Dicas para otimizar sua campanha de vídeo

Você fez o upload dos seus vídeos para o YouTube, e sua campanha TrueView está em exibição há algum tempo. Os anúncios em vídeo fornecem uma série de ações ao usuário que podem ser avaliadas e acompanhadas para que você alcance melhor suas metas de publicidade. Por exemplo:

  • Se você descobrir que a taxa de visualização do seu anúncio em vídeo está menor que a dos anúncios de outras campanhas, poderá ajustar suas campanhas para conseguir uma taxa de visualização maior.
  • Tente reduzir seu custo por visualização (CPV) se ele estiver maior que o CPV desejado e você quiser alcançar um público-alvo mais amplo.

Para ajudar você com essas questões, este artigo oferece dicas relacionadas às oito áreas a seguir:

Use criativos de vídeo diferentes para atrair mais clientes

As pessoas podem interagir com seus vídeos em computadores ou dispositivos móveis, e elas não reagem da mesma forma a vídeos com mensagens diferentes. É recomendável fazer o upload de vários conteúdos em diferentes proporções (quadrada, vertical e modo paisagem) com mensagens distintas em cada um. Saiba como usar vídeos quadrados e verticais para atrair clientes de dispositivos móveis.

Aproveitar ao máximo seu CPV

O CPV médio é o valor médio que um anunciante paga pela visualização de um anúncio em vídeo. O CPV varia com base na duração do anúncio, na qualidade do criativo, na segmentação e na dinâmica do leilão, entre outros fatores.

Avaliar o CPV

O custo por visualização é um sinal valioso sobre a competitividade do seu anúncio no ecossistema do leilão. Você está pagando mais pelas visualizações do que gostaria ou espera? Os CPVs estão aumentando com o tempo? Ao acompanhar e ajustar seu CPV, você pode transmitir sua mensagem com mais eficiência. O aumento dos CPVs pode ser um sinal de desgaste da peça criativa se seu anúncio já está em exibição hár algumas semanas. Também pode ser um sinal de maior pressão nos leilões em que você concorre. Por outro lado, a redução dos CPVs pode indicar que há menos concorrência no mercado e que você tem chance de receber algumas visualizações a um custo baixo.

Dicas para alcançar suas metas de CPV

Embora o lance tenha a relação mais direta com o custo por visualização, existe um equilíbrio entre a segmentação e a peça criativa que também fornece a melhor correspondência de usuário e, portanto, gera uma taxa de visualização maior e um CPV menor. Veja algumas dicas para otimizar o CPV.

  • Ajuste seus lances: os lances têm a relação mais direta com os CPVs, pois o CPV nunca é maior que seu lance máximo. No entanto, os lances atuam somente como um limite máximo e, portanto, são apenas uma forma de ajustar o CPV. O uso mais eficiente dos lances é definir o valor real da visualização que você está comprando (assim como você faria com um clique na Pesquisa do Google). Entretanto, é difícil encontrar esse "valor real", e ele é um ponto de foco essencial na avaliação após a campanha. O melhor ponto de partida para definir o valor de uma visualização é comparar suas visualizações pagas, visualizações próprias (visualizações do seu conteúdo) e visualizações recebidas (visualizações de compartilhamentos). Uma visualização pode gerar muito mais atividades do que apenas aquelas pelas quais você paga diretamente. Com os anúncios TrueView, é possível promover o engajamento e o recall de anúncios que não foram visualizados pelos 30 segundos completos, o que significa que você não paga, mas ainda acumula valor.
  • Expanda sua segmentação: a restrição da sua segmentação resultará em maior concorrência. Isso provavelmente gerará CPVs maiores, a não ser que você já esteja próximo ao lance máximo. Nesse caso, você simplesmente não vencerá mais leilões e acabará com um orçamento não gasto. Com a expansão da segmentação, o sistema de veiculação de anúncios identifica leilões em que seus anúncios e lances são mais competitivos, e o CPV médio geral da campanha diminui. Você ainda pode encontrar um público-alvo valioso com um CPV menor ao explorar segmentações mais amplas. Lembre-se de que o formato TrueView em si atua como um filtro de segmentação em que você paga somente pelos usuários engajados que escolhem assistir ao seu anúncio.
  • Alivie outras restrições no nível da campanha: por exemplo, desativar a entrega acelerada, segmentar por plataforma ou ajustar as configurações de rotação de anúncios pode ajudar a promover uma taxa de visualização maior e um CPV menor.
  • Aprimore seus anúncios: como anúncios eficientes promovem uma boa taxa de visualização, muitas vezes, eles podem impactar o CPV. À medida que as taxas de visualização aumentam, os CPVs diminuem porque o leilão valoriza anúncios relevantes de que os públicos-alvo gostam, conforme identificado na disposição deles de assistir ao conteúdo. Conheça mais práticas recomendadas para criar anúncios em vídeo eficientes.

