[GA4] Filtros de dados

Necessita da função de Editor ao nível da propriedade para criar, editar e eliminar filtros.

Utilize filtros de dados para incluir ou excluir dados de eventos dos relatórios com base nos valores dos parâmetros dos eventos. Os filtros de dados são configurados ao nível da propriedade e são aplicados a todos os dados recebidos.

Os filtros são avaliados a partir do momento da criação e não afetam os dados do histórico.

Quando aplica um filtro, o efeito nos dados é permanente. Por exemplo, se aplicar um filtro Excluir, esses dados nunca serão processados e nunca estarão disponíveis no Analytics.

Limites

Pode criar até 10 filtros por propriedade do Google Analytics 4.

Tipos de filtros

Atualmente, existem dois tipos de filtros de dados: tráfego interno e tráfego de programador. Os filtros baseiam-se em parâmetros que adiciona aos eventos.

Tráfego interno

O tráfego interno é qualquer tráfego proveniente de um endereço IP ou intervalo de endereços IP especificado por si. Pode criar regras que identificam o tráfego interno. Cada regra estabelece correspondência entre os endereços IP e um valor de parâmetro personalizado. Quando cria uma definição de tráfego interno, o parâmetro traffic_type é adicionado automaticamente a todos os eventos e tem o valor de parâmetro especificado. Também pode adicionar manualmente o parâmetro traffic_type ao código do evento (por exemplo, ao modificar o código da gtag.js) e atribuir-lhe qualquer valor que pretender. Saiba mais acerca da criação de regras que identificam tráfego interno.

Quando cria uma propriedade do Google Analytics 4, o Analytics cria um filtro predefinido para o tráfego interno. Esse filtro define o tráfego interno como qualquer tráfego que inclua o parâmetro de evento traffic_type com o valor internal. Para que o filtro funcione, tem de criar uma regra correspondente que identifique o tráfego interno da mesma forma. Este filtro está no modo de teste por predefinição e pode ativá-lo após confirmar que está a funcionar conforme esperado para os seus dados. Saiba mais acerca de como o filtro predefinido é configurado e acerca dos modos dos filtros.

Quando cria um novo filtro de dados, o mesmo também se baseia no parâmetro traffic_type, mas pode aplicar qualquer um dos valores de parâmetros personalizados que utilizou nas regras criadas por si para identificar o tráfego interno.

Tráfego de programador

O tráfego de programador tem origem na sua app em dispositivos de programação e é identificado com o parâmetro de evento debug_mode=1 ou debug_event=1. Se excluir o tráfego de programador através de um filtro, ainda pode vê-lo em DebugView, para que os seus programadores possam sempre validar a respetiva instrumentação do Analytics.

Se não excluir especificamente o tráfego de programador através de um filtro, esse tráfego é apresentado nos seus relatórios.

Saiba mais acerca da ativação do modo de depuração e dos eventos de depuração.

Operações dos filtros

Quando cria um filtro Incluir, o Analytics processa apenas os dados que correspondem ao filtro.

Quando cria um filtro Excluir, o Analytics não processa os dados que correspondam ao filtro.

Se incluir ambos os tipos de filtros, o Analytics avalia primeiro uma união dos filtros Incluir e, em seguida, avalia os filtros Excluir um de cada vez.

Modos dos filtros

Um filtro tem um de três modos:

  • Teste: o Analytics está a avaliar o filtro, mas não aplica alterações permanentes e os dados correspondentes são identificados com o nome da dimensão e o valor da dimensão que se seguem:
    • Nome da dimensão: Nome do filtro de dados de teste
    • Valor da dimensão: <o nome do filtro de dados>
  • Ativo: o Analytics está a avaliar o filtro e a aplicar alterações permanentes.
  • Inativo: o Analytics não está a avaliar o filtro.

Crie filtros

  1. Inicie sessão no Analytics.
  2. Navegue para a propriedade relevante.
  3. Clique em Administração > Definições de dados > Filtros de dados.
  4. Clique em Criar filtro.
  5. Introduza um nome para o filtro.
    O nome do filtro tem de ser exclusivo entre os filtros da mesma propriedade, tem de começar com uma letra Unicode e apenas pode conter letras e números Unicode, sublinhados e espaços. O limite de carateres é 40.
  6. Selecione um tipo de filtro (Tráfego interno ou Tráfego de programador).
  7. Selecione a operação do filtro (Incluir apenas ou Excluir).
  8. (Apenas tráfego interno) O Nome do parâmetro de evento está atualmente definido como traffic_type e não é modificável.
  9. (Apenas tráfego interno) Introduza o valor do parâmetro. O valor predefinido atual é internal.
  10. Em Resumo, pode ver uma explicação de como o filtro vai funcionar com a sua configuração.
  11. Selecione um estado para o filtro (Teste, Ativo, Inativo).
  12. Clique em Guardar filtro.

Para cada propriedade do Google Analytics 4, o Analytics cria um filtro Excluir predefinido para o tráfego interno com a seguinte configuração:

  • Nome: Tráfego interno
  • Tipo de filtro: Tráfego interno
  • Operação do filtro: Excluir
  • Nome do parâmetro de evento: traffic_type
  • Valor do parâmetro de evento: internal
  • Modo do filtro: Teste

Para que o filtro seja aplicado, tem de criar as suas próprias regras para identificar o tráfego interno.

Filtros de teste

Os seus dados que satisfaçam um filtro são atribuídos à dimensão Nome do filtro de dados de teste e recebem um valor de dimensão do nome do filtro. Esses dados estão disponíveis em toda a interface do Analytics nos selecionadores de dimensões (por exemplo, em relatórios e exploração), o que lhe permite utilizar esses dados para validar os seus filtros antes de os ativar.

Os dados avaliados pelos seus filtros de teste estão disponíveis imediatamente no relatório Tempo Real e ficam disponíveis noutros relatórios à medida que são atualizados ao longo do dia.

Teste os filtros antes de os ativar. A filtragem é uma operação destrutiva: assim que filtrar os dados, estes desaparecem. Para sempre.

Ative/desative filtros

  1. Inicie sessão no Analytics.
  2. Navegue para a propriedade relevante.
  3. Clique em Administração > Definições de dados > Filtros de dados.
  4. Clique na linha do filtro.
  5. Em Estado do filtro, selecione Ativo ou Inativo.
  6. Clique em Guardar filtro.

Edite filtros

  1. Inicie sessão no Analytics.
  2. Navegue para a propriedade relevante.
  3. Clique em Administração > Definições de dados > Filtros de dados.
  4. Clique na linha do filtro.
  5. Efetue as alterações pretendidas.
  6. Clique em Guardar filtro.

Elimine filtros

  1. Inicie sessão no Analytics.
  2. Navegue para a propriedade relevante.
  3. Clique em Administração > Definições de dados > Filtros de dados.
  4. Na linha do filtro, clique em Mais.
  5. Clique em Desativar filtro.
A informação foi útil?
Como podemos melhorá-la?
false
Pesquisa
Limpar pesquisa
Fechar pesquisa
Google Apps
Menu principal
Pesquisar no Centro de ajuda
true
69256
false
false