Exemplos de estruturas de conta

 

Neste artigo:

Visão geral de duas contas do Google Analytics

O diagrama a seguir mostra duas possibilidades de configurações de conta do Google Analytics. Nele, Liz tem uma conta pessoal e uma conta corporativa do Google Analytics, que é compartilhada com seus colegas. A conta corporativa acompanha o site da empresa, googleanalytics.com.

A tabela abaixo, em Dois exemplos de contas do Google Analytics, completa o quadro com um cenário detalhado dos exemplos mencionados no diagrama.

O restante deste documento descreve em detalhes os componentes que fazem parte do gerenciamento de contas do Google Analytics.

É necessário ter uma Conta do Google para usar o Google Analytics

A maioria dos produtos do Google, como Google Agenda, Blogger e Gmail, usa Contas do Google para autenticar seus usuários. Uma Conta do Google é um sistema de login unificado que simplifica sua experiência com o uso de vários produtos do Google. Após fazer login com sua Conta do Google, você tem acesso automático a todos os outros produtos nos quais se cadastrou. Para fazer login na Conta do Google, você precisa das seguintes informações:

  • Um endereço de e-mail, geralmente, no formato nomedeusuario@gmail.com. Por exemplo, Liz faz login no Google Analytics usando liz@gmail.com como nome de usuário.
  • Uma senha. Depois que Liz faz login no Gmail com o endereço de e-mail e a senha, ela é conectada automaticamente à interface da Web do Google Analytics e não precisa fazer login novamente para ver os relatórios dela.

O Google Analytics também usa as Contas do Google para autenticar usuários. Na Visão geral acima, são utilizados nomes de usuário fictícios (Liz, Jim e Sue) para ilustrar exemplos da Conta do Google.

Para usar o Google Analytics, você precisa fazer login com um endereço de e-mail da Conta do Google e uma senha. Crie uma Conta do Google agora se ainda não tiver uma. Ter uma Conta do Google não garante automaticamente acesso ao Google Analytics. Você também precisa se registrar no Google Analytics; um processo simples feito apenas uma vez.

Você só pode acessar os relatórios do Google Analytics usando um endereço de e-mail válido das Contas do Google. Não é possível fazer login no Google Analytics com um endereço de e-mail hospedado pelo Google Apps.

Para mais informações sobre as Contas do Google, consulte a Central de Ajuda das Contas do Google.

Contas do Google Analytics

Uma conta do Google Analytics é uma maneira de nomear e organizar o modo como você acompanha uma ou mais propriedades (por exemplo, websites, aplicativos para dispositivos móveis, dispositivos de ponto de venda) usando o Google Analytics. Cada usuário do Google Analytics tem acesso a pelo menos uma conta, seja ela uma conta criada pelo próprio usuário ou uma conta à qual outra pessoa deu acesso ao usuário. Em cada conta do Google Analytics, ao menos uma propriedade (como um website) é acompanhada. Como mostrado acima, uma conta do Google Analytics pode ser usada para acompanhar uma ou várias propriedades, dependendo das necessidades de uso.

Uma determinada propriedade da Web só deve ser acompanhada por uma conta do Google Analytics. O acompanhamento de uma única propriedade da Web em contas diferentes do Google Analytics não é recomendado.

Não é necessário fazer login separadamente para cada conta do Google Analytics à qual você tem acesso. No exemplo acima, Liz faz login no Google Analytics com o ID de e-mail da Conta do Google (liz@gmail.com). Em seguida, ela seleciona uma das contas do Google Analytics à qual tem acesso.

Organização de contas do Google Analytics

Se você estiver usando o Google Analytics para acompanhar somente um website, a organização de contas será simples: você terá uma conta para seu website. Se quiser configurar contas do Google Analytics para gerenciar vários sites, considere o seguinte:

  • Cada conta do Google Analytics pode ter até 100 propriedades, e cada propriedade pode ter até 25 vistas. Entre em contato com seu representante de suporte se precisar de mais propriedades ou vistas.
  • Você pode conceder aos usuários permissões para visualização (Gerenciar usuários, Editar, Colaborar, Ler e analisar) em:
    • uma conta do Google Analytics;
    • uma propriedade em uma conta do Google Analytics
    • uma Vista em uma propriedade

Com isso em mente, avalie os modos comuns pelos quais uma conta do Google Analytics pode ser usada:

  • Acompanhar todas as propriedades de uma única pessoa ou organização.

