Planeador de Palavras-chave: obter métricas e previsões

A posição média (Pos. média) será removida em setembro de 2019. As percentagens das impressões no topo e impressões no topo absoluto da página oferecem uma visão mais clara do local de apresentação dos anúncios nas páginas de pesquisa. Pode utilizar estas novas métricas para otimizar a posição do anúncio. Saiba mais

Quando obtém métricas de palavras-chave, pode optar por ver previsões ou métricas do histórico para essas palavras-chave. Todas estas estatísticas são específicas das definições de segmentação por localização, do intervalo de datas e da Rede de Pesquisa que seleciona no painel Segmentação. Estas métricas e previsões podem ajudá-lo a decidir como agrupar as palavras-chave e a definir os lances.

Este artigo mostra como obter métricas e previsões para as suas palavras-chave, qual o significado destas métricas e previsões, e como segmentar e filtrar os resultados.

Instruções

Obter métricas e previsões para as palavras-chave

  1. Inicie sessão na sua conta do Google Ads.
  2. No canto superior direito, clique no ícone de ferramentas e, em seguida, em "Planeamento", clique em Planeador de Palavras-Chave.
  3. Clique em Obter métricas e previsões para as palavras-chave.
  4. Na caixa de pesquisa, introduza ou cole uma lista de palavras-chave separadas por vírgulas ou quebras de linha.
  5. Clique em Começar para ver as previsões.
    • Para ver as previsões do plano detalhadas pelas principais palavras-chave, localizações e dispositivos, clique em Vista geral do plano no menu Página à esquerda.
    • Para ver as estatísticas do histórico, como a média de pesquisas mensais ou dados da concorrência, clique em Histórico de métricas na parte superior da página.

Sugestão

Se utilizar tipos de correspondência de palavras-chave com as suas palavras-chave, apenas esses tipos de correspondência vão ser tidos em conta ao calcular as previsões de tráfego. Por exemplo, se adicionar uma palavra-chave como correspondência exata, como [estância de luxo em Cabo Verde], as previsões vão dar-lhe uma ideia do possível desempenho dessa palavra-chave como palavra-chave de correspondência exata. Saiba mais acerca dos tipos de correspondência de palavras-chave.

Acerca do histórico de métricas

Quando utiliza o Planeador de Palavras-Chave para obter o histórico de métricas das palavras-chave ou campanhas, são apresentadas estatísticas detalhadas numa tabela que o podem ajudar a selecionar palavras-chave para utilização na campanha. Tenha em atenção que as previsões consideram o lance, o orçamento, a periodicidade e outros fatores, ao passo que o histórico de métricas não o faz.

