Problemas com strings de cliques fornecidas pelo site

O Campaign Manager 360 reserva uma chave nas tags de posicionamento para que os sites possam passar um valor de string de cliques, também conhecido como string de cliques fornecida pelo site (SSCS, na sigla em inglês). O par chave-valor combinado permite ao site rastrear cliques junto com o Campaign Manager 360, mas de forma independente dele. Geralmente, uma SSCS usa o parâmetro click= com um URL, e o par chave-valor completo é enviado aos servidores do Campaign Manager 360 quando a tag é carregada. Quando um usuário clica em um anúncio associado a essa tag, o URL resultante que é executado consiste:

  1. na string de clique básica do Campaign Manager 360 (ad.doubleclick.net/click...);
  2. na SSCS (o valor adicionado ao parâmetro click=);
  3. no URL da página de destino (inserido na interface Tráfego).

Como o URL da página de destino do anúncio tem três URLs separados, haverá vários redirecionamentos até que o usuário chegue à página de destino. Se assistir aos redirecionamentos em um proxy sniffer, será possível ver três chamadas ocorrendo na ordem descrita acima. A primeira solicitação será para o Campaign Manager 360, a segunda para a SSCS e a terceira será uma chamada para a página de destino.

Exemplos de uso de uma SSCS

Uma string de cliques aplicados ao site é primeiramente passada para o Campaign Manager 360 quando uma chamada de impressão ocorre por uma tag de posicionamento. Quando a SSCS é enviada para os servidores do Campaign Manager 360, nosso sistema a insere no URL da página de destino, que é transmitido de volta para a página com o conteúdo do criativo. Portanto, as SSCSs são compatíveis somente com tipos de tag de posicionamento em que o URL da página de destino é recuperado no momento da impressão. Isso significa que as mutações não podem ser usadas com tags padrão, já que os URLs da página de destino para tags padrão são codificados em HTML. É possível, entretanto, usar SSCSs com os seguintes tipos de tags:

  • Tags iframe: coloque a SSCS (em negrito) dentro do parâmetro SRC na tag iframe de abertura:

    <IFRAME SRC=”http://ad.doubleclick.net/adi/N963.147698.OMGBLOG/B6314018.5;
    dcadv=3519188;sz=728x90;click=http://www.example.com/test%3fhref=;
    ord=[timestamp]?” WIDTH=728 HEIGHT=90 MARGINWIDTH=0 MARGINHEIGHT=0 HSPACE=0 VSPACE=0 FRAMEBORDER=0 SCROLLING=no BORDERCOLOR=&’#000000&’>......
  • Tags JavaScript: coloque a SSCS (em negrito) dentro do parâmetro SRC na tag de script de abertura:

     

    <SCRIPT language=’JavaScript1.1’ SRC=”http://ad.doubleclick.net/adj/N963.286484.123TEST/B6186860;
    dcadv=3289486;sz=728x90;click=http://www.example.com/test.html%3fhref=;
    ord=[timestamp]?></SCRIPT>

     

As SSCSs são compatíveis com qualquer tipo de criativo, mesmo criativos personalizados, desde que o URL da página de destino seja extraído dinamicamente.

Codificação de URL e SSCSs

Quando um redirecionamento de SSCS ocorre, o navegador entra em contato com o servidor indicado no URL. Dependendo da configuração do servidor e dos tipos de parâmetros dentro da SSCS, também será necessário codificar o URL da página de destino para que certos caracteres reservados funcionem corretamente. Isso é controlado ao optar por usar click=, click0=, click1= ou click2= para inserir a SSCS na tag de posicionamento.

Modificar o parâmetro de clique só afeta se o URL da página de destino é codificado ou não, sem afetar a SSCS.

Saiba mais sobre codificação de URL

Solução de problemas

Quando insiro uma SSCS na tag de posicionamento, não é possível clicar nela
  • Verifique se há problemas de implementação na página publicada ou na página de teste.

  • Verifique se o URL da página de destino funciona por conta própria.