    Por exemplo, você pode ter uma conta do Google Analytics chamada "Minha conta pessoal" para suas propriedades da Web pessoais. Nessa conta, você acompanha seu website pessoal e seu blog, que são propriedades diferentes. Nesse caso, você usa um snippet de código de acompanhamento nas páginas do seu website e um diferente para seu blog.

    Você também pode configurar contas do Google Analytics diferentes para grupos ou participantes diferentes. Por exemplo, se você administrar o acompanhamento do Google Analytics para duas empresas, poderá configurar uma conta diferente do Google Analytics para os websites de propriedade de cada empresa. Como é possível que você queira dar acesso administrativo a pessoas de cada empresa, mas não deseje expor dados de relatório confidenciais entre as empresas, é razoável acompanhar os websites de empresas diferentes em contas diferentes.

  • Acompanhar uma única propriedade.

    Por padrão, uma conta do Google Analytics é projetada para acompanhar ao menos uma propriedade. Entretanto, essa também é uma boa maneira de configurar o Google Analytics, caso o site/aplicativo que você está acompanhando seja grande e tenha vários colaboradores interessados em visualizar relatórios nessa propriedade. Desse modo, o conjunto de vistas da propriedade em uma conta corresponde à mesma propriedade.

    Por exemplo, suponha que você seja o administrador de example.com, que tem diversos subdiretórios. Se cada departamento quiser acompanhar sua seção do site/aplicativo, independentemente das outras, você poderá criar diferentes vistas de relatórios na conta, que incluam apenas dados de determinadas seções. Nesse cenário, você instala o código de acompanhamento do site/aplicativo uma vez, e qualquer diferença em vistas de relatórios é manipulada pelas Vistas e seus filtros.

ID da conta do Google Analytics

Quando você cria uma conta no Google Analytics, ela recebe um ID exclusivo. Esse ID faz parte do código de acompanhamento inserido no código-fonte do seu site ou app. Por exemplo, se o código de acompanhamento do seu site usar o ID da propriedade "UA-10876-1", o ID da conta será o número central "10876".

Propriedades do Google Analytics

 

Uma propriedade é um website, aplicativo para dispositivos móveis ou dispositivo (por exemplo, um dispositivo de quiosque ou ponto de venda). Uma conta pode ter uma ou mais propriedades.

No código de acompanhamento do Google Analytics, a propriedade de uma vista de relatórios tem um ID exclusivo, que é uma combinação do ID da conta e de outros dígitos. Esse ID da propriedade vincula uma propriedade a uma ou mais vistas em uma conta do Google Analytics. O ID aparece na seção "Administrador" do Google Analytics ou ao pesquisar "UA-" no código-fonte da sua página da Web ou app. No ID da propriedade "UA-10876-1",

  • "10876" é o número da conta.
  • "1" é uma vista da propriedade na conta. A segunda vista da propriedade da mesma conta que acompanha outra uma propriedade pode usar "UA-10876-2" como o ID da propriedade.

Vistas da propriedade do Google Analytics

A vista da propriedade de uma conta do Google Analytics é o gateway para os relatórios: ela determina quais dados da sua propriedade são exibidos nos relatórios. Ao considerar vistas e como elas funcionam, primeiro lembre-se de que uma conta do Google Analytics pode acompanhar uma única propriedade ou muitas propriedades independentes, como ilustrado na visão geral acima.

Você pode criar mais de uma vista para determinada propriedade e usar filtros para oferecer diferentes vistas de relatórios à propriedade. Para mais informações sobre como configurar vistas da propriedade, consulte Criar/gerenciar filtros de vista da propriedade.

Usar um vista da propriedade principal

Ao configurar o acompanhamento em uma conta do Google Analytics, é prática recomendada criar a primeira vista da propriedade para uma propriedade como uma vista da propriedade principal. Essa vista da propriedade não deve ter nenhum filtro para excluir ou incluir seções dos dados do site/aplicativo sendo acompanhado. Dessa forma, você terá uma vista da propriedade para a propriedade que contém todos os dados do histórico desde o início do acompanhamento.

