Referência do gráfico de bolhas e de dispersão

Como usar e configurar gráficos de bolhas e de dispersão

É possível usar os gráficos de bolhas e de dispersão para pesquisar relações entre variáveis. Esses gráficos mostram seus dados como pontos ou círculos em um gráfico que usa os eixos X (da esquerda para a direita) e Y (de cima para baixo). Os gráficos de dispersão incluem uma linha de tendência que mostra a relação entre as variáveis do gráfico.

Neste artigo:

Gráficos de bolhas e de dispersão no Data Studio

Com os gráficos de dispersão no Data Studio, é possível ver a relação entre duas métricas de até três dimensões. Por exemplo, um gráfico de dispersão pode mostrar se existe uma correlação entre o gasto publicitário e a taxa de conversão para uma campanha específica, permitindo que você responda questões como "Os anúncios mais caros resultam em melhores conversões?"

Use um gráfico de bolhas para mostrar dados com três dimensões. Esse gráfico é semelhante ao de dispersão, no qual as duas primeiras dimensões são as coordenadas horizontal (X) e vertical (Y), mas acrescenta uma terceira dimensão, que é representada no gráfico como o tamanho da bolha.

É possível incluir uma linha de tendência que usa um dos três tipos de cálculos disponíveis (linear, exponencial ou polinomial – veja abaixo uma explicação para esses tipos). O sentido geral da curva da linha de tendência mostra o tipo de relação (correlação) entre as variáveis: uma curva crescente da esquerda para a direita indica uma correlação positiva. Em outras palavras, quanto mais X, mais Y. Uma curva decrescente da parte esquerda superior para a parte direita inferior pode indicar uma correlação negativa: quanto mais X, menos Y. Se não houver uma curva, é possível que exista pouca (ou nenhuma) correlação entre as variáveis. Os pontos de dados mais próximos da linha de tendência têm uma maior correlação do que aqueles que estão mais distantes da linha.

Exemplo de gráfico de dispersão

Os gráficos de dispersão abaixo apresentam duas vistas diferentes do desempenho de uma universidade on-line fictícia. O gráfico à esquerda compara a taxa média de conclusão do curso com a taxa média de atividade (uma avaliação da participação dos alunos, em termos de postagens no fórum, atividades realizadas na sala de aula etc.). A linha de tendência linear desse gráfico apresenta uma curva crescente da esquerda para a direita, o que indica que existe uma relação positiva entre a taxa de atividade e a taxa de conclusão. Ou seja, quanto mais os alunos participam, mais propensos eles estão a concluir o curso.

O gráfico à direita compara as notas médias dos alunos com o número de horas de tarefas de casa por curso. A linha de tendência desse gráfico apresenta uma curva decrescente da esquerda para a direita, o que indica uma correlação negativa entre as métricas. Dessa forma, quanto menos tarefas de casa, melhores são as notas médias dos alunos. 

O gráfico à direita também mostra a presença de dois outliers: o curso na parte inferior esquerda teve poucas horas de tarefas de casa, mas também teve uma nota média baixa. Ao mesmo tempo, o curso na parte superior do gráfico teve a maior quantidade de tarefas de casa e, no entanto, ainda teve uma nota média próxima de 3,0. Convém investigar os outliers que ocorrerem nos seus próprios gráficos para tentar descobrir por que elas são exceções à norma.

Exemplo de gráfico de dispersão

Exemplos de gráficos de dispersão com linhas de tendência e outliers

Configurar o gráfico

Selecione o gráfico e, à direita, use o painel de propriedades para configurar as opções do gráfico.

Propriedades de dados

As opções no painel de propriedades de dados de um gráfico afetam a organização e exibição das informações.

