Configurar uma propriedade

Nas propriedades, você envia dados e configura vistas de relatórios.
Você pode adicionar até 50 propriedades a cada conta do Google Analytics. Para aumentar esse limite, entre em contato com o gerente da sua conta.

Você precisa da permissão "Editar" na conta para adicionar propriedades. Para configurar uma propriedade:

  1. Faça login no Google Analytics..
  2. Clique em Administrador.
  3. Na coluna CONTA, use o menu para selecionar a conta à qual você deseja adicionar a propriedade.
    Se você tem muitas contas, use a caixa de pesquisa para encontrar a conta certa.
  4. Na coluna PROPRIEDADE, selecione Criar nova propriedade no menu.
    Se você não tiver a permissão "Editar" na conta, não verá a opção Criar nova propriedade. Verifique se você selecionou a conta correta na coluna "CONTA".
  5. Selecione Website ou Aplicativo para dispositivos móveis.
    Se você selecionar "Website", pule para a Etapa 7.
    Se você selecionar "Aplicativo para dispositivos móveis", prossiga para a Etapa 6.
  6. (Aplicativo para dispositivos móveis) Em "Método de acompanhamento", selecione Firebase. Selecione um aplicativo no menu e clique em Conectar aplicativo.
  7. Insira um nome em Nome do website ou Nome do aplicativo.
    Se você planeja acompanhar mais de um aplicativo em sua conta, use um nome descritivo e bastante específico que inclua o número da edição ou versão. Com isso, você mantém suas propriedades de aplicativos organizadas.
  8. (Somente na Web) Insira o URL do site.
    Você não pode criar uma propriedade se o URL não estiver formatado corretamente. Veja como formatar corretamente o nome de seu domínio.

    Selecione o padrão do protocolo (http:// ou https://). Insira o nome do domínio sem caracteres após o nome, excluindo também a barra à direita (www.example.com, e não www.example.com/).

    A maioria dos hosts de domínio suporta somente caracteres UTF-8 no URL. Convém usar caracteres UTF-8 ou punycode para símbolos e caracteres que não sejam UTF-8 (inclusive caracteres cirílicos) no nome do domínio. Tente usar um conversor de punycode para receber ajuda com essa questão.

  9. Selecione uma Categoria do setor.
    Quando você seleciona uma categoria do setor, é possível usar modelos de meta criados para seu setor.
  10. Selecione o Fuso horário do relatório.
    Ele será usado como o dia-limite para seus relatórios, independentemente da origem dos dados. Veja mais informações sobre como a configuração do fuso horário dos relatórios funciona.
    • A configuração do fuso horário influencia como os dados aparecem nos seus relatórios. Por exemplo, se você escolher Estados Unidos, horário do Pacífico, o início e o final de cada dia serão calculados com base no horário do Pacífico, independentemente de as sessões serem detectadas em Nova York, Londres ou Moscou.
    • Se sua conta do Google Analytics estiver vinculada a uma conta do Google AdWords, o fuso horário será configurado automaticamente para a preferência definida no Google AdWords, e você não verá essa opção. Isso garante relatórios precisos das campanhas do Google AdWords.
    • A alteração do fuso horário só afeta dados posteriores, não sendo aplicada retroativamente. Você poderá notar um ponto estável ou um pico nos dados do seu relatório, caso tenha atualizado a configuração de horário depois de já ter usado a propriedade. Seus relatórios também poderão continuar usando o fuso horário antigo por um curto período após a atualização dessa configuração.
  11. Clique em Receber ID de acompanhamento.
    Depois disso, sua propriedade será criada. No entanto, você precisará configurar o código de acompanhamento para coletar dados.
Este artigo foi útil para você?
Como podemos melhorá-lo?