Imposições da política

Principais violações da política e problemas de tráfego inválido que levam ao encerramento da conta

Se sua inscrição no Google AdSense foi reprovada, consulte nosso artigo de ajuda para saber o que fazer agora.

Se sua conta do Google AdSense estiver temporariamente suspensa por problemas de tráfego inválido ou violações de política, consulte nosso artigo de ajuda sobre suspensões de contas para ver mais informações.

Para ajudar você a entender as razões que levam contas de editores a serem desativadas, destacamos abaixo os motivos mais comuns da desativação por tráfego inválido ou violações de política. Esperamos que essas informações ajudem você a compreender melhor nossas políticas e garantir que sua conta (isto é, todos os seus sites, canais do YouTube e/ou aplicativos) permaneça em conformidade com elas. Esta lista não é completa, mas contém as principais causas. Para mais informações, consulte as políticas do programa Google AdSense.

Queremos manter um ecossistema eficiente tanto para os anunciantes quanto para os editores. Como editor, você é responsável por manter um tráfego e um inventário de alta qualidade. Se o tráfego recebido de um editor violar as políticas e/ou for inválido, esse editor não estará mais qualificado para participar do Google AdSense ou de outros produtos para editores. Esse tipo de tráfego é prejudicial aos anunciantes e aos editores legítimos, pois pode comprometer a confiança dos anunciantes no restante da rede.

Motivos comuns para a desativação de contas do Google AdSense por tráfego inválido

Expandir tudo Recolher tudo Clicar em anúncios no próprio site, canal do YouTube ou app
  • Não é permitido aos editores clicar nos anúncios exibidos em sites, canais do YouTube ou apps de sua propriedade nem aumentar artificialmente as impressões ou os cliques recebidos pelos anúncios, seja de forma manual ou automática. Ao visualizar seus respectivos vídeos, os editores do YouTube precisam pular o anúncio para que os custos do anunciante não aumentem acidentalmente de forma artificial.
  • Se quiser ver mais informações sobre um dos anunciantes que aparecem no seu site, digite o URL do anúncio diretamente na barra de endereço do navegador.
  • Os editores da AdMob precisam usar anúncios de teste (disponíveis para Android e iOS) para evitar a geração de cliques inválidos nos respectivos apps.
Um ou mais usuários clicaram repetidamente nos anúncios no seu site, canal do YouTube ou app
  • Não é permitido aos editores aumentar artificialmente as impressões ou os cliques recebidos pelos anúncios, seja de forma manual ou automática. Isso inclui o teste em anúncios ativos.
  • Não incentive nem peça para amigos, familiares ou colegas de trabalho clicarem nos seus anúncios. Se você tiver testadores, peça a eles que evitem clicar em anúncios ativos.
  • Se quiser testar anúncios em canais do YouTube, pule o anúncio para que os custos do anunciante não aumentem acidentalmente de maneira artificial.
  • Se quiser testar anúncios em apps da AdMob, use anúncios de teste (disponíveis para Android e iOS) para evitar a geração de cliques inválidos.
  • Os editores não podem pedir a outras pessoas que cliquem nos anúncios. Isso inclui pedir aos usuários para apoiar o site, canal do YouTube ou aplicativo, oferecer recompensas pelos cliques em anúncios e prometer arrecadar dinheiro para terceiros por meio dessas ações do usuário.
Geração ou recebimento de tráfego automatizado ou de bots
  • É proibido usar impressões e cliques artificiais gerados por meio de métodos automatizados como bots ou software enganoso. O tráfego automatizado pode ser gerado por um editor ou recebido por meio da compra de tráfego. É importante analisar as origens de tráfego antes de decidir trabalhar com elas. Tenha cuidado com programas que verificam os links exibidos no seu site, canal do YouTube ou aplicativo, pois eles também podem gerar cliques nos links dos anúncios.
Usar uma origem de tráfego incentivado
  • Os editores não devem usar serviços de terceiros que gerem cliques ou impressões, como programas que pagam para clicar ou para navegar, programas de autonavegação e de troca de cliques.
Manipular a veiculação de anúncios
  • É proibido manipular a segmentação dos anúncios para aumentar a receita. Isso inclui o uso de palavras-chave não relacionadas ao conteúdo do seu site para exibir anúncios irrelevantes.
  • Os anúncios não devem ser colocados dentro de IFRAMEs. Além de serem proibidas, as implementações impróprias podem causar discrepâncias entre relatórios e não permitem saber onde os anúncios estão sendo exibidos.
Incentivar os usuários a apoiar seu site, canal do YouTube ou app por meio de interação com os anúncios
  • Os editores não podem pedir a outras pessoas que atualizem ou cliquem nos anúncios. Isso inclui pedir aos usuários para apoiar o site, canal do YouTube ou app, oferecer recompensas pela visualização ou pelos cliques em anúncios ou por pesquisas e prometer arrecadar dinheiro para terceiros por meio dessas ações do usuário.
  • Para a AdMob, existem anúncios premiados disponíveis por meio da mediação de terceiros (para Android e iOS). O comportamento incentivado em anúncios regulares da AdMob ainda é proibido.
Posicionar anúncios para enganar os usuários ou gerar cliques acidentais
  • Os editores não podem incentivar os usuários a clicar em anúncios do Google. Isso inclui, sem limitação:
    • a implementação de anúncios de modo que eles possam ser interpretados incorretamente como outro conteúdo do site, como links de menu, navegação ou download;
    • a modificação do tamanho do anúncio de modo que ele fique diferente do padrão e invisível ou difícil de ver;
    • posicionar anúncios muito perto de elementos na página ou na tela que exigem interação do mouse ou toque. Consulte as diretrizes para mais detalhes sobre as implementações consideradas enganosas.
  • Consulte nossas políticas de posição do anúncio para saber mais sobre implementações de anúncios que são consideradas enganosas.
  • Leia nossa postagem do blog do Google AdSense sobre clickjacking para saber como o Google combate as tentativas de enganar os usuários a clicar nos anúncios.
Anúncios incorporados em aplicativos
  • Os editores não estão autorizados a incorporar anúncios em aplicativos de software. Isso inclui barras de ferramentas, aplicativos de computador, extensões de navegador etc. Às vezes, também pode incluir aplicativos hospedados em sites de terceiros, quando a implementação gera cliques inválidos de usuários que não pretendem clicar nos anúncios, mas fazem isso acidentalmente. Os editores que optarem por veicular anúncios em aplicativos para dispositivos móveis devem fazer isso somente com o SDK da AdMob. Há também os SDKs do AdSense para vídeos ou do AdSense para jogos, destinados à veiculação de anúncios em vídeos ou conteúdo em flash.
Se sua conta já foi desativada por tráfego inválido, consulte o artigo Conta do Google AdSense desativada por atividade inválida para mais informações.

