Usar tags de iframe e imagem para o Floodlight

O Campaign Manager 360 é compatível com a tag global do site na medição do Floodlight. Recomendamos que os clientes atualizem a implementação das tags do Floodlight para usar a tag global do site e aproveitar os recursos e as integrações mais recentes.

Se você gerencia suas atividades do Floodlight no Display & Video 360, a chave Tag dinâmica em Configurações da tag da Webé usada atualmente apenas para a ativação do rastreamento do YouTube. Não é possível configurar tags dinâmicas ou do editor no Display & Video 360.

Implementar tags de iframe e imagem

  1. Insira as tags do Floodlight entre as tags e , o mais próximo possível da parte superior da página da Web e da tag de abertura. Isso ajudará a garantir que a solicitação do Floodlight seja enviada ao Campaign Manager 360, mesmo que o usuário clique em "Parar" ou saia da página.
  2. Para evitar o armazenamento em cache e garantir contagens precisas, é necessário inserir um valor numérico para o parâmetro ord=. O valor não pode conter ponto e vírgula nem caracteres especiais. Para tags padrão do Floodlight, use um número aleatório. Para tags de usuário único, use um valor constante. Para tags de vendas, use um número de confirmação de pedido. As tags de usuário único também exigem um número aleatório como o valor do parâmetro num=.
  3. Insira os códigos dos dispositivos no parâmetro dc_rdid= para ativar o acompanhamento de conversões no app.
  4. Escolha a opção "Somente servidores seguros (https)" se a tag do Floodlight for colocada em uma página da Web hospedada em um servidor seguro. Esta opção altera http:// para https:// na tag do Floodlight. Se essa alteração não for feita, os dados do Floodlight não serão capturados e certos navegadores exibirão um aviso de segurança.

Práticas recomendadas

Coloque as tags do Floodlight perto da parte superior da página

Para garantir uma contagem precisa, a Google Marketing Platform recomenda que as tags do Floodlight sejam inseridas o mais próximo possível da parte superior da página da Web. Dessa maneira, mesmo que um usuário clique no botão Parar no navegador ou saia da página da Web, a impressão Floodlight é contabilizada.

Lembre-se de que as tags do Floodlight são sempre usadas para registrar informações sobre as ações realizadas pelo usuário na página anterior. Por exemplo, se um usuário fizer uma compra, a tag de Floodlight que registra o valor da compra será inserida na página de confirmação onde o usuário é encaminhado após a compra. Por isso, é importante garantir que a tag de Floodlight seja chamada o quanto antes no processo de carregamento da página. O tempo das solicitações varia, mas em geral é concluído em 300 milissegundos, portanto a chamada deverá ter um impacto mínimo na latência.

Uso de várias tags do Floodlight em uma única página da Web

Cada tag do Floodlight é processada de modo independente, permitindo que você coloque um conjunto de tags do Floodlight em uma página da Web. Porém, lembre-se de que uma impressão do Floodlight será registrada para cada conjunto de tags do Floodlight sempre que uma página for carregada, resultando potencialmente em custo maior para o anunciante. Avalie cuidadosamente sua estratégia do Floodlight antes de implementar várias tags do Floodlight em uma mesma página da Web.

Tags e quadros do Floodlight

Se você colocar tags do Floodlight em uma página da Web que use frames, coloque-as em uma página HTML com o conteúdo principal. Não coloque as tags do Floodlight na página HTML que contém as tags .

Transmissão de dados para parâmetros em tags de iframe e imagem

Será necessário transmitir dinamicamente os dados para os parâmetros nas tags do Floodlight. É preciso que seu site seja tecnicamente capaz de transmitir informações para as tags. O formato desses parâmetros é key=[value], no qual o valor é transmitido dinamicamente para a tag quando a página da Web é carregada. Os dados que você insere na tag do Floodlight e como eles são coletados dependem do seu webmaster. Não é permitido transmitir dados que o Google Marketing Platform possa usar ou determinar como informações de identificação pessoal.

Vamos analisar alguns exemplos de tags do Floodlight para compreender como elas são agrupadas. A seguir estão todas as tags de iframe.

Tags de atividade de contador

As tags de contador são usadas para calcular o número de conversões. Dependendo de como você configurar sua atividade, as tags de contador poderão calcular todos os eventos de conversão ou limitar o cálculo para que cada usuário seja contado como conversão somente uma vez por dia ou por sessão do usuário.

