Vantagens da etiquetagem automática do Google Ads

O motivo pelo qual deve utilizar a etiquetagem automática do Google Ads sempre que possível.

A utilização exclusiva da etiquetagem automática do Google Ads oferece várias vantagens em relação à etiquetagem manual. A Etiquetagem automática:

Se tiver de utilizar etiquetagem manual, mas também pretender tirar partido das vantagens da Etiquetagem automática, pode selecionar a opção de substituição da Etiquetagem automática.
Neste artigo:

Relatórios de Etiquetagem automática vs. etiquetagem manual

A etiquetagem manual apenas pode fornecer dados das seguintes dimensões: Campanha, Origem, Meio, Conteúdo, Palavra-chave. No entanto, quando utiliza a Etiquetagem automática, pode ver dados de várias dimensões adicionais, incluindo:

  • Tipo de correspondência de consulta (como foi efetuada a correspondência da palavra-chave com a consulta de pesquisa)
  • Grupo de anúncios (o grupo de anúncios associado à palavra-chave/ao criativo e ao clique)
  • URL final (URL final do Google Ads)
  • Formato de anúncio (texto, visualização, vídeo)
  • Rede de distribuição de anúncios (Pesquisa Google)
  • Domínio do posicionamento (o domínio na Rede de Display em que os anúncios foram apresentados)
  • ID de cliente do Google Ads (o número tripartido único atribuído à sua conta do Google Ads)

Quando utiliza a Etiquetagem automática, obtém dados mais completos do que com a etiquetagem manual nos seguintes relatórios:

  • Hora do dia
  • Posicionamentos (onde os anúncios foram colocados na Rede de Display)
  • Posições de palavra-chave (a posição de apresentação do anúncio na Pesquisa Google)
  • Segmentação da Rede de Display
  • Campanhas de vídeo
  • Campanhas do Shopping

Além disso, quaisquer funcionalidades de relatórios e blocos de anúncios disponibilizados futuramente só estarão disponíveis se utilizar a Etiquetagem automática.

Como saber se está a utilizar etiquetagem manual

  1. Inicie sessão na sua conta do Google Ads.
  2. No menu Página à esquerda, clique em Anúncios e extensões.
  3. Clique no ícone Colunas na parte superior da tabela e, em seguida, clique em Modificar colunas.
  4. Clique em Atributos e selecione a caixa de verificação junto a URL final.
  5. Clique em Aplicar.

Se algum URL na coluna URL final contiver um ou mais dos seguintes parâmetros de consulta, está a utilizar a etiquetagem manual:

  • utm_source
  • utm_medium
  • utm_campaign
  • utm_content
  • utm_term

Por exemplo, se o URL final for www.example.com, a versão etiquetada manualmente tem, sensivelmente, o aspeto seguinte:

http://www.example.com/?utm_source=google&utm_medium=cpc&utm_campaign=camp1&utm_term=keyword&utm_content=creative

A informação foi útil?
Como podemos melhorá-la?

Precisa de mais ajuda?

Inicie sessão para obter opções de apoio técnico adicionais e resolver rapidamente o seu problema.