Aproveitar ao máximo a taxa de visualização

A taxa de visualização é o número total de exibições do seu anúncio em vídeo dividido pelo número de pessoas para as quais ele foi veiculado. A taxa de visualização é um bom indicador do nível de atração dos usuários pelo seu vídeo. Quanto maior a taxa de visualização, mais engajados são os usuários com seu conteúdo.

Como avaliar a taxa de visualização

A taxa de visualização é a métrica principal para compreender a eficiência de um anúncio em vídeo. Um anúncio em vídeo com uma taxa de visualização alta geralmente vence mais leilões e paga um CPV menor em comparação com um anúncio em vídeo com uma taxa de visualização baixa. Se você tem interesse em promover o maior número de visualizações possível com o menor custo, convém identificar recursos de anúncios e métodos de segmentação que ajudam a aumentar a taxa de visualização do seu anúncio. De forma semelhante ao CPV, uma análise pontual da taxa de visualização pode ser útil para saber se seu desempenho está bom ou ruim, mas é ainda mais importante para compreender as tendências.

Dicas para atingir sua meta de taxa de visualização

Embora não seja óbvio que a segmentação pode ser um método para melhorar a taxa de visualização de uma campanha, ela pode impactar o desempenho porque afeta quem pode visualizar seu anúncio.

  • Aprimore seus anúncios
    • Anúncios mais breves têm taxas de visualização maiores. Se seu anúncio pode transmitir a mesma mensagem em 30 ou 20 segundos, considere editar uma versão menor.
    • Se você criar vários anúncios como parte de uma campanha, cada um representará uma chance da sua empresa se conectar melhor com o público-alvo. Até pequenas diferenças no texto ou no vídeo do anúncio podem significar grandes melhorias na taxa de visualização e no custo no decorrer de uma campanha.
    • Pequenos ajustes, como alterar a introdução ou adicionar ou remover call to actions, pode ajudar a mudar o comportamento dos usuários e melhorar a taxa de visualização.
    • Tente alternar dois ou três anúncios diferentes no leilão para evitar o "desgaste do anúncio".
    • Conheça mais práticas recomendadas para criar anúncios em vídeo eficientes.
  • Aprimore sua segmentação: veja algumas formas com que a segmentação pode afetar a taxa de visualização:
    • Segmentação incorreta: se você identificou o público-alvo desejado incorreto, pode haver mais opções "ignorar" do seu anúncio em vídeo. Convém ajustar seus métodos de segmentação quando você identificar quem responde melhor ao seu anúncio.
    • Público-alvo perdido: também é possível que você esteja restringindo o local de exibição do seu anúncio. Assim, seu anúncio fica "oculto" para alguns usuários que podem ter interesse nele. Alguns anunciantes acham que todas as visualizações fora de um grupo demográfico específico são "desperdício". Entretanto, lembre-se de que os anúncios em vídeo TrueView são cobrados somente quando alguém escolhe assistir ao vídeo. Assim, é possível encontrar um público-alvo receptivo com a expansão da segmentação. Muitas vezes, isso gera a vantagem adicional de reduzir seu CPV médio.