Fonte de dados

Uma fonte de dados fornece a conexão entre o componente e o conjunto de dados subjacente. Estas são as opções de fonte:

  • Para alterar a fonte de dados do gráfico, clique no nome da fonte de dados atual.
  • Para visualizar ou editar a fonte de dados, clique em Editar. Você precisa ter pelo menos permissão para visualização para ver esse ícone.
  • Clique em + COMBINAR DADOS para ver dados de várias fontes no mesmo gráfico. Saiba mais sobre como combinar dados.

Dimensão

As dimensões são categorias de dados. Os valores de dimensão (os dados pertencentes à dimensão) são nomes, descrições ou outras características de uma categoria.

Adicione dimensões ao gráfico arrastando os campos do painel Campos disponíveis à direita. Você também pode clicar em Adicionar dimensão na guia Dados.

Dimensão do período

Essa opção será exibida se sua fonte de dados tiver uma dimensão de data válida. Para fontes de dados do Google Ads e do Google Analytics, essa opção é definida automaticamente como a dimensão de data.

A dimensão do período é usada como base para limitar o período do gráfico. Por exemplo, essa dimensão é usada se você definir uma propriedade de período do gráfico ou quando um visualizador do relatório usa um controle para limitar o período.

Detalhar

Essa opção aparece em gráficos compatíveis com o detalhamento.

O detalhamento mostra mais informações no gráfico. Quando você ativa o detalhamento , cada dimensão adicionada vira um novo nível de detalhamento. Saiba mais sobre o detalhamento.

Métrica

As métricas medem os elementos que pertencem às dimensões e fornecem a escala numérica e a série de dados do gráfico.

Adicione métricas ao gráfico arrastando os campos do painel Campos disponíveis à direita. Você também pode clicar em Adicionar métrica na guia Dados.

Opções de métrica

Métrica X A métrica do eixo X (horizontal). Por exemplo, Nota média no exemplo acima à direita.
Métrica Y A métrica do eixo Y (vertical). Por exemplo, Horas de lição de casa no exemplo acima à direita.
Tamanho do balão Definir isso faz com que o gráfico seja exibido como um gráfico de bolhas. Essa métrica determina o tamanho dos pontos de dados.

Definir a classificação padrão

As opções Classificar e Classificação secundária no painel de propriedades de DADOS do gráfico controlam o comportamento padrão de classificação. Você pode selecionar qualquer métrica na fonte de dados do gráfico ou qualquer dimensão exibida no momento no gráfico para usar como o campo de classificação principal ou secundário.

A opção Classificação secundária só é exibida quando há uma combinação apropriada de dimensões e métricas no gráfico.
Ao especificar uma métrica como um campo de classificação, você pode editar a agregação do campo. Por exemplo, você pode incluir um campo numérico no gráfico como uma SOMA, mas classificar pelo valor MÉDIO desse mesmo campo.

 

Período padrão

Com a propriedade do período padrão, você pode definir um período para cada gráfico.

Opções de período padrão

Automático Use o período padrão determinado pela fonte de dados do gráfico.
Personalizado Permite que você use o widget de calendário para selecionar um período personalizado para o gráfico.
Tipo de comparação de datas Exibe dados de comparação para o período selecionado.

Saiba mais sobre como trabalhar com datas e horas.

Segmento do Google Analytics

Essa opção é exibida para gráficos com base em uma fonte de dados do Google Analytics.

Um segmento é um subconjunto de dados do Google Analytics. Você pode aplicar segmentos aos gráficos do Data Studio para garantir que seus relatórios do Data Studio e do Google Analytics mostrem os mesmos dados. Saiba mais sobre os segmentos do Google Analytics no Data Studio.

Filtro

A propriedade de filtro restringe os dados exibidos em um componente, incluindo ou excluindo os valores que você especificar. Saiba mais sobre a propriedade de filtro.

Opções de filtro

Nome do filtro Clique em um filtro existente para editá-lo. Passe o mouse sobre o nome do filtro e clique no X para excluí-lo.
+ Adicionar um filtro Cria um novo filtro para o gráfico.

