Sobre as importações de conversões off-line

Às vezes, um anúncio não leva diretamente a uma venda on-line, mas conduz o cliente a uma venda off-line, no estabelecimento dele ou por telefone. Ao importar conversões off-line, você pode analisar o que acontece no mundo off-line depois que o anúncio gera um clique ou uma chamada para sua empresa.

Vantagens

Quando você importa eventos de conversão off-line, consegue ter uma visão mais abrangente sobre quais palavras-chave e critérios de segmentação (por exemplo, região geográfica ou horário do dia) geram as conversões mais econômicas. Esses dados podem ajudar a segmentar e otimizar as campanhas para aumentar seu lucro.

Se você atrair leads ou compradores on-line, convém registrar uma conversão nos casos a seguir:

  • Quando você fechar uma venda off-line (por exemplo, pelo telefone ou pessoalmente) e acompanhá-la em um sistema de gerenciamento de relacionamento com o cliente.
  • Trinta dias depois da venda on-line. Assim, você pode excluir transações que resultaram em devoluções.
  • Somente se a venda tiver sido realizada para um novo cliente=
  • Somente se for a segunda compra de um cliente
  • Quando você fechar uma venda on-line, mas não for possível usar a solução padrão de acompanhamento de conversões com base em JavaScript

Veja uma rápida visão geral do recurso.

Tipos de importação de conversões off-line

Existem quatro opções que mostram como as campanhas do Google Ads geram importações de conversões off-line:

  1. Com a Importação de conversões do Google Ads, é possível importar diretamente para o Google Ads as conversões que você acompanha em qualquer outro sistema. Essa opção é a mais ampla e se aplica a várias formas diferentes de acompanhamento de conversões off-line. Além disso, ela permite que você importe as conversões que começaram com um clique no anúncio ou com uma chamada originada nele.
  2. Com a Importação de conversões do Google Ads para o Salesforce®, você consegue ver automaticamente quando os eventos de vendas acompanhados no Salesforce começaram com um clique em um anúncio. Essa é melhor opção se você usa o Sales Cloud® do Salesforce para acompanhar seus dados de vendas. Saiba mais sobre as especificações dessa solução em Sobre a Importação de conversões do Google Ads para o Salesforce.
  3. O acompanhamento de conversões off-line do Zapier permite automatizar a importação das informações do acompanhamento de conversões off-line de vários sistemas diferentes de gestão de relacionamento com o cliente (CRM) para o Google Ads. Saiba mais sobre as importações off-line do Zapier para o Google Ads.
  4. A ferramenta de eventos de otimização do Google Ads no HubSpot permite sincronizar seus dados de gestão de relacionamento com o cliente (CRM) com o Google Ads, para que você possa acompanhar as vendas off-line, otimizar suas campanhas e melhorar a qualidade dos leads. Saiba mais sobre a ferramenta de eventos de otimização do Google Ads no HubSpot.

Como funciona

As importações de conversões off-line funcionam de maneira um pouco diferente dependendo do acompanhamento de conversões que começam com um clique no anúncio ou com uma chamada proveniente dele.

Conversões originadas de cliques

O Google Ads atribui um ID exclusivo, chamado de "GCLID", a cada clique em um anúncio que leva ao seu site. Para acompanhar as conversões off-line originadas de cliques, salve esse ID com as informações de lead que você coletar da pessoa que clicou no seu anúncio.

Posteriormente, quando a pessoa realizar uma conversão off-line (por exemplo, ao assinar um contrato), você enviará o GCLID de volta ao Google Ads com alguns detalhes sobre o tipo de conversão registrada e a data em que ela aconteceu. Então o Google Ads registrará essa conversão com seus outros dados de acompanhamento de conversões.

Exemplo

Você projeta, constrói e vende mesas personalizadas para salas de reunião e usa o Google Ads para atrair clientes em potencial para seu site. Nele, esses clientes podem enviar dados de contato e solicitar uma chamada de venda. Se um lead resultar de um clique em um anúncio, os dados de contato dele também incluirão um GCLID.

Uma vez por semana, um vendedor analisa as vendas realizadas nesse período e envia a você os dados dos clientes em potencial (e os respectivos GCLIDs) que foram convertidos em clientes, com a data e o horário de cada venda. Em seguida, você compila esses dados em uma planilha de cinco colunas e faz o upload dela na sua conta do Google Ads. Depois de algumas horas, você poderá ver quais palavras-chave e consultas contribuem não apenas para a geração de novos leads, mas principalmente para vendas reais.

Com esses novos dados, você economiza tempo. Além disso, eles facilitam a maximização do seu investimento no Google Ads.

Conversões originadas de chamadas

Ao importar informações das conversões de chamadas para o Google Ads, você pode acompanhar quais dos seus anúncios e das suas palavras-chave geram mais chamadas de vendas para sua empresa.

Em vez de usar um ID de clique como as conversões originadas de cliques, você acompanha as informações das suas chamadas que geraram vendas ou outras ações valiosas do cliente. Quando você importa essas informações para o Google Ads, fazemos a correspondência entre as conversões e as chamadas originadas dos seus anúncios.

Para mais informações sobre como essa opção funciona, leia sobre a importação de conversões de chamada.

Usar lances automáticos com importações de conversões off-line

Você pode usar as estratégias de lances automáticas do Google Ads para otimizar as conversões off-line. Nesse caso, recomendamos realizar as seguintes ações:

  • Importar dados de conversões off-line com frequência. O ideal é fazer isso diariamente.
  • Começar a fazer o upload de conversões e depois esperar o fim da janela de conversão antes de ativar os lances automáticos.
  • Se você estiver acompanhando uma combinação de conversões on-line e off-line, experimente usar a estratégia de lances de ROAS desejado. Ela otimiza melhor as conversões on-line e off-line, atribuindo valores distintos a diferentes ações de conversão, como leads e vendas off-line. Antes de começar a usar o ROAS desejado, recomendamos inserir os novos valores na coluna "Conversões" e aguardar seis semanas para que a campanha acumule os valores de conversão a uma taxa semelhante. Além disso, sugerimos a você revisar as configurações de orçamento e verificar se pode gastar até o dobro do valor diário médio sem exceder o limite de cobrança mensal.

Exemplo

Digamos que você esteja acompanhando leads por meio de uma ação de conversão on-line, e as vendas finais por meio de uma ação de conversão off-line. Você pode atribuir valores diferentes a cada ação de conversão para refletir o valor de cada uma para sua empresa: por exemplo, o valor de um lead é R$ 10,00 e o valor de uma venda é R$ 500,00. Com isso, o Google Ads tem mais insights sobre seu funil de vendas. E quanto mais insights desse tipo o Google Ads tiver, melhor será a otimização dos lances para você.

Segurança e privacidade para acompanhamento de sites

Os padrões de segurança do Google são rigorosos. O Google Ads só coleta dados nas páginas em que você implantou as tags associadas.

É necessário dar informações claras e completas aos usuários sobre os dados que você coleta nos seus sites e solicitar o consentimento deles para fazer essa coleta, conforme os requisitos legais.

Isso foi útil?
Como podemos melhorá-lo?

Precisa de mais ajuda?

Faça login e veja mais opções de suporte para resolver o problema rapidamente.

Pesquisa
Limpar pesquisa
Fechar pesquisa
Google Apps
Menu principal
Pesquisar na Central de Ajuda
true
73067
false