Referência do Google Maps

Veja seus dados no Google Maps.

Ao adicionar o Google Maps nos relatórios, você proporciona aos usuários um ambiente interativo familiar para explorar dados geográficos. O Google Maps no Data Studio é altamente personalizável e integra-se a qualquer fonte de dados que contenha campos geográficos válidos.

Para ver seus dados representados no Google Maps, faça o seguinte:

  1. Edite o relatório.
  2. Navegue até a página que contém o gráfico.
  3. Na barra de ferramentas, clique em Adicionar ícone de gráfico.Adicionar um gráfico.
  4. Selecione uma das opções predefinidas do Google Maps:
    1. Os mapas de balões mostram seus dados como círculos coloridos.
    2. Os mapas preenchidos mostram seus dados como áreas sombreadas.
  5. Clique na tela para adicionar o gráfico ao relatório.
  6. À direita, configure o gráfico usando as guias "DADOS" e "ESTILO".

Assistir a um vídeo de visão geral

Visualize your data using Google Maps and Data Studio

Requisitos para usar o Google Maps no Data Studio

Para adicionar o Google Maps ao Data Studio, você precisa de uma fonte de dados com uma ou mais dimensões geográficas. As fontes de dados com base no Google Analytics e no Google Ads incluem automaticamente os campos que você pode usar, como País, Cidade, Região, Área metropolitana, Local da loja etc.

Para outros tipos de fonte de dados, como o Planilhas Google ou BigQuery, verifique se os campos geográficos têm o tipo certo de dados:

  1. Edite a fonte de dados.
  2. Localize as dimensões geográficas que você quer usar no Google Maps.
  3. Use o menu "Tipo" para selecionar o tipo de campo geográfico apropriado (País, Cidade, Região etc.).

Saiba mais sobre as dimensões geográficas.

Como o Google Maps funciona no Data Studio

O Google Maps no Data Studio consiste em duas camadas. A camada de segundo plano é a interface conhecida do Google Maps. A camada de dados representa seus dados sobre a camada de segundo plano.

É possível personalizar a camada de segundo plano de várias maneiras. Por exemplo, você pode mudar da visualização de mapa padrão para a visualização de satélite, aplicar temas diferentes e ajustar o nível de detalhes de ruas, pontos de referência e rótulos exibidos.

A camada de dados exibe seus dados como balões ou áreas preenchidas. Você fornece uma dimensão geográfica que determina onde os dados aparecerão. Por exemplo, ao usar a dimensão de local País, é exibido um balão ou uma área preenchida para cada país nos seus dados. Nos mapas de balões, é possível usar o tamanho, a cor ou ambos para comunicar o valor da métrica. Nos mapas de área preenchida, o valor da métrica é representado por meio de cores.

Exemplos

Veja um mapa de balões que mostra as chegadas de voos na Califórnia. O número de voos é representado pelo tamanho dos balões. O atraso médio na chegada é representado pela cor dos balões.

Mapa de balões mostrando as chegadas das companhias aéreas na Califórnia. O número de voos é representado pelo tamanho dos balões. O atraso médio na chegada é representado pela cor dos balões.

Veja um mapa de área preenchida que mostra os preços médios de casas por CEP nos EUA, na região da Baía de São Francisco.

Mapa preenchido com CEPs dos EUA na região da Baía de São Francisco.

Controles dos visualizadores

Os visualizadores de relatórios podem usar os controles do mapa para interagir com ele. Se quiser mostrar ou ocultar esses controles, edite as propriedades de estilo do mapa.

  1. Os visualizadores podem movimentar o mapa clicando e arrastando para mostrar regiões diferentes. Também é possível aplicar zoom com o mouse ou teclado ou clicando nos ícones de zoom: Add icon. e Remove icon..
  2. Para abrir o Street View, arraste o Pegman até o mapa.
  3. Para ativar o modo tela cheia, clique em Fullscreen icon..
  4. Para alternar as visualizações, clique em Mapa ou Satélite.
  5. A escala aparece na parte inferior do mapa e muda conforme você aumenta ou diminui o zoom.

Visualização de satélite do Google Maps.

Exemplo de gráfico do Google Maps com controles interativos, escala e visualização de satélite.

Configurar o gráfico

Selecione o gráfico e, à direita, use o painel de propriedades para configurar as opções do gráfico.

Propriedades de dados

As opções no painel de propriedades de dados de um gráfico afetam a organização e exibição das informações.

Fonte de dados

Uma fonte de dados fornece a conexão entre o componente e o conjunto de dados subjacente. Estas são as opções de fonte:

  • Para alterar a fonte de dados do gráfico, clique no nome da fonte de dados atual.
  • Para visualizar ou editar a fonte de dados, clique em Editar. Você precisa ter pelo menos permissão para visualização para ver esse ícone.
  • Clique em + COMBINAR DADOS para ver dados de várias fontes no mesmo gráfico. Saiba mais sobre como combinar dados.

Dimensão

As dimensões são categorias de dados. Os valores de dimensão (os dados pertencentes à dimensão) são nomes, descrições ou outras características de uma categoria.

