Excluir páginas da Web e vídeos específicos

Simplificamos os controles de segmentação e exclusão para a Rede de Display em dispositivos móveis, e agora ficou mais fácil alcançar a crescente base de usuários nessas plataformas.

A exclusão de conteúdo ("não intersticial do app para dispositivos móveis GMob") foi substituída por opções simplificadas de segmentação por dispositivo (computador, tablet e smartphone).

É possível definir os editores ou tipos de conteúdo em que seus anúncios poderão aparecer. Para isso, use as opções a seguir:

  • tópicos
  • segmentação por dispositivo (computador, tablet ou smartphone)
  • categoria do app
  • remoções individuais de apps por meio de exclusões de canais de aplicativos para smartphones e remoções individuais de sites
  • Exclusões de conteúdo

Assim como é possível segmentar canais da Rede de Display do Google para exibir seus anúncios (como páginas, sites, apps para dispositivos móveis e vídeos específicos), você também pode excluir os canais em que não quer exibi-los. É possível excluir sites ou domínios inadequados para sua marca ou ineficientes na promoção de vendas de produtos ou serviços.

Tipos de canal que você pode excluir

  • Determinados canais que não são adequados à sua marca.
  • Canais em que seus anúncios são exibidos, mas não apresentam bons resultados.

Exemplo

Uma agência de viagem tem um grupo de anúncios que inclui pacotes para acampamentos em família e segmenta tópicos como "Trilhas e acampamento". A equipe responsável percebe que alguns anúncios estão sendo exibidos em seleções automáticas de canais que são relevantes para o tópico, mas não são adequadas para famílias. Ela pode excluir esses canais do grupo de anúncios.

Excluir canais da campanha, do grupo de anúncios ou da conta

É possível excluir canais de campanhas e grupos de anúncios específicos na página "Canais".

  1. Faça login na sua conta do Google Ads.
  2. No Menu de páginas à esquerda, selecione Canais.
  3. Na barra de menus à esquerda, clique na guia Exclusões.
  4. Clique no ícone de lápis Editar.
  5. Selecione "Adicionar exclusão de canais" ou "Usar lista de exclusão de canais"
  6. Escolha se você quer excluir canais no nível da campanha, do grupo de anúncios ou da conta.
  7. Se você selecionou "Adicionar exclusão de canais", siga um dos procedimentos a seguir.
    1. Pesquise a palavra, frase, URL ou ID do vídeo que você quer excluir.
    2. Clique em Inserir vários canais e indique os URLs que você gostaria de excluir.
  8. Se você clicou em "Usar lista de exclusão de canais" e selecionou sua lista, escolha uma lista de exclusão de canais existente.
  9. Depois de indicar suas exclusões, clique em Salvar.

Como adicionar seus URLs de exclusão

Existem diferentes tipos de URL de acordo com o tipo de propriedade. Desde apps para dispositivos móveis a páginas específicas de produtos, cada tipo de propriedade possui um formato de endereço específico. Expanda as seções abaixo e veja como inserir os endereços para cada tipo de canal.

Como formatar exclusões de canais para sites

Há várias maneiras de excluir canais: por domínio, subdomínio, nome de caminho ou páginas individuais, exceto domínios de vários níveis. Em geral, excluir domínios impede que seus anúncios sejam exibidos em páginas do domínio em questão, já excluir subdomínios ou caminhos impede apenas que seus anúncios sejam exibidos em páginas desses subdomínios ou caminhos, respectivamente.

Exemplo

A empresa da Shirley vende produtos orgânicos de limpeza doméstica, e ela gostaria de exibir seus anúncios em canais intimamente relacionados ao seu produto. Ela segmenta um site conhecido de avaliação de produtos e adiciona uma exclusão aos caminhos dele relacionados a gadgets e utensílios de cozinha para que seus anúncios não sejam exibidos nessas páginas. Ao refinar os canais em que você quer exibir os anúncios, ela pode mostrá-los para os clientes em potencial mais interessados.

