Etiquetar os URLs finais do Google Ads

Para que o Analytics apresente detalhes acerca das palavras-chave e custos da sua conta do Google Ads associada, tem de efetuar um dos procedimentos seguintes:

  • Ativar a etiquetagem automática. Esta é a abordagem recomendada que garante a obtenção dos dados mais detalhados do Google Ads.
  • Etiquetar manualmente todos os URLs finais de palavras-chave com variáveis de acompanhamento. Deve fazê-lo apenas nos casos especiais descritos abaixo.

Recomendamos vivamente que utilize a etiquetagem automática.

Neste artigo:

Como funciona a etiquetagem automática

A etiquetagem automática importa automaticamente dados do Google Ads para o Analytics. A combinação dos dados do Google Ads com as informações avançadas pós-clique fornecidas pelo Analytics permite-lhe ver o que se passou no site depois de as pessoas terem clicado nos seus anúncios.

Quando ativa a etiquetagem automática, um parâmetro denominado gclid é adicionado ao URL da página de destino quando um utilizador clica para aceder ao seu site a partir de um anúncio. Por exemplo, se o seu site for www.mysite.com, quando um utilizador clica no anúncio, será apresentado na barra de endereço como:

www.mysite.com/?gclid=123xyz

Ativar a etiquetagem automática

Para ativar/desativar a etiquetagem automática:

  1. Inicie sessão na sua conta do Google Ads.
  2. No menu à esquerda, clique em Definições.
  3. Clique no separador Definições da conta acima da tabela.
  4. Clique na secção Etiquetagem automática.
  5. Para ativar a etiquetagem automática, selecione Etiquetar o URL no qual as pessoas clicam a partir do meu anúncio.
    Para desativar a etiquetagem automática, limpe a seleção.
  6. Clique em Guardar.
Saiba mais acerca das vantagens da etiquetagem automática.

Casos especiais

O seu Website não permite parâmetros de URL arbitrários

Uma pequena percentagem de Websites não permite parâmetros de URL arbitrários e publica uma página de erro quando a etiquetagem automática é ativada. Consulte o seu webmaster para saber se é este o caso ou ative a etiquetagem automática e faça um teste ao clicar numa versão publicada do anúncio (por exemplo, efetue uma pesquisa no Google que apresente o anúncio e clique no resultado). Se o link para o seu site funcionar, pode utilizar a etiquetagem automática. Se receber uma mensagem de erro, tem de desativar a etiquetagem automática na sua conta do Google Ads. Em seguida, solicite ao seu webmaster que permita parâmetros de URL arbitrários antes de voltar a ativá-la.

Se a autorização de parâmetros de URL não for uma solução exequível, pode etiquetar os links manualmente. No entanto, a etiquetagem manual pode ser demorada e apenas lhe permitirá ver um subconjunto de dados do Google Ads.

Tenha cuidado quando etiquetar manualmente os seus links:

  • Etiquete os verdadeiros URLs finais com parâmetros. Se tentar utilizar um redirecionamento de um URL final para outro URL + parâmetros, os dados do Google Ads não são transmitidos ao Google Analytics.
  • Lembre-se de desativar a etiquetagem automática. Se combinar inadvertidamente a etiquetagem automática com a manual, é provável que detete discrepâncias nos dados.

Tem de utilizar a etiquetagem automática para fins que não digam respeito ao Analytics

Se tiver de (1) ativar a etiquetagem automática na sua conta do Google Ads para fins que não sejam o acompanhamento do Analytics e (2) pretender utilizar a etiquetagem manual para o Analytics, tem de ativar a definição de substituição da etiquetagem automática para evitar discrepâncias nos dados:

  1. Inicie sessão na sua conta do Analytics.
  2. Clique em Administração e navegue para a propriedade relevante.
  3. Na coluna PROPRIEDADE, clique em Definições de propriedade.
  4. Em Definições avançadas, selecione Permitir que a etiquetagem manual (valores UTM) substitua a etiquetagem automática (valores GCLID).
  5. Clique em Guardar.
Notas:
  • A ativação da opção de substituição da etiquetagem automática só é necessária quando as suas contas do Google Ads e do Analytics estão associadas.
  • Se tiver uma conta do Analytics padrão (gratuita), a ativação desta definição pode resultar em amostragem para alguns dos seus relatórios do Google Ads.
  • Se associou a sua conta do Search Ads 360 à conta do Analytics, esta definição também se aplica a todos os cliques provenientes de campanhas de pesquisa geridas no Search Ads 360.
  • As etiquetas manuais e a substituição do UTM não são suportadas em relatórios de funis multicanal ou de atribuição de funis multicanal.
  • Se ativou a etiquetagem automática na sua conta do Google Ads sem associar esta à sua conta do Analytics, os relatórios do Analytics irão utilizar valores UTM quando estiverem disponíveis. Se nem a origem nem o meio estiverem definidos, o Analytics irá utilizar google/cpc como predefinição.
  • Se mudar o nome de uma campanha no Google Ads depois de ativar a etiquetagem automática, os relatórios do Analytics apresentarão várias entradas para a mesma campanha (os nomes da campanha nova e da antiga). Isto acontece porque o Analytics regista o nome da campanha no momento do clique do Google Ads e atribui o tráfego ao nome dessa campanha independentemente do nome atual da campanha.

Esta definição permite que os relatórios do Analytics utilizem valores UTM de origem, campanha, termo e conteúdo que tenha especificado através da etiquetagem manual. Tem de especificar utm_source para que a substituição entre em vigor. Se utm_source estiver vazio, o Analytics irá continuar a efetuar a etiquetagem automática e não irá respeitar os valores UTM especificados no URL.

Assim que o utilizador ativar a funcionalidade de substituição, o Analytics irá dar preferência aos valores fornecidos nos parâmetros UTM em detrimento dos valores da etiquetagem automática. Se um parâmetro não for especificado no URL, o Analytics irá utilizar o valor da etiquetagem automática.

Exemplo

O utilizador especifica:

  • utm_source = "google"
  • utm_campaign = "foo"

Os relatórios do Analytics utilizam:

  • Campanha = "foo"
  • Valores da etiquetagem automática para todos os outros parâmetros:
    • meio = "cpc"
    • termo = [valor da etiquetagem automática do Google Ads]
    • conteúdo = [auto-tagged value from Google Ads]

Além disso, o Analytics também continua a associar estas sessões através de clique a cliques do Google Ads, desde que a origem e o meio permaneçam google e cpc, respetivamente. Por conseguinte, pode:

  • Ter dados mais completos em alguns relatórios do Analytics, como os relatórios de URLs finais, campanhas do Shopping e campanhas de vídeo.
  • Importar objetivos e transações do Analytics para o acompanhamento de conversões do Google Ads.
  • Importar dados do Analytics para relatórios do Google Ads.
Nota: as métricas do Google Ads (Impressões, Cliques e Custo) aparecem a 0 para os valores UTM manuais, pois são comunicadas nos valores da etiquetagem automática.

Por exemplo, considere a seguinte campanha do Google Ads:

Campanha Cliques Custo
GoogleAds_C 100 10

 

Se substituiu GoogleAds_C por Foo, irá ver os seguintes valores no Analytics:

Campanha Sessões Cliques Custo
GoogleAds_C 0 100 10
Foo 80 0 0
A informação foi útil?
Como podemos melhorá-la?

Precisa de mais ajuda?

Inicie sessão para obter opções de apoio técnico adicionais e resolver rapidamente o seu problema.