Agora o nome do Drive File Stream é Google Drive para computador. Saiba mais sobre a mudança.

Configurar o Google Drive para computador

Você pode especificar opções personalizadas para o Google Drive para computador, como a letra da unidade padrão no Windows, o ponto de montagem no Apple macOS, o local do cache, os limites da largura de banda e as configurações de proxy. Essas configurações podem ser definidas no nível do usuário ou do host e persistem quando o Drive para computador é reiniciado.

Faça o download e configure o Drive para computador se você ainda não tiver feito isso.

Onde atualizar as configurações

Para definir as opções do Drive para computador, atualize as chaves de registro (Windows) ou use o comando defaults (macOS). Se você não tiver familiaridade com essas atualizações, entre em contato com o administrador ou consulte a documentação do sistema operacional. Além disso, os administradores podem definir valores de modificação que os usuários finais não podem alterar.

Windows

Em todo o host  HKEY_LOCAL_MACHINE\Software\Google\DriveFS
Somente o usuário HKEY_CURRENT_USER\Software\Google\DriveFS
Substituir por HKEY_LOCAL_MACHINE\Software\Policies\Google\DriveFS

macOS

Em todo o host  /Library/Preferences/com.google.drivefs.settings
Somente o usuário ~/Library/Preferences/com.google.drivefs.settings
Substituir por /Library/Managed Preferences/com.google.drivefs.settings.plist
 

Exemplos do macOS:

Ponto de montagem em todo o host:
sudo defaults write /Library/Preferences/com.google.drivefs.settings DefaultMountPoint '/Volumes/Google Drive'

Arquivo de certificados confiáveis em todo o host:
sudo defaults write /Library/Preferences/com.google.drivefs.settings ForceBrowserAuth -bool true

Largura de banda máxima para download pelo usuário:
defaults write com.google.drivefs.settings BandwidthRxKBPS -int 100

Configurações

Defina estes pares de nome e valor com as chaves de registro ou o comando defaults, conforme descrito acima. No Windows, crie as chaves de registro se elas ainda não existirem. No macOS, o comando defaults mantém um arquivo plist para as configurações. Não modifique esse arquivo diretamente porque algumas alterações talvez não sejam aplicadas.

Nome da configuração Tipo de valor Descrição do valor

AllowedAccountsPattern

String

Expressão regular: indica contas que têm permissão para fazer login neste computador. Por exemplo, para permitir todos os usuários de meudominio1.com e meudominio2.com:

.*@(meudominio1|meudominio2).com

Observação para macOS: para especificar um valor entre parênteses na linha de comando, o valor precisa estar entre aspas duplas e simples.

"'.*@(meudominio1|meudominio2.com)"

AutoStartOnLogin

Windows—DWORD*


macOS—Boolean* 

Inicia automaticamente o Drive para computador durante o login da sessão.

BandwidthRxKBPS

Windows—DWORD 


macOS—Number 

Máximo de kilobytes de downstream por segundo.

BandwidthTxKBPS

Windows—DWORD 


macOS—Number 

Máximo de kilobytes de upstream por segundo.

ContentCachePath

Aviso: tenha cuidado ao limpar o cache do Google Drive para computador para tentar corrigir problemas gerais. Os arquivos são movidos para cá antes do upload. Se você limpar o cache antes que o upload seja concluído, esse arquivo será perdido.

String

Define o caminho para o local do cache de conteúdo em um sistema de arquivos APFS, HFS+ ou NTFS conectado.

Quando o Drive para computador for reiniciado, os dados locais no cache de conteúdo antigo serão migrados para o local do novo cache. Se você excluir sua configuração personalizada, os dados serão movidos de volta para o local padrão.

Local padrão do cache:

Windows: %LOCALAPPDATA%\Google\DriveFS
Mac: ~/Library/Application Support/Google/DriveFS

ContentCacheMaxKbytes

Windows—QWORD 


macOS—Number 

Define o limite de tamanho do cache de conteúdo em kilobytes. O limite é de 20% do espaço disponível no disco rígido, independente do valor de configuração. A configuração não se aplica a arquivos disponibilizados off-line ou que estejam em processo de upload.

Essa configuração está disponível apenas para administradores como uma configuração de modificação ou aplicada em todo o host.

DefaultMountPoint

String

Windows: defina a letra de uma unidade ativa ou um caminho em um drive.
Você pode usar uma variável de ambiente para especificar a letra da unidade ou personalizar o caminho (por exemplo, C:\Usuários\%NOMEDEUSUARIO%\GoogleDrive).
Se o caminho de ativação já existir, a pasta de destino precisará estar vazia. Se a pasta não existir, será criada uma pasta.

macOS: defina o caminho da unidade ativa. Você pode incluir um til (~) ou variáveis de ambiente no caminho.

