Alterações na tag de remarketing do Google Ads

Para simplificar sua experiência com os códigos de site nos produtos do Google, fizemos algumas alterações na tag do Google Ads. Se você a configurou para remarketing padrão ou dinâmico na nova experiência do Google Ads, verá uma tag global do site, que precisa ser implantada em todo o site com um snippet de evento opcional. O snippet de evento funciona de maneira integrada com a tag global para avaliar as ações importantes que o usuário realiza no seu site, como visualizar um produto ou serviço, iniciar o processo de check-out ou concluir uma compra on-line. Apesar de esses snippets substituírem a tag de remarketing anterior, ela continuará funcionando.

Este artigo explica por que você deve usar a tag global do site com o snippet de evento opcional e como implementá-los corretamente.

Observação: se você usa o Gerenciador de tags do Google para gerenciar sua tag global, também pode implementar o remarketing com o modelo de tag de remarketing do Google Ads, que está disponível também no Gerenciador de tags. Se você já tem o código do contêiner do Gerenciador no seu site, não é recomendável implementar a tag global.

Antes de começar

Lembre-se do seguinte:

  • No momento, a tag global do site está disponível somente para o remarketing e as conversões no site na nova experiência do Google Ads.
  • Para usar o remarketing padrão (com a tag do Google Ads definida como "Coletar dados padrão disponíveis desta origem de dados"), é necessário inserir a tag global do site em todas as páginas do site.
  • Para utilizar o remarketing dinâmico (com a tag do Google Ads definida como "Coletar atributos ou parâmetros específicos para personalizar anúncios"), você precisa inserir a tag global em todas as páginas do site e adicionar um snippet de evento a cada evento de remarketing relevante para seu tipo de negócio. Lembre-se de que você não precisa incluí-la em páginas não comerciais do site. Será necessário integrar o snippet de evento ao código-fonte do site para que ele seja acionado por uma ação específica do usuário, como visualizar um produto ou fazer uma compra. Saiba mais sobre o acompanhamento de eventos de remarketing para seu tipo de negócio.
  • É necessário oferecer aos usuários informações claras e abrangentes sobre a coleta de dados e solicitar o consentimento deles, conforme os requisitos legais. Se os usuários não quiserem visualizar anúncios personalizados, desative a coleta de dados de remarketing. Saiba como modificar a tag global do site para desabilitar essa coleta de usuários específicos.
Se sua configuração usar o JavaScript da versão anterior da tag do Google Ads, ela continuará funcionando. No entanto, se você tiver configurado a tag de imagem não JavaScript, recomendamos que implemente a nova tag para ter acesso a todas as funções. 

Como funciona a nova tag do Google Ads

A nova tag do Google Ads é composta por uma tag global do site e um snippet de evento opcional, que funcionam em conjunto para definir seus eventos de remarketing. O snippet informa à tag global do site quando é necessário enviar dados mais detalhados sobre o evento. Você verá os snippets de código da tag global do site e o snippet de evento opcional durante a configuração da origem de dados da tag do Google Ads.

Tag global do site

O snippet de tag global do site deve ser colocado em todas as páginas do seu site, na seção <head> das páginas HTML. Você só precisa de um snippet de tag global em todo o site. Caso tenha instalado uma tag global a partir de uma ação de conversão ou um evento de remarketing criado anteriormente na mesma conta do Google Ads, não será necessário adicionar o snippet global mais uma vez. É possível que você esteja usando um snippet de tag global do site proveniente de uma conta do Google Analytics ou de outra conta do Google Ads. Nesse caso, siga as instruções sobre como adaptar uma tag global do site à sua conta do Google Ads.

Veja a seguir um exemplo de tag global do site:

<!-- Tag global do site (gtag.js) - Google Ads: 123456789 -->
  <script async src="https://www.googletagmanager.com/gtag/js?id=AW-123456789"></script>
  <script>
    window.dataLayer = window.dataLayer || [];
    function gtag(){dataLayer.push(arguments);}
    gtag('js', new Date());

    gtag('config', 'AW-123456789');
  </script>

O snippet de código acima é apenas um exemplo e não funcionará no seu site. Ao codificar o site para remarketing, você pode ver e copiar a tag global do site da sua conta.

A tag global do site é usada não apenas pelo Google Ads, mas também por outros produtos, como o Google Analytics. Se você utiliza esses produtos, ela facilita a implementação no site e possibilita uma experiência unificada de tagging.