Adicione dimensões ao gráfico arrastando os campos do painel Campos disponíveis à direita. Você também pode clicar em Adicionar dimensão na guia Dados.

Local

Dimensão usada para determinar a granularidade dos dados no mapa.

Dica

(Opcional) Dimensão usada para fornecer um rótulo a cada ponto de dados (exibida quando o visualizador passa o cursor sobre o mapa). A dica permite que você modifique o rótulo padrão fornecido pela dimensão de local. Por exemplo, é possível localizar círculos pelo endereço de uma loja, mas usar o nome da loja na dica.

As dimensões Dica e Cor precisam ter um valor exclusivo para cada valor da dimensão de local. Se os valores estiverem duplicados, você verá uma mensagem de erro:

Não é possível exibir o Google Maps

A dimensão de dica tem diversos valores para o mesmo local. Escolha uma dimensão que tenha um valor exclusivo para cada local.

Use uma dimensão que tenha uma relação direta com sua dimensão de local.

Cor

(Opcional) Dimensão usada para determinar a cor dos balões ou das áreas preenchidas. Por exemplo, o mapa abaixo usa País como a dimensão de local, mas usa Subcontinente para mostrar as cores dos balões. Cada país é exibido com uma cor que representa o subcontinente.

Exemplo de mapa de círculos.

Assim como a dimensão de dica, use uma dimensão de cor que tenha uma relação direta com sua dimensão de local. O exemplo acima funciona porque um país só pode estar em um subcontinente.

Como alternativa, é possível aplicar a cor com base em uma métrica. Se você fizer isso, não será possível usar a opção "Cor" da seção "Dimensão".

Dimensão do período

Essa opção será exibida se sua fonte de dados tiver uma dimensão de data válida. Para fontes de dados do Google Ads e do Google Analytics, essa opção é definida automaticamente como a dimensão de data.

A dimensão do período é usada como base para limitar o período do gráfico. Por exemplo, essa dimensão é usada se você definir uma propriedade de período do gráfico ou quando um visualizador do relatório usa um controle para limitar o período.

Métrica

As métricas medem os elementos que pertencem às dimensões e fornecem a escala numérica e a série de dados do gráfico.

Adicione métricas ao gráfico arrastando os campos do painel Campos disponíveis à direita. Você também pode clicar em Adicionar métrica na guia Dados.

Tamanho

Disponível para mapas de balões. Use o tamanho dos balões para expressar valores de métrica relativos.

Cor

Use a cor dos balões ou das áreas preenchidas para expressar valores de métrica relativos. Se você escolher esse método, não poderá usar a opção "Cor" da seção "Dimensão".

Filtro

A propriedade de filtro restringe os dados exibidos em um componente, incluindo ou excluindo os valores que você especificar. Saiba mais sobre a propriedade de filtro.

Opções de filtro

Nome do filtro Clique em um filtro existente para editá-lo. Passe o mouse sobre o nome do filtro e clique no X para excluí-lo.
+ Adicionar um filtro Cria um novo filtro para o gráfico.

Segmento do Google Analytics

Essa opção é exibida para gráficos com base em uma fonte de dados do Universal Analytics.

Um segmento é um subconjunto de dados do Google Analytics. Você pode aplicar segmentos aos gráficos do Data Studio para garantir que seus relatórios do Data Studio e do Google Analytics mostrem os mesmos dados. Saiba mais sobre os segmentos do Google Analytics no Data Studio.

Interações

Quando as interações são ativadas em um gráfico, ele funciona como um controle. Você pode filtrar o relatório clicando em um balão ou área preenchida no mapa. Saiba mais sobre os filtros de interação de gráfico.

Propriedades de estilo

As propriedades de estilo controlam a apresentação e a aparência geral do gráfico.

Camada de segundo plano

Controla a aparência do mapa básico.

Mapa | Satélite Define o segundo plano padrão do mapa.
Estilo

Define o tema de cores do mapa. Use o tema atual do relatório, selecione um dos estilos predefinidos ou edite o código JSON para criar um estilo de mapa personalizado.

Vias, pontos de referência, rótulos Use os controles deslizantes para selecionar o nível de detalhes no segundo plano do mapa.

Tipo de camada

Mostra a localização dos dados no mapa usando balões ou áreas preenchidas.

Camada de balões / camada de áreas preenchidas

Número de balões / número de áreas preenchidas

Define o número máximo de balões ou áreas preenchidas que aparecem no mapa.

Controle deslizante de tamanho (disponível para os mapas de balões)

Define o tamanho relativo dos balões.

Opacidade

Define a opacidade dos balões ou das áreas preenchidas.

Espessura da borda

Define a espessura das bordas dos balões ou das áreas preenchidas.

Cores

Define as cores do balão ou da área preenchida:

  • Se você usar a opção "Cor" da seção "Dimensão", as cores serão gerenciadas no mapa de cores do valor da dimensão.
  • Se você usar a opção "Cor" da seção "Métrica", poderá criar uma escala de cores escolhendo valores de cor máximo, médio, mínimo e sem dados.