O formato de cada entrada da lista de exclusão de sites determina como o Google Ads filtra os sites. Veja alguns exemplos de como excluir domínios e formatar essas exclusões:

Nível

Exclusão

 
Nome do domínio de nível superior example.com
Use esse formato se preferir que seus anúncios sejam excluídos de um determinado domínio e dos subdomínios, nomes de diretório, páginas específicas e assim por diante.
  • Os anúncios não serão exibidos em example.com, www.example.com, www1.example.com, www.example.com/variedades, www.example.com/variedades/pagina.html ou canal.example.com
sim, confirmado Aceitável
Subdomínio de primeiro nível www.example.com
  • Os anúncios não serão exibidos em www.example.com ou www.example.com/variedades
  • Os anúncios poderão ser exibidos em www1.example.com ou canal.example.com
sim, confirmado Aceitável
Subdomínio de primeiro nível placement.example.com sim, confirmado Aceitável
Nome do diretório único www.example.com/variedades
  • Os anúncios não serão exibidos em: www.example.com/variedade ou www.example.com/variedades/page.html
  • Os anúncios poderão ser exibidos em www.example.com
sim, confirmado Aceitável
Nome do diretório único example.com/stuff sim, confirmado Aceitável
Nome do segundo diretório www.example.com/variedades/extra
  • Os anúncios não serão exibidos em: www.example.com/variedades/extra ou www.example.com/stuff/extra/pagina.html
  • Os anúncios poderão ser exibidos em www.example.com ou www.example.com/variedades
sim, confirmado Aceitável
Subdomínios de vários níveis

www.placement.example.com

  • Os anúncios só podem ser excluídos desse subdomínio específico
Não recomendado
Página individual www.example.com/index.html sim, confirmado Aceitável

Devido à natureza dinâmica da Rede de Display, não garantimos que 100% das páginas relacionadas serão excluídas quando você apagar uma categoria. No entanto, nossos testes mostraram que excluir uma categoria reduz em aproximadamente 90% a exposição a páginas relacionadas.

Excluir apps específicos das campanhas de display

  1. Faça login na sua conta do Google Ads.
  2. No menu à esquerda, selecione Canais.
  3. Na barra de menu acima, clique na guia Exclusões.
  4. Clique no ícone de lápis Optimization.
  5. Selecione Adicionar exclusão de canais.
  6. Em "Excluir de", selecione Campanha.
  7. Clique em Selecionar uma campanha e escolha a campanha da qual você quer excluir aplicativos.
  8. Clique em Inserir vários canais.
  9. Siga uma destas opções:
    • Para excluir aplicativos para iOS:
      • Encontre o código do iTunes do aplicativo que você quer excluir. Ele fica no fim do URL do aplicativo. Por exemplo, o número em vermelho é o código do "MechaHamster":
        https://itunes.apple.com/us/app/mechahamster/id1286046770.

      • Digite mobileapp::1-" seguido pelo código do iTunes. Por exemplo, se você quiser adicionar o app "MechaHamster" como uma exclusão de canais, insira mobileapp::1-1286046770.

    • Para excluir apps Android:
      • Na Google Play Store, encontre o app que você quer excluir e copie o nome do pacote do aplicativo (a última parte do URL após “id=”). Por exemplo, para o aplicativo "MechaHamster", copie a seção do URL que aparece em vermelho abaixo:
        https://play.google.com/store/apps/details?id=com.google.fpl.mechahamster
      • No campo para inserir canais no Google Ads, digite mobileapp::2- e cole o URL que você acabou de copiar. No exemplo da etapa anterior, a exclusão do app "MechaHamster" ficaria assim:
        mobileapp::2-com.google.fpl.mechahamster

Excluir domínios reservados

A maioria das exclusões se aplica somente à Rede de Display, exceto para sites de domínio reservado, que serão excluídos da Rede de Display e da rede de pesquisa.

Observação

Excluir canais é diferente de removê-los. Quando você exclui canais, bloqueia a exibição dos seus anúncios neles. Quando você remove canais que está segmentando, seu anúncio ainda pode ser exibido neles com base em outros métodos de segmentação usados no seu grupo de anúncios, como palavras-chave ou temas.

