Reports

[GA4] Relatório "Aquisição de usuários"

O relatório "Aquisição de usuários" é um relatório detalhado predefinido que pode ser usado para receber insights sobre como novos usuários descobrem seu site ou app. Ele é diferente do relatório "Aquisição de tráfego", que se concentra na origem das novas sessões, seja o usuário novo ou recorrente.

How to find where your users are coming from using Acquisition Reports in Google Analytics 4

Abrir o relatório

  1.  Faça login no Google Analytics.
  2. No menu à esquerda, selecione Relatórios Relatórios.
  3. À esquerda, selecione Aquisição > Aquisição de usuários.

Não consegue abrir o relatório? Se ele não estiver à esquerda, talvez tenha sido removido ou não está incluído no seu conjunto por padrão. Editores ou administradores podem adicionar o relatório à navegação do lado esquerdo. Saiba como adicionar o relatório.

Origem dos dados

Para conferir os dados de atribuição das suas campanhas de marketing, conclua um ou mais dos seguintes procedimentos:

Dimensões no relatório

Você vai notar que cada dimensão inclui o texto "Primeiro usuário", que indica que a dimensão descreve como você conquistou o usuário inicialmente. Saiba mais sobre escopos

O relatório inclui as dimensões a seguir. Se você tem função de editor ou administrador, pode adicionar e remover dimensões do relatório.

Dimensão O que é? Como é o preenchimento?
Campanha do primeiro usuário

Esse é o nome de uma campanha promocional ou de marketing que resultou em eventos principais.

Para saber como preencher essa dimensão, consulte Dimensões de origem do tráfego e codificações manual e automática.
Grupo de canais padrão do primeiro usuário

Os agrupamentos de canais são definições que se baseiam em regras e estão relacionadas às origens de tráfego.

Os agrupamentos de canais padrão incluem "Direto", "Pesquisa orgânica", "Redes sociais pagas", "Redes sociais orgânicas", "E-mail", "Afiliados", "Referências", "Pesquisa paga", "Vídeo" e "Display".

Para saber como preencher essa dimensão, consulte Dimensões da origem do tráfego, codificação manual e codificação automática.
Nome do grupo de anúncios do Google Ads atribuído ao primeiro usuário O nome do grupo de anúncios no Google Ads do anúncio que levou a um evento principal. Para saber como preencher essa dimensão, consulte Dimensões da origem do tráfego, codificação manual e codificação automática.
Tipo de rede de publicidade do Google Ads atribuída ao primeiro usuário O local onde seu anúncio apareceu (google.com, parceiros de pesquisa, Rede de Display), levando a um evento principal. Para saber como preencher essa dimensão, consulte Dimensões da origem do tráfego, codificação manual e codificação automática.
Mídia atribuída ao primeiro usuário

O método para levar usuários ao site ou aplicativo.

Por exemplo:

  • "affiliate": usuários que clicam em um link em um programa de afiliados
  • "cpc": (abreviação de custo por clique) usuários que clicam em um anúncio pago
  • "email": pessoas que clicam em um link em uma campanha de e-mail marketing
  • "organic": pessoas que clicam em um link de um mecanismo de pesquisa
  • "referral": pessoas que clicam em um link em um site (por exemplo, uma descrição de vídeo)
  • "(none)": tráfego direto
Para saber como preencher essa dimensão, consulte Dimensões de origem do tráfego e codificações manual e automática.
Origem atribuída ao primeiro usuário

Uma representação da origem do editor ou de inventário que gerou o tráfego. Por exemplo, o visitante que retorna ao site vindo da Pesquisa Google aparece como "google" na dimensão Origem da sessão.

Por exemplo, "google", "youtube" e "gmail".

Para saber como preencher essa dimensão, consulte Dimensões de origem do tráfego e codificações manual e automática.
Plataforma de origem do primeiro usuário

A plataforma em que você gerencia as atividades de compra (ou seja, onde os orçamentos, critérios de segmentação, entre outros itens, são definidos).

