Usar o Provedor de arquivos com o Drive para computador

Lançado pela Apple no macOS 12.1, o Provedor de arquivos oferece suporte nativo para acessar sistemas de arquivos baseados na nuvem, como o Google Drive. Os usuários que fazem streaming de arquivos perceberão pequenas diferenças em relação à experiência anterior do Drive para computador.

Não há mudanças na forma como você interage com as pastas que selecionou: espelhar para o Google Drive ou fazer backup no Google Fotos. Leia mais sobre as diferenças entre espelhamento e streaming.

Confirmar se você está usando o Provedor de arquivos

Se você recebeu uma notificação do Drive para computador com um link "Saiba mais", é porque está usando o recurso. Para confirmar, siga estas etapas:

  1. Abra o Drive para computador.
  2. Clique em Configurações Configurações e Preferências.
  3. No canto superior direito, clique em Configurações Configurações.
  4. Em "Local de streaming do Google Drive", veja a notificação "O local da pasta é controlado pelo macOS".

Por que recebi uma solicitação para ativar o Google Drive?

O uso desse recurso do macOS exige sua permissão explícita. Para conceder permissões:

  1. Abra o Finder.
  2. À esquerda, em "Locais", clique em Google Drive.
  3. No canto superior direito, clique em Ativar.

Também é possível conceder permissões clicando em OK na janela pop-up. 

Se você não ativar o Google Drive, não vai ser possível transmitir seus arquivos usando o Google Drive para computador. 

Onde encontro meus arquivos de streaming agora?

Para encontrar arquivos de streaming, siga estas etapas:

  1. Abra o Finder.
  2. À esquerda, em "Locais", clique em Google Drive.

Assim como antes, os arquivos são salvos apenas após o uso. Os arquivos que ainda não foram transferidos por download são marcados com um ícone de nuvem.

Observações: 

  • Para casos de uso avançados (por exemplo, o Terminal), você encontra seus arquivo em ~/Library/CloudStorage. 
  • Os itens das listas recentes de arquivos de um aplicativo não vão ser abertos até que sejam acessados nos novos locais pela pesquisa do Spotlight ou no Finder. Se você tiver configurado aplicativos para usar explicitamente caminhos de arquivos que fazem referência ao drive de streaming do Drive para computador, vai ser necessário alterar esses caminhos manualmente para continuar acessando esses arquivos como fazia antes. 
  • Caso você tenha configurado o cache de conteúdo para permanecer em um volume secundário, o conteúdo vai ser movido para o mesmo volume em que o diretório principal está localizado.

Qual é a diferença entre essa funcionalidade e a anterior?

  • Os arquivos são acessados em um local diferente, que é controlado pelo macOS, veja acima.
  • O link na barra lateral do Finder passa de "Favoritos" para "Locais" e, se for removido, poderá ser adicionado novamente às preferências do Finder.
  • Se você arrastar itens para dentro e para fora de uma pasta do Google Drive, eles vão ser movidos em vez de copiados, por padrão. 
  • A pesquisa do Spotlight só vai pesquisar um subconjunto do corpus do Drive, incluindo os arquivos transferidos por download. Para pesquisar seu corpus completo do Drive, use a ferramenta de pesquisa do Drive para computador ou o site do Drive.
  • Quando a sincronização está pausada, não é possível fazer o download de arquivos.
  • Os arquivos transferidos por download e criados localmente podem ser acessados quando o Drive para computador não estiver em execução.
  • O armazenamento em cache é limitado pelo espaço em disco disponível. Para liberar espaço, o SO vai remover automaticamente os arquivos não liberados. 
  • As visualizações do QuickLook só funcionam para arquivos transferidos por download, isto é, arquivos sem um ícone de nuvem.
Isso foi útil?
Como podemos melhorá-lo?

Precisa de mais ajuda?

Faça login e veja mais opções de suporte para resolver o problema rapidamente.

Pesquisa
Limpar pesquisa
Fechar pesquisa
Google Apps
Menu principal
Pesquisar na Central de Ajuda
false
false
true
99950
false
false