Interações

Quando as interações são ativadas em um gráfico, os gráficos funcionam como controles de filtro. Você pode filtrar o relatório clicando ou passando o mouse sobre o gráfico. Saiba mais sobre os filtros de interação do gráfico.

Propriedades de estilo

As propriedades de estilo controlam a apresentação e a aparência geral do gráfico.

Gráfico de dispersão

Essa seção controla a aparência dos dados do gráfico de dispersão.

Mostrar rótulos de dados Exibe valores individuais dos pontos de dados da série.
Cor do balão Define a dimensão a ser usada para colorir os pontos de dados no seu gráfico. Quando definida como "Nenhuma", as bolhas são exibidas em uma única cor. Selecionar uma dimensão faz com que o gráfico exiba várias cores.
Número de balões Determina o número de pontos de dados a ser exibido. Se a quantidade de valores de dimensão for maior que esse número, apenas os N primeiros valores serão mostrados.

Cor de acordo com

Esta seção controla como seus dados são coloridos. Saiba mais sobre como fazer isso

Valores de dimensão

Colore cada valor de dimensão no gráfico com a cor especificada no mapa de cores. Essa opção garante que seus dados usem as cores de maneira consistente, independentemente da posição desses dados no gráfico.

Uma linha de tendência é uma linha sobreposta em um gráfico que mostra a direção geral dos dados. O Data Studio apresenta três tipos de linha de tendência: linear, polinomial e exponencial.

Uma linha de tendência linear é a linha reta que mais se aproxima dos dados no gráfico. Para ser mais preciso, é a linha que minimiza a soma das distâncias ao quadrado entre cada ponto e a linha.

Se for melhor explicar seus dados com uma exponencial na forma eax+b, você poderá usar uma linha de tendência exponencial para mostrar a direção dos seus dados.

Uma linha de tendência polinomial exibe a direção dos dados como uma linha curva. Pode ser útil para analisar grandes séries de dados extremamente variáveis.

As opções para definir a cor e a espessura da linha de tendência aparecem quando você seleciona uma das opções acima.

Eixos

Essas opções controlam a exibição dos títulos e escalas dos eixos do gráfico.

Legenda

Essas opções determinam o posicionamento da legenda do gráfico.

Grade

Essas opções controlam a aparência da grade do gráfico.

Plano de fundo e borda

Essas opções controlam a aparência do contêiner de plano de fundo do gráfico.

Plano de fundo Define a cor do plano de fundo do gráfico.
Raio da borda Adiciona bordas arredondadas ao plano de fundo do gráfico. Quando o raio é igual a 0, o formato do segundo plano apresenta cantos com ângulo de 90°. O raio de borda de 100° produz um formato circular.
Opacidade Define a opacidade do gráfico. 100% de opacidade oculta completamente os objetos atrás do gráfico, enquanto que 0% de opacidade torna o gráfico invisível.
Cor da borda Define a cor da borda do gráfico.
Espessura da borda Define a espessura da linha da borda do gráfico.
Estilo da borda Define o estilo da linha da borda do gráfico.
Adicionar sombra na borda Adiciona uma sombra às bordas inferior e direita do gráfico.

Cabeçalho do gráfico

O cabeçalho do gráfico permite que os visualizadores executem várias ações no gráfico, como exportar, detalhar ou recolher os dados e visualizar o gráfico na ferramenta Explorer. As opções de cabeçalho do gráfico são as seguintes:

Mostrar ao passar o cursor (padrão) Três pontos verticais aparecem quando você passa o mouse sobre o cabeçalho do gráfico. Clique neles para acessar as opções de cabeçalho.
Mostrar sempre As opções de cabeçalho sempre serão exibidas.
Não mostrar As opções de cabeçalho nunca serão exibidas. Os visualizadores de relatórios sempre podem acessar as opções clicando com o botão direito do mouse no gráfico.
Cor Define a cor das opções de cabeçalho do gráfico.
Isso foi útil?
Como podemos melhorá-lo?