Tutorial: criar campos calculados no Data Studio

Aprenda na prática a executar expressões aritméticas e usar expressões condicionais.
Neste artigo:

Metas

  • Saber como criar um campo calculado de aritmética simples.
  • Criar uma expressão condicional para avaliar seus dados e conseguir resultados diferentes.
  • Aprender abordagens diferentes para implementar campos calculados.

Cenário

Imagine que você administra um pet shop on-line. É possível avaliar os dados de vendas, como códigos dos produtos (SKU), nomes dos itens, preços e unidades vendidas. Veja um exemplo simples:

SKU Item Preço Unidades vendidas
D-001 Ração para cachorros Cão Saudável

79.96

16

B-002 Papagalhos

R$ 69,90

8

B-001 Alpiste Piu Piu

R$ 34,90

20

C-002 Ração para gatos Bichinho Faminto

R$ 29,90

3

D-002 Brinquedo para cachorros Amigão

R$ 19,90

11

C-001

Erva-dos-gatos Miau Feliz

R$ 14,90

4

Os campos calculados no Data Studio ajudam você a manipular e estender seus dados. Neste exercício, você usará esses campos para:

  • calcular o valor total de cada pedido;
  • aplicar um desconto a pedidos acima de um determinado valor;
  • classificar as vendas em departamentos.

Observação sobre as soluções

Muitas vezes existe mais de uma maneira de alcançar um resultado específico com campos calculados, dependendo do que você precisa e de como quer usá-los. Este tutorial mostra uma abordagem que usa campos separados para os cálculos. No fim deste artigo, mostramos algumas soluções alternativas.

Dados de amostra

Para concluir este exercício seguindo as instruções, use os dados de amostra abaixo. Caso contrário, utilize suas próprias informações (ajustando os nomes dos campos). Você precisará ter acesso ao Planilhas Google. Se preferir, use o conector de upload de arquivos e importe os dados para o Data Studio.

Copie e cole esses dados em um arquivo de texto:
 
SKU,Item,Preço,Unidades vendidas
D-001,Ração para cachorros Cão Saudável,79.90,16
B-002,Papagalhos,69.90,8
B-001,Alpiste Piu Piu,34.90,20
C-002,Ração para gatos Bichinho Faminto,29.90,3
D-002,Brinquedo para cachorros Amigão,19.90,11
C-001,Erva-dos-gatos Miau Feliz,14.90,4

1 Preparar os dados

Meta: criar uma Planilha do Google usando os dados de amostra acima.
  1. Copie os dados de amostra na caixa acima.
  2. Abra um editor de texto, cole os dados de amostra e salve o arquivo como dados-do-pet-shop.csv.
    • Salve esse arquivo como texto simples. Caso contrário, o Planilhas não conseguirá importar os dados.

      • No Windows, você pode usar o Bloco de Notas.

      • No Mac OS, utilize o Editor de Texto e selecione Formatar > Converter em texto simples.

      • No Chrome OS, você pode usar o app Texto ou o Documentos Google, selecionar Arquivo > Fazer o download e escolher Texto sem formatação.

  • Crie uma nova Planilha do Google.
  • No Planilhas, selecione Arquivo e Importar.
  • Selecione Upload e envie o arquivo de dados de amostra que você criou na segunda etapa.
  • Escolha Substituir planilha.
  • Dê o nome Pet shop à sua planilha.

2 Criar um relatório e adicionar os dados

Meta: conectar uma fonte de dados à planilha Pet shop e adicioná-la a um relatório.
  1. Crie um novo relatório no Data Studio.
  2. No painel Adicionar dados ao relatório, selecione o conector do Planilhas Google.
  3. Escolha a planilha Pet shop e a guia que você acabou de criar nela.
  4. Deixe as opções padrão selecionadas.
  5. No canto inferior direito, clique em ADICIONAR.

Em instantes, você verá o novo relatório, com uma tabela na tela que usa campos da fonte de dados "Pet shop".

Se a planilha não aparecer na lista, tente recarregar o Data Studio.

3 Criar o campo "Subtotal"

Meta: criar um campo que calcule o subtotal do pedido.
É possível criar dois tipos de campo calculado: específicos do gráfico e da fonte de dados. Neste tutorial, você criará campos calculados da fonte de dados. Os principais benefícios deles são o fato de você conseguir usá-los em qualquer gráfico com base nessa fonte e a possibilidade de eles se referirem a outros campos calculados.
 
Clique aqui para saber mais sobre as diferenças.
  1. No menu, selecione Recurso > Gerenciar fontes de dados adicionadas.
  2. À direita da fonte de dados "Pet shop", clique em Ícone de criação. EDITAR.
    O painel de campos da fonte de dados é exibido.
  3. No canto superior direito, clique em Botão "Criar novo" ADICIONAR UM CAMPO.
    O editor de campos calculados é exibido.
  4. Em Nome do campo , insira Subtotal.
  5. Em Fórmula, insira Preço * Unidades vendidas.
    Dica: o editor de fórmulas preencherá automaticamente os nomes da dimensão, da métrica e da função à medida que você digitar. Você também pode arrastar itens da lista Campos disponíveis à esquerda para sua fórmula.
  6. No canto inferior direito, clique em SALVAR.
  7. À esquerda, retorne ao editor principal da fonte de dados clicando em TODOS OS CAMPOS.

4 Criar o campo "Desconto"

Meta: criar um campo que aplique uma taxa de desconto variável a pedidos de um determinado valor.

