a nova versão do Planeador de alcance inclui as seguintes funcionalidades atualizadas:

  • Efetuar alterações a elementos publicitários individuais no plano de meios: clique no ícone de lápis Ícone de lápis/ícone de edição junto a um elemento publicitário no Planeador de alcance para ajustar rapidamente o orçamento, a localização, a segmentação, o limite de frequência, as redes, entre outros, para esse elemento publicitário.
  • Recomendações de formato de anúncio: pode permitir que o Planeador de alcance escolha os formatos de anúncios e as atribuições de orçamentos por si. Quando utiliza um plano recomendado em detrimento de um plano criado por si, permite ao Planeador de alcance estimar a melhor combinação de formatos de anúncios para ajudar a atingir o seu objetivo de marketing. Saber mais acerca dos planos recomendados no novo Planeador de alcance.
  • Uma interface totalmente reformulada: a nova versão do Planeador de alcance inclui melhores visualizações do desempenho estimado do plano de meios.

Como funciona

O Planeador de alcance foi concebido para gestores de meios que planeiam futuras campanhas de marca ou de vídeo, bem como para planeadores de estratégias que pretendem incorporar vídeo digital nos respetivos planos de meios.

O Planeador de alcance fornece uma previsão do desempenho do seu plano de meios, com base no público-alvo, no orçamento e noutras definições que pretenda definir, como a localização geográfica e os formatos de anúncios ("combinação de tipos de anúncios"). As previsões baseiam-se nas tendências do mercado publicitário, bem como no histórico de desempenho de campanhas semelhantes apresentadas anteriormente. 

Para captarem as tendências recentes, as previsões baseiam-se nos dados mais recentes disponíveis de um período de tempo idêntico às datas planeadas da sua campanha, até um máximo de 92 dias. Por exemplo, se a sua campanha estiver definida para ser apresentada durante 14 dias, a respetiva previsão será criada com base nos dados dos últimos 14 dias a partir de hoje. As previsões não contemplam explicitamente a sazonalidade e épocas festivas futuras.

Personalize o seu público-alvo ideal para planear com precisão o alcance, a frequência e os gastos dos seus anúncios através das seguintes métricas:

  • Alcance no público-alvo: o número de pessoas que se inserem na idade, no sexo e na localização geográfica definidos na sua campanha (também conhecidos como "público-alvo") que se prevê que o seu plano alcance.
  • Alcance de % no público-alvo: a percentagem do público-alvo definido da sua campanha que se prevê que o seu plano alcance.
  • Frequência média: o número médio de visualizações previstas do seu anúncio por uma pessoa durante o período da campanha.
  • CPM total: o custo por mil impressões (CPM) no alcance total do seu plano, e não apenas no grupo demográfico segmentado (alcance no público-alvo).
  • CPM no público-alvo: o custo por mil impressões (CPM) no seu público-alvo (alcance no público-alvo).
  • Audiência dentro do público-alvo (TRP): também conhecida como audiência bruta (GRP) no público-alvo. A TRP é calculada como a percentagem de alcance no público-alvo multiplicada pela frequência média. Por exemplo, se o plano de meios alcançar 10% do seu público-alvo com uma frequência de 1, a TRP será 10. Este valor é calculado de forma diferente das GRPs porque se baseia nas pessoas do seu público-alvo, e não em todas as pessoas nessa localização geográfica.
  • Custo por audiência dentro do público-alvo (CPP): o valor gasto para alcançar uma única TRP numa campanha. O CPP é calculado como o custo total dividido pela TRP.
  • População do recenseamento: o número total de pessoas na localização e nos grupos demográficos segmentados com base em dados de recenseamento.
  • População digital: o número total de pessoas na localização e nos grupos demográficos segmentados que comunicaram ter utilizado a Internet nos últimos 30 dias.
  • População da TV: o número total de pessoas na localização e nos grupos demográficos segmentados que comunicaram ter visto TV nos últimos 30 dias.
  • População do YouTube: o número total de pessoas no público-alvo que podem ser alcançadas por anúncios no YouTube e em Google video partners durante um período médio de 28 dias.