Desativar a coleta de dados de remarketing

Usando o novo parâmetro allow_ad_personalization_signals, você consegue desativar a coleta de dados de remarketing dos usuários que não querem visualizar anúncios personalizados. Esse parâmetro não desativa o acompanhamento de conversões.
É possível definir o parâmetro allow_ad_personalization_signals uma vez e aplicá-lo a todos os produtos configurados por meio da tag global do site. O valor padrão do parâmetro será definido como "verdadeiro". Quando você define o valor como "falso", ele desativa o uso dos dados de anúncios personalizados. Para garantir que esse valor esteja disponível em uma determinada conta do Google Ads, adicione-o usando o comando gtag('set').
Veja abaixo um exemplo de como modificar a tag global do site para desativar os sinais de personalização de anúncios:

<!-- Tag global do site (gtag.js) - Google Ads -->
<!-- Solicitação do contêiner -->
<script async src="https://www.googletagmanager.com/gtag/js?id=AW-999999"></script>
<script>
  window.dataLayer = window.dataLayer || [];
  function gtag(){dataLayer.push(arguments)};
  gtag('set', 'allow_ad_personalization_signals', false);
  gtag('js', new Date());

  gtag('config', 'AW-999999');
</script>

Observação

Se você usa a tag antiga do Google AdWords, é possível definir "var google_allow_ad_personalization_signals = "false";" no mesmo local onde define outros parâmetros de tag do Google AdWords. Para mais detalhes, veja o exemplo abaixo.
<!-- Código do Google para a página de conversão de compras -->
<script type="text/javascript"> 
/* <![CDATA[ */
    var google_conversion_id = 1234567890;
    var google_conversion_label = "xxx-XXx1xXXX123X1xX";
    var google_remarketing_only = "false"
    var google_conversion_value = 10.0;
    var google_conversion_currency = "USD";
    var google_allow_ad_personalization_signals = "false"; 
    /* ]]> */ 
</script>
<script type="text/javascript" src="//www.googleadservices.com/pagead/conversion.js">
</script>

Snippet de evento

O snippet de evento é usado para definir as atividades do usuário, como fazer login na conta ou procurar por um produto ou serviço. As informações sobre essas atividades são determinadas no snippet pelos parâmetros de evento. Instale o snippet em todas as páginas do seu site que contêm eventos de remarketing específicos. Ele pode ser colocado em qualquer lugar do código, após o snippet da tag global. Recomendamos inseri-lo dentro da seção <head> para mais precisão.

Veja o exemplo de um snippet de evento:

<!-- Exemplo de snippet de evento para página de remarketing dinâmico -->
<script>
gtag('event', 'add_to_cart', {
    'value': 345.89, 
   items': [{
      'origin': 'NYC'
      'destination': 'PAR',
      'google_business_vertical': 'flights'
    },
    {
      'origin': 'PAR'
      'destination': 'LON',
      'google_business_vertical': 'flights'
    }, 
    {
      'id': '123456',
      'location_id': 'LON',
       'google_business_vertical': 'hotels'
    }]
});
</script>

O snippet de código acima é apenas um exemplo e não funcionará no seu site. Depois de configurar o remarketing no site, você poderá visualizar e copiar o snippet de evento para sua conta.

Como adaptar uma tag global do site para sua conta do Google Ads

Se você já possui uma tag global em cada página do seu site, configure-a para enviar dados a várias contas do Google Ads ou do Google Analytics. Vejamos o exemplo de uma tag global do site de uma conta do Google Analytics. A tag global do site seria assim:

 <!-- Tag global do site (gtag.js) – Google Analytics -->
  <script async src="https://www.googletagmanager.com/gtag/js?id=GA_TRACKING_ID"></script>

  <script>
    window.dataLayer = window.dataLayer || [];
    function gtag(){dataLayer.push(arguments);}
    gtag('js', new Date());

    gtag('config', 'GA_TRACKING_ID');
  </script>

Para que a tag global do site seja compatível com sua conta do Google Ads, basta adicionar a linha destacada ao código da tag, substituindo AW-123456789 pelo código exclusivo informado quando você gerou as tags de remarketing

 <!-- Tag global do site (gtag.js) – Google Analytics -->
  <script async src="https://www.googletagmanager.com/gtag/js?id=GA_TRACKING_ID"></script>

  <script>
    window.dataLayer = window.dataLayer || [];
    function gtag(){dataLayer.push(arguments);}
    gtag('js', new Date());

    gtag('config', 'GA_TRACKING_ID');
    gtag('config', 'AW-123456789');
  </script>


Depois de fazer essa alteração, não é necessário adicionar, ao site, a tag global da sua conta do Google Ads. Se você usa o remarketing dinâmico ou os parâmetros de evento, basta adicionar o snippet de evento à página do site em que o evento ocorre. É possível usar um único snippet global em várias contas do Google Ads ou do Google Analytics. Se você quiser que a tag seja compatível com outras contas desses produtos, adicione um novo comando "config" com o ID da conta em questão (conforme demonstrado no exemplo de código acima, que tem comandos "config" diferentes para no Google Analytics e no Google Ads).

Como usar as novas tags de remarketing

Siga as etapas para configurar o remarketing no seu site na nova experiência do Google Ads.

Isso foi útil?
Como podemos melhorá-lo?

Precisa de mais ajuda?

Faça login e veja mais opções de suporte para resolver o problema rapidamente.