Significado do histórico de métricas

  • Média de pesquisas mensais ("Média de pesquisas mensais"): o número médio de vezes que as pessoas pesquisaram uma palavra-chave e as respetivas variantes aproximadas com base no intervalo mensal, bem como na localização e nas definições da Rede de Pesquisa que selecionou. Pode utilizar esta informação para ver a popularidade das suas palavras-chave em diferentes épocas do ano. Por predefinição, o número médio de pesquisas de um determinado termo (independentemente do idioma) é calculado durante um período de 12 meses.
  • Concorrência: o número de anunciantes apresentado para cada palavra-chave em comparação com todas as palavras-chave disponíveis no Google. Tenha em atenção que estes dados são específicos da segmentação por localização e da Rede de Pesquisa que selecionou. Na coluna Concorrência, pode ver se a concorrência para uma palavra-chave é baixa, média ou alta.
  • Lance no topo da página (intervalo baixo): o valor no intervalo mais baixo (uma aproximação do percentil 20) que os anunciantes pagaram até agora por um lance no topo da página de uma palavra-chave, com base nas suas definições de localização e da Rede de Pesquisa.
  • Lance no topo da página (intervalo alto): o valor no intervalo mais alto (uma aproximação do percentil 80) que os anunciantes pagaram até agora por um lance no topo da página de uma palavra-chave, com base nas suas definições de localização e da Rede de Pesquisa.
  • Quota de impressão orgânica ("Quota de impr. orgânica"): a percentagem de vezes que uma página do seu Website apareceu em pesquisas Web de uma palavra-chave. É calculada ao dividir o número de pesquisas Web que mostraram uma página do seu Website pelo número total de pesquisas dessa ideia de palavra-chave.
  • Posição média orgânica ("Posição média orgânica"): mostra a classificação das páginas do seu Website em comparação com as páginas de outros Websites. É calculada com base na posição média superior da sua página (ou de várias páginas) de cada pesquisa Web por uma determinada palavra-chave.
  • Quota de impressão do anúncio: o número de impressões que recebeu a dividir pelo número total de pesquisas para a localização e a rede que está a segmentar que corresponderam exatamente à palavra-chave no último mês. Tenha em atenção que a coluna da quota de impressão do anúncio no Planeador de Palavras-Chave é diferente da coluna da quota de impressão e da coluna da quota de impressão de correspondência exata, em termos de gestão de campanhas, que se baseiam no número de impressões que o utilizador é elegível para receber por uma palavra-chave. No Planeador de Palavras-Chave, a quota de impressão do anúncio baseia-se no volume de pesquisa dessa palavra-chave exata. Quando vê um traço (-) na coluna da quota de impressão do anúncio, significa que não existem dados suficientes para calcular este número.

Nota: como ver dados orgânicos

Para ver a sua quota de impressão orgânica e a posição média orgânica, precisa de ter uma conta da Search Console para o seu Website e de associar essa conta da Search Console à sua conta do Google Ads. Saiba como associar a Search Console ao Google Ads.

Aspetos a ter em conta acerca do histórico de métricas

  • As estatísticas do volume de pesquisa são arredondadas. Isto significa que quando obtém ideias de palavras-chave para várias localizações, os volumes de pesquisa podem não gerar os valores esperados.
  • O tráfego da Web é influenciado pela periodicidade, por eventos atuais e por um conjunto de outros fatores. Assim, o número de pesquisas relativas às suas palavras-chave está constantemente a flutuar.
  • As previsões de palavras-chave podem ajudá-lo a determinar o desempenho estimado. As impressões previstas têm em conta o lance, o orçamento, a periodicidade e o histórico de qualidade dos anúncios, ao contrário das estatísticas do volume de pesquisa. Além disso, o volume de pesquisa é determinado apenas para correspondências exatas de palavras-chave, ao passo que as impressões previstas se baseiam nos tipos de correspondência selecionados.
  • As estatísticas do intervalo de lances podem ajudá-lo a decidir quais as palavras-chave a utilizar para uma campanha. As estatísticas do intervalo de lances, ou "lance no topo da página (intervalo baixo)" e "lance no topo da página (intervalo elevado)" também o podem ajudar a escolher um lance efetivo para as palavras-chave. As estatísticas do intervalo de lances têm em conta os lances que resultaram na apresentação de um anúncio entre os anúncios no topo da primeira página de resultados da pesquisa.
  • As estatísticas do intervalo de lances mostram informações de lances dos últimos 30 dias. Pode não ver estatísticas do intervalo de lances para palavras-chave que tenham informações limitadas do histórico de lances. A apresentação de um anúncio no topo da primeira página de resultados baseia-se numa combinação de lance, Índice de qualidade e outros fatores, pelo que pode utilizar estas métricas para ajudar a ajustar os lances em relação ao Índice de qualidade de palavras-chave semelhantes.

Acerca das previsões

As impressões previstas têm em conta o lance, o orçamento, a periodicidade e o histórico de qualidade do anúncio para estimar o desempenho futuro. Quando utiliza o Planeador de Palavras-Chave para obter previsões para as suas palavras-chave, obtém uma vista geral das mesmas no gráfico e previsões mais detalhadas na tabela, bem como informações acerca dos tipos de lance que o podem ajudar a alcançar os seus objetivos de negócio.