  • Tente adicionar o URL da página de destino na parte href= da SSCS e inserir em seu navegador. Se o URL da página de destino funcionar por conta própria, mas não funcionar com a SSCS, o servidor da SSCS poderá estar esperando receber o URL da página de destino de forma codificada. Tente usar uma ferramenta de codificação de URL (existem vários aplicativos da Web gratuitos disponíveis) para codificar o URL da página de destino e, em seguida, insira-o em seu navegador novamente, junto com a SSCS.

  • Se isso não resolver o problema, então há um problema com a SSCS. O parte que forneceu a SSCS deve ser responsabilizada para resolver a questão.

Adicionei a SSCS à tag, mas o clique ainda está levando à página de destino original
  • Verifique se há problemas de implementação na página publicada ou na página de teste.

  • Verifique se há um problema com o criativo, como URLs codificados.

  • Tente adicionar o URL da página de destino na parte href= da SSCS e inserir em seu navegador.

    • Se isso o leva para a página de destino adequada, pode haver um problema com o criativo.

    • Se você ainda não consegue acessar a página de destino, o problema é com a SSCS. Nesse caso, a parte que forneceu a SSCS deve ser responsabilizada para resolver a questão.

  • A tag está exibindo um criativo personalizado? Os criativos personalizados precisam usar a macro %c%u no preenchimento do URL da página de destino para que as SSCSs funcionem corretamente. Verifique se a macro aparece na parte "Editar HTML" da página de propriedades do criativo.

Quando adiciono a SSCS à Tag 1, ela funciona. No entanto, adicioná-la à Tag 2 faz com que a página de destino não funcione.
  • Verifique se há problemas de implementação na página publicada ou na página de teste.

  • Verifique se não há problemas com o criativo veiculado por meio da Tag 2. Mesmo se eles tiverem a mesma aparência na visualização, o criativo veiculado por meio da Tag 2 poderá estar codificado de maneira diferente do veiculado por meio da Tag 1. Por exemplo, pode haver versões distintas do criativo.

  • Compare os URLs da página de destino para as Tags 1 e 2. O URL da página de destino para a Tag 2 inclui caracteres especiais? Pode ser que o servidor para a SSCS não possa lidar com caracteres especiais. Para testar isso, adicione um URL genérico, como http://www.google.com, na seção href= da SSCS. Em seguida, insira a SSCS modificada no seu navegador.

    • Se a SSCS realiza o redirecionamento para o URL genérico inserido, isso indica que os caracteres especiais são os responsáveis. Codificar o URL da página de destino pode resolver o problema, dependendo de como o servidor para a página de destino foi configurado. Tente usar uma ferramenta de codificação de URL (existem vários aplicativos da Web gratuitos disponíveis) para codificar o URL da página de destino e repita o experimento descrito acima, usando o URL da página de destino codificado, em vez de um URL genérico.

    • Se a SSCS não redirecionar satisfatoriamente quando um URL genérico for adicionado, o problema é com a SSCS. Nesse caso, a parte que forneceu a SSCS deve ser responsabilizada para resolver a questão.

Havia uma discrepância ao adicionar uma SSCS à tag
  • Verifique se há problemas de implementação na página publicada ou na página de teste.

  • A SSCS contém um ponto de interrogação? Se assim for, isso causará discrepâncias porque os pontos de interrogação são reservados como caracteres de encerramento para os servidores de anúncios do Campaign Manager 360. Você precisa escapar/codificar o ponto de interrogação usando a macro %3f.

Usar uma SSCS introduz um redirecionamento adicional entre clicar em um anúncio e chegar à página de destino. Isso geralmente apresenta uma discrepância adicional de 5-10% devido a problemas de latência e usuários interrompendo o redirecionamento central do navegador.
Adicionar uma SSCS faz com que o criativo cause um pop-up no clique.

Se o pop-up não ocorre na ausência da SSCS, este é um problema com a SSCS. Nesse caso, a parte que forneceu a SSCS deve ser responsabilizada para resolver a questão.

Isso foi útil?
Como podemos melhorá-lo?

Precisa de mais ajuda?

Faça login e veja mais opções de suporte para resolver o problema rapidamente.

Pesquisa
Limpar pesquisa
Fechar pesquisa
Google Apps
Menu principal
Pesquisar na Central de Ajuda
false
false
true
69192
false
false