Acerca da modelagem do modo de consentimento

A partir de abril de 2021, a modelagem de conversões para o modo de consentimento estará disponível no Google Ads para os utilizadores que cumprirem todos os requisitos de elegibilidade. As conversões modeladas serão apresentadas na coluna "Conversões" e serão refletidas em todos os relatórios a jusante que utilizarem estes dados.

Compreender o que acontece depois de implementar o modo de consentimento

Para poder cumprir os nossos limites de confiança rigorosos, terá de cumprir as seguintes verificações de qualidade:

Assim que os critérios acima forem cumpridos, os nossos modelos entram em períodos de formação. Pode esperar ver gradualmente um aumento das conversões modeladas nos relatórios de conversões e é provável que existam melhorias contínuas no desempenho comunicado.

Como funciona a modelagem do modo de consentimento?

Quando um utilizador não autoriza cookies de anúncios ou cookies de análise, o modo de consentimento ajusta automaticamente o comportamento das etiquetas Google relevantes para não lerem nem escreverem cookies para fins publicitários ou de análise. Sem cookies, os anunciantes verificam uma lacuna na medição e perdem a visibilidade sobre os caminhos dos utilizadores no respetivo site. Já não conseguem associar diretamente as interações com anúncios dos utilizadores às conversões.

A modelagem de conversões pode ajudar a preencher espaços em branco na medição de multimédia em alturas em que não é possível observar o caminho entre as interações com anúncios e as conversões. A modelagem de conversões utiliza a aprendizagem automática para analisar dados observáveis e o histórico de tendências, ao quantificar a relação entre os utilizadores com e sem consentimento. Em seguida, através de percursos do utilizador observáveis, nos quais os utilizadores tenham consentido a utilização de cookies, os nossos modelos irão avaliar os caminhos de atribuição para os percursos sem consentimento. Isto cria uma perspetiva mais completa e precisa dos gastos com publicidade, bem como dos respetivos resultados, ao mesmo tempo que respeita as escolhas de consentimento dos utilizadores.

As conversões modeladas através do modo de consentimento serão integradas diretamente nos relatórios da sua campanha do Google Ads com o mesmo nível de detalhe das conversões observadas. Depois, estes dados são introduzidos nas ferramentas de lances da Google para que possa ter a certeza de que as suas campanhas serão otimizadas com base numa vista total dos seus resultados.

A relação entre as taxas de consentimento e as conversões modeladas

Deve esperar que as taxas de conversão sem consentimento sejam significativamente inferiores às taxas de conversão com consentimento. Através de uma análise exaustiva, verificámos que as taxas de conversão dos utilizadores variam com base no estado de consentimento dos utilizadores. Geralmente, os utilizadores que deram o consentimento são 2 a 5 vezes mais suscetíveis de efetuar conversões do que os utilizadores que não deram o consentimento. No entanto, isto varia bastante consoante fatores como taxas de consentimento, o setor e o tipo de conversão.

Infografia que explica como funciona a modelagem do modo de consentimento

O exemplo acima mostra como as taxas de consentimento e os aumentos/diminuições da taxa de conversão não são iguais, uma vez que a conversão dos utilizadores que não deram o consentimento tende a ser menos frequente. Neste caso, o anunciante tem uma taxa de consentimento de 50%, mas apenas uma diminuição de 19% nas conversões (12 em 62) e um aumento da taxa de conversão de 18% na modelagem de conversões.

Nota: a Google não consegue verificar se uma conversão sem consentimento teve anteriormente uma interação com o anúncio. Os nossos modelos ajudam a preencher o caminho entre as interações com anúncios e os eventos de conversão, com o objetivo de minimizar a previsão em excesso. Por conseguinte, algumas conversões que realmente ocorreram podem não ser contabilizadas, uma vez que não são reconhecidas como cliques em anúncios sem cookies.

Implicações ao nível de relatórios e de lances

A partir de abril de 2021, verá a modelagem de consentimento disponível para relatórios e lances na sua conta do Google Ads. Não é necessária qualquer ação adicional para tirar partido da modelagem do modo de consentimento. As conversões modeladas são apresentadas na coluna "Conversões". Se estiver a acompanhar valores, os valores de conversão modelada também são apresentados na coluna "Valor de conversão". Todos os relatórios que utilizam colunas de conversão são afetados pelas conversões modeladas.

Se tiver mudado anteriormente das estratégias de lance CPA alvo ou ROAS alvo para as estratégias de lance Maximizar as conversões ou Maximizar o valor de conversão para controlar em função do impacto das alterações de consentimento, recomendamos que regresse ao CPA alvo ou ao ROAS alvo para obter um desempenho otimizado após o lançamento da modelagem. Se já ajustou os alvos de lances automáticos para mitigar o impacto das alterações de consentimento, deve monitorizar os gastos para ajustar gradualmente os alvos, de modo a voltar aos seus alvos de ROI anteriores.

Tirar o máximo partido da modelagem de modos de consentimento

Quando o consentimento de cookies for recusado (ad_storage ou analytics_storage=’denied’), recomendamos que utilize o modo de consentimento para enviar pings sem cookies para obter uma modelagem mais precisa. A modelagem de conversões através do modo de consentimento é mais precisa quando são acionados pings sem cookies. Saiba mais acerca da forma como o modo de consentimento respeita a privacidade do utilizador com pings sem cookies quando o consentimento de cookies é recusado (ad_storage ou analytics_storage=’denied’).

Nota: os pings sem cookies do modo de consentimento nunca são utilizados para acompanhar utilizadores individuais em apps ou Websites, criar listas de remarketing ou gerar perfis de utilizador.

A modelagem de conversões poderá continuar disponível para anunciantes que bloqueiam pings sem cookies, mas os nossos sistemas não irão conseguir gerar fatores de calibração específicos do anunciante, o que pode afetar a precisão da modelagem. Os pings sem cookies são fundamentais para gerar fatores de calibração personalizados para cada anunciante.

Links relacionados

A informação foi útil?
Como podemos melhorá-la?

Precisa de mais ajuda?

Inicie sessão para obter opções de apoio técnico adicionais e resolver rapidamente o seu problema.

Pesquisa
Limpar pesquisa
Fechar pesquisa
Google Apps
Menu principal
Pesquisar no Centro de ajuda
true
73067
false