Controles do mapa

Exibe ou oculta os controles de visualização de mapa interativos.

   
Permitir movimentação e zoom Permite que os visualizadores ajustem a exibição do mapa com o mouse e o teclado.
Mostrar controle de zoom Exibe os botões Add icon. e Remove icon. no mapa.
Mostrar controle do Street View Permite que os usuários exibam imagens do Street View para locais compatíveis.
Mostrar controle de tela cheia Permite que os usuários exibam o mapa na visualização em tela cheia.
Mostrar controle de tipo de mapa Permite que os usuários alternem entre as visualizações de mapa e satélite.
Mostrar controle de escala Permite que os usuários exibam a escala do mapa em quilômetros ou milhas.

Legenda

Adicione uma legenda de dados ao seu mapa para ajudar os usuários a entendê-lo.

As legendas de tamanho explicam a métrica "Tamanho" em um mapa de círculos. As legendas de cores explicam a dimensão ou métrica "Cor" nos mapas de círculos ou de área preenchida. Se o mapa usar uma dimensão "Cor", a legenda "Cor" utilizará cores diferentes para cada valor. Se o mapa usar uma métrica "Cor", a legenda utilizará um gradiente de cor.

Exemplos:

Capacidade dos ginásios das equipes da NCAA por conferência.

Exemplo de um mapa de círculos que mostra a métrica de capacidade do ginásio usando o tamanho do círculo e a dimensão do nome da conferência da equipe usando a cor do círculo.

 

Tempo médio na página por região.

Exemplo de um mapa de área preenchida que mostra a métrica "Tempo médio na página" usando uma escala de cores.

  1. Legenda de tamanho com base na métrica de capacidade do ginásio.
  2. Legenda de cores com base na dimensão do nome da conferência.Para ver outras legendas relacionadas à conferência, clique em Seta para a direita do teclado.
  3. Legenda de cores com base na métrica Tempo médio na página.

Plano de fundo e borda

Essas opções controlam a aparência do contêiner de plano de fundo do gráfico.

Plano de fundo Define a cor do plano de fundo do gráfico.
Raio da borda Adiciona bordas arredondadas ao plano de fundo do gráfico. Quando o raio é igual a 0, o formato do segundo plano apresenta cantos com ângulo de 90°. O raio de borda de 100° produz um formato circular.
Opacidade Define a opacidade do gráfico. 100% de opacidade oculta completamente os objetos atrás do gráfico, enquanto que 0% de opacidade torna o gráfico invisível.
Cor da borda Define a cor da borda do gráfico.
Espessura da borda Define a espessura da linha da borda do gráfico.
Estilo da borda Define o estilo da linha da borda do gráfico.
Adicionar sombra na borda Adiciona uma sombra às bordas inferior e direita do gráfico.

Cabeçalho do gráfico

O cabeçalho do gráfico permite que os visualizadores executem várias ações no gráfico, como exportar, detalhar ou recolher os dados e visualizar o gráfico na ferramenta Explorer. As opções de cabeçalho do gráfico são as seguintes:

Mostrar ao passar o cursor (padrão) Três pontos verticais aparecem quando você passa o mouse sobre o cabeçalho do gráfico. Clique neles para acessar as opções de cabeçalho.
Mostrar sempre As opções de cabeçalho sempre serão exibidas.
Não mostrar As opções de cabeçalho nunca serão exibidas. Os visualizadores de relatórios sempre podem acessar as opções clicando com o botão direito do mouse no gráfico.
Cor Define a cor das opções de cabeçalho do gráfico.

Limites do Google Maps

  • Não é possível interagir com o Google Maps no modo de edição. Você precisa mudar para o modo de visualização.
  • Os mapas de área preenchida não são compatíveis com os tipos de campo geográfico "Latitude", "Longitude" ou "Endereço".
  • Nos mapas de balões, o código postal pode ser um CEP dos EUA (por exemplo, 94043) ou um CEP internacional (como L4L 9H8). Nos mapas de área preenchida, o código postal pode ser um CEP dos EUA.
  • Limite máximo de dados:
    • 10.000 balões para os campos "Latitude" e "Longitude".
    • 2.000 balões ou áreas preenchidas para outros tipos de campo geográfico.
  • Não é possível ativar o detalhamento no Google Maps.
  • O Google Maps não é compatível com o uso de métricas opcionais.
  • O Google Maps não aceita dados geoespaciais complexos (por exemplo, GeoJSON ou GEOGRAPHY do BigQuery).
  • O Google Maps não será exibido em relatórios incorporados.

Funções geográficas

O Data Studio oferece diversas funções geográficas que podem ser usadas para trabalhar e transformar as informações geográficas nas suas fontes de dados.

Para saber mais sobre elas, consulte a lista de funções do Data Studio e filtre-as por tipo geográfico.

 
Isso foi útil?
Como podemos melhorá-lo?

Precisa de mais ajuda?

Faça login e veja mais opções de suporte para resolver o problema rapidamente.