Significado das previsões de palavras-chave

  • Cliques: o número de cliques que o anúncio pode receber diariamente se a palavra-chave acionar o anúncio.
  • Custo: o valor médio que pode gastar por dia para esta palavra-chave.
  • Impressões: a frequência com que o anúncio pode ser apresentado num dia. É contabilizada uma impressão sempre que um anúncio é apresentado numa página de resultados da pesquisa.
  • Taxa de cliques ("CTR"): a proporção do número de cliques que o anúncio pode receber a dividir pelo número de vezes que o anúncio pode ser apresentado (o que se designa por impressão).
  • Custo por clique médio ("CPC médio"): o valor médio que pode pagar por um clique. O valor final que lhe é cobrado por um clique, conhecido como o custo por clique real (CPC real), é ajustado automaticamente para que pague apenas mais um cêntimo do que o mínimo necessário para manter a posição do seu anúncio. Assim, o valor apresentado pode ser inferior ao intervalo de previsão de custo global para todas as palavras-chave ou ao lance de CPC já definido para o grupo de anúncios.

Nota

Tenha em atenção que as estatísticas do histórico, como a média de pesquisas mensais, são apresentadas apenas para a correspondência exata. Por exemplo, suponhamos que a sua palavra-chave é chocolate negro. Se pretender consultar a média de pesquisas mensais dessa palavra-chave, são apresentadas as mesmas estatísticas de correspondência exata quer utilize um tipo de correspondência ampla, de expressão ou exata com chocolate negro. Por outro lado, as previsões de tráfego, como cliques e custo, têm em conta os tipos de correspondência de palavras-chave. Por exemplo, se obtiver previsões para uma lista de palavras-chave de correspondência ampla, será tida em conta qualquer possível sobreposição entre essas palavras-chave.

A página Vista geral do plano

A página Vista geral do plano apresenta previsões para o plano, detalhadas pelas principais palavras-chave, localizações e dispositivos. As informações são apresentadas num painel de controlo percetível e pode alterar os parâmetros de cada previsão para obter estatísticas detalhadas acerca do potencial sucesso do plano.
Na parte superior da página Vista geral do plano, também é apresentado um lance predefinido, que pode alterar ao selecionar um ponto diferente no gráfico ou ao introduzir um lance no campo na parte superior da página. Esta ação pode ajudar a ver o possível desempenho das palavras-chave com lances superiores ou inferiores. O lance predefinido baseia-se no seguinte:
  • Plano anterior (se existente)
  • Média do custo por clique (CPC) máximo dos grupos de anúncios com CPC manual da sua conta
  • Média do CPC máximo em todos os grupos de anúncios com lance manual com a mesma moeda.

Corrigir problemas com previsões de tráfego

Em determinados casos, as previsões de tráfego que vê no Planeador de Palavras-Chave podem ser inferiores ao previsto ou diferir do tráfego que o anúncio está efetivamente a obter. Pode também ter problemas na visualização de previsões de tráfego, em geral.
Leia abaixo para descobrir o motivo pelo qual pode não estar a ver previsões de tráfego no Planeador de Palavras-Chave e os procedimentos que pode efetuar para corrigir o problema.