Aproveitar ao máximo a CTR

A taxa de cliques (CTR) é o número total de cliques no seu anúncio em vídeo dividido pelo número de pessoas para as quais ele foi veiculado. Embora a taxa de visualização seja a principal métrica de engajamento associada a campanhas em vídeo, a CTR é outra maneira de avaliar o desempenho desse tipo de campanha. Quanto maior a CTR, mais engajados os usuários estão com seu conteúdo e mais interesse eles têm em saber mais sobre sua empresa.

Como avaliar a CTR

Se sua meta é atrair mais pessoas ao seu website, canal do YouTube ou página de exibição com seu anúncio em vídeo, a CTR é a métrica certa a ser analisada e otimizada. Ao analisar a CTR ao longo do tempo, você identifica a eficiência do anúncio em vídeo em atrair clientes ao seu site.

Criar uma campanha de TrueView for Action para aumentar sua CTR ao longo do tempo

As campanhas TrueView for Action ajudam a criar anúncios que geram cliques e conversões relevantes para seu site. Esse tipo de anúncio é criado usando a meta de campanha de geração de leads ou tráfego do site e permite adicionar CTAs em destaque para aumentar o engajamento com seu produto ou serviço. Saiba mais sobre as campanhas TrueView for Action.

Restringir a segmentação

A capacidade de exibir seus anúncios on-line para pessoas com interesses específicos ajuda você a alcançar os clientes certos. Você pode exibir seus anúncios para públicos-alvo específicos de acordo com os interesses deles: videogames, animais de estimação ou compra de um carro ou uma casa.

Ao restringir sua segmentação, você pode exibir seus anúncios em vídeo a um público-alvo mais relevante, em um contexto adequado. Confira uma visão geral dos métodos de segmentação disponíveis:

  • Grupos demográficos: escolha a faixa etária, o sexo e a situação familiar do público-alvo que você deseja alcançar.
  • Interesses: Escolha entre as categorias disponíveis para alcançar pessoas com interesse nesses tópicos, até mesmo quando elas acessam páginas sobre outros tópicos. Saiba mais sobre a segmentação por público-alvo.
    • Afinidade: aumente o reconhecimento da marca e a consideração com seus anúncios em vídeo TrueView alcançando pessoas que já têm um forte interesse em tópicos relevantes.
    • Intenção e eventos importantes: selecione opções entre esses públicos-alvo para encontrar consumidores que estão pesquisando produtos e considerando ativamente a compra de um produto ou serviço como os que você oferece.
  • Remarketing: alcance os espectadores com base nas interações anteriores com seus vídeos, anúncios TrueView ou canal do YouTube. Se você já vinculou sua Conta do Google à conta do Google Ads, o Google Ads criará listas personalizadas automaticamente. Saiba mais sobre listas de remarketing para espectadores do YouTube.
  • Posicionamentos: segmente canais e websites únicos ou posicionamentos neles. Por exemplo, é possível segmentar todo um blog com alto tráfego ou a página inicial de um site de notícias conhecido. Os canais incluem:
    • Canais (canais parceiros do YouTube)
    • Vídeos (vídeos do YouTube)
    • sites (Rede de Display, inclusive o YouTube.com como site de editor).
  • Tópicos: segmente seus anúncios em vídeo para tópicos específicos no YouTube e na Rede de Display do Google. Com essa segmentação, você alcança uma grande variedade de vídeos, canais e sites relacionados aos tópicos selecionados. Por exemplo, se você segmentar o tópico "Automóveis", seu anúncio será exibido no YouTube para pessoas que assistirem a vídeos sobre carros.
  • Palavras-chave: dependendo do formato do seu anúncio em vídeo, você pode exibir os anúncios em vídeo com base em palavras ou frases (palavras-chave) relacionadas a um vídeo ou canal do YouTube ou a um tipo de website em que seu público-alvo tem interesse.

