O que há de novo no gerenciamento de endpoints do Google

Esta página será atualizada à medida que adicionarmos recursos, melhorias e correções ao gerenciamento de endpoints do Google. Para ver as atualizações do Provedor de credenciais do Google para Windows (GCPW), acesse O que há de novo no GCPW.

Observação: os recursos geralmente ficam disponíveis para os clientes vários dias após o lançamento, mas as implantações podem levar mais tempo.

26 de outubro de 2021: gerenciamento de apps iOS particulares no Google Admin Console

Agora você pode adicionar e gerenciar apps iOS particulares para uso exclusivo da sua organização. Você adiciona apps particulares à lista de apps da Web e para dispositivos móveis, o mesmo lugar onde já gerencia os apps iOS públicos. Quando você adiciona um app iOS particular, ele é definido automaticamente como gerenciado e fica disponível para os usuários instalarem com o app Google Device Policy. Você pode atualizar o app fazendo o upload de uma nova versão. Ele é atualizado automaticamente nos dispositivos dos usuários.

Veja mais informações em Gerenciar os apps iOS particulares.

4 de outubro de 2021: o Android 12 muda alguns recursos do gerenciamento de endpoints do Google

O Android 12 já está disponível. No gerenciamento de endpoints do Google, você verá as seguintes mudanças em dispositivos com o Android 12 e no gerenciamento avançado de dispositivos móveis:

  • Dispositivos pessoais com um perfil de trabalho informam um ID específico de registro em vez do número de série. O IMEI e o endereço MAC Wi-Fi não são informados.
  • É preciso fazer o registro dos dispositivos usando o Android Device Policy, e não o app Google Apps Device Policy.

Veja mais detalhes e recursos em Android 12 e gerenciamento de endpoints do Google.

19 de maio de 2021: restrição do Google Drive para computador aos dispositivos da empresa

Agora a opção para bloquear o Drive para computador (antigo Drive File Stream) nos dispositivos pessoais está disponível para todos os usuários. Quando ela estiver ativada, o Drive para computador só ficará disponível nos dispositivos da empresa. Saiba mais

11 de maio de 2021: bloqueio do compartilhamento de arquivos de contas de trabalho para contas pessoais nos dispositivos iOS

Agora você pode impedir que os usuários compartilhem um arquivo de trabalho no Gmail, Drive, Documentos, Planilhas e Apresentações com uma conta pessoal em outro app. Isso corrige uma brecha na configuração de proteção de dados do iOS. Saiba mais

22 de abril de 2021: gerenciamento do acesso aos apps para dispositivos móveis com o acesso baseado no contexto

Agora você pode definir os níveis de acesso baseado no contexto para bloquear o acesso do usuário a apps em dispositivos Android e iOS que não atendem aos requisitos mínimos de versão de SO. Você também pode aplicar níveis de acesso baseado no contexto aos apps para dispositivos móveis do Google, e não apenas aos apps da Web. Por exemplo, você pode bloquear o acesso aos apps do Google em dispositivos móveis pessoais.

Saiba mais:

10 de dezembro de 2020: bloqueio de dispositivos móveis no gerenciamento básico de dispositivos móveis

Agora você pode bloquear e desbloquear dispositivos móveis no gerenciamento básico de dispositivos móveis. Com esta atualização, você tem mais controle sobre quais usuários e dispositivos podem acessar os dados de trabalho.

Veja mais detalhes em Aprovar, bloquear, desbloquear ou excluir um dispositivo.

7 de dezembro de 2020: nova página para regras de gerenciamento de dispositivos

As regras de gerenciamento de dispositivos têm uma página nova e aprimorada. A configuração de regras ficou mais intuitiva, e também simplificamos o processo de verificação das regras.

Caso sua organização já tenha regras de gerenciamento de dispositivos, elas serão migradas automaticamente para a nova página. O período de migração começa na semana de 7 de dezembro de 2020.

  • Antes da migração: até suas regras serem migradas, você só poderá usar a página de gerenciamento atual.
  • Durante a migração: não será possível criar ou editar regras na página atual nem usar a nova página. Esperamos que a migração não leve mais do que um dia para cada organização.
  • Após a migração: use a nova página para gerenciar suas regras. A página atual será encerrada após a migração de todas as organizações.

Caso sua organização não tenha regras de gerenciamento de dispositivos, você poderá usar a nova página quando quiser automatizar o gerenciamento de dispositivos.

Veja mais detalhes em Automatizar as tarefas de gerenciamento dos dispositivos móveis com regras.

