Arbitragem

A política do Google Ads sobre arbitragem será atualizada em 15 de outubro de 2012. Esta política está a ser atualizada para proporcionar detalhes adicionais sobre as nossas diretrizes relacionadas com Websites de arbitragem. Especificamente, estamos a realçar os tipos de comportamento que são frequentemente associados a Websites de arbitragem proibidos:

  • Websites concebidos com o único ou principal objetivo de apresentar anúncios
  • Websites com anúncios intercalares: páginas inesperadas apresentadas quando navega de uma página para a seguinte
  • Websites com conteúdo copiado doutros Websites
  • Websites com conteúdo sem nexo que não faz sentido ou que aparenta ser auto-gerado de alguma forma
  • Websites criados a partir de modelos ou pré-gerados que duplicam o conteúdo para os utilizadores
  • Websites com uma navegação fraudulenta, nos quais os utilizadores não conseguem encontrar um produto ou um serviço anunciado
  • Websites com anúncios difíceis de distinguir, nos quais não consegue diferenciar os anúncios do resto do conteúdo do Website
  • Web sites maliciosos ou frustrantes, nos quais qualquer clique no Website resulta no clique num anúncio
  • Anúncios que são segmentados com palavras-chave não relacionadas com o tópico e/ou modelo de negócio do Website
  • Texto do anúncio que não está relacionado com o tópico e/ou modelo de negócio do Website

Consulte uma pré-visualização da política atualizada acerca de arbitragem e que vai substituir a política atual a 15 de outubro.

A alteração afetará todos os países. Atualizámos esta política para melhorar a experiência dos utilizadores.
(Publicado a 14 de setembro de 2012)

A informação foi útil?
Como podemos melhorá-la?