Atualizações à Política de Representação Fraudulenta (julho de 2020)

 

Em julho de 2020, a Google vai atualizar a Política de Representação Fraudulenta para introduzir a Política de Anúncios com Clickbait. Esta política abrange a publicidade que utilize imagens ou texto sensacionalistas ou de clickbait, que pretendam gerar tráfego para o anúncio ao pressionar o visitante a agir de imediato para compreender o contexto completo do anúncio. Com o lançamento desta política, não será permitido o seguinte:

A Google não permite o seguinte:

Anúncios que utilizem táticas de clickbait ou imagens ou texto sensacionalistas para gerar tráfego
Exemplos (não exaustivos): anúncios que afirmem revelar segredos, escândalos ou outras informações sensacionalistas acerca do produto ou serviço anunciado; anúncios que utilizem mensagens de clickbait, como "Clique aqui para descobrir", "Não vai acreditar no que aconteceu" ou expressões semelhantes ou sinónimas para incentivar o utilizador a clicar no anúncio para compreender o contexto completo do mesmo; anúncios que utilizem partes do corpo ampliadas e claramente alteradas, identificações fotográficas ou fotos de acidentes ou desastres reais para promover um produto ou um serviço; ou anúncios que utilizem imagens "antes e depois" para promover alterações significativas do corpo humano
 
Anúncios que utilizem eventos negativos da vida, como morte, acidentes, doença, detenções ou insolvência para induzir o medo, a culpa ou outras emoções negativas fortes com o objetivo de pressionar o visitante a agir de imediato.
Exemplos (não exaustivos): anúncios que pressionem o utilizador a comprar, subscrever ou deixar de consumir um produto ou serviço para evitar danos; anúncios que utilizem representações de grande sofrimento, dor, medo ou choque para promover um produto ou um serviço.
 

(Publicado em junho de 2020)

A informação foi útil?
Como podemos melhorá-la?