Nova Política de Serviços Governamentais (maio de 2020)

A Google fornece versões traduzidas do Centro de Ajuda por conveniência, as quais não se destinam a alterar o conteúdo das nossas políticas. A versão em inglês é a versão oficial que utilizamos para aplicar as nossas políticas. Para ver este artigo num idioma diferente, utilize o menu de idiomas na parte inferior da página.

 

Em maio de 2020, a Google vai atualizar a Política de Outras Empresas com Restrições e adicionar uma nova Política de Serviços Oficiais e Documentos Governamentais. A política atual para a venda de itens gratuitos, que faz parte da nossa Política de Outras Empresas com Restrições, será removida.

Nova política para serviços oficiais e documentos governamentais

A Google irá deixar de permitir anúncios para documentos e/ou serviços que possam ser obtidos diretamente a partir de um governo ou fornecedor delegado. Isto inclui ofertas de assistência para a obtenção destes produtos ou serviços. Um fornecedor delegado define-se como uma empresa que foi oficialmente designada pelo fornecedor original (o governo) para fornecer determinados produtos ou serviços em seu nome que sejam geralmente executados ou que tenham sido anteriormente efetuados pelo próprio governo. Serão proibidas as promoções de revendedores ou fornecedores autorizados. Esta política será aplicada independentemente do preço cobrado pelo anunciante para o produto ou serviço.

Esta nova política irá proibir as promoções de documentos ou serviços que facilitem a aquisição, a renovação, a substituição ou a procura de informações ou documentos oficiais que sejam disponibilizados diretamente por um governo ou fornecedor delegado por um governo.

Exemplos (não exaustivos): passaportes e outras formas de ID nacional; comprovativo de residência permanente; comprovativo de registo/estado de imigração; cartas de condução; documentos de viagem como vistos de viagem e autorizações de viagem eletrónicas (AVEs); cartões de segurança social; licenças de caça ou pesca; registo ou licenças de porte de armas; e documentos ou informações provenientes de registos oficiais como certidões de nascimento, de casamento e registos militares.

Esta política irá igualmente proibir promoções de assistência à candidatura ou ao pagamento de serviços ou documentos públicos ou oficiais que estejam disponíveis diretamente através de um fornecedor delegado ou governamental.

Exemplos (não exaustivos): assistência para a candidatura a benefícios ou funções governamentais; assistência para solicitar uma alteração do endereço/nome oficial, dinheiro não reclamado ou uma retenção de correio; e assistência para pagar taxas de transporte, como portagens ou taxas de congestionamento.
 

Os seguintes serviços profissionais não estão restringidos pela presente política: serviços de preparação de impostos, serviços jurídicos, serviços empresariais/business-to-business (B2B), advogados de imigração ou consultores de imigração em que o foco esteja na consulta e não apenas na assistência à aquisição de documentos de viagem específicos.

(Publicado em março de 2020)

A informação foi útil?
Como podemos melhorá-la?
true
Pesquisa
Limpar pesquisa
Fechar pesquisa
Google Apps
Menu principal
Pesquisar no Centro de ajuda
true
73067
false