Exemplo:

<iframe src="http://1234567.fls.doubleclick.net/activityi;src=1234567;type=abcde123;cat=fghij456;u1=[friendlyname1];u2=[friendlyname2];ord=[Random Number]?" width="1" height="1" frameborder="0" style="display:none"></iframe>

Para entender melhor a tag de iframe do Floodlight, vamos analisá-la detalhadamente.

http: indica que a tag não é segura.

iframe src: indica que esta é uma tag HTML iframe dinâmica. O parâmetro src informa ao navegador onde encontrar o conteúdo solicitado para o iframe.

fls.doubleclick.net: o endereço da Web dos servidores do Floodlight.

activityi: identifica a tag como tag de atividade do Floodlight que usa o formato iframe.

src=1234567: identifica a configuração do Floodlight que é a origem da atividade do Floodlight. O valor da chave src= é o ID do anunciante.

type=abcde123: string da tag de grupo que identifica o grupo de atividades associado à atividade do Floodlight no Campaign Manager 360. O grupo de atividades é usado para fins de geração de relatórios. Defina seu próprio valor para a string da tag ou use o valor padrão. A string da tag do grupo padrão é baseada nas primeiras cinco letras do nome do grupo de atividades mais uma string de três caracteres alfanuméricos aleatórios, sublinhados e travessões. Se o nome da atividade tiver menos de cinco caracteres, serão anexadas outras letras antes dos caracteres alfanuméricos para completar oito caracteres. A string usada para type= diferencia maiúsculas e minúsculas.

cat=fghij456: string da tag de atividade que identifica a atividade do Floodlight. Defina seu próprio valor para a string da tag de atividade ou use o valor padrão. A string da tag de atividade padrão é baseada nas cinco primeiras letras do nome da atividade mais uma string de três caracteres alfanuméricos aleatórios, sublinhados e travessões. Se o nome da atividade tiver menos de cinco caracteres, serão anexadas outras letras antes dos caracteres alfanuméricos para completar oito caracteres. A string usada para cat= diferencia maiúsculas e minúsculas.

u1=[friendlyname1];u2=[friendlyname2]: os valores-chave em que a chave é u seguida por um número são variáveis personalizadas do Floodlight. Use essas variáveis para transmitir ao Floodlight os dados que deseja usar como critério de relatórios. Não é permitido transmitir dados que o Google Marketing Platform possa usar ou determinar como informações de identificação pessoal.

ord=[Random Number]: em geral, o parâmetro ord= é usado para tornar a tag do Floodlight única. Quando e como você atualiza o valor e como o parâmetro é incorporado na tag dependem do método de contagem usado para calcular conversões. As conversões que tiverem o mesmo valor para ord=  (desde que a atividade do Floodlight, o código de usuário, o código de configuração do Floodlight e a data de conversão também sejam correspondentes) serão removidas. Se ord= não for único, somente a primeira conversão de cada usuário para cada dia será registrada.

Como o parâmetro ord= é exibido para cada tipo de contador
Como usar o parâmetro ord= com diferentes tipos de contadores
Tipo de contador Como ord= é exibido Como é usado

Padrão

ord=[Random Number]

Para permitir que o Campaign Manager 360 contabilize cada visita à página da Web ativada pelo Floodlight como uma atividade distinta, o anunciante será responsável por inserir dinamicamente uma string única como valor do parâmetro ord= sempre que a página for acessada.

Único

ord=1;num=[Random Number]

Para permitir que o Campaign Manager 360 conte apenas o número de conversões por usuários únicos em um período de 24 horas, o valor de ord= é definido como 1. Assim, ele não conta cada visita como única, mas usa o ID do cookie do usuário para contar o número de usuários únicos.

O parâmetro num= é adicionado para evitar o armazenamento em cache no navegador da tag do Floodlight. O anunciante será responsável por inserir dinamicamente uma string única como valor do parâmetro num= cada vez que a página da Web ativada pelo Floodlight for acessada.

Por sessão

ord=[SessionID]

Para permitir que o Campaign Manager 360 conte somente uma atividade do Floodlight por sessão do navegador, o anunciante será responsável por inserir de maneira dinâmica um código de sessão, normalmente com base nos dados incluídos em um cookie de sessão exibido ao usuário pelo anunciante.

Cabe ao anunciante decidir como uma sessão será definida. Por exemplo, é possível contar a duração de uma sessão desde o momento em que um usuário faz login no seu site ou aplicativo até o momento em que a sessão do usuário atinge o tempo limite. Quando a tag do Floodlight for exibida, substitua dinamicamente a variável por um identificador de sessão exclusivo para evitar o processo de cache do navegador.

width="1" height="1": define as dimensões do iframe invisível.

frameborder="0": define as bordas do iframe como zero pixel, de modo que ela não apareça.

style="display:none": indica ao navegador para não exibir nenhuma caixa em torno do Iframe, garantindo que ele não apareça como um elemento visível na página da Web do anunciante.

Tags de atividade de vendas

As tags de atividade de vendas são em geral iguais às tags de contagem, com algumas exceções. Elas são geralmente colocadas na página de confirmação exibida após uma venda, com informações sobre a transação passadas para a tag.