23 de novembro de 2020: mudanças nas configurações de gerenciamento de endpoints do Google

Agora você pode definir políticas avançadas do dispositivo e configurações do Android em uma interface simples e moderna no Admin Console. Veja o que muda com esta atualização:

  • As configurações principais (incluindo o gerenciamento de dispositivos móveis e as aprovações de dispositivos), avançadas e de senha agora estão em Configurações universais.
  • Melhoramos as descrições de muitas configurações do Android.
  • As configurações específicas do Android que estavam em "Configurações avançadas" agora estão em Configurações do Android. Isso inclui apps particulares do Google Play e compliance com o CTS.
  • As configurações de gerenciamento de apps específicas do Android que estavam em "Gerenciamento de apps" agora estão em Configurações do Android. Isso inclui apps permitidos e apps do sistema.

Saiba mais:

2 de novembro de 2020: use parceiros terceirizados para gerenciamento e defesa contra ameaças
Agora você pode integrar parceiros terceirizados qualificados (que fazem parte da BeyondCorp Alliance) ao gerenciamento de endpoints do Google. Essas integrações permitem expandir e complementar seus serviços do Google Workspace ou do Cloud Identity com provedores de gerenciamento de mobilidade empresarial (EMM, na sigla em inglês) e serviços de defesa contra ameaças para dispositivos móveis. É possível ativar serviços de terceiros para determinadas unidades organizacionais e ver o status do serviço para cada dispositivo. Saiba mais

Para consolidar o gerenciamento de serviços de terceiros, transferimos a configuração do gerenciamento de mobilidade empresarial do Android das configurações de Segurança para as novas configurações de Integrações com terceiros. Saiba mais

22 de outubro de 2020: gerencie apps Android e iOS no mesmo lugar

Agora você pode gerenciar todos os apps para dispositivos móveis em um só lugar no Admin Console, inclusive apps públicos para iOS e Android, particulares para Android e do sistema Android. Saiba mais

24 de setembro de 2020: visualização dos apps instalados nos dispositivos Windows 10

Agora é possível ver uma lista com todos os apps instalados nos dispositivos Windows 10 que você gerencia com o gerenciamento de dispositivos Windows. A lista inclui a data de instalação do app, a versão atual e o criador. Você pode usar essas informações para identificar dispositivos com apps nocivos ou não confiáveis. Saiba mais

21 de julho de 2020: gerenciamento dos dispositivos iOS da empresa
Agora é possível gerenciar iPads e iPhones da empresa no gerenciamento de endpoints do Google. Assim, você gerencia todos os dispositivos da sua organização em um só lugar. Você configura o gerenciamento de dispositivos iOS da empresa como uma integração entre o Google e sua conta do Apple Business Manager ou do Apple School Manager. Saiba mais
Quando você inscreve dispositivos no modo supervisionado, pode gerenciar diversas novas configurações de dispositivos no Admin Console. Essas opções incluem controles de acesso a apps, redes, segurança de dados e autenticação. Saiba mais
Você pode ver detalhes sobre o status de inscrição do dispositivo no inventário da empresa. Saiba mais
15 de julho de 2020: sincronização mais rápida das configurações de gerenciamento dos dispositivos Windows

Na maioria dos casos, só é preciso aguardar alguns minutos após salvar as configurações para enviá-las por push aos dispositivos Windows conectados à Internet e que usam o gerenciamento de dispositivos Windows. No entanto, isso pode levar até seis horas.

20 de abril de 2020: novas opções de gerenciamento para dispositivos Windows 10

Agora você pode gerenciar o login e as configurações do dispositivo Windows 10 com a Segurança aprimorada do computador para Windows.

Para permitir que os usuários façam login em computadores Windows 10 com a Conta do Google de trabalho, agora é possível ativar o GCPW. O GCPW inclui a verificação em duas etapas e desafios de login. Os usuários também podem acessar os serviços do G Suite e outros apps de Logon único (SSO) sem digitar as credenciais do Google novamente. Saiba mais

Para ter mais controle sobre os computadores Windows 10 da sua empresa, você pode usar o Gerenciamento de dispositivos Windows. Por exemplo, é possível definir o nível de permissão administrativa dos usuários no Windows. Também é possível aplicar as configurações de segurança, rede, hardware e software do Windows. Saiba mais

16 de março de 2020: proteção contra exfiltração de dados no iOS
Proteção de dados: com essa nova configuração do iOS, você pode permitir ou bloquear a movimentação de dados de trabalho entre apps para dispositivos móveis. Quando permitido, os usuários podem copiar o conteúdo de um Google app (Gmail, Drive, Documentos, Planilhas e Apresentações) na própria conta de trabalho para outro na conta pessoal ou para um app de terceiros. Saiba mais
16 de março de 2020: distribuir certificados para dispositivos móveis