    Como impedir que seus anúncios sejam exibidos em alguns casos por meio de exclusões

    Você pode ver o desempenho de cada um dos seus métodos de segmentação dos seus anúncios na guia "Segmentação de vídeo". Nela você pode descobrir que seu anúncio não é relevante para determinado tópico ou grupo demográfico. Se esse for o caso, considere adicionar o tópico ou grupo demográfico como uma exclusão no nível da campanha na sua conta. Isso pode ser útil quando o vídeo é mais relevante para um grupo demográfico específico ou se você quiser segmentar determinados tópicos, mas excluir alguns espectadores.

    Para saber mais sobre como adicionar exclusões, leia Adicionar segmentação às suas campanhas de vídeo.

    Observação

    Usar exclusões pode limitar o alcance da sua campanha de vídeo.

Melhorar os lances

Considere alterar seus lances nos anúncios TrueView video discovery para aumentar a probabilidade de exibição deles para espectadores interessados. Em geral, como os espectadores que optam por assistir ao seu anúncio video discovery refletem um desejo de interagir com sua marca, convém aumentar seus lances para esses formatos. Por outro lado, se você tem mais interesse em gerar visualizações, tráfego para seu site ou maior reconhecimento da sua marca, avalie a possibilidade de aumentar seus lances para o formato in-stream. Dessa forma, a probabilidade de os espectadores visualizarem pelo menos parte do seu anúncio será maior.

Saiba mais sobre os lances de CPV.

Usar o remarketing de vídeo

O remarketing de vídeo é uma ferramenta muito útil que usa a atividade dos espectadores no seu canal do YouTube para criar listas bastante específicas e segmentar novamente os anúncios. Depois de vincular a Conta do Google à conta do Google Ads, você pode criar essas listas com base nas maneiras variadas como as pessoas interagem com seus vídeos (por exemplo, assistindo um vídeo, inscrevendo-se no canal ou mesmo clicando em "Gostei"). Saiba como exibir anúncios de remarketing a espectadores do YouTube com o Google Ads.

Já utiliza o remarketing nas suas campanhas da Rede de Display? É possível usar listas de remarketing de vídeo para seus anúncios da Rede de Display e segmentar vídeos para as pessoas que interagiram com seu site. Por exemplo, você pode criar listas de combinação dinâmica para alcançar pessoas que já viram o anúncio em vídeo, mas não realizaram conversões, ou que acessaram o site, mas ainda não visitaram o canal.

Usar configurações de campanha avançadas

Considere usar configurações avançadas para otimizar suas campanhas. Utilize a configuração de programação para especificar determinadas horas ou dias da semana em que você gostaria que os anúncios fossem exibidos e controlar a duração da campanha. É importante manter seu conteúdo atualizado e continuar atraindo as pessoas. Por isso, considere programar o anúncio in-stream para que ele seja exibido por um mês.

Você também pode definir um limite de frequência, que limita o número de vezes que seus anúncios aparecem para um usuário no YouTube ou nos parceiros do Google Ads. É útil definir esse limite quando você quer limitar quantas vezes o anúncio é exibido para uma pessoa ou aumentar a exposição para novos usuários.

É possível escolher o idioma dos sites e vídeos em que seus anúncios são exibidos alterando o idioma de segmentação nas configurações da campanha. Para decidir onde mostrar os anúncios, o Google Ads analisa a definição de idioma da pessoa no Google ou o idioma da consulta de pesquisa, da página atual ou das páginas visualizadas recentemente pelo usuário na Rede de Display do Google.

Isso foi útil?
Como podemos melhorá-lo?

Precisa de mais ajuda?

Faça login e veja mais opções de suporte para resolver o problema rapidamente.