Atualização da política de permissão de comportamento desonesto (agosto de 2020)

 

Em agosto de 2020, a política de permissão de comportamento desonesto do Google Ads será atualizada para esclarecer as restrições de publicidade referentes a spyware e tecnologia de vigilância. A nova versão proibirá a divulgação de produtos ou serviços comercializados ou segmentados com o objetivo explícito de rastrear ou monitorar outra pessoa ou as atividades dela sem autorização. Essa política será aplicada globalmente, e a atualização entrará em vigor em 11 de agosto de 2020.

Exemplos de produtos e serviços que serão proibidos (lista não exaustiva)

Spyware e tecnologia usados para vigilância de parceiros íntimos, incluindo, entre outros, spyware/malware para monitoramento de mensagens de texto, chamadas telefônicas ou histórico de navegação; rastreadores por GPS vendidos especificamente para espionagem ou perseguição de uma pessoa sem o consentimento dela; promoção de equipamentos de vigilância (câmeras, gravadores de áudio, câmeras de painel e babás eletrônicas) comercializados com o objetivo explícito de espionagem.

Isso não inclui (a) serviços de investigação particular ou (b) produtos ou serviços criados para que pais monitorem ou rastreiem os filhos menores de idade.

Violações desta política não levarão à suspensão imediata da conta sem aviso prévio. Uma notificação será enviada pelo menos sete dias antes da suspensão.

Leia atentamente essa atualização da política para determinar se algum dos seus anúncios está sujeito a ela e, em caso afirmativo, remova-os antes de 11 de agosto de 2020.

Postado em julho de 2020

Isso foi útil?
Como podemos melhorá-lo?