As previsões são baixas

Quando utiliza o Planeador de Palavras-Chave, vê valores aproximados do número de cliques e de impressões que pode receber diariamente. Habitualmente, ao aumentar o seu lance de custo por clique (CPC) pode melhorar os resultados. No entanto, pode considerar que o aumento do lance de CPC tem pouco impacto nas suas previsões de tráfego. Isto pode ocorrer pelos motivos seguintes:
  • Histórico do desempenho de anúncios: os cálculos do Planeador de Palavras-Chave incluem amostras do histórico do desempenho dos seus anúncios e de outros anúncios que utilizam palavras-chave semelhantes. Se a taxa de cliques (CTR) global desta amostragem for constantemente baixa, irá ver estimativas de cliques mais baixas refletidas nas previsões. Experimente melhorar a CTR, que pode aumentar as previsões no futuro.
  • Análise de pesquisa: os padrões de palavras-chave e de pesquisa são monitorizados para fornecer previsões de tráfego precisas. Qualquer previsão baixa recebida pode dever-se à falta de pesquisas da sua palavra-chave ou da palavra-chave expressão específica. Neste caso, adicione mais palavras-chave ou combinações de palavras-chave. Para tal, clique em Ideias de palavras-chave no menu Página à esquerda.
  • Políticas da Rede Google: os sites que se associaram à Google para mostrar anúncios (parceiros de pesquisa) têm diferentes políticas quanto aos tipos de anúncio que podem ser apresentados nas respetivas páginas ou nos respetivos produtos. Por exemplo, alguns parceiros de pesquisa só aceitam anúncios indicados para menores. O Planeador de Palavras-Chave tem em conta estas variações de políticas entre os parceiros de pesquisa e apresenta as previsões em conformidade. Apesar de a publicidade na Rede de Pesquisa poder aumentar a sua exposição a potenciais clientes, as previsões de tráfego visualizadas podem nem sempre refletir isto.

O tráfego recebido pelo seu anúncio difere das previsões do Planeador de Palavras-Chave

O Planeador de Palavras-Chave utiliza informações do sistema de anúncios dinâmicos para projetar possíveis resultados na Google e nos respetivos parceiros de pesquisa. Seguem-se alguns motivos pelos quais as suas previsões de tráfego podem ser diferentes dos resultados reais:
  • Criou recentemente uma conta do Google Ads: se for um novo anunciante, as suas previsões baseiam-se na média de dados do histórico de todos os anunciantes, uma vez que ainda não existe uma quantidade de dados suficiente acerca da sua empresa em particular. Irá ver uma média aproximada como orientação até estarem disponíveis mais dados acerca do desempenho dos seus anúncios.
  • Os seus anúncios são apresentados na Rede de Display: as previsões são para a Rede de Pesquisa e não incluem previsões para o número de cliques que os anúncios podem receber na Rede de Display, incluindo os posicionamentos escolhidos. Pode esperar mais tráfego do que o previsto se os anúncios forem também apresentados na Rede de Display.
  • Está a segmentar uma região geográfica pequena: pode esperar que os resultados sejam menos precisos se estiver a segmentar uma localização geográfica pequena, pelo simples facto de existirem menos dados em que basear as previsões.
  • Tem as mesmas palavras-chave, ou palavras-chave muito semelhantes, em campanhas diferentes: independentemente do número de anúncios apresentados com uma única palavra-chave, é apresentado apenas um em cada página de resultados da pesquisa. Isto significa que, se tiver palavras-chave semelhantes ou idênticas em grupos de anúncios ou campanhas diferentes, as suas palavras-chave estão a competir entre si. Apesar de o Planeador de Palavras-Chave tentar ter em conta a concorrência entre palavras-chave semelhantes e idênticas apresentadas em grupos de anúncios na mesma campanha, as respetivas previsões para estas palavras-chave poderão ser menos precisas. O Planeador de Palavras-Chave não tem em conta as palavras-chave entre campanhas, pelo que a concorrência entre campanhas não se refletirá nas suas previsões.
  • O seu plano ou a lista de palavras-chave contém palavras-chave semelhantes para as quais está a receber previsões de tráfego: se estimar cliques para duas ou mais palavras-chave semelhantes, o Planeador de Palavras-chave tenta prever o modo como o tráfego será dividido entre os termos sobrepostos. Como resultado, as suas previsões serão menos precisas.
  • É calculada a média de uma semana completa de dados para fornecer uma previsão diária: as previsões são baseadas numa semana de dados e a média calculada para fornecer previsões diárias. O tráfego diário irá variar, por isso, tenha em conta a média de uma semana completa, em vez da previsão de um único dia.

Links relacionados

A informação foi útil?
Como podemos melhorá-la?

Precisa de mais ajuda?

Inicie sessão para obter opções de apoio técnico adicionais e resolver rapidamente o seu problema.