Criar uma Campanha de aplicações

As Campanhas de aplicações permitem-lhe promover a sua aplicação na Pesquisa Google, no Google Play, no YouTube, no Gmail e noutras aplicações e Websites para dispositivos móveis na Rede de Display. Este artigo aborda como criar uma destas campanhas na sua conta do Google Ads. 

Antes de começar

Para saber como estas campanhas funcionam, leia Acerca das campanhas de aplicações e reveja as práticas recomendadas para promover aplicações no Google

Pronto para publicitar a sua aplicação? Clique aqui.

Instruções

  1. Inicie sessão no Google Ads.
  2. No menu Página à esquerda, clique em Campanhas
  3. Clique no botão mais  e, em seguida, selecione Aplicação
  4. Selecione a plataforma da sua aplicação.
  5. Introduza o nome da aplicação, o nome do pacote ou o publicador e, em seguida, selecione a sua aplicação na lista apresentada. 
  6. Clique em Continuar.
  7. No campo "Nome da campanha", adicione o nome da campanha. Para ajudar a encontrar a campanha mais tarde, pode indicar no nome que se trata de uma campanha de aplicações.
  8. Na secção "As suas ideias de texto":
    1. Introduza 4 linhas de texto independentes que possam ser apresentadas alternadamente nos seus anúncios, por qualquer ordem.
    2. Cada ideia deve ter um máximo de 25 carateres.
    3. Inclua uma ideia com um máximo de 20 carateres, de forma a caber em espaços menores.
    4. Saiba como apresentar o melhor anúncio para o objetivo.
  9. Pode adicionar até 20 de cada um dos seguintes recursos:
    • Vídeo
      • Os vídeos têm de estar alojados no YouTube.
      • A orientação pode ser paisagem, retrato ou quadrado.
      • Se não tiver vídeos para adicionar, o Google Ads pode criar um anúncio de vídeo com recursos da ficha de empresa da loja de aplicações.
    • Imagem
      • Carregue imagens como .jpg, .gif ou .png, com um tamanho máximo de 150 KB.
      • As imagens no formato de paisagem são as mais importantes para anúncios nativos.
      • As imagens no formato de retrato são as mais importantes para anúncios intercalares.
      • Outros formatos importantes: 320 x 50 px, 320 x 480 px e 300 x 250 px.
      • Saiba como carregar anúncios gráficos em tamanhos diferentes.
    • HTML5
      • Carregue HTML5 como .zip com um tamanho máximo de 1 MB e não mais de 40 ficheiros.
      • Para validar os recursos de HTML5 antes de carregar, execute o ficheiro. zip através da ferramenta de validação de HTML5.
      • Seguem-se alguns dos tamanhos de HTML5 atualmente aceites:
        • 300 x 250 (tamanho fixo)
        • 320 x 50 (tamanho fixo)
        • 480 x 320 (anúncio intercalar de paisagem, tamanho variável)
        • 320 x 480 (anúncio intercalar de retrato, tamanho variável)
      • Saiba mais acerca do HTML5 para campanhas de aplicações.
  10. Se necessário, atualize as definições de localização ou de idioma. Tenha em atenção que o Google Ads não traduz os seus anúncios, pelo que deve segmentar apenas idiomas que correspondam aos anúncios.
  11. Em "Otimização da campanha", opte por otimizar a campanha para uma das seguintes opções: 
    • Volume de instalações
    • Ações na aplicação (só pode selecionar esta opção se já configurou o acompanhamento de ações específicas na aplicação). 
    • ROAS alvo (só pode selecionar esta opção se já configurou o acompanhamento de ações específicas na aplicação, instalou o Google Analytics para Firebase e consegue licitar um evento do Firebase).

      Nota: o ROAS alvo pretendido está atualmente em beta para campanhas de aplicações.
  12. Defina os lances de segmentação. Para as instalações de aplicações no Android, pode ver uma projeção do volume de instalações para um intervalo de valores de lance se tiver associado as suas contas do Google Play e do Google Ads. Saiba mais acerca dos lances nas campanhas de aplicações
  13. Clique em Guardar e continuar. O Google Ads pode contabilizar automaticamente as instalações de aplicações Android da Google Play Store como conversões. Para acompanhar todas as outras instalações, certifique-se de que configura o acompanhamento de conversões de aplicações para dispositivos móveis.
Nota: dependendo de onde o anúncio for apresentado, os recursos da sua campanha de aplicações podem ser alterados para efeitos do desempenho e da experiência do utilizador. Por exemplo, o texto pode ser truncado e as imagens ou vídeos podem ser recortados para caber nos ecrãs dos utilizadores.
A informação foi útil?
Como podemos melhorá-la?

Precisa de mais ajuda?

Inicie sessão para obter opções de apoio técnico adicionais e resolver rapidamente o seu problema.