Este artigo é sobre as propriedades do Google Analytics 4. Se você usa uma propriedade do Universal Analytics, consulte a seção referente ao Universal Analytics desta Central de Ajuda.

[GA4] Diferenças de dados entre os relatórios e o Explorações

Saiba por que seus dados variam de acordo com o produto usado.

Os relatórios e o Explorações oferecem insights úteis sobre seus dados da Web e do app. Normalmente, você verá os mesmos dados neles. No entanto, é possível ver diferenças nos dados exibidos em cada área. Essas diferenças são normais e estão descritas nas seções abaixo.

Neste artigo:

Os relatórios e o Explorações são compatíveis com campos diferentes

Por padrão, os relatórios e o Explorações oferecem visualizações diferentes dos dados, em vários níveis de granularidade. Por exemplo, algumas dimensões e métricas disponíveis nos relatórios não são compatíveis com o Explorações. Quando você abre um relatório no Explorações que inclui campos não aceitos, eles são removidos da exploração. Se o relatório exibir uma visualização com base em campos não compatíveis, por exemplo, um gráfico de linhas que mostra uma métrica não aceita, essa visualização não aparecerá na exploração resultante.

Diferenças entre segmentos e comparações

As comparações em relatórios podem usar campos que não são aceitos no Explorações, e aquelas inclusas em um relatório aberto no Explorações são convertidas em segmentos. Assim, as métricas ou dimensões não compatíveis não serão incluídas no segmento resultante no Explorações. Isso pode alterar os dados que são incluídos ou excluídos.

Diferenças do modelo de atribuição

No momento, o Explorações só aceita o modelo de atribuição de último clique em vários canais. Então, esse modelo será aplicado se o relatório usar outro tipo. Saiba mais sobre as conversões e os modelos de atribuição do Firebase.

Diferenças entre datas

Os períodos no Explorações são limitados às configurações de retenção de dados da sua propriedade. Se você criar um relatório com um período fora das configurações de retenção de dados no nível do usuário e do evento e abri-lo no Explorações, as informações anteriores a esse período não serão incluídas.

Diferenças na amostragem

Os relatórios que usam as tabelas de dados agregados se baseiam em todos os dados disponíveis. O Explorações, por outro lado, poderá aplicar amostragem ao consultar dados no nível dos eventos e usuários se o tamanho da consulta exceder sua cota. Para os usuários do Google Analytics gratuito, a cota de dados sem amostragem é de 10 milhões de eventos.

No canto superior direito das suas explorações, passe o cursor sobre o ícone de escudo para ver a taxa de amostragem atual.

Ao trabalhar com dados de amostra, a proporção entre o tamanho da população total em comparação com o da amostra pode afetar a precisão dos resultados. Em geral, quanto maior o tamanho da amostra em porcentagem da população, maior a precisão dos resultados.

Se o tamanho da amostra para uma exploração for muito pequeno, ajuste a população. Por exemplo, reduzir o período da exploração diminui o tamanho da população a que a amostragem é aplicada, o que resulta em uma precisão maior.

Diferenças de tempo de processamento

Os dados no Google Analytics são provenientes de vários sistemas diferentes e podem ser processados em momentos distintos. Talvez você note resultados um pouco diferentes ao executar consultas nas últimas 48 horas devido às diferenças no tempo de processamento.

Isso foi útil?
Como podemos melhorá-lo?
Pesquisa
Limpar pesquisa
Fechar pesquisa
Google Apps
Menu principal
Pesquisar na Central de Ajuda
true
69256
false