Programar uploads automáticos de listas de exclusão de canais

Para anunciantes

Para programar sua lista de exclusão, vincule uma lista de exclusão de canais em um formato de arquivo compatível com o Google Ads. Essa origem de lista será extraída periodicamente para gerenciar suas exclusões no Google Ads. Ela pode ser mantida por você ou por um provedor de lista confiável. Programe uploads das exclusões de canais para garantir que sua lista de exclusão seja atualizada automaticamente, refletindo as atualizações feitas no arquivo de origem externo.

Instruções para fazer o download de um modelo e programar uma lista de exclusão de canais

  1. Faça login na sua conta do Google Ads.
  2. Selecione a visualização detalhada switch view icon found within the UI no menu de visão geral.
  3. Clique no ícone de ferramentas e configurações Google Ads | ferramentas [Icon] no menu de navegação superior.
  4. Em "Biblioteca compartilhada", clique em Listas de exclusão de canais.
  5. Clique no botão de adição .
  6. Clique em Agendar uma lista.
  7. Se você não tiver uma lista de origem criada por você ou por provedores de listas confiáveis, clique em Ver modelos para acessar os modelos compatíveis e fazer o download de um arquivo que pode ser editado e salvo. Tipos de exclusão compatíveis:
    • Sites
    • Apps para dispositivos móveis
    • Canais do YouTube
    • Vídeos do YouTube

Observação: as exclusões estão sujeitas aos limites da lista de exclusões de canais compartilhada. Saiba mais sobre os limites de segmentação do Google Ads

  1. Depois que você salvar a origem da lista no tipo de arquivo correto, poderá programar uploads automáticos das exclusões de canais incluídas nessa origem.
    1. Digite o "Nome da programação".
    2. Insira o "Nome da lista", que será exibido na coluna "Lista de exclusão de canais".
    3. No menu suspenso "Origem", selecione como o arquivo será exibido:
      • Planilhas Google
      • HTTPS
      • SFTP
    4. Verifique se o arquivo é público ou se você forneceu as permissões para acessá-lo.
      Observação: se você selecionar "SFTP" e o erro "Arquivo não encontrado" for exibido, adicione uma barra dupla ("//") entre o nome e o caminho do arquivo. Por exemplo: SFTP://sftp.mysite.com/exclusions.csv
      1. O arquivo do Planilhas Google precisa ser público ou compartilhado com a conta do Google Ads que é exibida quando você seleciona "Planilhas Google" como origem e clica em Vincular uma planilha existente.
      2. O HTTPS / SFTP pode exigir credenciais (nome de usuário / senha). Se necessário, digite o nome de usuário e a senha para acessar o arquivo.
    5. Use os campos "Frequência" e "Hora" para escolher a frequência e o horário do dia em que a origem selecionada deverá ser enviada e aplicada às suas exclusões de canal.
    6. Clique em Salvar.
    7. Verifique se o arquivo de origem foi enviado corretamente. Para isso, confira se ele está na coluna "Lista de exclusão de canais", na página de exclusões de canais, acessível pelo menu Ferramentas Google Ads | ferramentas [Icon]. Pode levar até 10 minutos para a lista aparecer.
  2. Para cancelar ou modificar suas exclusões de canais programadas, siga estas instruções:
    1. Clique no ícone de ferramentas Google Ads | ferramentas [Icon].
    2. Em "Ações em massa", selecione Uploads.
    3. Clique na guia Programações.
    4. Passe o cursor sobre o ponto colorido à esquerda do item programado na coluna "Programar".
    5. Você pode escolher entre "Ativar", "Pausar" ou "Remover".
    6. Também é possível clicar em Editar na coluna "Ações".

Observação:

  • Se você estiver usando um arquivo criado por um provedor de listas confiável, verifique se o arquivo está em um formato compatível para que seja enviado corretamente.
  • Desde que os uploads estejam programados, todas as exclusões no arquivo de origem serão continuamente enviadas para sua lista. Atualize o arquivo de origem diretamente ou trabalhe com o provedor de lista terceirizado para fazer a atualização.
  • Assim que a lista de exclusão for criada, você aplicará a lista de exclusão de canais a uma campanha para começar a excluir canais.