Digamos que você queira oferecer taxas diferentes, dependendo do valor do pedido. Crie outro campo calculado, chamado Desconto, que avalie o campo Subtotal e aplique os descontos a seguir.

Valor subtotal Taxa de desconto
0 a 99 0
100 a 499

5%

500 ou mais 10%

Dicas:

  • Nesta etapa, você calculará apenas o desconto. Você o aplicará na etapa seguinte multiplicando o campo Subtotal pelo campo Desconto.
  • Use a expressão CASE para avaliar o campo Subtotal.
    • Use uma cláusula WHEN para cada preço com desconto.
    • Use uma cláusula ELSE para retornar o preço total (0% de desconto).
  • Informe o desconto como um valor decimal. Por exemplo, um desconto de 25% seria 0,25.

Solução

CASE
    WHEN Subtotal > 499 THEN .9
    WHEN Subtotal > 100 THEN .95
    ELSE 1
END

Observação: as cláusulas WHEN são avaliadas em ordem, e a primeira verdadeira é aquela em que a cláusula THEN é retornada.

5 Criar o campo "Total"

Meta: criar um campo que aplique a taxa de desconto ao subtotal.

Crie outro campo calculado, chamado Total, que multiplique o campo Subtotal pelo campo Desconto.

Solução

Subtotal * Desconto

6 Criar o campo "Departamento"

Meta: criar um campo calculado que classifique os itens vendidos em departamentos.

Crie um campo calculado final, chamado Departamento, que analise o campo "SKU" e atribua novos valores de acordo com o SKU. Digamos que você queira agrupar itens relacionados a cachorros, gatos e pássaros em departamentos diferentes.

Dica: use a declaração CASE novamente, mas, desta vez, com a função STARTS_WITH (ou REGEXP_MATCH).

Solução

CASE
    WHEN STARTS_WITH(SKU, "C") THEN
"Gato"
    WHEN STARTS_WITH(SKU, "D") THEN "Cachorro"
    WHEN STARTS_WITH(SKU, "B") THEN "Pássaro"
    ELSE "Diversos"
END

7 Ver seus dados em um relatório

Meta: visualizar seus campos calculados.
  1. Depois de salvar o campo Departamento, clique em TODOS OS CAMPOS à esquerda para retornar ao editor da fonte de dados.
  2. No canto superior direito, clique em CONCLUÍDO.
  3. À direita, feche o painel "Gerenciar fontes de dados".

Agora você pode adicionar seus novos campos calculados aos gráficos:

  1. Selecione a tabela.
  2. À direita, arraste cada campo calculado que você criou da lista Campos disponíveis para a seção de dimensões e métricas do painel Dados, conforme mostrado abaixo:

Exemplo de tutorial de campo calculado

Soluções alternativas

A solução acima divide o problema em partes individuais e cria campos discretos para tratar cada uma delas, como você fez com os campos Subtotal, Desconto e Total.

Você também pode executar todos os cálculos em um único campo calculado. Por exemplo, é possível combinar as etapas de 3 a 5 deste tutorial em um campo:

CASE
    WHEN Preço * Quantidade vendida > 499 THEN (Preço * Quantidade vendida) * .9
    WHEN Preço * Quantidade vendida > 100 THEN (Preço * Quantidade vendida) * .95
    ELSE Preço * Quantidade vendida
END

Veja as vantagens e desvantagens de cada abordagem:

Dividir fórmulas complexas em campos separados pode facilitar a leitura e a gravação delas, além de reduzir a probabilidade de erros. Campos diferentes também podem ser úteis em mais contextos. Por exemplo, ao usar um campo diferente para a taxa de desconto, você usa esse campo em outros cálculos ou o exibe nos seus relatórios. Uma desvantagem da criação de fórmulas com muitos campos calculados distintos é que nem sempre fica óbvio o que cada um deles faz. Por isso, você precisará editá-los individualmente para ver como são calculados ou fazer alterações.

Por outro lado, se você centralizar toda a lógica em apenas um campo, poderá ficar mais fácil compreender e editar fórmulas simples. No entanto, por causa disso, você precisará digitar muitas repetições, e uma fórmula complexa pode ser mais difícil de estender ou manter. Por exemplo, digamos que você tenha 10 níveis de produtos com diferentes limites de quantidade nos pedidos ou queira usar os mesmos descontos em uma linha de produto distinta. Nesses casos, pode ser mais fácil ou eficaz usar campos separados para tais limites e descontos.

Meio-termo

Essa solução combina as duas abordagens descritas acima. Ela mantém a lógica principal em um único campo enquanto divide algumas das lógicas dependentes em campos separados:

CASE
    WHEN Subtotal > Pedido grande THEN Subtotal * Desconto do pedido grande
    WHEN Subtotal > Pedido médio THEN Subtotal * Desconto do pedido médio
    ELSE Subtotal
END

Para essa solução, criamos campos separados com valores para pedidos grandes e médios e os descontos correspondentes.

Exemplo de um campo de pedido grande com um valor numérico literal.

Exemplo de um campo de desconto com um valor numérico literal.

Essa solução tem a vantagem de ser fácil de ler, flexível e relativamente simples de ajustar se necessário.

Isso foi útil?
Como podemos melhorá-lo?
Pesquisa
Limpar pesquisa
Fechar pesquisa
Google Apps
Menu principal
Pesquisar na Central de Ajuda
true
102097
false
false