Acerca das atualizações automáticas a campanhas do Gmail

Vão ser efetuadas automaticamente as seguintes alterações quando necessário:

As definições seguintes vão ser alteradas e podem ter um impacto na sua campanha, nomeadamente o potencial aumento dos gastos, uma vez que não são compatíveis com o novo subtipo de campanha do Gmail:

  • Limite de frequência: vai deixar de ser especificado pelo utilizador do Google Ads. O limite de frequência vai ser determinado pelo Google Ads em todas as campanhas do Gmail.
  • Categorias de dispositivos móveis/tablets (aplicação, anúncio intercalar, Web): a publicação do Gmail apenas suporta categorias de nível superior (por exemplo, dispositivos móveis), mas não subcategorias (por exemplo: anúncio intercalar de aplicações para dispositivos móveis). Se uma subcategoria estiver selecionada, vamos optar por incluir na categoria principal. 
  • As aplicações do Gmail deixarão de ser incluídas no tipo de conteúdo "Aplicação GMob não intercalar para dispositivos móveis". Se tiver ativado esta definição, pode começar a ver o tráfego das aplicações do Gmail nas suas campanhas do Gmail. Para excluir as aplicações do Gmail no futuro, utilize a opção "Definir a segmentação específica para dispositivos" na secção "Dispositivos" das "Definições" da sua campanha. Nota: esta alteração aplicar-se-á a todas as campanhas do Gmail, incluindo as que não podemos atualizar. 

Vamos remover as seguintes definições/segmentações sem impacto na sua campanha e que não são compatíveis com o novo subtipo de campanha do Gmail:

  • Opções de localização (AOI)
  • Exclusões de conteúdo (exceto na aplicação GMob não intercalar para dispositivos móveis, ver acima)
  • Afinidade personalizada
  • Posicionamentos
  • Palavras-chave de conteúdo
  • Listas de remarketing de terceiros
Este artigo foi útil?
Como podemos melhorá-la?