Compreender os créditos e os ajustes efetuados à conta

Ocasionalmente, a Google poderá ajustar o seu saldo do Google Ads. Esta ação é designada ajuste. Na maioria das vezes, os ajustes são efetuados na forma de créditos. Os créditos reduzem o saldo da conta, ao passo que os débitos aumentam o saldo da conta.

Pode encontrar os ajustes aplicados à sua conta ao clicar no ícone de ferramentas Google Ads | tools [Icon] e escolher Resumo e, em seguida, clicar em Transações para ver o histórico de transações. Seguem-se os tipos de ajuste de crédito mais frequentes:

  • Cortesia: vai ver este tipo de ajuste quando for aplicado um código promocional ou um crédito de cortesia à sua conta. Este crédito apenas é válido para publicidade futura e não pode ser reembolsado.
  • Atividade inválida: para cliques e impressões inválidos gerados por robôs, ferramentas de cliques automatizadas e outro software fraudulento. A Google proíbe este tipo de comportamento incorreto. É por este motivo que não tem de pagar por estes cliques e impressões injustos.
  • Crédito por excesso de fornecimento: por vezes, a Google entusiasma-se e apresenta o seu anúncio demasiadas vezes, tantas que a sua conta acumula mais custos do que o seu orçamento diário médio permite. Ups! Se isto acontecer, não se preocupe. A sua conta receberá um crédito para cobrir os custos em excesso.
  • Orçamento de conta ultrapassado: verá esta opção se os seus custos com publicidade excederem o saldo pré-pago. A Google vai creditar o valor em excesso para o utilizador não ter de por pagar esta atividade. Este tipo de ajuste só aparece nas contas que utilizam pagamentos manuais.
  • Créditos em excesso armazenados para utilização futura: se receber mais créditos do que gastou num determinado mês, pode ver um saldo negativo na sua conta. Esse saldo negativo é denominado "créditos em excesso". Nos países onde a Google não pode gerar faturas negativas (por exemplo, China, Taiwan, Turquia) para agir em conformidade com os requisitos regulamentares locais, a Google remove estes créditos em excesso para não aparecerem na fatura como saldo negativo e mantém-nos armazenados para consumo futuro. No período em que isto acontece, recebe uma fatura com o saldo a zero e os créditos em excesso que foram armazenados serão utilizados automaticamente quando incorrer em gastos com publicidade num mês futuro.
  • Créditos em excesso aplicados de meses anteriores: se em qualquer um dos meses anteriores tiverem existido créditos em excesso disponíveis e tiver gastos com publicidade no mês atual, a Google aplica os créditos em excesso armazenados aos seus gastos com publicidade até ao valor máximo do saldo do crédito. Esta linha mostra-lhe quantos créditos em excesso foram aplicados aos gastos com publicidade num determinado mês. No caso de encerramento da conta, isto reflete os créditos em excesso que podem ser reembolsados.
  • Valor restante disponível para utilização futura: quando os créditos em excesso forem aplicados aos gastos com publicidade, mas ainda restarem créditos, esta linha indica o valor que ainda lhe resta para aplicar a gastos com publicidade em qualquer mês seguinte. Tenha em atenção que este é o valor dos créditos disponíveis antes da aplicação de impostos. Por exemplo, se o valor dos créditos em excesso for 45 € (incluindo impostos), o valor apresentado pode ser 41 € com uma estimativa de 4 € para impostos.

Passo seguinte

A informação foi útil?
Como podemos melhorá-la?

Precisa de mais ajuda?

Inicie sessão para obter opções de apoio técnico adicionais e resolver rapidamente o seu problema.