Para provedores de listas

Para criar uma lista de exclusão para seus anunciantes, faça o download de uma origem de arquivo externa compatível no Google Ads. Depois que ela for programada pelos anunciantes, essa origem será extraída para gerenciar exclusões no Google Ads, e a lista poderá ser mantida por você. Os anunciantes podem programar uploads com seu arquivo de exclusão de canais. As listas deles serão atualizadas automaticamente para incluir as mudanças feitas nos arquivos de origem.

Instruções para fazer o download de um modelo de arquivo e testar um arquivo de exclusão de canais

  1. Faça login na sua conta do Google Ads.
  2. Selecione a visualização detalhada no menu de visão geral.
  3. Clique no ícone de ferramentas e configurações Google Ads | ferramentas [Icon] no menu de navegação superior.
  4. Em "Biblioteca compartilhada", clique em Listas de exclusão de canais.
  5. Clique no botão de adição .
  6. Clique em Agendar uma lista.
  7. Clique em Exibir modelos para ver os modelos e tipos de arquivo compatíveis e fazer o download do arquivo do modelo, que será usado para criar listas de exclusão de canais. Tipos de exclusão compatíveis:
  8. Depois de salvar uma origem de lista com o tipo de arquivo certo, faça o upload dela na sua conta para testar se o arquivo de exclusão está formatado corretamente.
    1. Digite o "Nome da programação".
    2. Insira o "Nome da lista" que será exibido como o nome nas colunas "Programação" e "Lista de exclusão de canais".
    3. No menu suspenso "Origem", selecione como o arquivo será exibido:
      • Planilhas Google
      • HTTPS
      • SFTP
    4. Verifique se o arquivo é público ou se você forneceu as permissões para acessá-lo.
      1. O arquivo do Planilhas Google precisa ser público ou compartilhado com a conta do Google Ads que é exibida quando você seleciona "Planilhas Google" como origem e clica em Vincular uma planilha existente.
      2. O HTTPS / SFTP pode exigir credenciais (nome de usuário / senha). Se necessário, digite o nome de usuário e a senha para acessar o arquivo.
      3. Essas permissões também se aplicam aos anunciantes que têm acesso ao seu arquivo.
        Observação: se você selecionar "SFTP" e o erro "Arquivo não encontrado" for exibido, adicione uma barra dupla ("//") entre o nome e o caminho do arquivo. Por exemplo: SFTP://sftp.mysite.com/exclusions.csv
    5. Use os campos "Frequência" e "Hora" para escolher a frequência e o horário do dia em que a origem selecionada deverá ser enviada e aplicada às exclusões de canal do anunciante.
    6. Clique em Salvar.
    7. Verifique se o arquivo de origem foi enviado corretamente. Para isso, confira se ele está na coluna "Lista de exclusão de canais", na página de exclusões de canais, acessível pelo menu Ferramentas Google Ads | ferramentas [Icon]. O arquivo de origem pode levar até 10 minutos para aparecer.

Práticas recomendadas:

  • Antes de compartilhar um arquivo com anunciantes, é melhor programar a lista com sua própria conta e testar se o upload do arquivo está correto. Mantenha a programação por alguns dias para testar se as atualizações estão sendo enviadas.
  • Lembre-se de que as listas estão sujeitas à limitação padrão da exclusão de canais compartilhada de 65.000 exclusões por lista. As contas dos anunciantes estão sujeitas a limites de exclusão adicionais com base no uso da segmentação. Saiba mais sobre os limites de segmentação do Google Ads
  • Trabalhe com os anunciantes para fazer mudanças permanentes nas listas diretamente nos arquivos de origem delas, já que eles não podem fazer isso em listas programadas do Google Ads.

Próximas etapas

Isso foi útil?
Como podemos melhorá-lo?

Precisa de mais ajuda?

Faça login e veja mais opções de suporte para resolver o problema rapidamente.

Pesquisa
Limpar pesquisa
Fechar pesquisa
Google Apps
Menu principal
Pesquisar na Central de Ajuda
true
73067
false