Se você não configurar uma vista da propriedade principal, mas tiver vistas da propriedade com filtros que excluem partes específicas do seu website, não haverá nenhum dado para as partes que foram excluídas pelo filtro. Por exemplo, suponha que você esteja interessado principalmente em acompanhar usuários do seu site a partir dos Estados Unidos. Se você configurar um filtro em uma vista da propriedade única que inclui apenas tráfego dos EUA, nunca conseguirá ver as exibições de página para tráfego de outros lugares além dos EUA.

Se você quiser vistas da propriedade filtradas, recomendamos a criação de dois tipos de vista da propriedade: um para acompanhar todas as seções do site/aplicativo e todos os usuários, e outros mais adequados para um determinado objetivo que exclui alguns dados. A vista da propriedade principal também deve ser a primeira vista da propriedade criada para seu site.

Vistas da propriedade e dados do histórico

Quando você configura uma vista da propriedade para um website, o acompanhamento de dados começa assim que o código de acompanhamento é instalado no website e o navegador do usuário carrega uma página. Quando você já tem uma vista da propriedade funcionando para um website existente e adiciona outra vista da propriedade mais tarde, a vista da propriedade adicional não conterá os dados do histórico que são exibidos na vista da propriedade criada anteriormente.

Por exemplo, suponha que, em junho de 2009, você tenha configurado uma vista da propriedade não filtrada para seu website que coleta todo o tráfego do site. Depois, em setembro de 2009, você cria outra vista da propriedade chamada "Vendas" que só coleta dados para o diretório "/sales" do website. Se os usuários da vista da propriedade "Vendas" tentarem recuperar informações do relatório de julho de 2009, não verão nenhum dado para esse período. Os dados existem na vista da propriedade inicial, mas não podem ser copiados para a vista da propriedade "Vendas".

Vistas filtradas

Geralmente, é útil ter várias vistas para uma única propriedade. Cada vista pode ter filtros para incluir ou excluir determinados tipos de dados. Também é possível usar vistas filtradas para garantir que o conteúdo seja acompanhado somente em um domínio específico, excluir determinado tráfego dos relatórios (como tráfego interno) ou substituir parâmetros de consulta de páginas difíceis de ler por URIs de páginas visualizadas mais facilmente. Para mais informações sobre os tipos de filtro disponíveis para vistas e como configurá-los, leia Sobre os filtros de vista.

A menos que você precise restringir o acesso do usuário utilizando as vistas de relatórios, não é necessário configurar vistas apenas para ver diferentes seções do site ou deixar a vista de relatórios mais adequada para os usuários da sua conta. Em muitos casos, os usuários podem acessar a vista principal e usar o menu "Detalhamento do conteúdo" para navegar até a seção do site/app. Nele, é possível usar Segmentos para filtrar somente os dados em que têm interesse e também comparar as métricas de conjuntos de páginas/telas com todo o site/app.

Compartilhamento de relatórios do Google Analytics

Você compartilha seus relatórios do Google Analytics com outras pessoas que têm Contas do Google. Os usuários que desejam visualizar seus relatórios precisam primeiro ativar o acesso do Google Analytics na Conta do Google (veja google.com/analytics para mais informações).

Quando você compartilha seus relatórios com outros usuários, pode controlar a quais relatórios eles têm acesso dando a eles direitos a uma conta específica que contém os relatórios que você deseja compartilhar. Depois que os usuários recebem acesso à sua conta, você também pode controlar a qual vista da propriedade eles têm acesso. Por exemplo, se você quer que seus colegas visualizem os relatórios do Google Analytics para seu gadget, mas não para seu blog ou website, conceda a eles acesso à sua conta e, então, acesso apenas à vista da propriedade que você configurou para acompanhar seu gadget.

Quando seus colegas têm acesso aos relatórios, o nome da conta aparece como uma seleção diferente no menu suspenso da conta da interface administrativa. Depois de selecionarem a conta no menu, eles verão apenas as vistas da propriedade para as quais receberam acesso. Dessa maneira, você pode controlar o acesso aos seus relatórios do Google Analytics em diversos níveis. Além disso, é comum que os usuários do Google Analytics tenham acesso a diversas contas do Google Analytics, às deles mesmos e às de terceiros.

