Pesquisa
Limpar pesquisa
Fechar pesquisa
Google Apps
Menu principal

Representação fraudulenta

A Google quer evitar que os utilizadores se sintam enganados por anúncios que publica, pelo que se esforça para ser clara e honesta e disponibilizar as informações de que os utilizadores necessitam para tomarem decisões informadas. Não autorizamos anúncios ou destinos que pretendem enganar os utilizadores ao excluir informações relevantes ou ao fornecer informações enganadoras acerca de produtos, serviços ou empresas.

Abaixo encontra alguns exemplos do que deve evitar nos seus anúncios. Saiba o que acontece em caso de violação das políticas da Google.

Informações em falta

A Google não permite o seguinte:

Não divulgação clara e séria do modelo de pagamento e da despesa total que um utilizador terá de suportar

Exemplos: preço, custos de envio e outras informações relacionadas com faturação, taxas de juro, multas devido a atrasos de pagamento ou custos fixos com subscrições, utilização de números de telefone de valor acrescentado em extensões de chamada

Falta de informação de contacto físico legítima no caso de empresas de serviços financeiros ou omissão de detalhes relevantes acerca de empréstimos de curto prazo ou alteração de empréstimos e produtos de execução de hipotecas

Exemplos: um banco que não apresenta o seu endereço físico, uma instituição financeira de crédito que não divulga a taxa de juro mensal ou o valor da multa devido a pagamentos em atraso

Consulte os requisitos para serviços financeiros

Omissão de informação relevante ao solicitar donativos para beneficência ou atividades políticas

Exemplos: omissão do número da instituição de beneficência ou do número de isenção fiscal para os donativos para beneficência, falta de informação sobre a aplicabilidade de isenção fiscal em donativos para atividades políticas

Resolução de problemas: informações em falta
  1. Verifique o anúncio e o respetivo destino para ver onde podem faltar informações importantes. Seguem-se alguns exemplos:
    • Modelo de pagamento e informações de faturação: certifique-se de que o seu site ou a aplicação indica de forma clara e sem margem para dúvidas a despesa total a suportar por um utilizador, bem como o modo como funciona o processo de faturação.
    • Donativos: se o seu anúncio ou a página de destino solicita donativos com isenção fiscal, indique claramente o seu estatuto de isenção fiscal na página de destino ou na página de donativos, incluindo o número da instituição de beneficência. Por exemplo, nos Estados Unidos, o estatuto 501(c)(3) ou 501(c)(4) é um indicador do estatuto de isenção fiscal exigido.
    • Instalação de aplicações: certifique-se de que remove qualquer conteúdo do criativo do anúncio que induza os utilizadores a pensar que a transferência da aplicação é gratuita quando não o é.
  2. Corrija o destino do anúncio. Adicione as informações obrigatórias. Se não conseguir corrigir o destino do anúncio, atualize o anúncio com um novo destino que esteja em conformidade com esta política.
  3. Edite o anúncio. Adicione as informações obrigatórias. Se o anúncio já cumpre a política, mas alterou o respetivo destino, edite o anúncio e guarde-o. Esta ação irá reenviar o anúncio e o respetivo destino para revisão.

    Revemos a maioria dos anúncios no prazo de 1 dia útil, mas alguns podem demorar mais tempo se necessitarem de uma revisão mais complexa.

Se não conseguir corrigir estas violações ou optar por não fazê-lo, remova o seu anúncio para ajudar a impedir que a sua conta seja suspensa futuramente por ter demasiados anúncios reprovados.

Ofertas não disponíveis

A Google não permite o seguinte:

Promessa de produtos, serviços ou ofertas promocionais que não é possível encontrar facilmente a partir da página de destino

Exemplos: promoção de produtos que não existem em stock; promoção de uma oferta especial que já não está ativa; promoção de um preço incorreto; apelo à ação no anúncio que não está facilmente disponível a partir da página de destino

Exemplo específico: o anúncio contém o texto "Compre tablets a partir de 40 €", mas, ao clicar no anúncio, o utilizador não encontra tablets disponíveis por 40 €

Nota: evite criar anúncios para ofertas específicas, exceto no caso de poder atualizar os seus anúncios à medida que o inventário ou as ofertas sofrem alterações. Por exemplo, se criar um anúncio para um desconto promocional de um dia, não se esqueça de atualizar ou remover o anúncio no dia seguinte, quando a oferta já não estiver disponível. Se o inventário ou os preços do seu site mudarem com frequência, considere a hipótese de configurar anúncios de pesquisa dinâmicos, os quais apresentam automaticamente o anúncio com base no conteúdo do seu Website.

