Acerca da posição do anúncio e da classificação de anúncios

A posição do anúncio é a ordem do anúncio nos resultados do leilão relativamente aos outros anúncios. Por exemplo, se a posição do anúncio for "1", tal significa que o anúncio foi o primeiro a ser apresentado e que não existiu nenhum anúncio apresentado antes. Se a posição do anúncio for "2", o anúncio foi o segundo a ser apresentado e assim sucessivamente.

Observe que a posição do anúncio não corresponde necessariamente à localização do anúncio na página de resultados da pesquisa. Por exemplo, se a posição do anúncio for "1", tal não significa necessariamente que o anúncio foi apresentado acima dos resultados da pesquisa orgânica. A posição do anúncio pode corresponder à respetiva localização se não existirem anúncios acima dos resultados da pesquisa e o anúncio for o primeiro a ser apresentado abaixo dos resultados da pesquisa orgânica. De igual modo, se a posição do anúncio for "2", tal significa apenas que o anúncio foi o segundo a ser apresentado por ordem. Na prática, um anúncio de texto com posição "2" pode ser apresentado na segunda posição acima dos resultados da pesquisa, na primeira posição abaixo dos resultados da pesquisa (se o primeiro anúncio for apresentado acima dos resultados da pesquisa orgânica) ou na segunda posição abaixo dos resultados da pesquisa (se o primeiro anúncio também for apresentado abaixo dos resultados da pesquisa orgânica).

Pode analisar a posição dos seus anúncios relativamente a outros ao consultar a métrica posição média.

Se pretender conhecer a localização dos seus anúncios na página de resultados da pesquisa, consulte as métricas do topo e do topo absoluto da página.

Sugestão

Na Rede de Pesquisa, se pretender perceber a localização dos seus anúncios nas páginas de resultados do motor de pesquisa (SERP), pode utilizar as métricas da taxa de impressão no topo e no topo absoluto da página "% de impr. no topo absoluto da página" e "% de impr. no topo da página". Se pretender licitar em função da localização na página, pode utilizar as métricas da quota de impressão no topo e no topo absoluto da página "QI no topo abs. da Rede de Pesquisa" e "QI no topo da página da Rede de Pesquisa". Para tal, pode utilizar a estratégia de lance Quota de impressão alvo e ativar a opção para segmentar o topo ou o topo absoluto da página. Não é recomendável licitar em função da posição média porque, por vezes, a posição média pode diminuir com o aumento dos lances. Tal acontece porque, por vezes, aumentar os lances permite-lhe entrar em leilões mais competitivos numa posição inferior.

Como é determinada a posição do anúncio

Elements of Ad Rank

O leilão de anúncios é a forma como a Google decide quais os anúncios a apresentar e a respetiva posição.

O Google Ads calcula a classificação de anúncios para cada anúncio no leilão. A classificação de anúncios determina a posição do seu anúncio e se os seus anúncios são elegíveis para apresentação. Em geral, o anúncio com a classificação de anúncios mais elevada é apresentado na posição superior e o anúncio com a segunda classificação de anúncios mais elevada é apresentado na segunda posição (partindo do princípio de que os anúncios cumprem os limiares relevantes) e assim sucessivamente.

Acima de tudo, pense na classificação de anúncios como tendo cinco fatores:

  1. O lance: ao definir o lance, está a indicar ao Google Ads o valor máximo que está disposto a pagar por um clique no seu anúncio. O valor que paga na realidade é frequentemente menor e pode alterar o lance em qualquer momento.
  2. A qualidade dos anúncios e da página de destino: o Google Ads analisa igualmente a relevância e a utilidade do anúncio e do Website a que este está associado para a pessoa que vê o anúncio. A avaliação da qualidade do anúncio é resumida no Índice de qualidade, que pode monitorizar (e procurar melhorar) na sua conta do Google Ads.
  3. Os limiares de classificação de anúncios: para ajudar a garantir anúncios de alta qualidade, estabelecemos limiares mínimos que um anúncio tem de cumprir para aparecer.
  4. O contexto da pesquisa da pessoa: com o leilão de anúncios, o contexto é importante. Ao calcular a classificação de anúncios, analisamos os termos de pesquisa que a pessoa introduziu, a localização da pessoa no momento da pesquisa, o tipo de dispositivo que está a utilizar (por exemplo, dispositivo móvel ou computador), a hora da pesquisa, a natureza dos termos de pesquisa, os outros anúncios e resultados da pesquisa que são apresentados na página, assim como outros sinais e atributos do utilizador.
  5. O impacto esperado das extensões de anúncios e de outros formatos de anúncios: quando cria o anúncio, tem a possibilidade de incluir informações adicionais, como um número de telefone ou mais links para páginas específicas do seu site. Estas adições têm o nome de extensões de anúncios. O Google Ads estima o modo como as extensões e os outros formatos de anúncios utilizados terão impacto no desempenho do seu anúncio.

Exemplo

Suponha que cinco anunciantes estão a concorrer por um máximo de quatro posições de anúncio acima dos resultados da pesquisa na página de resultados da Pesquisa Google. A respetiva classificação de anúncios de cada um dos anunciantes é de, digamos, 80, 50, 30, 10 e 5.