Disponibilidade

O Planeador de alcance está disponível nos seguintes países:

  • Américas: Argentina, Brasil, Canadá, Chile, Colômbia, Costa Rica, Equador, México, Panamá, Peru, Porto Rico, Estados Unidos, Venezuela
  • Europa, Médio Oriente e África: Áustria, Barém, Bélgica, Bulgária, Croácia, República Checa, Dinamarca, Egito, Alemanha, Grécia, Finlândia, França, Hungria, Israel, Irlanda, Itália, Quénia, Koweit, Letónia, Líbano, Lituânia, Marrocos, Países Baixos, Nigéria, Noruega, Omã, Polónia, Portugal, Catar, Roménia, Rússia, Arábia Saudita, Sérvia, Eslováquia, Eslovénia, Espanha, África do Sul, Suécia, Suíça, Turquia, Ucrânia, Emirados Árabes Unidos, Reino Unido
  • Ásia-Pacífico: Austrália, Coreia do Sul, Filipinas, Hong Kong, Índia, Indonésia, Japão, Malásia, Nova Zelândia, Paquistão, Singapura, Tailândia, Taiwan, Vietname
Nota: consoante o seu país, os dados populacionais da TV e do YouTube podem não estar disponíveis na previsão do plano de meios.

Previsões

A previsão do plano de meios tem em conta o público-alvo, as definições dos anúncios, os formatos de anúncios, o orçamento e os modelos de preços para estimar o desempenho futuro. Quando utilizar o Planeador de alcance para obter previsões do seu plano de meios, irá obter uma vista geral do desempenho esperado enquanto coloca o cursor do rato sobre a curva de alcance, bem como previsões mais detalhadas na tabela.

  • Segmentação por público-alvo e conteúdo: pode especificar o grupo de pessoas que pretende que vejam o seu anúncio. Tenha em atenção que adicionar várias camadas de públicos-alvo ao plano de meios ou elemento publicitário individual pode resultar num alcance limitado. Pode definir o público-alvo pelo seguinte:
    • Localização (por país e moeda)
    • Idade e sexo
    • Afinidade
    • Afinidade personalizada
    • Intenções personalizadas
    • Segmentos no mercado
    • Padrões do consumidor
    • Eventos da vida
    • Estatuto parental ("Pais" ou "Sem filhos")
  • Definições dos anúncios: pode personalizar a duração dos anúncios, o limite de frequência, bem como os dispositivos e as redes onde vão ser apresentados.
    • Intervalo de datas: pode escolher um intervalo de datas de 1 a 90 dias.
    • Limite de frequência: pode limitar o número de vezes que um anúncio é apresentado a um utilizador, por elemento publicitário, por dia, semana, mês ou por nada.
    • Tipo de dispositivo: computadores, tablets, telemóveis e TVs ligadas.
    • Redes: YouTube e Google video partners ou apenas YouTube.
  • Formatos de anúncios e orçamento: escolha entre uma variedade de formatos de anúncios e, em seguida, defina o orçamento para cada um deles de modo a alcançar melhor o seu público-alvo. Os formatos de anúncios compatíveis incluem o seguinte:
    • Masthead
      • Masthead de CPM
    • Anúncios de vídeo
      • Anúncio breve
      • In-stream não ignorável
      • Outstream
    • TrueView
      • Discovery TrueView
      • TrueView para alcance
      • TrueView in-stream
    • YouTube Select
      • Anúncio de vídeo com 15 ou 20 s
      • Anúncio breve
  • Preços: pode editar os seus preços em qualquer altura no Planeador de alcance para gerar novas previsões e ter em conta os CPMs e os CPVs específicos do cliente.
  • Exclusões de conteúdo ao nível da conta: pode definir exclusões de conteúdo aplicáveis a todas as campanhas de vídeo na sua conta do Google Ads. As exclusões de conteúdo ao nível da conta estão refletidas nas suas previsões e incluem tipos de inventário, tipos de conteúdo, etiquetas de conteúdo digital, exclusões de posicionamentos e listas de exclusões de posicionamentos.
Os formatos de anúncios do YouTube Select estão disponíveis apenas para reserva. Se estiver interessado em saber mais acerca da utilização de formatos de anúncios do YouTube Select, contacte o seu representante da conta Google.