Conteúdo enganador

A Google não permite o seguinte:

Não permitido Afirmações falsas acerca de identidade ou qualificações

Exemplos: um estudante universitário que se faz passar por um advogado devidamente qualificado, um canalizador que afirma ter licença para exercer atividade sem a ter

Not allowed Utilização de afirmações falsas ou de afirmações que sugerem ao utilizador um resultado improvável (mesmo que seja possível) como o resultado provável que o utilizador pode esperar

Exemplos: "curas milagrosas" para problemas médicos, produtos ou programas que anunciam perda extrema de peso, esquemas de enriquecimento rápido ou promessa de grande retorno financeiro com um esforço ou investimento mínimo

Exemplo específico: um anúncio de perda de peso no qual consta que pode comer o que quiser e perder 5 quilos num mês

Nota: se garantir determinados resultados, é necessário que tenha uma Política de Reembolso (devolução do dinheiro) clara e facilmente acessível. Os testemunhos que declaram resultados específicos devem incluir uma exclusão de responsabilidade visível a indicar que não existe qualquer garantia de resultados específicos e que os resultados podem variar. Inclua links para validação de terceiros ou exclusões de responsabilidade relevantes e claramente visíveis quando os testemunhos e os apoios sugerem que os resultados são típicos. Para afirmações relacionadas com questões de saúde, incluindo conteúdo de testemunhos, a Google poderá remeter para as diretrizes reguladoras locais ao aplicar esta política.

Não permitido Implicação falsa de afiliação com outro indivíduo, entidade, produto ou serviço ou implicação falsa de apoio de outro indivíduo, entidade, produto ou serviço

Exemplos: utilização enganosa ou imitação de sites oficiais do governo, carimbos, selos ou nomes de agências

Exemplo específico: um anunciante imita o esquema e o design de um site de um organismo governamental

Não permitido Anúncios que enganam ou iludem o utilizador ao induzi-lo a interagir com os mesmos

Exemplos: anúncios semelhantes a avisos ou mensagens de erro de sistema ou de site; anúncios que simulam notificações de pedidos, mensagens, caixas de diálogo ou menus; anúncios alojados, indistinguíveis de outros conteúdos; anúncios que representam funcionalidades que não funcionam; anúncios com um fundo transparente; imagens segmentadas; uma imagem que contém várias cópias da mesma dentro do anúncio; ou imagens que aparentam ser mais do que um anúncio; setas de movimento e de clicar

Nota: os anúncios animados e da Galeria de anúncios podem ter funcionalidades ou ícones animados simulados, desde que a funcionalidade funcione ou o objetivo destas funcionalidades possa ser encontrado na página de destino.

Não permitido Fornecer um nome de empresa que é qualquer outra coisa para além do domínio, do nome reconhecido do anunciante ou da aplicação transferível promovida

Resolução de problemas: conteúdo enganador
  1. Localize o problema. Utilize a política acima para identificar o problema.

    Se utilizar anúncios de aplicações, certifique-se de que a página de instalação da sua aplicação é clara quanto ao conteúdo e à funcionalidade da aplicação e quanto aos pré-requisitos que a aplicação possa ter, como outras aplicações, outros dispositivos periféricos ou sensores. As aplicações que são pré-requisitos têm de estar disponíveis na loja de aplicações apropriada e estar em conformidade com as nossas políticas.

  2. Remova esse conteúdo do seu Website ou da sua aplicação. Se o seu anúncio direcionar para conteúdo não permitido, corrija o site ou a aplicação de modo a cumprir a política. Em seguida, terá de solicitar uma revisão antes de avançar para o passo seguinte de alteração do texto do anúncio.
  3. Edite o anúncio. Remova o conteúdo que não está em conformidade com esta política.

    Assim que editar e guardar o anúncio, este é enviado para revisão. Revemos a maioria dos anúncios no prazo de 1 dia útil, mas alguns podem demorar mais tempo se necessitarem de uma revisão mais complexa. Se determinarmos que removeu o conteúdo inaceitável do seu anúncio e da respetiva página de destino, podemos aprovar a apresentação do anúncio.

Se não conseguir corrigir estas violações ou optar por não fazê-lo, remova o seu anúncio para ajudar a impedir que a sua conta seja suspensa futuramente por ter demasiados anúncios reprovados.

Declarações competitivas

A Google não permite o seguinte:

Promoções que incluam os superlativos e comparativos "o melhor", "n.º 1", "melhor do que", "mais rápido do que" ou qualquer outra declaração equivalente, sempre que essa declaração não seja comprovada pela confirmação de terceiros na página de destino

Exemplos: o texto do anúncio diz "melhor no mundo em serviços de limpeza de janelas" sem qualquer prova na página de destino que fundamente esta declaração. Esta declaração seria permitida caso a página de destino apontasse para uma análise do setor de terceiros com a comprovação de que a empresa é a mais popular, tem a melhor qualidade de serviço, etc.

Nota: os anúncios escritos em chinês simplificado ou chinês tradicional e que segmentem a China não podem conter quaisquer declarações superlativas ou comparativas, mesmo que essas declarações sejam suportadas pela confirmação de terceiros.