Agora você pode controlar o acesso do usuário em dispositivos móveis a redes Wi-Fi, apps e sites internos da sua organização, distribuindo certificados de dispositivos da autoridade de certificação (CA, na sigla em inglês) no local. Saiba mais

13 de março de 2020: a Verificação de endpoints não exige mais o app assistente nativo

Para facilitar a implantação da Verificação de endpoints na sua organização, os usuários não precisam mais do assistente nativo nos computadores Windows, Mac ou Linux. A extensão do Chrome ainda é obrigatória, mas você pode fazer a instalação forçada ou permitir que os usuários a instalem. Saiba mais

2 de março de 2020: atualizações nas configurações do Gerenciamento de dispositivos móveis do iOS

Para facilitar o Gerenciamento de dispositivos móveis do iOS, atualizamos as seguintes configurações:

  • Agora a configuração Apps gerenciados foi substituída pela opção Compartilhamento de dados.

  • Você pode gerenciar os certificados push da Apple em Configurações do iOS. O processo de configuração segue um fluxo novo e mais simples. Saiba mais

16 de setembro de 2019: novo app Android Device Policy

O Android Device Policy é um app de gerenciamento do Android que substitui o Google Apps Device Policy. Ele aplica as políticas da sua organização para proteger os dados corporativos, mas também adiciona automaticamente os novos recursos de segurança do Google.

Novos recursos do Android Device Policy

  • Registro sem toque: implante dispositivos da empresa em massa sem configurar cada dispositivo manualmente. Saiba mais
  • Gerenciamento avançado de senha: defina os requisitos avançados de senha. Por exemplo, não permita caracteres repetidos ou sequenciais. Saiba mais
  • Gerenciamento avançado de VPN: especifique um app para ser uma VPN (Rede privada virtual) sempre ativada. Saiba mais
  • Gerenciamento de recursos da tela de bloqueio: desative notificações, agentes de confiança, desbloqueio com impressão digital e recursos de proteção de teclado em dispositivos totalmente gerenciados. Saiba mais

Alterações nas funcionalidades atuais

  • Exclusão permanente de dispositivo remoto: os dados removidos dependem da propriedade do dispositivo.
    • Se o dispositivo for da empresa, ele será redefinido para a configuração original e todos os dados serão excluídos permanentemente.
    • Se o dispositivo for pessoal e tiver um perfil de trabalho, apenas o perfil de trabalho será excluído permanentemente.
    Veja mais informações em Remover dados corporativos de um dispositivo móvel
  • Configuração "Exclusão permanente automática": aplicável quando um dispositivo fica dessincronizado e quando os dispositivos não aderem às políticas da organização, por exemplo, quando usam uma senha fraca. Veja mais detalhes em Exclusão permanente automática.
  • Ícone do app Device Policy: como o Android Device Policy está mais integrado ao sistema operacional, os usuários não verão um ícone do app Device Policy. Veja mais detalhes em Sobre o Device Policy para Android.
  • Prevenção de conflitos de políticas: os usuários podem adicionar apenas uma conta do G Suite a um dispositivo. Isso evita os conflitos que surgiriam se várias contas gerenciadas com diferentes políticas de gerenciamento fossem adicionadas. 
  • Configuração do perfil de trabalho: os dispositivos Android pessoais usados na sua organização precisam configurar um perfil de trabalho. Não é possível desativar a configuração do perfil de trabalho.

Verificar o app de gerenciamento usado em um dispositivo

Você pode ver qual app está gerenciando um dispositivo no Google Admin Console. 

  1. Faça login no Google Admin Console.

    Faça login com sua conta de administrador (não termina em @gmail.com).

  2. Na página inicial do Admin Console, acesse Dispositivos.
  3. Clique em Dispositivos móveis para ver seus dispositivos móveis gerenciados.
  4. Para ver detalhes, clique na linha de um dispositivo. 
  5. Clique em Segurança do dispositivo
    O gerenciamento do dispositivo está listado em "User agent". 

Tópicos relacionados


Google, Google Workspace e marcas e logotipos relacionados são marcas registradas da Google LLC. Todos os outros nomes de empresas e produtos são marcas registradas das empresas às quais eles estão associados.

Isso foi útil?
Como podemos melhorá-lo?

Precisa de mais ajuda?

Faça login e veja mais opções de suporte para resolver o problema rapidamente.

Pesquisa
Limpar pesquisa
Fechar pesquisa
Google Apps
Menu principal
Pesquisar na Central de Ajuda
true
73010
false