** Leia mais sobre o DefaultMountPoint.

DisableLocalizedVirtualFolders

Windows—DWORD*


macOS—Boolean* 

Desativa os nomes localizados de Meu Drive, Drives compartilhados e Computadores. Os nomes permanecem em inglês em vez de serem traduzidos para o idioma do sistema operacional.

DisableMeetOutlookPlugin

Windows—DWORD*


macOS—Boolean* 

Disponível na versão 39 e mais recente do Drive para computador. 

Desativa o plug-in do Meet para Microsoft Outlook que acompanha o Drive para computador.
DisableOnboardingDialog

Windows—DWORD*

macOS—Boolean* 

Desativa a janela de boas-vindas para novos usuários.

DisableOutlookPlugin

Windows—DWORD*


macOS—Boolean* 

Desativa o plug-in de anexos do Google Drive para Microsoft Outlook, que está incluído no Drive para computador.

DisableRealTimePresence

Windows—DWORD*


macOS—Boolean* 

Desativa o acesso em tempo real no Microsoft Office.

Esse recurso também pode ser desativado para unidades organizacionais no Admin Console. Veja a etapa 4 em Implantar o Google Drive para computador.

ForceBrowserAuth

Windows—DWORD*


macOS—Boolean* 

Usa a autenticação do navegador. 

Se sua organização usar chaves de segurança ou o Logon único, essa configuração talvez resolva problemas de login.

Observação: essa configuração funciona na versão 46 e em versões anteriores. Essa configuração não é compatível com a versão 47 e com versões mais recentes.

MinFreeDiskSpaceKBytes

Windows—QWORD 


macOS—Number

Controla a quantidade de espaço local usado pelo cache do Drive para computador. Interrompe a gravação de conteúdo no disco quando o espaço livre em disco fica abaixo desse limite em kilobytes.

Configurações de proxy:

DirectConnection

Windows—DWORD*


macOS—Boolean* 

Ignora as configurações de proxy.

DisableCRLCheck

Windows—DWORD*


macOS—Boolean* 

Desativa a verificação das listas de revogação de certificado (CRLs, na sigla em inglês) disponibilizadas pelas autoridades de certificação.

Se não for definido explicitamente, o padrão será true quando TrustedRootCertsFile for fornecido. Caso contrário, o padrão será false. Os sites que usam certificados autoassinados para os proxies de inspeção de conteúdo não costumam fornecer uma CRL.

As empresas que especificam uma CRL no certificado de proxy podem definir explicitamente DisableCRLCheck como 0 para a verificação adicionada.

DisableSSLValidation

Windows—DWORD*


macOS—Boolean* 

Desativa a validação do tráfego SSL. O tráfego ainda será criptografado, mas não validaremos se os certificados SSL dos servidores upstream forem todos válidos.

Isso é inerentemente inseguro porque permitiria um ataque "man-in-the-middle" ao tráfego para o Google Drive.

Configurável apenas no host.

TrustedRootCertsFile

String

Este é o caminho completo para um arquivo alternativo a ser usado para validar certificados SSL do host. Ele precisa estar no formato PEM. Defina isso se seus usuários estiverem em redes com proxies de descriptografia.

O arquivo precisa ter o conteúdo do arquivo roots.pem fornecido com o Drive para computador, além dos certificados usados para autenticar seu proxy. Essas adições precisam corresponder aos certificados de assinatura de proxy nos armazenamentos de certificados nas suas máquinas.

Você pode encontrar roots.pem em:

\Arquivos de Programas\Google\DriveFS\<versão>\config\roots.pem
(Windows)

ou

/Applications/Google\ Drive.app/Contents/Resources/roots.pem
(macOS)

Configurável apenas no host.

* Para valores booleanos, use 1 para "true" e 0 para "false" (Windows) ou true e false (macOS).

** Ao definir o DefaultMountPoint, as preferências do usuário no produto têm prioridade em relação às configurações do usuário e do registro do host (ou plist). As configurações do registro de modificação (ou plist) têm prioridade em relação às preferências do usuário no produto.

Temas relacionados

 


Google, Google Workspace e marcas e logotipos relacionados são marcas registradas da Google LLC. Todos os outros nomes de empresas e produtos são marcas registradas das empresas às quais eles estão associados.

Isso foi útil?
Como podemos melhorá-lo?

Precisa de mais ajuda?

Faça login e veja mais opções de suporte para resolver o problema rapidamente.

Pesquisa
Limpar pesquisa
Fechar pesquisa
Google Apps
Menu principal
Pesquisar na Central de Ajuda
true
73010
false