Resolução de problemas: declarações competitivas
  1. Leia a política acima. A Google não permite anúncios que incluam declarações competitivas não comprovadas. Seguem-se alguns exemplos do que pode verificar:
    • Se o seu anúncio utilizar uma declaração competitiva ou superlativa, o utilizador tem de comprovar essa declaração ao mostrar uma validação de terceiros na sua página de destino. A validação de terceiros deve vir de uma pessoa ou de um grupo não relacionado com o site. Os testemunhos de clientes não são elegíveis como validação de terceiros.
    • Se não tiver uma validação de terceiros para a declaração, remova a linguagem competitiva ou superlativa do seu anúncio.
    • Se o seu anúncio for escrito em chinês simplificado ou chinês tradicional e segmentar a China, remova quaisquer declarações superlativas ou comparativas. Essas declarações não são permitidas, mesmo que o anúncio também segmente outros países ou as declarações sejam suportadas pela validação de terceiros.
    • As expressões superlativas e comparativas incluem declarações como "o melhor", "n.º 1", "melhor do que", "mais rápido do que" ou qualquer outra declaração equivalente.
  2. Altere a página de destino do seu anúncio. Se o seu anúncio direcionar para conteúdo que viole esta política, edite a página de destino de modo a cumprir a política. Assim que corrigir a violação, volte a submeter o seu anúncio através dos passos abaixo.

    Pode também optar por alterar o seu URL final de forma a apontar para outra parte do seu Website ou da sua aplicação que não viole esta política.
  3. Altere o seu anúncio. Apresente provas de uma declaração competitiva ou remova a declaração. Também pode alterar o URL da sua página de destino para direcionar para outra parte do seu Website ou da sua aplicação que corresponda melhor aos produtos ou serviços promovidos no seu anúncio e nas palavras-chave.

    Se o seu anúncio violar esta política, edite-o de modo a ficar em conformidade.

    • Na página Anúncios, coloque o cursor do rato sobre o anúncio que pretende editar.
    • Clique no ícone de lápis junto ao anúncio para o editar.
    • Clique em Guardar quando terminar.

    Assim que editar e guardar o anúncio, este é enviado para revisão. Revemos a maioria dos anúncios no prazo de 1 dia útil, mas alguns podem demorar mais tempo se necessitarem de uma revisão mais complexa. Se determinarmos que removeu o conteúdo inaceitável do seu anúncio e da respetiva página de destino, podemos aprovar a apresentação do anúncio.

Se não conseguir corrigir estas violações ou optar por não fazê-lo, remova o seu anúncio para ajudar a impedir que a sua conta seja suspensa futuramente por ter demasiados anúncios reprovados.

Relevância pouco clara

A Google não permite o seguinte:

Promoções não relevantes para a página de destino

Exemplos: um anúncio que utiliza a funcionalidade de inserção de palavras-chave sem uma palavra-chave "predefinida" relevante implementada; título do anúncio não relevante para o texto do anúncio; o anúncio não indica claramente que a página de destino resultante será uma página de resultados da pesquisa; o anúncio não descreve com precisão aquilo que o utilizador irá ver na página de destino; utilização de palavras-chave demasiado genéricas ou envolvimento em spam de palavras-chave

Nota: quando utilizar a inserção de palavras-chave, inclua texto de anúncio predefinido que seja claro e de fácil compreensão.

Comportamento não fidedigno

A Google não permite o seguinte:

Ocultar ou adulterar informação acerca da empresa, do produto ou do serviço

Exemplos: atrair os utilizadores para contribuírem com dinheiro ou informação sob pretensões falsas ou pouco claras; apresentar uma identidade, um nome da empresa ou informações de contacto falsos; cobrar valores aos utilizadores por produtos ou serviços habitualmente disponibilizados a título gratuito; sites que fazem "phishing" de informação dos utilizadores

Levamos as promoções pouco fidedignas muito a sério e consideramo-las uma violação flagrante das nossas políticas. Os anunciantes ou os sites que sejam considerados pouco fidedignos não estão autorizados a anunciar novamente connosco. Por isso, deve aplicar um excesso de prudência e usar da máxima clareza quanto ao produto, à empresa ou ao serviço que está a promover. Tenha em atenção que, ao determinarmos se um anunciante ou um site são fidedignos, poderemos rever informação proveniente de diversas origens, incluindo o seu anúncio, Website, contas e terceiros.

Só restabelecemos contas se existirem provas conclusivas de que cometemos um erro. Se considerar que cometemos um erro, pode enviar um pedido de recurso com todas as informações adicionais de que dispuser.

Precisa de ajuda?

Se tiver perguntas sobre esta política, informe a Google:
Contactar o apoio técnico do AdWords
Este artigo foi útil?
Como podemos melhorá-la?