Dois exemplos de contas do Google Analytics

Esta tabela apresenta um cenário detalhado da Visão geral de duas contas do Google Analytics acima.
Nome da conta Nome da vista URL ID da propriedade Descrição
Minha conta pessoal Meu blog example.blogspot.com UA-18988-2

O blog pessoal é uma das propriedades da Web que Liz acompanha no Google Analytics. Ela precisa de apenas uma vista para essa propriedade, Meu blog. O código de acompanhamento para seu blog contém o ID da propriedade da Web, e esse ID faz a associação entre o blog dela e qualquer vista da propriedade que o acompanha. Para ver relatórios do blog, Liz seleciona a vista Meu blog.

Os relatórios de Meu blog mostram apenas o tráfego de usuários de example.blogspot.com. Nenhuma atividade em qualquer outra parte de blogspot.com é apresentada nos relatórios do Google Analytics, portanto, os usuários que vão de www.blogspot.com para example.blogspot.com são informados como tráfego externo, e os usuários que vão de example.blogspot.com para outro blog em blogspot.com são registrados como usuários que saíram do site.

  Meu site www.example.com UA-18988-1

Liz tem um segundo site com um domínio diferente do domínio do blog dela. Ela quer ter relatórios de acompanhamento diferentes para cada propriedade, por isso o site tem um ID da propriedade da Web exclusivo. O código de acompanhamento do site dela faz referência a esse ID, que por sua vez faz a associação entre o site e a vista Meu site.

Essa vista não é filtrada, então os relatórios mostram todo o tráfego de usuários de www.example.com. Os usuários que vão do site para o blog dela são acompanhados nos relatórios como saída do site, porque essas propriedades não compartilham IDs da propriedade da Web e não estão vinculadas.

  Meu gadget 84632.gmodules.com UA-18988-3

Além de um blog e um website, Liz também tem um gadget que ela gosta de acompanhar. O gadget está hospedado no domínio gmodules.com em um subdomínio exclusivo. Esse gadget usa um terceiro ID diferente da propriedade da Web. Como acontece com as outras vistas, somente a atividade no gadget é registrada na vista Meus gadgets.

Conta da minha equipe Vista principal googleanalytics.com UA-10876-1

Liz tem acesso à conta do Google Analytics intitulada Conta da minha equipe, juntamente com outros membros da equipe. Como ocorre com qualquer website, o ID da propriedade faz parte do código de acompanhamento instalado nas páginas do website.

Essa é a vista principal e coleta todo o tráfego de usuários para todas as partes do website googleanalytics.com. Como ela é a vista principal, não tem filtros que excluam dados. Dessa forma, todos os dados são coletados para o site e, como a primeira vista da propriedade, contém o registro histórico de tráfego desde o início do acompanhamento.

Como o acesso à vista da propriedade pode ser restringido por usuários de conta individuais, apenas Sue tem acesso aos relatórios contidos na vista da propriedade principal. Os membros da equipe de vendas e marketing não podem visualizar os relatórios nessa vista da propriedade, pois o acesso não foi concedido a eles.

  Vendas googleanalytics.com/sales UA-10876-1

Nessa conta, a vista da propriedade Vendas acompanha a mesma propriedade da Web da vista da propriedade principal, o website googleanalytics.com. Por esse motivo, ela usa o mesmo ID de propriedade da vista da propriedade principal. Ela é diferente da vista principal porque usa um filtro especial para incluir apenas o tráfego na seção de vendas do site: googleanalytics.com/sales.

A atividade do usuário em outras seções do site é considerada "fora" do site, de acordo com a definição da vista. Por exemplo, o total de visualizações de página seria somente para essa seção do site e não para todo o site googleanalytics.com. O tempo na página e o tempo no site se aplicam somente às páginas acompanhadas.

O acesso a essa vista está disponível apenas para Sue e os membros da equipe de vendas, incluindo Liz e Jim.

  Publicidade googleanalytics.com/marketing UA-10876-1 Assim como a vista Vendas, a vista Marketing acompanha o site googleanalytics.com, mas o filtro inclui apenas o tráfego para googleanalytics.com/marketing. Neste exemplo, apenas Sue e Jim têm acesso aos relatórios na vista Marketing.

Hierarquia de contas, usuários, propriedades e vistas

Isso foi útil?
Como podemos melhorá-lo?