[GA4] Identidade de relatórios

Saiba como o Google Analytics mede os utilizadores em vários dispositivos e plataformas.

Muitas vezes, um cliente individual interage com a sua empresa através de dispositivos e plataformas diferentes. Por exemplo, uma pessoa pode procurar os seus produtos num tablet Pixel ao pequeno-almoço, continuar a pesquisar num navegador no computador de trabalho ao almoço e, em seguida, fazer uma compra no iPhone após o jantar. Embora cada uma dessas atividades seja uma sessão separada, o Google Analytics 4 pode usar quatro métodos diferentes para unificá-las num único percurso do utilizador entre dispositivos:

  • User-ID
  • Google signals
  • ID do dispositivo
  • Modelação

O Analytics cria um percurso do utilizador único a partir de todos os dados associados à mesma identidade. Uma vez que estes espaços de identidade são usados em todos os relatórios, permitem eliminar a duplicação de utilizadores e criar uma narrativa holística e mais uniforme sobre a relação dos utilizadores com a sua empresa.

Espaços de identidade

Coletivamente, os identificadores indicados acima designam-se espaços de identidade e o(s) espaço(s) de identidade utilizado(s) pela propriedade do Analytics constituem a respetiva identidade de relatórios.

User-ID

Se criar os seus próprios IDs persistentes para utilizadores com sessão iniciada, pode utilizar estes IDs para medir os percursos do utilizador em diferentes dispositivos. Para utilizar este espaço de identidade, tem de atribuir IDs aos seus utilizadores e incluir os IDs nos dados que envia para o Analytics, de forma consistente. O User-ID é o espaço de identidade mais exato, uma vez que utiliza os dados que recolhe para identificar os seus utilizadores.

Saiba como implementar o User-ID.

Google signals

Os Google signals são dados de utilizadores que iniciaram sessão no Google. Quando os dados dos Google signals estão disponíveis, o Analytics associa os dados de eventos que recolhe de utilizadores às Contas Google de utilizadores com sessão iniciada que consentiram a partilha destas informações.

Saiba como ativar os Google signals.

ID do dispositivo

O Analytics também pode utilizar o ID do dispositivo como um espaço de identidade. Em Websites, o ID do dispositivo obtém o respetivo valor a partir do ID de cliente. Em apps, o ID do dispositivo é o ID de instância da app.

Modelação

Quando os utilizadores recusam identificadores do Analytics, como cookies, os dados comportamentais dos mesmos não estão disponíveis. O Analytics preenche esta lacuna ao usar dados de utilizadores semelhantes que aceitam cookies da mesma propriedade para modelar o comportamento dos utilizadores que recusam cookies. Saiba mais

Como o Analytics determina a identidade de relatórios

O Analytics determina a sua identidade de relatório com base nos espaços de identidade que escolhe recolher e nos que disponibiliza através das seguintes opções.

Opções de identidade de relatórios

  • Misturado: por User-ID, Google signals, ID do dispositivo e, em seguida, modelagem. Usa o User-ID se este for recolhido. Se não for recolhido qualquer User-ID, o Analytics usa informações dos Google signals, se estiverem disponíveis. Se nem o User-ID nem as informações dos Google signals estiverem disponíveis, o Analytics usa o ID do dispositivo. Se não estiver disponível qualquer identificador, o Analytics usa a modelagem.
  • Observado: por User-ID, Google signals e, em seguida, ID do dispositivo. Usa o User-ID se este for recolhido. Se não for recolhido qualquer User-ID, o Analytics usa informações dos Google signals, se estiverem disponíveis. Se nem o User-ID nem as informações dos Google signals estiverem disponíveis, o Analytics usa o ID do dispositivo.
  • Com base no dispositivo: usa apenas o ID do dispositivo e ignora todos os outros IDs recolhidos.

Para aproveitar ao máximo as duas primeiras opções, tem de ativar os Google signals e recolher User-IDs. Além disso, a sua propriedade tem de ter atividade suficiente de utilizadores com sessão iniciada para tornar a respetiva identidade anónima. Quando ativa os Google signals, o Analytics recolhe dados demográficos e de interesses se estiverem disponíveis. Consequentemente, os relatórios estão sujeitos a limites de dados.

Nota: a opção escolhida não afeta a recolha nem o tratamento de dados. Pode alternar entre as opções em qualquer altura sem que isso afete os dados de forma permanente.

Defina a identidade de relatórios da sua propriedade

  1. Inicie sessão no Google Analytics.
  2. Clique em Administração e navegue para a propriedade que pretende editar.
  3. Na coluna Propriedade, clique em Identidade de relatórios.
  4. Selecione a identidade de relatórios que pretende utilizar.
  5. Clique em Guardar.
A informação foi útil?
Como podemos melhorá-la?
false
Pesquisa
Limpar pesquisa
Fechar pesquisa
Google Apps
Menu principal
Pesquisar no Centro de ajuda
true
69256
false
false