Voltar ao início

Motivos comuns para a desativação de contas do Google AdSense por questões de política

Conteúdo pornográfico, adulto ou para maiores
Conteúdo gerado pelo usuário
  • Compreendemos que os editores com redes de sites extensas podem ter dificuldades para monitorar constantemente cada página. Apesar disso, é importante lembrar que todas as páginas que contêm o código de anúncio devem estar em conformidade com as políticas do programa, sejam compostas por conteúdo próprio ou gerado pelo usuário.
  • Para dicas, consulte a postagem do blog sobre monitoramento de conteúdo gerado pelo usuário.
Violação das diretrizes para webmasters
Posição enganosa do anúncio
  • Incentivo aos cliques inválidos, ou seja, rótulos enganosos, práticas enganosas para gerar cliques, destaques artificiais, layouts enganosos:
    • Os editores não podem incentivar os usuários a clicar em anúncios do Google. Isso inclui implementar os anúncios de modo que possam ser interpretados incorretamente como outro conteúdo do site, por exemplo: links de menu, navegação ou download.
  • Para mais informações, consulte a postagem do blog sobre otimizações da posição do anúncio.
Violação de direitos autorais
  • Os anúncios do Google não podem ser exibidos em sites com conteúdo protegido por leis de direitos autorais, a não ser que esses sites detenham os direitos necessários para exibir ou direcionar tráfego para esse conteúdo. O material protegido por leis de direitos autorais pode incluir arquivos mp3 e de vídeo, programas de televisão, software, revistas em quadrinhos e trabalhos literários. Quando um website exibe o website de outra pessoa em um frame ou janela, isso é considerado conteúdo em frame. É estritamente proibido inserir anúncios do Google nesse tipo de página.
Conteúdo ilegal
  • Os anúncios do Google não podem ser exibidos em sites que promovem ou permitem qualquer forma de atividade criminosa. Isso inclui, sem limitações, atos sexuais não consensuais, ilegais ou que envolvam menores, a produção de documentos jurídicos falsificados ou a venda de teses ou outros materiais que promovam atividades fraudulentas, ou sites que gerem tráfego para ou forneçam instruções de fabricação de produtos de marca falsificados ou réplicas.
Se sua conta já foi desativada por motivos de política, consulte o artigo Conta do Google AdSense desativada por motivos de política para mais informações.

Voltar ao início

Isso foi útil?
Como podemos melhorá-lo?

Precisa de mais ajuda?

Faça login e veja mais opções de suporte para resolver o problema rapidamente.