Práticas recomendadas

Idades de segmentação

O Planeador de alcance não suporta a segmentação de menores ou da faixa etária dos 13 aos 17 anos. Toda a segmentação por idade tem de ser para 18 ou mais. Caso pretenda compreender o alcance global da sua campanha sem utilizar a segmentação por idade, pode selecionar "Todas as pessoas" nas definições do plano de meios.

Curva de alcance

O ponto mais alto da curva é frequentemente designado por ponto de alcance máximo, indicando o número máximo de pessoas que podem ser alcançadas pela sua campanha (tendo em conta as definições do plano de meios). Não é o alcance máximo de um determinado público-alvo no YouTube.

O ponto de alcance máximo não deve ser confundido com o alcance editorial (o número total de pessoas que visualizam conteúdo do YouTube), que é frequentemente apresentado por outras soluções do setor. O alcance editorial é superior ao alcance comercial ou ao alcance rentabilizável total, pelo que pode ultrapassar significativamente o alcance máximo de uma única campanha.

Ferramentas de planeamento de terceiros

A Google está empenhada em ajudar a melhorar a precisão dos dados de ferramentas independentes do setor e está a trabalhar com os fornecedores dessas ferramentas no sentido de permitir um planeamento mais global e preciso do YouTube. Se utilizar outras ferramentas de planeamento, pode constatar uma discrepância entre os respetivos dados e os dados do Planeador de alcance. Isto pode acontecer porque a metodologia do Planeador de alcance é diferente da metodologia de outras ferramentas, originando eventuais discrepâncias. Muitas ferramentas do setor planeiam o alcance editorial (frequentemente incluindo inventário que não é rentabilizável), ao passo que o Planeador de alcance planeia o alcance comercial (o alcance acessível por meio de anúncios). Em termos gerais, os resultados deverão ser semelhantes.

Frequência média e limite de frequência

As pessoas podem constatar que a frequência média da respetiva campanha é superior ao limite de frequência definido. Atualmente, o YouTube suporta os limites de frequência em cookies. Por exemplo, cada cookie pode ser limitado a 3 impressões para ter em conta as pessoas que navegam no YouTube em vários dispositivos. O modelo tem em conta esta exposição entre dispositivos e, por vezes, pode ter em conta mais de 3 impressões por utilizador. O Planeador de alcance também aplica um limite de frequência por elemento publicitário do plano, pelo que o alcance global da campanha pode ser superior ao limite de frequência.

Frequência efetiva

Alguns anunciantes têm em conta um número mínimo de exposições dos respetivos anúncios aos públicos-alvo para que a campanha seja a mais eficaz. O volume mínimo de exposições ou impressões denomina-se "frequência efetiva mínima". Pode ver quantas pessoas são alcançadas com essa "frequência efetiva mínima" ao ajustar o menu pendente "1+ de alcance no público-alvo" no Planeador de alcance. O número que escolher (de "1+" a "10+") indica o número de pessoas que viram o anúncio esse número de vezes.

Percentagem de alcance ou população total de um plano em falta

A população total e a percentagem de alcance (% de alcance) por extensão são removidas se forem incluídas camadas de segmentação não demográfica (estatuto parental, afinidades, segmentos no mercado).

A percentagem de alcance é expressa em função de uma população segmentada relativamente a uma população demográfica. Quando adicionar mais segmentação, o Google Ads já não pode efetuar a correspondência entre o seu alcance e um denominador amplamente aceite. Uma vez que não existe consenso quanto ao número de pessoas consideradas "consumidores de luxo" e porque o número de pessoas "compradoras de eletrodomésticos" varia constantemente, resta ao Google Ads realçar o seu alcance absoluto, em vez da sua percentagem de alcance dessa população.

A informação foi útil?
Como podemos melhorá-la?

Precisa de mais ajuda?

Inicie sessão para obter opções de apoio técnico adicionais e resolver rapidamente o seu problema.