Políticas do programa do Ad Manager e do Ad Exchange

Evitar malware no conteúdo do anúncio

O Google trabalha ativamente com anunciantes e parceiros de confiança para combater o malware em anúncios. Todos os editores e redes de publicidade precisam seguir as recomendações de segurança descritas em https://anti-malvertising.withgoogle.com/.

Ferramentas de detecção de malware e tecnologias reservadas do Google são usadas para verificar regularmente todos os criativos. Chamadas de terceiros indiretos ou subdistribuição a anunciantes ou fornecedores não certificados são proibidas. Os anúncios que distribuírem malware serão eliminados para proteger os usuários. Qualquer Authorized Buyer que veicule criativos com malware está sujeito a uma suspensão mínima de três meses. Se você tiver um criativo que viola a política, saiba como resolver o problema.

Criativos que acionam redirecionamentos automáticos ou pop-ups

Os redirecionamentos automáticos são uma forma de malvertising que, quando renderizados, geram cliques automáticos e levam os usuários a outro site de maneira inesperada no navegador ou em um app para dispositivos móveis. Os pop-ups também são um tipo de malvertising que renderiza caixas de diálogo do sistema sobre o site, estimulando o usuário a clicar no conteúdo.

O Google proíbe esse comportamento e trabalha constantemente para melhorar a detecção e o cumprimento das restrições. A grande maioria das demandas do Ad Exchange e do Google usa soluções técnicas para bloquear esses criativos maliciosos no Chrome, no SDK de anúncios para dispositivos móveis e em outras plataformas.

Talvez outras trocas, redes e parceiros negociados por lances de cabeçalho e itens de linha remanescentes ou de reserva não tenham as mesmas políticas e proteções. Confira se as origens de demanda têm políticas adequadas para proibir esse comportamento e proteger os usuários contra ele.

Proteções automáticas do SafeFrame ativadas

O SafeFrame é ativado por padrão em todos os criativos de reserva. Isso pode causar falhas em alguns criativos. Talvez seja necessário atualizá-los para que sejam exibidos adequadamente. É possível desativar o recurso SafeFrame, mas recomendamos fortemente que ele seja mantido ativado.

O SafeFrame é ativado automaticamente em todos os criativos de preenchimento. O sandbox também é ativado em navegadores compatíveis.

Para aprimorar a segurança, use os métodos setSafeFrameConfig e setForceSafeFrame na API GPT. Eles são usados para substituir a configuração definida no Ad Manager e forçar a renderização de anúncios em um local específico em um SafeFrame. Caso você os implemente, é importante considerar o SafeFrame ao configurar os criativos de reserva.

Se você implementar bibliotecas JavaScript de terceiros para integrar demandas que não sejam do Google às páginas, não esqueça que algumas delas contornaram as proteções do Google contra malware ao renderizar conteúdo em frames amigáveis.

Criativo que carrega uma página vazia ou em branco

Quando um usuário clica ou toca em um anúncio, é necessário que o destino correspondente seja aberto. Caso uma página vazia ou em branco seja carregada, isso pode ter sido causado pelos seguintes problemas:

  1. O URL redireciona o usuário automaticamente. Os redirecionamentos automáticos são uma forma de malvertising que, quando renderizados, geram cliques automáticos e levam os usuários a outro site de maneira inesperada no navegador ou em um app para dispositivos móveis. O Google proíbe este comportamento. Saiba mais sobre redirecionamento automático e malvertising
  2. O domínio da página de destino pode ter sido afetado por malware. O Google trabalha ativamente com anunciantes e parceiros de confiança para combater o malware em anúncios. Todos os editores e redes de publicidade precisam seguir as recomendações de segurança descritas em https://anti-malvertising.withgoogle.com/.

    Veja também as dicas da página "Como saber se meu site foi invadido?", do Google Developers. Além disso, sites de terceiros, como Sucuri e PCRisk, podem detectar o problema.

Denunciar uma violação em uma rede ou troca do Google

Caso você veja um redirecionamento automático ou um pop-up do Google AdWords, do Google AdSense ou do Ad Exchange, entre em contato com o suporte ao editor. Inclua um registro HTTP capturado do comportamento de redirecionamento, que é necessário para uma investigação.

As equipes de suporte ao editor não podem investigar criativos de trocas ou redes de terceiros.

Isso foi útil?
Como podemos melhorá-lo?

Precisa de mais ajuda?

Faça login e veja mais opções de suporte para resolver o problema rapidamente.

true
Notas da versão

Leia sobre os recursos mais recentes do Ad Manager e as atualizações da Central de Ajuda.

Ver as novidades

Pesquisa
Limpar pesquisa
Fechar pesquisa
Google Apps
Menu principal
Pesquisar na Central de Ajuda
true
148
false