Por exemplo:

  • "DV360" (tráfego da atividade de marketing do Display & Video 360)
  • "Google Ads" (tráfego da atividade de marketing do Google Ads)
  • "Manual" (tráfego que não é da atividade de marketing de mídia do Google)
  • "SA360" (tráfego da atividade de marketing do Search Ads 360)
  • "SFMC" (tráfego da atividade de marketing do Salesforce Marketing Cloud)
  • "Listagens gratuitas do Shopping" (tráfego da atividade de marketing do Google Merchant Center)
Para saber como preencher essa dimensão, consulte Dimensões de origem do tráfego e codificações manual e automática.
Origem do primeiro usuário/mídia A origem e a mídia que levam o usuário a acessar seu site ou aplicativo. Para saber como preencher essa dimensão, consulte Dimensões da origem do tráfego, codificação manual e codificação automática.

Métricas no relatório

O relatório inclui as seguintes métricas: Se você tem função de editor ou administrador, pode adicionar e remover métricas do relatório.

Métrica O que é? Como é o preenchimento?
Tempo médio de engajamento

O tempo médio que seu site ficou em foco no navegador ou que um app ficou em primeiro plano no aparelho de uma pessoa.

Tempo médio de engajamento = duração total do engajamento do usuário / número de usuários ativos

Essa métrica é preenchida de forma automática.
Eventos principais

Quantas vezes as pessoas acionaram um evento principal.

Você pode escolher um evento principal para restringir a análise.

Para preencher essa métrica, marque um evento como principal.
Sessões engajadas

Quantas sessões duraram 10 segundos ou mais ou tiveram pelo menos 1 evento principal ou 2 visualizações de página/exibições de tela.

Essa métrica é preenchida de forma automática.
Sessões engajadas por usuário

Número médio de sessões engajadas por usuário.

A métrica "Sessões engajadas" é o número de sessões que duraram no mínimo 10 segundos ou tiveram pelo menos 1 evento principal ou 2 visualizações de página ou exibições de tela.

Essa métrica é preenchida de forma automática.
Taxa de engajamento

Porcentagem de sessões engajadas.

Taxa de engajamento = sessões engajadas / total de sessões

Essa métrica é preenchida de forma automática.
Contagem de eventos Número de vezes que os usuários acionaram um evento. Essa métrica é preenchida de forma automática.
Novos usuários

Quantos novos IDs de usuários únicos registraram o evento first_open ou first_visit.

Com essa métrica, é possível medir o número de usuários que interagiram com o site ou abriram o app pela primeira vez.

Essa métrica é preenchida de forma automática.
Taxa de eventos principais do usuário

É a porcentagem de usuários que acionaram um evento principal.

O cálculo da métrica é feito dividindo o número de usuários que realizaram uma ação de evento principal dividido pelo número total de usuários.

Essa métrica é preenchida de forma automática.
 

Solução de problemas

Só aparece tráfego direto. O que isso significa no Google Analytics?

O tráfego direto vem de pessoas que acessam o site digitando o URL na barra de endereço do navegador.

Por exemplo, o usuário pode copiar e colar no navegador um link do seu site que recebeu de alguém ou acessar uma página diretamente usando um favorito salvo. Outros exemplos incluem o tráfego de mídia social, de documentos off-line e de HTTPS para versões HTTP do site.

Se o relatório mostrar apenas tráfego direto, vincule suas contas de publicidade ou inclua tags nos URLs de destino para conferir informações mais úteis.

Como exibir dados semanais ou mensais em vez de dados diários?

No momento, os dados fornecidos por esse relatório são diários, não semanais ou mensais.

Isso foi útil?

Como podemos melhorá-lo?
true
Pesquisa
Limpar pesquisa
Fechar pesquisa
Google Apps
Menu principal