Veja um exemplo:

<iframe src="http://1234567.fls.doubleclick.net/activityi;src=1234567;type=abcde123;cat=fghij456;u1=[friendlyname1];u2=[friendlyname2];qty=[Quantity];cost=[Revenue];ord=[OrderID]?" width="1" height="1"frameborder="0" style="display:none"></iframe>

Veja os elementos específicos às atividades de vendas:

qty=[Quantity]: a forma que esse parâmetro é usado depende do método de contagem que você usa para as atividades de vendas.

  • Se você contar cada transação como uma única conversão, o parâmetro será qty=1.

  • Se você contar cada item vendido durante uma única transação como uma conversão separada, o parâmetro será qty=[Quantity] e o anunciante será responsável por inserir dinamicamente o número de itens vendidos como parte de cada compra. Se você preferir contar uma única conversão, defina o valor para 1.

    O valor [Quantity] precisa ser um número inteiro maior que zero. O Campaign Manager 360 multiplica o valor [Quantity] pelo número de eventos de conversão para chegar ao número de conversões da tag de vendas. Se o valor for zero, nenhuma conversão será contada. De maneira semelhante, se você excluir o parâmetro qty= ou transmitir um valor que não seja numérico, o Campaign Manager 360 não contará conversões.

cost=[Revenue]: é o valor da receita gerada pela transação, ou seja, o preço de compra dos itens da venda. Na maioria dos casos, o valor relevante é a receita gerada, não o preço total da compra, que pode incluir impostos sobre vendas, IVA, custos de entrega ou outros custos cujo rastreamento não seja tão importante.

O anunciante é responsável por inserir dinamicamente o valor de cada compra. O valor deve ser inserido como um número, sem vírgulas ou símbolos de moeda. É possível usar um ponto decimal (.) se desejado.

ord=[orderID]: o anunciante é responsável por inserir um identificador exclusivo para cada transação. Os códigos dos pedidos são incluídos no relatório "Caminho até a conversão" (P2C, na sigla em inglês). Isso permite que os anunciantes visualizem as conexões entre as exposições de anúncios e os próprios dados de rastreamento de pedidos.

Mais detalhes sobre tags de imagem 

As tags de imagem são usadas com mais frequência quando:

  • o anunciante tem dúvidas sobre a segurança ou outros problemas com a arquitetura do site que impede o uso de iframes;

  • você adiciona tags do Floodlight a um aplicativo ou site para dispositivos móveis, já que os navegadores da Web em dispositivos mais antigos podem não lidar bem com iframes.

As tags de imagem não são compatíveis com as tags dinâmicas

Ativação da tag de imagem

Você pode ativar tags de imagem para:

  • uma única atividade do Floodlight na página de propriedades para a atividade;

  • todas as atividades do anunciante na guia Configuração de Floodlight;

  • toda a sua conta do Campaign Manager 360 na guia Avançado em Administrador > Conta.

Se você atualizar a configuração ou conta do Floodlight para usar somente tags de imagem:

  • não será possível editar o formato da tag para as atividades existentes do Floodlight; 

  • as tags existentes que foram implementadas em sites não são alteradas automaticamente. Para começar a usar tags de imagem, é necessário substituir as tags de iframe atuais por novas tags de imagem criadas no Campaign Manager 360;

  • as tags dinâmicas não deixarão de ser exibidas automaticamente. Se você tiver configurado anteriormente as tags dinâmicas e implementado as tags de iframe do Floodlight padrão, as tags continuarão sendo exibidas mesmo que você tenha alternado a atividade para usar as de imagem no Campaign Manager 360. Para interromper a entrega de tags dinâmicas, remova da página do anunciante as tags iframe existentes e as substitua pelas tags de imagem criadas recentemente.

Parâmetros em tags de imagem

Veja um exemplo de uma tag de imagem com os elementos exclusivos em negrito. O exemplo é uma tag de atividade de contagem, mas as mesmas alterações são feitas para uma de atividade de vendas:

<img src="http://ad.doubleclick.net/<wbractivity/src=1234567;type=abcde123;cat=fghij456;u1=[friendlyname1];u2=[friendlyname2</wbr];ord=[Random Number]?" width="1" height="1" alt=""/>

Aqui há elementos exclusivos a tags de imagem:

img src: é uma tag de imagem HTML. O parâmetro src informa ao navegador onde encontrar a imagem solicitada, que neste caso é um GIF transparente de 1 x 1 pixel.

ad.doubleclick.net: é o endereço da Web dos servidores de anúncios do Campaign Manager 360, que são usados para exibir o arquivo de imagem.

activity: identifica a tag como uma tag de atividade do Floodlight que usa um formato de tag de imagem.

alt="":: especifica que não há texto alternativo para a imagem.

Isso foi útil?
Como podemos melhorá-lo?

Precisa de mais ajuda?

Faça login e veja mais opções de suporte para resolver o problema rapidamente.