Se a classificação de anúncios mínima necessária para a apresentação acima dos resultados da pesquisa for de, por exemplo, 40, apenas os primeiros dois anunciantes (com classificações de anúncios de 80 e 50) excedem o mínimo e são apresentados acima dos resultados da pesquisa.

Se a classificação de anúncios mínima necessária para a apresentação abaixo dos resultados da pesquisa for de 8, então dois dos três anunciantes restantes (com classificações de anúncios de 30 e 10) são apresentados abaixo dos resultados da pesquisa. O anunciante com a classificação de anúncios de 5 não cumpriu a classificação de anúncios mínima, pelo que não é apresentado.

No caso da métrica "posição média", o anunciante com a classificação de anúncios de 80 (na primeira posição acima dos resultados da pesquisa) obtém a posição 1, o anunciante com a classificação de anúncios de 50 (na segunda posição acima dos resultados da pesquisa) obtém a posição 2, o anunciante com a classificação de anúncios de 30 (na primeira posição abaixo dos resultados da pesquisa) obtém a posição 3 e o anunciante com a classificação de anúncios de 10 (na segunda posição abaixo dos resultados da pesquisa) obtém a posição 4. Desse modo, o termo "posição" refere-se à ordem de um anunciante no leilão e não a uma localização específica na página de resultados da pesquisa. Assim, apesar de duas das quatro posições de anúncio disponíveis acima dos resultados da pesquisa (as posições imediatamente abaixo dos anunciantes com as classificações de anúncios de 80 e 50) terem ficado vazias, os dois anunciantes seguintes na classificação (os anunciantes com as classificações de anúncios de 30 e 10) obtêm as posições 3 e 4 para efeitos da posição média.

No caso das métricas do topo e do topo absoluto da página, é contabilizada 1 impressão tanto no topo como no topo absoluto para o anunciante com a classificação de anúncios de 80 (na primeira posição acima dos resultados da pesquisa), o anunciante com a classificação de anúncios de 50 (na segunda posição acima dos resultados da pesquisa) obtém 1 impressão no topo da página, o anunciante com a classificação de anúncios de 30 (na primeira posição abaixo dos resultados da pesquisa) obtém 0 impressões no topo e no topo absoluto e o mesmo acontece com o anunciante com a classificação de anúncios de 10 (na segunda posição abaixo dos resultados da pesquisa).

  Classificação de anúncios Impr. no topo absoluto Impr. no topo Posição média % de impr. no topo absoluto da página % de impr. no topo da página
Anunciante A 80 1 1 1 100% 100%
Anunciante B 50 0 1 2 0% 100%
Anunciante C 30 0 0 3 0% 0%
Anunciante D 10 0 0 4 0% 0%

Para melhorar a sua quota no topo e no topo absoluto da página dos resultados da pesquisa, pode:

  • melhorar a qualidade dos anúncios e da experiência da página de destino
  • aumentar o lance

Melhores anúncios significam uma melhor classificação de anúncios

Sempre que uma pessoa faz uma pesquisa que aciona um anúncio que concorre num leilão, calculamos uma classificação de anúncios. Este cálculo incorpora o seu lance, as medidas no momento do leilão da CTR prevista, a relevância do anúncio e a experiência da página de destino, entre outros fatores. Para determinar os componentes de qualidade no momento do leilão, consideramos diversos fatores. Ao melhorar os seguintes fatores, pode ajudar a melhorar os componentes de qualidade da sua classificação de anúncios:
  • Taxa de cliques prevista do anúncio: baseia-se em parte no histórico de cliques e de impressões do seu anúncio (ajustados em função de fatores como a posição do anúncio, as extensões e outros formatos que possam ter afetado a visibilidade de um anúncio em que uma pessoa tenha clicado anteriormente).
  • Relevância do anúncio para a pesquisa: a relevância do anúncio para a pesquisa de uma pessoa.
  • Qualidade da página de destino: o grau de relevância, transparência e facilidade de navegação da sua página.

Motivo da importância da qualidade do anúncio

Os componentes de qualidade da classificação de anúncios são utilizados de várias maneiras e podem afetar os seguintes itens:
  • Elegibilidade para o leilão de anúncios: as nossas medidas da qualidade do anúncio ajudam a determinar os limiares de classificação de anúncios para o seu anúncio e, como tal, se o anúncio pode ser apresentado.
  • Custo por clique (CPC) real: os anúncios com melhor qualidade podem levar a CPCs mais baixos. Isto significa que paga menos por clique quando os anúncios têm uma qualidade superior.
  • Posição do anúncio: os anúncios com melhor qualidade obtêm geralmente posições de anúncio superiores, o que significa que podem ser apresentados numa posição superior da página.
  • Elegibilidade para extensões de anúncios e outros formatos de anúncios: a classificação de anúncios determina se o anúncio é ou não elegível para apresentação com extensões de anúncios e outros formatos de anúncios, como sitelinks.
Em geral, os anúncios com melhor qualidade conduzem normalmente a custos mais baixos, melhores posições do anúncio e maior sucesso da sua publicidade. O sistema do Google Ads funciona melhor para todos (anunciantes, clientes, publicadores e Google) quando os anúncios que apresentamos são relevantes e correspondem mais aproximadamente ao que os clientes procuram.
A informação foi útil?
Como podemos melhorá-la?

Precisa de mais ajuda?

Inicie sessão para obter opções de apoio técnico adicionais e resolver rapidamente o seu problema.